Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

sábado, 15 de maio de 2010

Abordagem Geral da Numerologia Iniciática

Visão vulgar:

“Numerologia é uma pseudociência que se dedica ao estudo das influências e qualidades místicas dos números. Segundo a numerologia, cada número ou valor numérico é dotado de uma vibração ou essência individual e indicaria tendências de acontecimentos ou de personalidade, apesar de não haver qualquer evidência científica de que os números apresentem tais propriedades. O filósofo grego Pitágoras é considerado por alguns numerólogos o pai da numerologia, apesar de não haver qualquer relação entre os cálculos que formam o mapa numerológico e o filósofo grego. Na verdade a numerologia é uma derivação da Gematria, um ramo da Cabala, que utiliza o alfabeto hebraico como base. A numerologia seria então uma adaptação dos princípios da Gematria para o alfabeto romano.” Fonte: Wikipedia



Os números manifestam-se em toda natureza.
Numerologia, chamada de Ciência dos Números, trata-se de um dos ramos dos estudos das ciências ocultistas que abordam a manifestação da energia vital, do espírito e dos vários planos da existência, onde se incluem as dimensões conhecidas, o hiper-espaço, a física quântica, etc.


De uma maneira simples, podemos olhar os números, como entidades com vida própria. Tanto quanto outras formas de existência reconhecidas pelos ocultistas, as manifestações numéricas tratam-se de emanações de energia vital. Portanto, como toda emanação, estas poderão estar em sintonia com o ambiente em que estão, interagindo de forma ativa ou passiva.


Como todas as coisas vivas, os números também devem ser reconhecidos e respeitados. Isto é, percebidos como dotados de percepção e manifestação próprias, porém não necessariamente como sendo “inteligências” no sentido de auto-consciência. Estão mais no nível dos seres biplânicos, ou entidades e seres que interagem em mais de uma dimensão, sendo por nós percebidos geralmente pelas sensações que nos causam, por exemplo, através dos órgãos dos sentidos, seja por manifestações que ocorrem pela sintonia (vibração) com eventos, tempo e espaço, podendo manifestar-se em conjunto e/ou associativamente com atividades, locais, atitudes, humores, enfim, no cotidiano de todas as formas e seres.


A vivência numerológica, foi percebida por todos os povos da humanidade, na medida em que se aperceberam do íntimo relacionamento entre todas as coisas.

Os tratados dos antigos alquimistas sobre “As Causas Naturais”, abordavam extensas áreas sob a luz da numerologia. Tanto de forma velada, quando de maneira mais aberta, revelando facetas que vão desde aspectos próprios das várias formas de energia manifestada, passando por outras como os graus de intensidade, temperatura, etc até os alinhamentos verificados por similaridades particulares.

Os estudos dos antigos cabalistas, em que nos aprofundamos no alfabeto hebraico e uma profunda doutrina espiritual, os extensos tratados dos árabes, grandes mestres das ciências matemáticas e astronomicas e astrológicas, bem como os povos hindus e sua percepção das sutilezas e inter-relacionamento entre causas e efeitos, e a observação constante sobre grandes períodos de tempo, necessárias ao aprendizado e observação conclusiva, nos legaram, entre outros povos, trabalhos que nos permitem relacionar quase que todas as facetas da natureza e da vida humana como um todo, através dos números.

Uma das mais conhecidas linhas de estudos conhecidas no ocidente, a Cabala, dá a cada letra do alfabeto hebraico, valores que são estudados e praticados em pela Gematria, nos nomes de Deus, etc.

Os estudos dos textos sagrados sob a ótica numerológica mostra uma versão quase desconhecida da criação e da manifestação universal e reserva-se aos buscadores do aprendizado espiritual desvelar seus véus, associando-se desta forma, o aprendizado, a disciplina e evolução do indivíduo como requisitos para a conquista do conhecimento.


A numerologia mundana


Como aborda o texto citado da Wikipedia, percebemos que de uma forma mais popular, busca-se na numerologia, o entendimento das influências e qualidades dos números para conhecer e talvez mudar, as tendências que ocorrem na personalidade e nos acontecimentos.


Como todas ciencias ocultistas, místicas, esotéricas, existem as aplicações práticas. Toda doutrina oculta, visa a evolução, o aprimoramento de características do indivíduo desta ou daquela forma.


O primeiro objetivo, é o conhecimento de si mesmo. Tornar possível ao indivíduo, o conhecimento de aspectos que lhe são herdados por nascença, indicados pela sua data de nascimento.

Encontramos as características de personalidade, dons de nascimento, forças e fraquezas, tendências, sua porção espiritual, vidas passadas bem como missão para esta vida (caminho da realização).

Estas informações, analisadas em relação ao mundo que nos rodeia, ajudam a usarmos melhor nossos potenciais, e também nos dirigirmos por vontade própria pelas sendas que se mostram mais próprias.


Vamos frisar a expressão “por vontade própria”. A energia dos números, nos revela aspectos importantes. Mas a escolha de como proceder, é pessoal. Seguir um caminho ou outro, é algo que faz parte do nivel de consciência do indivíduo. O aprendizado destas escolhas, a própria caminhada em si, é que faz nossa evolução.


Como um mapa, a numerologia nos mostra quais caminhos podemos seguir, seus desafios, potenciais, eventuais desvios, recursos que estão disponíveis para serem usados (ou conquistados) para avançarmos de uma meta para outra. A meta final, aquela se sómente podemos vislumbrar ao longe, é a realização maior a iluminação, destino derradeiro para todos em algum tempo.



