English readers and other languages: Many posts are in portuguese, you can use the Translate button at left side.

Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!
Mostrar mensagens com a etiqueta Riqueza. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Riqueza. Mostrar todas as mensagens

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Pode-se Conjurar Dæmons e Anjos Sem Preparo?

Magia Cerimonial de Evocação é para quem sabe onde está se metendo.


Esse artigo é para as pessoas que pensam sobre encontrar "atalhos" fáceis.


Com frequência nos grupos de iniciantes aparece uma pergunta do tipo:

“Na magia Angélica ou Goetia pode-se evocar esses espíritos sem utilizar nenhuma ferramenta ou  material? Só com a meditação e a força do pensamento? Ou só mentalizando o nome do espírito? “


A resposta é para os iniciantes e é bem direta:

Não!


É uma maneira garantida de atrair problemas!

Magia de Evocação não é o mesmo que rezar para seu Anjo protetor ou um Pai Nosso.

Isso não é o mesmo que as simpatias e feitiços fáceis que aparecem por toda parte aos montes.

Principalmente, devido a cultura do nosso país, Magia de Evocação não tem absolutamente nada a ver com qualquer prática de religiões africanas.


Se você realmente estiver em dificuldades extremas se ajoelhe ao lado da cama e faça sua oração, incluindo um Salmo de forma sincera. Todos dias! Isso é melhor que tentar meter a cara numa área que precisa de muito estudo e recursos.

Se você está num momento de desespero pessoal, peça ajuda para quem sabe. É melhor pagar para um profissional que lhe diga a verdade do que procurar alguém que fale o que quer ouvir. A verdade pode doer, mas vai lhe libertar.

“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará!” (Jo 8,32)


Mas não tente as áreas de Alta Magia sem fazer o necessário trabalho!

Magia Cerimonial com Anjos e Dæmons não tem absolutamente nada a ver com as práticas de religião africana, nem os feitiços e simpatias publicados por aí como sendo fáceis e que geralmente podem trazer outros problemas.  

Nós chamamos “fazer o Trabalho” como todo o estudo, prática, desenvolvimento pessoal, etc. e que é algo para muitos anos. Por isso chama-se “trabalho”, a pessoa tem que trabalhar muito durante longo tempo para aprender e conquistar resultados.

Magia de Evocação é a área de mais alto nível da prática da magia e destina-se a trazer o espírito (Anjo ou Dæmon) que estão noutras esferas (diferentes planos de existência) para que se manifeste em nosso plano junto ao magista. Se o ritual for corretamente preparado e realizado, mesmo que não ocorra manifestação visível o espírito vai estar presente e poderá ser percebido de outras maneiras, como intuição, sensações físicas, sons, espelho, cristal ou vaso de água, etc.


Veja o artigo Sobre Manifestações Visuais em Magia.


Então vamos pensar um pouco.

Sim, é necessário pensar no que se está fazendo.

O assunto é muito sério.


Se os rituais dos Grimórios que tem muitos séculos sendo aprimorados por pessoas realmente experientes preveem maneiras de fazer, realmente uma série de operações, ferramentas, preparativos, etc. então qual motivo para pensar que estão ali como se fossem opcionais?

Os elementos do ritual não são enfeites ou meros acessórios.


Quer pular de um avião sem paraquedas?

Que dirigir um automóvel mas acha que ter carteira de motorista é bobagem? E sem jamais ter dirigido um automóvel? E pior, perguntam se o automóvel precisa de combustível, um banco para sentar, direção, motor, etc. Em magia vemos os iniciantes falando exatamente sobre isso. Querem os resultados de um piloto de F1 mas sequer sabem dirigir um automóvel e nem bicicleta mas querem resultados grandiosos! E, óbvio, nem o automóvel possuem.

Querem resultados grandiosos sem esforço, sem dedicação, sem pagar pelo seu próprio estudo e materiais?

Entenda isso: Magia Cerimonial é a mais cara de todas áreas. Vai custar seu tempo e também muito dinheiro por longos e longos anos. Algumas adaptações são possíveis nos primeiros tempos, porém depois é indispensável fazer as coisas da melhor maneira possível.

Sobre isso leia esse artigo de muitos anos, mas que é bem relacionado ao assunto:
Aprendizado Ocultista, Magia, etc não deveriam ser grátis?


Se as coisas estão apresentadas nos rituais escritos e revisados por muitos séculos é porque faz outros que pesquisaram a fundo verificaram sua necessidade.
São séculos e séculos de estudos e práticas avançadas e nos dias atuais temos ótimos praticantes também trabalhando para manter esse ensinamento atualizado e aperfeiçoado.
E com certeza, nenhum autor sério, mesmo que apresente algumas simplificação, desconsidera a necessidade quanto a cuidados, estudo, preparação, respeito, etc.

