English readers and other languages: Many posts are in portuguese, you can use the Translate button at left side.

Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Goetia é perigoso? Alguns Pontos para Começar no Estudo

Invocation
Arte: Salaj Darjan - Austria


(Editado: acréscimos feitos ao texto).


A Goetia, e outras linhas de magia ritual, requer preparo e imenso respeito com as energias.

A preparação, que constitui toda uma disciplina própria, tem seus porquês, mas principalmente, consiste em preparar a pessoa para o contato com as energias.

Devido a cultura do CTRL-C e CTRL-V, vemos uima enorme quantidade sites apresentando rituais instantâneos de magia.

Pior, surgem os auto-proclamados praticantes da "Alta Magia" e suas frases prontas misturadas com lábia de vendedor.

Mas a lábia, a facilidade de falar não tem nada a ver com conteúdo.

De nada adianta saber textos de cabeça sem praticar seu ensinamento. Quando acontecem problemas pode ser muito feio de se ver.

Dá para simplificar alguns rituais? Até dá, se o praticante já tiver a bagagem efetiva de todo um longo trabalho feito e crédito espiritual suficiente. E mesmo assim, continuamos tendo que treinar e ensaiar rituais vezes e mais vezes antes de fazer prá valer.
O que acontece é que ao longo dos anos cada magista vai ter suas próprias modificações e acréscimos, muitas vezes ensinados pelos próprios espíritos ao longo do tempo.


Goetia é perigoso? É sim.

"Os espíritos da Goetia são poderosos, mas perigosos. 
São perigosos porque são poderosos." 

Qualquer energia evocada de forma irresponsável e sem respeito, ou sem a necessária preparação, é como segurar uma vela acesa e entrar num tanque de combustível daqueles de refinaria.

Muito do que vejo primeiro de tudo, é falta de leitura completa e estudo dos textos. Infelizmente existe muita coisa mal escrita, adulterada ou então é uma bobagem só.

Também é costume em tantos textos a troca proposital de palavras, ingredientes, lugares, nomes, etc, para que apenas os que tenham a preparação (iniciação e trabalho) necessária identifiquem e possam ter uma idéia melhor do caminho mais correto. E um dos melhores caminhos de uma forma geral, é ficar bem longe! (risos....)


Uma vela e oração sincera para seus anjo guardião pode fazer muitas vezes mais do que todo um elaborado e enfeitado ritual.


Magia não é algo que se possa começar pelo quinto andar.
Tentar atalhos para resultados imediatos e grandiosos é como tentar entrar num avião voando a grande altura.


Existem passos no aprendizado.

E Goetia é só um de tantos tratados antigos que contém uma série de etapas a serem aprendidas, ferramentas por preparar, estudar e entender o que está fazendo.

E principalmente, ter a base anterior necessária.

A minha sugestão é que, antes de alguém tentar operações com a Goetia, aprenda algumas bases da magia.
É possível fazer algumas coisas mesmo sem estes conhecimentos, porém a pessoa estará literalmente as cegas, tentando repetir uma receita da qual não conhece os ingredientes e certamente, não vai saber o que fazer ao menor problema ou pior ainda, poderá fazer coisas que não deveria e depois não entendem porque algo deu errado ou sua falta de resultados.

É preciso entender os princípios básicos da magia, seus conceitos básicos.
Estudar símbolos desde os mais básicos como "ponto, linha, círculo, triângulo, quadrado, pentagrama, hexagrama, etc." e seu amplo significado.
Por exemplo, o pentagrama não é uma estrela que faz tudo. Você precisa saber e assimilar intimamente o que são os cinco pontos, os cinco elementos, o conceito todo para trazer essas forças quando o utilizar senão será apenas um desenho comum sem força alguma.
Ter noções de numerologia pois se relaciona também aos planetas e portanto aos espíritos relacionados. As tabelas dos números citadas por Agrippa são essenciais.
Saber um básico sobre "correspondências", que é o como cada coisa está relacionada a outras, seus porquês. Novamente Agrippa, mas também 777 de Aleister Crowley ou "The Comple Magicians Tables" de Stephen Skinner são básicos.
Ter uma noção sobre os diferentes sistemas mágicos.
Ser capaz de ler livros, pesquisar por si só e saber usar ferramentas de pesquisa como o Google vão ajudar muito.
Saber interpretar textos, ter uma leitura decente, o que inclui ler outras coisas para aprender a pensar e conhecer o idioma. Muitas perguntas que nos fazem, por incrível que pareça são unicamente porque a pessoa não se deu ao trabalho de olhar o "dicionário".
Saber inglês. 99% do material está em inglês e a maioria dos melhores autores não são traduzidos em nosso país. Um curso de inglês será o melhor investimento que você vai fazer e em pouco tempo mesmo com a ajuda de ferramentas online de tradução, você vai encontrar milhares de fontes de ótimas informações.
Aprender sobre os reinos elementais, suas energias e ter noção de magia natural. Agrippa ou o livro Magus de Francis Barret são altamente recomendados.
Ter algum tipo de prática de visualização em cristais, espelho negro, etc.
Saber o básico sobre traablho com espíritos angelicais e planetários pois são estes que vão lhe dar sustentação para o trabalho com a Ars Goetia.
Saber fazer banimentos, limpezas, banhos, etc.
Ter uma boa base em rituais baseados em oração.


