Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Nova Era: Convite às Mulheres


Nova Era: Convite às Mulheres

Gilberto Prabuddha


Os novo ciclo já começou fazem algumas décadas. A energia do planeta passa por uma mudança que move a vida.

Por milhares de anos a energia global esteve nas montanhas dos Himalayas e agora, transferiu-se para o outro lado do planeta, para a Cordilheira dos Andes.

E da mesma forma, depois de milhares de anos de energia masculina dominante, as mulheres estão iniciando um período de natural intuição e criatividade.

Se por um lado as mulheres, ou a porção feminina é criativa e intuitiva, os homens, ou a porção masculina é racional e lógica. Ambos em suas mentes e corpos funcionando de maneiras similares, mesmo que algumas feministas radicais ou algumas religiões e culturas arcaicas ainda queiram que a humanidade seja apenas comparada apenas por órgãos genitais.

Por que a criação, Deus, ou o universo, como queira chamar, perderia milhões de anos na polaridade, se apenas parte dela fosse um diferencial?

Homens possuem uma porção feminina, assim como as mulheres têm seu lado masculino.

É da natureza masculina a força bruta e é próprio da parte feminina a beleza e a criação. O quanto cada aspecto se manifesta indica o grau de evolução de cada ser.

Toda pessoa que utiliza sua criatividade, que a desenvolve de forma consciente, vai ter sua feminilidade estimulada e trabalhada. No caso das mulheres, como graça e beleza nos seus atos. Nos homens, como gentileza, suavidade.

Quando se estimula a energia de ação, o princípio masculino é exercitado, e faz com que o homem seja mais enérgico e a mulher, mais decidida e segura.

Um complementa o outro. E um é diferente do outro.

Se você olhar o símbolo do Tao, dos princípios Ying e Yang verá que se interpenetram e que dentro de cada um, está um pequeno círculo indicando a presença do outro em essência e semente. Um torna-se o outro.

No sexo tântrico, homem e mulher se fundem, e tornam-se um só. E conhecem Deus em si mesmos.

Mas a maioria da humanidade ainda está dividida, o processo de transformação e mudança para esta nova era, que já começou, não acontece do dia para a noite.

Nos pequenos atos de cada ser, estão contidas as pequenas chaves que abrirão as portas de cada célula de seu coração, cada partícula de sua energia para uma nova sintonia.

Vemos no mundo inteiro que as pessoas estão se agrupando, que existem de forma cada vez mais clara, os grupos místicos, igrejas e religiões com seu próprio conjunto de princípios e regras e crenças. Isto é um processo natural de sintonia das pessoas.

A religiosidade aos poucos está se manifestando de uma forma sutil e o fanatismo e intolerância aos poucos torna-se em compaixão e compreensão. Existem milhares e milhares de caminhos para Deus. E as pessoas estão dando-se conta que nada adianta preocupar-se se outra pessoa tem uma fé diferente da sua. O que está em conta, é se cada pessoa tem uma fé. E a fé é o princípio manifestado do amor. Ninguém tem fé em algo que não ame. O amor chega primeiro.

E o que é o amor? Energia feminina. Por isso as mulheres sempre são as primeiras a perceberem as mudanças. Normalmente são as mulheres que chegam primeiro quando surge um mestre. E os homens, quando chegam primeiro, é porque já descobriram sua intuição, ou já tem um grau suficiente de evolução.

Agora, depois de tanto tempo, a intuição que é uma energia feminina, confunde os homens. Porque? Porque o homem atua de forma racional, a frieza da lógica o limita a pensar em termos de passo A, depois o passo B, o passo C, e em força bruta. Já a intuição, junta tudo de uma vez só e apresenta um resultado instantâneo. E isto vêm junto com um sentimento de feminilidade. É natural então que os homens confundam-se quando algo dentro deles comece a falar com uma certeza irritante e completamente desconcertante.

Isto não é fragilidade. É o princípio divino surgindo. E reconhecer a própria fraqueza é um parte do processo de cura e evolução.

Graça e beleza, juntam-se à força.

Os modelos de boneca, princesinha indefesa e Cinderela, já não servem mais. Temos a doçura e a beleza, mas que surgem de forma integrada e num nível maior de evolução.

Então, o convite que faço a todas mulheres, é que usem a intuição, para lembrar que os homens estão renascendo, que algo muito grande está surgindo.

Vocês estão vendo nascer uma nova civilização planetária e são abençoadas por isso. A benção de poder participar de forma ativa neste processo e escolher por si seus caminhos e ajudar no parto destas novas crianças.

Da mesma forma, as mulheres também estão mudando. O que se passa, é que a mulher é a própria flexibilidade, mas o homem é rígido, por isso, quebra facilmente. Uma mulher com dores atrozes continua trabalhando e cuidando dos demais. Um homem com um simples resfriado fica de cama completamente frágil e indefeso. E estes extremos aos poucos vão se fundir, não numa raça hermafrodita, porque o sexo é absolutamente natural, mas chegarão a um estado de equilíbrio e colaboração mútua.

Desta colaboração já surgem as novas crianças, que de uns poucos anos para cá, todos percebem serem muito mais inteligentes. É delas este mundo. E é nosso trabalhar e desfrutar dele também.

Através da meditação entramos em sintonia com o silêncio, com a energia universal. Descobrimos o Sol e a orientação divina. Percebemos a chegada do mestre e sentimos a energia de cada flor que nos agracia com sua suavidade.

A meditação em grupo nos possibilita trabalhar para que todos alcancem um grau maior de percepção, pela multiplicação da energia envolvida.

De certa forma, estamos nos tornando como anjos, de carne e osso, mas plenamente conscientes de que primeiros devemos trabalhar na terra, cuidando de nossos corpos, de nossas casas, nosso trabalho, e formando assim, a estrutura de que precisamos para ancorar na terra esta nossa realidade, nossa própria criação.

18/06/2000
.'.



Algumas republicações:
.'.

Leia outros assuntos relacionados clicando nas tags abaixo:

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...