Se o Anjo vêm, é para ensinar por bem ou por mal.


Geração Tudo-Fácil


Infelizmente vemos nos tempos modernos, com a cultura de Internet e das novas gerações que pensam que vão conseguir as coisas de modo fácil. Encontram textos por toda parte, muitos corrompidos ou apresentando versões parciais.

E pior, tantos vão direto para grupos na internet ou de conversa como Whatsapp, pedindo dicas sem fazer nenhum estudo adicional. Querem coisas fáceis para resultados espetaculares.

E nesses grupos, o que não faltam são pessoas que dizem estar fazendo as coisas muito mais fácil, sem todo o preparo que facilmente dizem ser “bobagem” e obsoletas. Mas como podem chamar algo de obsoleto se nunca tentaram fazer de verdade?

Pense bem quando ler algum comentário desses. Na ampla maioria das vezes são de novatos, sem experiência alguma que no máximo conseguiram algo por pura coincidência sem qualquer participação dos espíritos. E com muita sorte por não terem criado mais problemas em suas vidas.

Eu não acredito em 99% dos relatos de novatos que dizem fazer tantas coisas sem usar nada. A maioria absoluta estão apenas contando vantagens, mas na verdade suas vidas continuam as mesmas e escondem os problemas.


Magia Angélica também precisa ferramentas sim. E pode ser muito mais perigosa que Goetia.


Então, se alguém pensa em tentar algo sem qualquer elemento da ritualística formal, o melhor seria apenas acender uma vela e fazer uma oração daquelas tradicionais.

Sendo bem direto, em caso de necessidade, é melhor você se ajoelhar ao lado da cama e fazer uma oração, um Salmo de forma sincera.


Mas não recomendo tentar algo com esses espíritos sem experiência e muito menos se não quer fazer a parte da preparação de ferramentas, estudo e dedicação, etc.


A Magia de Evocação, sejam Anjos ou Dæmons usam ferramentas, materiais e conjurações que tem propósitos específicos para serem usados. Repito, não tem enfeite e nada é opcional.


Mas claro, tem coisas que podemos adaptar. Ninguém consegue começar na magia com tudo que é sugerido, incluindo anéis de ouro e outras coisas. Mas podemos realizar usando a maior e mais importante de todas as coisas: o sincero desejo e dedicar-se, usando o melhor de si, se esforçando. Se não tem um bonito círculo desenhado em tecido, desenhe com giz ou carvão mas faça a oração para consagrar estes! Será que é tão difícil assim? Não tem nem giz ou carvão então pegue uma lasca de tijolo que também serve para desenhar no piso! Será que nem uma lasca de tijolo você consegue? Mas faça também a oração! Isso é esforço pessoal.

Faça sua parte!


A magia cerimonial é complexa e requer trabalho sério.
Foto: Arundell Overman
A Magia de Evocação Angélica também envolve riscos sendo uma das áreas mais complexas.

E lidar com Anjos pode ser muito mais perigoso que dæmons dependendo do que se pede.


Observando os comentários que as pessoas fazem, quem está com problemas não deveria acreditar em ninguém que diga que a magia funciona “facilmente” porque não é assim e geralmente esses comentários são apresentados por valentões que, ou não sabem nada ou até são charlatões que falam de propósito com a intenção de atrair a pessoa para suas garras.


Repito sempre: eu não acredito em 99% dos relatos da turma sem prática alguma que diz que só olhou o selo do espírito na tela do celular e fez uma "visualização" em cima.

Na ampla maioria das vezes esses que apregoam milagres sem prática, se é que realmente conseguem algo, é por pura coincidência. E muitos dos relatos de resultados obtidos são literalmente fantasiosos, gostam de contar vantagem e citam casos espetaculares.

E com as redes sociais, como Facebook, Instagram, Twitter, etc, é fácil olhar o perfil público da pessoa e ver como realmente vivem. Ou escreva o nome da pessoa no Google. Será que aquele tipo de vida é verdadeiro? Ou quem sabe mostra que a pessoa é apenas uma escrava de prazeres mundanos ou tem uma vida muito desregrada. Essas são as pessoas que muitos tomam como exemplo sem se dar por conta que estão olhando para gente que vive literalmente na pior. Acreditam em raposas apresentando dicas de como fazer o galinheiro. E até em criminosos que facilmente mudam o discurso num momento falando algo bonitinho e logo a seguir apregoando todo tipo de maldades. É o tipo de pessoas que prestam depoimentos por aí, então se quer algo válido para sua vida, pesquise quem são as pessoas!