Uma das mais importantes coisas em magia é: aprenda primeiro como terminar, desfazer, enfim,  fechar a operação.

Nunca tente chamar um espírito que você não sabe como fazer para mandar embora depois. E isso acontece muitas vezes.

Não mexa com algo ou alguém maior que você se não souber como lidar com isso.

E também, entenda de uma vez que você pode chamar um determinado espírito, mas na prática, por uma série de razões, podem ocorrer interferências e outros espíritos intrusos poderão surgir fingindo ser outro. Você vai ter que saber comoidentificá-lo e isso começa com os estudos citados e principalmente, ler os livros!

A possibilidade de que outros espíritos indesejados estejam por perto, ou se aproveitem da abertura efetuada é mais um dos motivos para a existência dos círculos e a necessidade de saber usá-los corretamente.

Os círculos mágicos não são apenas um desenho no chão com alguns símbolos e palavras. O círculo mágico é uma ferramenta ritual, o universo do magista e cada elemento deve ser preparado e carregado pelas energias divinas que fazem parte do arsenal de trabalho que o magista necessita para sua operação.

Na prática, o círculo mágico não protege nada se o magista não fez seu trabalho de casa. De nada adianta entrar no círculo e fazer suas orações sem a devida e completa convicção no que está fazendo. Desenhar símbolos no ar de forma mecânica também e inútil se você não souber claramente o que são e tiver desenvolvido dentro de si a conexão com cada ponto representado.

Para tornar isto bem claro: Você estudou e praticou o símbolo do círculo,  o número Zero, do símbolo do Sol e suas forças, energias, espíritos e anjos relacionados? Entendeu na prática como uma vela também pode representar o círculo e o próprio Sol? Entendeu que todo círculo tem seus nomes de poder associados e estudou e praticou cada um deles?

Se não fez isto, é como tantos que desenham pentagramas no ar com seu "dedo poderoso" ou sua faquinha comprada no supermercado, sem terem a menor idéia do que cada um dos cinco pontos representa e sem nunca terem praticado cada um daqueles pontos e seus elementos.
Círculos e pentagramas e tantos outros não são apenas "desenhos fáceis de se fazer". Tem todo um trabalho a ser estudado e praticado antes.


Se você pergunta como fazer qualquer destas coisas, você mostra que não está preparado.



Antes de tudo aprenda a se proteger e se preparar

É muito fácil encontrar por toda parte citações de como chamar algum espíritos. Mas como se proteger e como mandá-los embora depois? Pense muito seriamente nisto!
Uma das mais importantes de todas proteções é sua disciplina, fazer seus preparativos da melhor maneira, confiar no poder do Deus Altíssimo e estar pronto e sem medo.

Em qualquer área da magia é necessário uma relação de profundo respeito com os espíritos com os quais você pretende trabalhar.
E respeito em hipótese alguma significa submissão.
Nunca se comprometa com qualquer espírito.
Apresente suas ordens de forma respeitosa, considerando os devidos graus hierárquicos que eles tenham, mas ainda assim, o controle deve ser seu.

Ao invés de simplesmente dar ordens, experimente perguntar primeiro se o que você deseja é da esfera de trabalho deles e pergunte como isto pode ser feito. Isto poderá lhe poupar tempo pois não existe nenhuma garantia de resultados e os espíritos poderão lhe indicar antecipadamente o quê e porque de alguma situação.