Nascimento e Nome


Estudar os aspectos básicos da numerologia, consiste primeiro e principalmente, da análise da data de nascimento. Os números de nosso nascimento, são as características imutáveis que nos são legadas pelo universo no instante do nascimento.

Tanto é íntimo o relacionamento dos números com os astros que uma análise numerológica correta, deve obrigatoriamente coincidir com a análise astrológica (mapa astral).


A data de nascimento, nos mostra daonde viemos, nossa personalidade, dons, missão de vida, a maneira como nossos traços pessoais são usados, etc.


Quanto ao nome, este pode ser visto como a roupa que nos é dada para enfrentar o mundo. É a herança de nossos pais e ancestrais, que nos é legada. Assim como uma vestimenta que pode ser adequada para nos abrigar das intempéries, ou para destacar nossos atributos físicos, também pode tolher nossos movimentos, ou expor partes que não gostariamos de ver expostas, ou substimar e até nos levar a ignorar capacidades.


Por isto, a análise do nome, obrigatoriamente deve ser feita tomando-se em consideração os dados da data de nascimento.


Fazendo um comparativo, analisar apenas o nome, seria o mesmo que avaliar uma pessoa apenas pelas roupas que veste, literalmente.


Capacidades e potenciais, quando vistos desta forma, nos apresentam um quadro do como a pessoa sente-se em relação a si mesma. Mas da mesma forma, também nos revela o que está sob a superfície, o subconsciente.


Os aspectos espirituais também nos são mostrados, e estes deverão ser considerados de acordo com a missão da pessoa na vida, sua caminhada, karma e darma, predisposição, coragem, comprometimento, etc.



Numerologia e Negócios


Uma empresa é um organismo social. Portanto, dotada de características que são tomadas em parte das pessoas que as compôem, assim como das pessoas que são suas dirigentes. Pessoas em posição de comando, lideranças naturais nas equipes, e até mesmo os grupos das áreas operativas, tem sua parte de influência.


Mas é são os fundadores, os proprietários, quem dão as bases iniciais para o estudo numerológico. Isto ganha proporções significativas quando trata-se de empresas sob o controle de grupos de acionistas, como as de capital aberto e as estatais.



Os Significados dos Números


O entendimento dos números, lembrando as palavras iniciais, vem do seu reconhecimento em nós mesmos. Ninguém é modelo para os demais, mas o conhecimento de si é a base de todo estudo esotérico.


Devemos buscar o entendimento pela observação, raciocínio, meditação, lógica e correspondências, nas diversas esferas, vida humana, natureza, etc


A compreensão dos números deve sempre levar em conta que cada número é uma continuidade de um eterno ciclo, um sucede o outro e precede o próximo.


Também é necessário o entendimento das decomposições aritiméticas (ex: 3=1+2), as combinações, frações, séries numéricas, enfim, as combinações que geram e esclarecem outros aspectos.


Uma das referências de estudo indicada é o Tarot, lembrando que alguns autores transliteram significados e que, determinadas cartas tem suas numerações mudadas. Algum estudo de hebraico é necessário para esclarecimento, assim como o entendimento pelo menos geral, dos astros.


Os significados dos números, no caso dos estudos pitagóricos, não é de todo válido, pois trata-se na maior parte, em traduções literais de idiomas diferentes, com raízes fonéticas e simbólicas diferentes.


Assim temos os sentidos primordiais básicos para cada número, que deverão ser estudados e desenvolvidos:


   1.      Ação. Indivíduo. Masculino.
   2.      Passividade. Feminino. Intuição.
   3.      Comunicação. Maternidade.
   4.      Poder. Administração.
   5.      Independência. Senso artístico.
   6.      Família. Convivio social. Romance.
   7.      Liderança. Iniciativa.
   8.      Saúde. Dinheiro. Trabalho.
   9.      Estudos. Inteligencia. Vidência.


Estes números são de significado principal. Mas os demais números, 11, 12,13..etc, os múltiplos, etc, assim como os números primos, também são de significado.


Os números referem-se a diversos aspectos do ser que devem ser estudados e analisados para que se tenha uma compreensão do conjunto.




Cada número possui diversas atribuições em função de seu relacionamento com os demais relativos ao assunto.
Exemplos:
  • ao analisar datas, percebe-se que uma pessoa nascida no dia 05 de Junho (6), é totalmente diferente de alguém nascido em 05 de Março (3). Da mesma forma se o evento ocorrer em anos diferentes. 
  • o número pessoal, ou missão de vida, geralmente calculado pela soma de todos os dígitos do nascimento e sua posterior redução, é insuficiente para indicar profissão ou características pessoais. Pode inclusive, indicar um caminho totalmente diferente, que só será indicado pela análise dos demais elementos. O senso artístico pode ser usado por exemplo, em medicina.

Meditação e desenvolvimento pessoal é necessário ao estudo dos números. Sómente conhecendo a si mesmo e desenvolvendo disciplinas pessoais será atingida a percepção dos diversos planos da existência.




Maio/2010

Gilberto Strapazon .'.
(Sw. Prabuddha)

Baseado em textos originais publicados em Março/2002 na Arte_Magicka
.'.

Leia também:

.'.

Leia outros artigos relacionados clicando nas tags abaixo:

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...