E também temos toda semana temos relatos de pessoas quebrando a cara porque fizeram coisas da forma incorreta e pedindo ajuda nos grupos ou em PVT porque começaram a acontecer coisas estranhas e até bem danosas, mas "juram" que só estavam lendo o livro, ou apenas “pensaram” no assunto, mas dificilmente contam a coisa toda e pensam que não enxergamos o que fizeram. Isso é o que não falta.


Sobre isso leia o artigo: Espíritos aparecem sem serem chamados?




Alguém poderia fazer isso?


Sim, é possível trabalhar sem as ferramentas se e somente se a pessoa já tem bastante experiência e um sólido relacionamento estabelecido com os espíritos que pretende trabalhar. Falo de prática de muitos anos. Eu mesmo as vezes preciso numa emergência simplesmente olhar para o céu e chamar por eles. Mas repito, nesse caso eu tenho algumas décadas trabalhando em magia e vou fazer isso apenas com espíritos com os quais já trabalhei muitas vezes.

Isso não deve ser tentado por quem não tem experiência alguma. Repito, vai criar mais problemas do que resolver alguma coisa.

Se a pessoa tem problemas é certo que um ritual de Evocação vai também atrair espíritos intrusivos que vão tentar se aproveitar.

Entenda isso: todo ritual para evocação de Anjos ou Dæmons também vai atrair espíritos oportunistas que vão tentar se aproveitar da pessoa.

Quer tentar evocar espíritos sem preparo?


Recomendo enfaticamente que as pessoas estudem e se precisar mesmo, procurem ajuda de quem sabe o que está fazendo ou depois poderá ser muito pior.


As ferramentas usadas nos rituais servem primeiro para proteger a pessoa contra espíritos intrusos, os oportunistas. Na verdade, a proteção principal dos rituais não é contra Anjos ou Dæmons, mas contra esses espíritos intrusos que aparecem prontamente da mesma maneira que acontece com insetos à noite quando se liga uma luz. E quem tiver quintal sabe muito bem o que é isso. Na parte espiritual é a mesma coisa. Acende-se uma luz na escuridão e ali estão espíritos oportunistas tentando se alimentar.

E tenha certeza que esses espíritos oportunistas vão aparecer mesmo quando a pessoa não tem problema algum. Estão por toda parte.

Só depois dessa proteção, como os círculos mágicos, orações, banhos, etc. é que entra a parte do ritual que serve para criar um ambiente próprio para que o espírito possa vir de um outro plano da existência para se manifestar. São espíritos que jamais tiveram encarnação humano, nossa dimensão é totalmente diferente do seu plano de existência, então busca-se criar algum tipo de situação mais favorável. E também o praticante precisa ter energia pessoal, trabalho feito e ter conquistado mérito próprio para receber sua atenção.



Vamos fazer um exemplo para desenhar de forma mais clara:


Está pensando em tentar evocar um Anjo ou Dæmons sem preparo algum? Nem uma vela?

Fazer um ritual de Evocação para um Anjo ou Dæmon é o mesmo que tentar convidar uma pessoa que você considera importante para sua casa.

Para facilitar o entendimento deste exemplo, vamos usar o exemplo clássico de sexo ou relacionamento a dois. Algo que todas pessoas normais gostam.

Magia para relacionamento. Acha que vai acontecer isso com alguém que nem conhece você?


Assim, digamos que a pessoa está interessada em alguém do tipo X.

Consegue dicas sobre alguém que seja desse tipo e até o número de telefone.

Isso é a mesma coisa que perguntar nos grupos “qual espírito é bom para tal coisa”. E conseguir também o Selo do espírito, aquele desenho engraçado que é a assinatura para ajudar a evocar o espírito. No caso o selo seria conseguir o número do telefone da pessoa.

E o que acontece? Acha que é só telefonar para alguém que nunca ouviu falar de você e chamar para vir jantar na sua casa na hora que você quer? Uhm? Ninguém sabe quem você é e quer chamar o Presidente de uma multinacional para resolver seus problemas? Ou chamar artista de cinema para sexo?

Mas digamos que consiga convencer a pessoa. E é isso que a ritualística toda da evocação pretende fazer, atrair a atenção e convencer o espírito, Anjo ou Dæmon a lhe visitar.

O que pensar para um encontro romântico desses? Jantar à luz de velas, boa comida, bom vinho, mesa à luz de velas, boa música, etc.

E o que acontece? No exemplo, essa pessoa que você anseia satisfazer todas suas vontades chega na sua casa, que está uma bagunça, suja, desarrumada e quem sabe o tal jantar se houver, é o que sobrou de ontem ou um lanchinho comprado na banca da esquina. E nem banho a pessoa fez e nem colocou pelo menos uma roupa decente. É assim que pretende obter um grande encontro?

Uhm? Quer chamar um espírito do nível de um Rei e recebe-lo dessa maneira?