Esta abordagem respeitosa é parte também da sua proteção pessoal.

E não seja estúpido pensando que pode usar de conversa suave e mentiras para enganar estes espíritos. Você não está lidando com algum tipo de entidade que diz fazer qualquer coisa em troca de uma garrafa de bebida barata.

Ao abordar os espíritos goéticos de forma respeitosa, tenha em mente que eles são antiquíssimos. Muitos foram deuses de outras culturas e estão neste planeta a tanto tempo que já viram todo tipo de mudanças. Eles conhecem as pessoas pois já viram todo tipo de situação, pessoas e civilizações. Então seja verdadeiro com eles.

Agir de forma desrespeitosa ou falsa com estes espíritos, o que inclui o preparo mal feito do ritual, uma das causas de problemas. Eles vão lhe dar algum tipo de lição para você aprender alguma coisa. Normalmente nada muito destrutivo é claro, eles são espíritos com consciência e se você observar suas descrições, a maioria deles tem funções de ensinar.

Preparativos mal feitos são algo a observar. Um ritual completo da Goetia é bastante complexo e como boa parte de operações em magia cerimonial, é relativamente caro construir todas ferramentas e cada execução do ritual também usa materiais como velas, óleos, incensos, etc.
A parte mais cara do processo é o tempo, o estudo necessário. Comprar livros decentes, estudar, preparar-se, fazer duzias e até centenas de experiências nas várias áreas. Ter onde viver e não estar preocupado com a conta de energia elétrica, mas sim, poder dedicar-se. Depois é que entra a parte das ferramentas em si,  procurar fontes de materiais, aprender a fazer ou pagar alguém que faça por você, etc.

Temos também, vários magistas modernos que tem trabalhado seriamente no estudo e prática de algumas formas mais simples. Porém, preste bem atenção: a maioria destas funciona SE e sómente se a pessoa já tem alguma experiência anterior.
EM hipótese alguma as simplificações que temos observado são uma maneira para qualquer novato começar de zero e tentar invocar "grandes poderes". Algumas são bem interessantes, mas novamente sugiro que sejam usadas em sequencia de aprendizado, começando por operações mais simples.
E nem pense em economizar moedinhas nestas operações. Usar as velas que você pegou na festa e aniversário de algum vizinho? Nem pensar! Compre as suas.
Mesmo que estejamos na época da internet é certo que se encontrem arquivos PDF de vários livros, opte pelos que realmente estão em domínio público. Ou melhor, compre os seus livros. Tenha a mais plena certeza de que em magia, durante sua preparação os espíritos sabem se você conquista méritos pelo seu próprio esforço ou está roubando material.
Uma alternativa é o excelente site de Joseph H. Peterson, Esotericarchives, que tem todos materiais originais de muitos grimórios disponibilizados e amplamente comentados.
Existem alternativas que não vão custar uma fortuna, apenas pense em fazer o melhor que puder sem fanatismo.
Eu mesmo demorei muito tempo para preparar minhas ferramentas e tive que pesquisar muito, procurar fornecedores e isso demandou alguns anos de trabalho. E ainda tem coisas por fazer, mas a cada passo é uma conquista e os resultados nos rituais tem sido bem interessantes a cada melhoria.
Isso é feito para si mesmo, não é para mostrar para outros.
Rituais de magia não são números de circo como tantos pensam quando pedem para "assistir o ritual". Nada disso. Eu só admitiria alguém na sala do templo se já estiver devidamente treinado e seja alguém de minha confiança para compartilhar a operação. Uma pessoa leiga poderia no mínimo entrar em pânico, ou até bloquear a operação com sua ansiedade, além de ser uma verdadeira antena para energia intrusivas.
Portanto, é um trabalho solitário. Pense muito nisso antes de abrir suas operações para outras pessoas.