E pior, a pessoa acha que tendo vindo à sua casa, nem precisa apreciar a janta. Já quer ir passando a mão e tentando levar seu convidado para a cama direto para um sexo maravilhoso e fantástico incluindo todas taras possíveis.

Será que fui claro?


É exatamente isso que a maioria das pessoas fazem quando tentam chamar anjos e dæmons cortando caminho.

Sem exagerar na comparação, acontece que seu convidado entre tantas coisas é Faixa Preta em artes marciais, especialista em Tiro ao Alvo e muitas outras coisas. E o resultado certo é que vai lhe ensinar a ter respeito.

É isso que acontece quando tentam chamar estes grandes espíritos sem o devido respeito e trabalho. A pessoa pode receber uma lição bem dura sobre isso.



Por isso falamos tanto sobre ter uma abordagem respeitosa com os espíritos. Não se trata de cultuar e muito menos abaixar as calças para eles e tornar-se escravo deles. É apenas tratar com respeito para também poder cobrar respeito de sua parte.



E com as pessoas também.

De cara observamos pessoas que sequer querem pagar por uma consulta para analisar e orientar sua situação de maneira mais adequada.


E até já tive discussão com pessoas que pretenderam forçar nosso serviço como se fôssemos menos que prostitutas. Acontece que prostitutas também prestam um serviço à comunidade, ajudando quem precisa de ser serviços. Porém elas também vão analisar o que é pedido, se vão aceitar ou não e quanto isso vai custar. Elas não fazem qualquer coisa assim.

Na nossa área, tentam nos impor que deveríamos aceitar qualquer coisa. O que é uma imagem horrível, pois tantas vezes são coisas que nem a prostituta mais liberal aceitaria.

Respeito e admiro as prostitutas. Aprendi muito sobre elas. É graças a elas que deixam de ocorrer tantas violências domésticas e até estupros. Seja como for, é também um trabalho de amor. Não me interessa se você discorda, eu levei muito tapa na cara por causa disso pois décadas atrás eu admito que também não concordava com a profissão mais antigas de todas. Tem algum motivo para ser tão antiga. A maior das discípulas de Jesus foi Maria Madalena, uma prostituta. Curiosamente seus ensinamentos não aparecem no Evangelho. Mas tenho certeza que foi pessoa de imensa sabedoria. E quem sabe talvez realmente casou com Jesus e foram para a India como constam tantos relatos históricos que apontam que depois do Calvário Jesus tenha ido para a Índia onde existe até um túmulo para ele. Mas isso é outra coisa.


Conheço também pessoas que aceitam qualquer trabalho em magia. Mas tenha certeza de que estas também vão fazer uma consulta antes para saber onde estão se metendo.


Então pretende chamar um grande espírito, um Rei, um Presidente, Arcanjo ou que for, criaturas dos mais altos escalões para chegarem na sua casa e verem que falta tudo por que você não preparou o necessário por preguiça na maior parte das vezes?

Vou repetir: preguiça. É a maioria dos casos de quem não quer fazer o trabalho. E para esses, sem perdão.

E novamente cito, que realmente existem casos de necessidade maior. Porém, não adianta tentar aprender algo tão complexo como Cirurgia Neurológica se nem fez o primeiro nível na escola. É melhor procurar quem saiba o que está fazendo.




Mas em caso de necessidade verdadeira?


Sempre é necessário que a própria pessoa reconheça que precisa de ajuda.
Não é vergonha precisar de ajuda. 


Então a situação é quando a pessoa realmente não tem como fazer as coisas.

Se é apenas um novato, deve entender que a magia de Evocação demora anos de aprendizado e prática para começar a trazer resultados consistentes.

Repito, não acredito em 99% dos relatos de gente sem experiência falando que conseguiram grandes coisas. Normalmente foi apenas coincidência.

Se a pessoa realmente precisa de algo, mas não tem experiência, é melhor que procure ajuda de quem sabe o que fazer. Peça informações, não fique na primeira opinião. Não vá atrás de propagandas de resultados milagrosos pois certamente já são um alerta de charlatanismo.

E em tempo de dificuldades sérias, ajoelhe-se ao lado da cama e faça sua oração sincera. É o melhor de tudo.

Ou procure áreas como as Terreiras de Umbanda, Centro Espírita e tantas Igrejas que fazem um serviço voluntário, mas certamente requerem muito tempo, ninguém vai comprar uma briga sua, tudo será feito em etapas graduais.


Não tenho vergonha alguma em dizer que já estive tantas vezes buscando ajuda destes grupos que muito me ajudaram. Mas nunca pedi nada de graça, nunca tentei que me dessem algo além do que poderiam fazer.


Repito, não tenha vergonha de procurar grupos de tantas áreas que fazem um serviço para os demais.


Assim, procure Centro Espírita, Terreira de Umbanda e até as Benzedeiras da sua região. Esses certamente não vão atender pedidos do tipo “trazer um Ex” de volta ou solucionar uma crise financeira na sua empresa mas vão ajudar para que você consiga pelo menos ter os pés no chão novamente.

Estes vão ajudar para que a pessoa tenha a força e equilíbrio necessários, limpar energias negativas e ajudar para que a pessoa por si mesma encontre seu caminho de crescimento de novo.


Faça o que puder fazer no seu nível de aprendizado. Mas não tente pular etapas pois certamente vai trazer mais problemas.


P+

15/12/2018


Outros artigos sugeridos: 

.'.


Consultas e Trabalhos em Magia - Portuguese text


Readings and Magic Works - English text


.'.


domingo, 28 de outubro de 2018

Limpeza e Proteção da Casa com Banhos de Ervas

Levi Cleaning the Place Up
Photo: Sarah - IronicAlchemist - USA


Magia Prática para cuidar da sua casa.


Tem duas coisas básicas que são usadas regularmente para limpeza e proteção contra forças e espíritos negativos. Uma é a defumação e a outra é lavar nossa casa, escritório, empresa com ervas.

Aqui vamos comentar sobre a lavagem e como isso também pode ser melhorado.


Basicamente prepara-se as ervas em fervura, como se fosse para um banho de ervas normal. Uns 2l de água e depois coloque num balde com mais água fria.

Você pode consagrar o preparado para adicionar mais energia é claro:
Coloque suas mãos sobre o balde/recipiente e diga:
"Evoco o Grande Poder de Deus, criador de todas as coisas. 
Que essas águas e ervas sejam abençoadas e consagradas e nos tragam suas boas virtudes de purificação e fortalecimento físico e espiritual. Amém."


Se for para banir (expulsar) energias, comece na parte mais distante da entrada e levando até a saída.
Assim se for para atrair energias, comece na porta de entrada e venha até a parte mais interna.


Sempre é interessante passar na sua casa/escritório/templo as mesmas ervas que estiver usando para si. O motivo é simples que é de atrair para o ambiente o mesmo que deseja para si.

Claro que as vezes vamos precisar fazer coisas diferentes pois principalmente quando o ambiente tem outras pessoas queremos também outras energias, principalmente quem tenha escritório, empresa, mas também quem tem família pode precisar usar ervas que sejam mais adequadas para todos.


A Limpeza Maior



A abordagem tradicional é pegar um balde, esfregão ou pano de chão e passar em tudo, mas sem precisar molhar muito.

De preferência fazer isso após ter limpado o piso de maneira normal que é para tirar a sujeira acumulada. 

Após isso, proceda a lavagem com ervas, mas não precisa encharcar o pano, pelo contrário. O ideal é molhar no preparado de ervas, torcer bem e apenas passar por cima do piso para umedecê-lo.
Lembre-se isso é para lidar com energias e não com sujeira física. 
Lembre-se de também passar nas portas, janelas, maçanetas. E se possível nas paredes.
E se conseguir alcançar, passe também no teto.

Para quem mora em casa, sugiro lavar do lado externo também, todos cantos, portas, janelas e paredes. E até na cerca ao redor de toda moradia.

Para facilitar essa parte externa, eu costumo usar um regador de jardim para passar assim ao redor da casa, muros e até na calçada. Claro que isso é adequado para quem tenha um quintal não muito grande.


E claro, dependendo do local, as vezes é preciso lavar tudo prá valer mesmo, encharcando bem os panos, aplicando em pisos paredes e até o teto. Muito válido para construções mais antigas, locais onde passam muitas pessoas ou se já houve acontecimentos como falecimentos na moradia.



Quando fizer uma limpeza dessas, após tê-la feito você mesmo(a) deve tomar um banho de ervas pois as energias que estavam no ambiente vão afetar você de alguma maneira.


Atenção: 
Nunca tente jogar seu lixo nas costas dos outros. O prejudicado sempre será você!
Se for pedir para outra pessoa fazer isso por você, por exemplo, um funcionário seu que não sabe nada a respeito de suas atividades na espiritualidade ou magia, a pessoa obrigatoriamente deve ser alertada sobre o que estará fazendo. A pessoa pode ser completamente leiga no assunto, ou talvez ela tenha sua própria área na espiritualidade e perceberá sua intenção, podendo agir até contra você. 
Falo muito sério. Nem pense em usar alguém para fazer isso sem que esteja avisada do propósito da operação e concordar com isso.
O motivo é bem simples pois uma pessoa desavisada será alvo fácil para quaisquer tipos de energias negativas que possam estar no ambiente. E em qualquer situação, caso aconteça algo com ela você será responsabilizado e terá que arcar com as possíveis consequências.Se for uma pessoa leiga, já durante a lavagem poderá ter dores no corpo, náuseas ou pior, ter que ficar alguns dias sem trabalhar. Mas se for alguém que você talvez nem sabia ter uma vida espiritual, os espíritos protetores da pessoa vão cobrar de você e jogarão as energias negativas contra você. 
 