Um dos maiores erros dos novatos é tentar começar pelo topo

Isso é muito comum.
As pessoas não tem a menor noção sobre aonde estão se metendo e pensam que é tão fácil como nos filmes de fantasia.
Muitos são até arrogantes, pois acham que podem ir direto para a página 300 do livro onde é citado alguma grande capacidade e pensam que aquilo é literal e facilmente obtido.
Mas nem todas descrições são literais ou adequadas para nossa época.
Por exemplo, invisibilidade significa apenas não ser percebido, mas nunca ficar realmente invisível. Ganhar em jogos são citações de um tempo em que apostas eram feitas entre umas poucas dezenas, no máximo centenas de pessoas como num jogo de dados ou corrida de cavalhos. Assim nada a ver com uma loteria onde tem milhões de participantes e no caso da Megasena, é uma chance contra 52 milhões! Não tem milagre para isso.

Mas vamos lá, as pessoas recém chegam e já querem logo de início grandes poderes, resultados fantásticos e fantasiosos então pensam que o melhor seria começar pelos grandes chefes!
Assim tentam de cara, sem experiência alguma  evocar os mais altos espíritos na hierarquia.

Grande erro!

Felizmente, os grandes espíritos na maioria das vezes vão simplesmente ignorar a tentativa.
A menos que a operação seja muito desrespeitosa, então podem fazer alguma coisa, dar uma merecida lição para fazer a pessoa se mijar nas calças. Geralmente uns pesadelos pavorosos, deixar espíritos trevosos aparecendo pela casa ou quem sabe fazer uma bagunça imediata na vida da pessoa. Mas geralmente nada mais grave. Boa parte das vezes a pessoa apenas não vai ter resultado algum.

Entenda isto como um tiro de advertência.
São espíritos perigosos e alguns são muito mais durões e as consequências de uma evocação mal feita podem ser bem desastrosas.
E faço questão de observar, os dæmons da Ars Goetia são perigosos, mas os Anjos também são e podem ser muito mais duros com quem é desrespeitoso OU pede algo que não devia.

Sempre comece pelos espíritos que estão nas hierarquias menores, eles são ótimos trabalhadores e na maioria das vezes vão atender muito bem as idéias simples que os novatos tem em mente. Quer dizer, se aceitarem atender, pois eles também merecem muito respeito.


Entenda que existe todo um aprendizado anterior

Vou repetir então: é necessário fazer o trabalho básico antes. Seja a Goetia ou a Magia Angélica antes existe todo um longo trabalho de aprendizado nas várias áreas da magia.

Citando uma postagem de Vovin no forum StudioArcanis em seu excelente Solomonic Evocation - Primer.
Repito, isso é tanto para o trabalho com Anjos quanto para Dæmons:

(traduzido):
Trabalho preparatório
Eu sugiro uma boa base sólida no básico da magia cerimonial antes de tentar sua primeira evocação. Isso significa um bom par de anos de prática na minha opinião. Você deve, pelo menos, ter os rituais básicos memorizados, por exemplo: LBRP, BRH, MP, etc, se você não sabe do que estou falando, você não está pronto. Você deve ter uma compreensão básica do trabalho com energias e ter desenvolvido algumas habilidades astrais como vidência e visualização. Eu sugiro trabalhar com o "
A Short Course in Scrying" de Benjamin Rowe ... Trabalhando através dos Exercícios do "Summoning Spirits", livro de Konstantinos é sugerido. Desenvolva seus sentidos astrais e evocaão astral primeiro. Outra sugestão é encontrar um grupo respeitável ou mentor que possa ajudá-lo.

Você não está pronto quando
* Você ainda pergunta quais são os rituais básicos.
* Você questiona a força de seu círculo.
* Você não consegue sentir seu circulo astral para se comunicar com as entidades.
* Você tem medo da escuridão e dos demônios.
* Você tem pouca ou nenhuma idéia sobre como proteger-se astralmente.
* Você não alcançou a suposição de Deidade ou conhecimento e Conversação de HGA (SAG):  especialmente em relação à evocação Goética ou a qualquer outra evocação do que poderia ser chamado de demônio.

Citado acima sobre vidência e visualização, faço questão de observar que para a prática da magia temos a necessidade de dominar muito bem algum tipo de oráculo. Isso é absolutamente básico. Tarot, Runas, I-Ching, Pêndulo, etc. Os oráculos nos ajudam a interpretar as situações e também para estudar quais serão as possibilidades em relação a uma determinada operação de magia. Um magista sem conhecimento de oráculos está trabalhando as cegas e fadado ao fracasso certo.