Ok?

Então essa é a limpeza maior do ambiente


Mantendo seu ambiente limpo

As lavagens maiores podem ser feitas com intervalos relativamente longos de tempo dependendo de como o local é usado. Numa moradia normal, 1 a 2 vezes por ano é mais que suficiente.

Depois teremos as "limpezas de manutenção" assim se o ambiente já estiver razoavelmente limpo de energias, podemos fazer algo mais simples.

E claro que as vezes temos uma emergência então precisamos de algo muito prático para resultados mais rápidos que obviamente se necessário depois serão complementados por uma lavagem completa e formal.


Essa sugestão ótima é do Brother Molch 9.: 6.: 9.:, sempre uma sensacional fonte de ensinamentos práticos e sólida experiência.


Nem sempre lavar tudo, piso, paredes e até o teto é tão fácil.

Uma coisa simples em caso de necessidade, é pegar o preparado de ervas numa vasilha e usando os dedos respingar por todos cantos e partes da casa, escritório. Vai funcionar mas claro que não é o mesmo que literalmente lavar tudo, mas OK e com certeza é muito melhor que nada.



Então a grande sugestão que melhora muito o processo é usar um borrifador, a foto é só um dos muitos modelos, encontra-se fácil nos supermercados, lojas de agropecuária e jardinagem.
Coloque o preparado de ervas no borrifador e faça como uma limpeza padrão.
Você pode consagrar o preparado do borrifador da mesma maneira sugerida acima. 

 O borrifador vai ser aplicado nas portas, cantos de cada peça, piso, nas paredes em caso de peças grandes, na direção do teto, portas e janelas. E é sem precisar detalhar tanto cada parte.

Você vai observar que uns poucos dedos de líquido no borrifador já servem para uma casa inteira.

Para quem mora em casa, sugiro aplicar no lado externo também, todos cantos, portas, janelas e paredes. E até na cerca ao redor de toda a moradia.  Já comentei acima sobre usar o regador, mas em situações normais, o próprio borrifador já será suficiente para um reforço nas suas limpezas e proteções.


Banho Rápido


Outro uso que observei ser possível com o borrifador é para uma espécie de "banho de ervas instantâneo" sobre si mesmo. Apenas borrife ao redor do seu corpo todo. Simples e prático.

Assim como todos banhos das práticas de magia, eu primeiro consagro as águas e ervas e ao aplicar em mim recito as frases dos Salmos 51:7:
"Purifica-me com hissopo, e ficarei limpo; lava-me, e ficarei mais alvo do que a neve."



Também uso isso para pessoas que conheço pessoalmente e me visitam então primeiro borrifo a ervas sobre elas logo de cara, assim é uma espécie de banho de ervas para elas e sem precisar tirar a roupa.
Repito, claro que banho ou lavagem total é melhor, mas isso ajuda muito pois nem sempre podemos fazer a operação toda e quando temos as coisas em ordem, fazer uma manutenção auxiliar é muito bom.


Eu uso dentro e fora de casa, assim no exterior passo toda parede externa da casa e por todo perímetro da cerca. E também como rende muito, na medida que caminho pelo jardim, até nas árvores e folhagens eu aplico. Até na caixa do correio eu aplico pois é interessante observar que até ali é necessário.

E também passo nos meus pets para protegê-los pois são muito sensíveis as energias.

E para potencializar, repito sobre aplicar principalmente em todas portas e janelas, assim como se tiver uma sala própria para suas práticas, nos quatro pontos cardeais borrifar fazendo o sinal da cruz com o borrifador enquanto aplica e citando a parte do Salmo 51 do Banho Salomônico: "Purifica-me com hissopo, e ficarei limpo; lava-me, e ficarei mais alvo do que a neve".

Lembrando que Hissopo é uma planta do hemisfério norte, mas aqui a Menta e até Hortelã podem ser usadas em substituição pois são da mesma família.
Claro que você vai usar outras ervas conforme necessário.

Isso vale para todos banhos EXCETO o banho de sal, que nesse caso apenas afasta todo tipo de energia (positivas e negativas) então NUNCA lave sua casa com sal pois é pedir para travar tudo.
Infelizmente já vi artigos por aí sugerindo passar sal na casa. Não faça isso! Na maioria das vezes o artigo é uma armadilha para prejudicar a pessoal e convenientemente quem escreveu já coloca seu telefone ao lado se oferecendo para ajudar nalgum "outro problema" que nesse caso certamente vai acontecer depois. 
Sal afasta tudo, então cuidado com ele. É necessário, mas deve ser usado sómente quando pode ser retirado, como num banho pessoal que deverá seguir-se de um banho para atrair energias.