A Goetia é parte de um trabalho maior, as Chaves e as Clavículas de Salomão são encontrada em várias edições. De preferência compre várias edições de autores diferentes pois existem diferenças pois existem vários grimórios originais e cada um tem pontos que podem faltar ouestar apresentados de maneira diferente noutros. É preciso pesquisar, fazer anotações e comparar.

O que se observa imediatamente e muitos não seguem é: Primeiro vem todo trabalho de preparação, teoria, orações, magia natural, os rituais planetários, angélicos, etc. Só depois disto vem o Lemegeton, a Ars Goetia.
Entende isso?

Primeiro você precisa formar uma base sólida para estar preparado para lidar com os espíritos da Ars Goetia.

É o trabalho com os espiritos elementais, angelicais, arcanjos, etc. que vão dar a necessária estrutura básica para proteger o magista quando evocar os espíritos Goeticos. Uhm? Quem é que vai te proteger e amparar? Pense muito nisto e vá trabalhar naquelas áreas primeiro de tudo!


Cuidado com as simplificações

Temos alguns ótimos autores trabalhando para aprimorar rituais e com bases muito sólidas para isso.

Mas existe também uma enorme quantidade de oportunistas, muitos que poucos meses atrás estavam perguntando as coisas mais básicas nos foruns e grupos de debate e que agora estão lançando até "cursos de Goetia" prometendo resultados maravilhosos!
Você confiaria a saúde da sua família para alguém que recém aprendeu a ler e se apresenta como médico?

Um ritual pode ser feito apenas com seus elementos mais básicos, porém bem feitas. E certifique-se de que suas ferramentas sejam consagradas adequadamente antes do trabalho.

Se você não faz idéia de como fazer as consagrações das ferramentas e materiais nem  os rituais e processos envolvidos para isso você não está nem perto de tentar essas operações.

As ferramentas devem ser bem feitas, da melhor maneira que você puder. Preguiça não combina com magia ritual. Fazer de qualquer jeito, ou mandar outros fazer o que você não fez também é uma maneira garantida de causar um belo e merecido prejuízo na sua vida.
Ao final eu sugiro alguns outros artigos, inclusive uma sugestões sobre como fazer alguns materiais de forma mais simples, mas com sinceridade.

Goetia for Dummies
Magia não é para preguiçosos, oportunistas ou charlatões. O único resultado que estes conseguem, quando acontece algum, é por pura coincidência ao se aproveitar de alguma situação e cantar vantagem.
Na verdade é um falso resultado, ou falando claramente, mais um golpe.
Ou ainda, pode ser um falso espírito preparando uma armadilha para o magista. É muito fácil botar nome em cima do trabalho dos outros, mas isto tem limite e ninguém consegue enganar todas pessoas o tempo todo.
E muito menos os espíritos da Goetia.

Mérito nunca pode ser roubado e muito menos creditado por comparsas. O reconhecimento do mérito sempre vem de cima, d'Aquele que está Mais Alto.


Veja, que com estes tópicos, podemos apontar que um dos grandes riscos da Goetia é justamente a falta de preparo, respeito ou dedicação.



Então:

1) Estude. Leia, faça anotações;
2) Aprenda quais são as áreas que você precisa saber antes de iniciar este trabalho.;
3) Trabalhe cada passo com dedicação. Tudo isto faz parte do ritual final;
4) Faça sua parte. O trabalho de casa é seu; Em magia é impossível sucesso verdadeiro montando nas costas dos outros. Tenha seu próprio material;
4) Faça o melhor que puder, mas sem fanatismo;
5) Quando finalmente começar seus trabalhos rituais, escolha espíritos que vão ajudar nas atividades básicas e trazer ensinamentos. Eles ajudam muito no aprendizado de todas áreas, seja da magia, pessoais e profissionais. Só muito depois vá subindo degraus para os espíritos "mais quentes";
6) Seja verdadeiramente respeitoso sempre e isto deve também ocorrer da parte dos espíritos. Ser respeitoso não é se curvar nem se humilhar para eles, é tratar de acordo com seu poder.
7) Sempre seja sinceramente agradecido.A palavra "Obrigado" é uma das mais poderosas a ser usada e deve ser sincera.

Repetindo e citando o Mago Quakestars num grupo do Yahoo: "Invoque, receba os favores, e agradeça. A palavra mais poderosa na prática da Goetia é "Obrigado."


Mas então, existe perigo com os espíritos da Goetia?

Pense assim, é perigoso acender uma vela em cima de um tanque de gasolina? É perigoso bater de propósito numa colméia de abelhas? É perigoso atravessar uma movimentada avenida de olhos fechados?

Se você tiver um preparo e abordagem corretos, isto vai oportunizar uma experiência melhor.
Mas com certeza não elimina os riscos.
Estes riscos começam pela sua própria condição pessoal, por exemplo, não estar adequadamente alimentado ou num estado de espírito equilibrado.
A preparação e o próprio ritual como já citado, pode ter a presença de energias intrusivas que vão tentar causar todo tipo de problema.
Não saber como encerrar adequadamente o ritual pode resultar também na presença continuada de energias no local ou junto da pessoa.
E é claro, as próprias características do espírito invocado.
As formas de manifestação nem sempre são visíveis. Aliás, a maioria das vezes não são visíveis, apenas percebidas. Mas seja qual for, isto pode ser perturbador. Não se trata de cenas de filme de fantasia, mas de sensações reais que podem ser estranhas, ou belíssimas. Noutras vezes algum tipo de desconforto.

E outra coisa muito importante e muito perigosa é que se os espíritos concordarem em realizar o que foi pedido, isto é o que poderá ocorrer. Quero dizer, você pode ter os resultados. Mas a tendência é que seja pelo caminho mais curto. O exemplo clássico é da pessoa que pede dinheiro e recebe uma indenização ao perder uma perna num acidente.


Estude e pense muito a respeito do seguinte:
Os espíritos da Ars Goetia podem fazer o que foi pedido. Mas nem sempre vão trazer o que a pessoa quer. 


Cuidado com o que pedir e o como pedir são absolutamente necessários. Muitos dos problemas que vejo após rituais goéticos mal feitos ou de novatos com pouca experiência, são facilmente reconhecidos como sendo exatamente o que a pessoa pediu.


Quando lidamos com os espíritos sempre é necessário observar três aspectos:
  1. Perguntar se o espírito pode fazer isso.
  2. Perguntar se ele aceita fazer isso. E aí entra a parte de negociação de alternativas de como poderão fazer. Novamente, use o Tarot ou outro oráculo para confirmar. É sempre uma negociação. 
  3. Peça que apresente sugestões de como fazer. Nem sempre vão sugerir alternativas se não for solicitado, mas muitas vezes poderão apresentar alternativas melhores e até sugerir outros espíritos que descobrimos ser mais adequados.

Sobre negociações, sugiro que não faça nenhuma oferta antecipada. Deixe que o espírito se manifeste a respeito. Alguns deles ficam seriamente ofendidos se a pessoa fizer algum presente para eles.
Oferendas podem ser usadas é claro, mas isto não é como nas religiões de matriz africana onde praticamente tudo é feito na base de oferendas.
Normalmente prefiro usar isso sómente após já ter uma maior relacionamento com o espírito. Entenda, a oferenda maior é fazer o ritual bem feito. Qualquer coisa além disso é negociada.



E também, boa parte das vezes o resultado são os meios para se obter o que se deseja.
Se você pedir dinheiro, é mais provável que receba uma possibilidade de emprego. Ou encontrar algumas moedas na rua se o espírito realmente estiver lhe sacaneando.
Quer sexo? Prepare-se para receber contatos mas vai ter que sair de casa, conhecer melhor a pessoa, se vestir melhor e cuidar da aparência, presentinhos...
Ou pode realmente aparecer alguém muito interessado sexualmente em você. Tipo, alguém 50 anos mais velho ou aquela pessoa promíscua do bairro que está contaminada com AIDS de repente decidir que quer você de qualquer jeito.
Entendeu isto? Não vai chover dinheiro e muito menos as pessoas vão bater na tua porta oferecendo sexo. E é preciso observar o que se recebe e até chamar novamente o espírito para explicar e comandar para que observe algumas coisas mais e tentar de novo.
Claro que tem a parte dos milagres, e acontecem também. Mas não é todo tempo que "do nada" vai aparecer $ 10 mil na sua conta do banco de alguma fonte desconhecida.
Se pediu conhecimento, vão te ajudar nos estudos, encontrar professores e escolas, ter melhores insights e entendimento, mas não um aprendizado instantâneo.
Quer ser um músico fantástico? Eles vão vão ajudar primeiro para que você encontre bons professores e possa estudar seu instrumento 12h-14h por dia que é o que qualquer músico decente faz todos os dias, sem feriados. Mas fazendo isso de forma melhor, com maior percepção. O curso completo de Piano continua sendo 15 anos. A diferença é se formar com louvor ou ser apenas mais um.