Como sempre pedem, então algumas poucas sugestões de ervas bem básicas:
  • Arruda. Limpeza. Banir energias negativas.
  • Pétalas de Rosa. Força espiritual e no amor.
  • Louro. Limpeza espiritual, proteção, espiritualidade. É bom para dinheiro também.
  • Canela. Prosperidade, dinheiro.
  • Lavanda. Paz e calma.
  • Hissopo. Pode substituir por Hortelã ou Menta. Limpeza física e espiritual, remova a energia negativa e também é bom para proteção. 
  • Você também pode usar "Anil", aquele branqueador de roupas. Ajuda a afastar espíritos de mortos e larvas astrais.

P+
08/10/2018

.'.

Leia também:


.'.


Consultas e Trabalhos em Magia - Portuguese text


Readings and Magic Works - English text


.'.




sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Qual É O Melhor Espírito Para Uma Situação?


Qual deles vai resolver?
Autor da ilustração desconhecido.

Essa é uma pergunta que toda semana aparece nos grupos de magia, principalmente feitas por novatos sem experiência.

E sempre é a mesma coisa: “Qual melhor espírito para amor? Qual o melhor espírito para dinheiro? Qual o melhor espírito para emprego? Qual o melhor espírito para sexo? Qual o melhor espírito para proteção? E assim por diante. A pessoa nunca fez sequer uma pesquisa antes de perguntar e acha que a coisa é como escolher marca de sabão.


Magia é pessoal!

Entenda isso:
Se você pretende fazer magia,
a única maneira de encontrar o melhor espírito para cada caso
é ler e estudar as descrições dos mesmos.

Existem muitas maneiras de se fazer algo, e os espíritos, sejam Dæmons ou Anjos possuem múltiplas atribuições e boa parte destas sequer está documentada, mas vai ser apresentada pelo espírito na medida que a pessoa desenvolver um relacionamento com ele, o que demora muito tempo de prática.
Mas no geral, quase todos espíritos são capazes de ajudar também em quase todas áreas. Apenas alguns são melhores nisso ou naquilo. E mesmo assim, tantas vezes é apenas uma simples questão de interpretação de texto. Por exemplo, espíritos que ajudam em amor, obviamente estão relacionados a amizades, família e preste atenção: "negócios". Compare seu negócio com sexo apenas trocando as palavras e vai perceber o quanto são áreas semelhantes. Apenas um exemplo.



Magia é resultado de prática pessoal.

Nós aprendemos pela prática. O estudo é necessário, mas a prática é fundamental.

Assim, se você não tem nem o estudo e nem a prática, considere em solicitar o trabalho de quem tenha experiência, inclusive eu mesmo é claro. 


Outro importante motivo para evitar a generalização é que a sua situação também é pessoal. É a sua vida e, portanto, diferente dos outros.
Quando você observar exemplos de sucesso citados por outras pessoas, sempre é importante prestar muita atenção a quem está falando, que tipo de vida possui, o que buscava.



O que é que realmente está havendo?

Quando você analisa a situação, isso já é parte da solução também pois assim terá mais clareza do que precisa ser feito.

Também é preciso saber quais aspectos da situação cada espírito pode atender.

As listas por especialidade são sempre incompletas pois todos espíritos tem várias habilidades.

Não adianta pedir “dicas” às cegas, sem apresentar claramente a situação. O que certamente em grupos públicos requer discrição dependendo do caso.

E quando você recebe "dicas" de alguém que não sabe o está realmente ocorrendo, certamente essa poderá ser inadequada.

O que foi bom para um, pode ser o oposto daquilo que você precisa ou até piorar a situação.



Alguns Exemplos

Observe que vou apresentar exemplos até estranhos.
Mas é o que verificamos na maior parte das vezes quando as pessoas pedem "dicas" as cegas e as respostas que aparecem levam para isso.

Esses exemplos são baseados em décadas de observações pessoais, portanto, estou citando situações reais.

Vou repetir: é o que acontece quando pedem "dicas" e as pessoas não sabem do que se trata, assim, cada um vai dar um palpite ao acaso de acordo com o tipo de vida que tem.

E como alerta para os estudantes da magia, isso serve também para quem apresentar sugestões. Quem é que está pedindo? Essa pessoa contou a verdade? Será que essa pessoa depois vai te acusar pela sua falta de resultado?