Quer ser um grande astro da música? Ótimo! Eles até podem lhe colocar num palco, mas será que você tem capacidade para enfrentar o público e apresentar um trabalho muito bom ou vai ser mais um passando vergonha porque não sabe tocar direito?
Quer aquele sensacional emprego numa grande companhia? Sim, eles podem ajudar para isso se a pessoa tiver alguma aptidão. Mas logo no primeiro dia pode ocorrer de ser despedido porque se não sabe fazer o serviço.
Quer um grande sucesso com a sua empresa? Vão apontar áreas problemáticas, trazer até bons clientes mas também desafios que requerem a parte de saber gerenciar seu negócio. Um simples motivo pelo qual quando atendo empresas isso é considerado consultoria empresarial, pois tem muitas outras coisas a lidar e os espíritos vão ajudar, mas precisamos mexer com a gestão empresarial também.
Quer ser um grande mago? Peça conhecimento e aprendizado e vão lhe trazer muitas oportunidades para colocar seus aprendizados em prática também pois não adianta apenas ler livros, mas lidar com as situações na prática.


Ok?


Para finalizar

Magia de Evocação, goetia, angélica, etc. é provavelmente a área mais cara de todas sendo "tempo de estudo e preparo" o mais caro recurso.

Se você precisa perguntar como se fazem os procedimentos básicos, você não está preparado.

Se você questiona se "isso ou aquilo é necessário", definitivamente você não sabe onde está se metendo.


Por enquanto encerro apenas dizendo que o primeiro grande perigo é justamente a falta de preparo e o mau uso.

P+
22/09/2010

.'.


Algumas referências e sugestões de leitura:


EsotericArchives - O famoso site de Joseph H. Peterson, com diversos grimórios na íntegra. Incluindo Key of Solomon (A Grande Chave) e The Lesser Key of Solomon (Lemegeton - Goetia). Ele também oferece o CD com todo site e mais materiais que não tem como colocar online. É um verdadeiro tesouro!


Livros: 

Three Books of Occult Philosophy - Henry Cornelius Agrippa. Leitura básica e altamente recomendada para o aprendizado da Magia Natural, referências planetárias, correspondências magicas, etc.

The Clavis or Key to the Magic of Solomon - Joseph H. Peterson

The Lesser Key of Solomon (Lemegeton)  - Joseph H. Peterson

Secrets of the Magickal Grimoires: The Classical Texts of Magick Deciphered - Aaron Leitch. Excelente referência para entender o que são e como trabalhar com os grimórios.

The Goetia of Dr. Rudd (Sourceworks of Ceremonial Magic) - Stephen Skinner, um dos grandes autores ocultistas de nossa época.

The Complete Magician's Tables - Stephen Skinner. Excelente obra de referência.

The True Grimoire: The Encyclopaedia Goetica Volume 1  - Jake Stratton-Kent. Edição do Grimorium Verum. Jake é um dos mais experientes e renomados autores na área.

The Goetia: The Lesser Key of Solomon the King: Lemegeton - Clavicula Salomonis Regis, Book 1 - Versão de Aleister Crowley. Esta versão segue uma linha diferente, e é citada para quem segue aquela linha de pensamento ou para fins de estudo e comparação.



.'.


Leia também:

.'.


Consultas e Trabalhos em Magia - Portuguese text


Readings and Magic Works - English text


.'.


2 comentários:

Gilberto Strapazon (Sw. Prabuddha) disse...

Alguém anônimo postou o seguinte comentário:
"Vc poderia me indicar bons materiais para estudos e posteriormente a prática da goétia?"
Como o mesmo tinha um número de Whatsapp, portanto preferi não publicá-lo.

O texto foi editado nalgumas partes para frizar a necessidade de estudo prévio e foram acrecentadas algumas sugestões de leitura.

tiago rodrigo disse...

Eu como um ocultista estudioso uma vez precisei de um dinheiro impossivel pra resolver uma situaçao,entao evoquei sitri,nossa foi incrivel.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...