Alguns exemplos para se pensar antes de pedir e ou de responder com responsabilidade:
  • Qual espírito é melhor para a dor?
  • A pessoa chama o telefone da farmácia e pede um analgésico para dor. Não fala mais nada ao atendente. Pega um envelope de Ibuprofeno que é bem baratinho e pronto. No dia seguinte está hospitalizada com apendicite aguda ou uma úlcera já no último grau. Ou morre logo mais porque tinha levado uma facada na barriga. A farmácia é processada por ter vendido um remédio por telefone.
  • A pessoa tem uma vida de sofrimento porque acha que dinheiro é pecado, que é errado dizer não para qualquer coisa. Aliás, a pessoa pensa que tudo é pecado ou que não tem merecimento. Alguém sugere um espírito do tipo "guerreiro". A pessoa é estimulada a bater de cara com todo tipo de situação que não sabe lidar e vai parar no psiquiatra.
  • Alguém está sendo assediado por demônios. Sofre constantemente. Indicam todo tipo de coisa. Na verdade tratava-se de um viciado em cocaína necessitando urgente de tratamento psiquiátrico formal. 
 
  • Qual o melhor espírito para o Amor?
  • A pessoa está sózinha e querendo um novo amor na sua vida. Mas não fala nada. Alguém indica um espírito genérico que acaba trazendo de volta um Ex lá do passado com todas suas mágoas e que vai estragar a vida da pessoa de novo. 
  • A pessoa está com problema conjugal por problema financeiro, mais nada. Alguém indica um espírito de "luxo" que estimula a pessoa a fazer mais empréstimos no banco, aproveitarem em festas e viagens e terem uns dias maravilhosos. Dias depois são despejados de casa e não tem nem onde morar e separam-se. 
  • A pessoa está bem e pensa em proteger e ajudar a crescer seu amor. Alguém sugere um espírito que mexe com a mente das pessoas e em pouco tempo estão mentindo um para o outro sem motivo e a confiança entre ambos é destruída. 
  • A pessoa é romântica, quer recomeçar sua vida de forma melhor. Alguém indica um espírito de luxúria e ela se vê envolvida com pessoas que só querem sexo e ela fica muito frustrada sentindo-se apenas usada. 
  • A pessoa está com problema de amor em família ou amigos. Alguém sugere um espírito manipulador e começam a ocorrer brigas que atrapalham mais ainda harmonia entre as pessoas.
  • A pessoa até diz que quer reconquistar um amor. Na verdade quer vingança e destruição da pessoa mas os espíritos indicados são para a aquela pessoa perceber seu "amor" (que não existe) então obviamente a pessoa percebe que é mais um ataque se afasta mais ainda.
  • A pessoa quer reconciliação e pega a sugestão de um espírito que é melhor para sexo. Acabam ficando juntos por alguns dias pelo aspecto sexual, mas logo separam-se de novo pois o que precisavam era aprender sobre convívio e companheirismo. 


  • Qual o melhor espírito para dinheiro? 
  • A pessoa não tem nada e alguém indica um espírito de Jupiter de prosperidade que multiplica o que a pessoa tem. Como não tem nada, multiplica a miséria.
  • A pessoa na verdade quer aumentar sua renda como funcionário de empresas. Sugerem um espírito que apresenta vagas com salários altíssimos e a pessoa larga o que tem e vai as cegas, afinal, é a famosa Empresa X. Resultado: é demitido rapidamente porque não tem aptidão para o cargo e fica um tempão desempregado. 
  • A pessoa apenas pergunta por dinheiro mas ninguém sabe que é um empresário de certo porte. Recebe uma sugestões que não tem nada a ver com administração empresarial e perde um tempão tentando adaptar dicas do tipo sobre como economizar papel higiênico ou como promover uma banca de cachorro-quente.
  • O empresário apenas quer atrair mais clientes sem estrutura para isso. Alguém indica um espírito para atrair clientes de tudo quanto é lado e dias depois estão atolados em reclamações por mal atendimento e perdem todo mercado.
  • Um empreendedor criou um novo serviço, realmente muito bom para um mercado de alto valor.  Os espíritos indicados realmente fizeram que estivesse na sala do principal interessado na área, e seria a melhor propaganda de todas. Porém o sujeito não tinha preparado nenhuma apresentação visual do serviço, apenas explicava a idéia verbalmente. Ou seja, só tinha "conversa". Não se deu ao trabalho sequer de fazer slides até com Powerpoint (imagens gráficas) para ilustrar suas idéias. Foi totalmente queimado no mercado que pretendia entrar. Espírito certo, pessoa despreparada.
  • Um investidor quer usar melhor seu dinheiro em ações. Mas sugerem um espírito que não tem nada a ver com esse mercado de ações. E ele empata todo capital da familia num investimento que vai ficar bloqueado por anos. Quebrou a família.
  • Um empresário quer vender mais e alguém sugere um espírito que vai trazer clientes de boa qualidade porém exigentes. Só que o produto é uma porcaria, feito para o nível mais baixo ou seus funcionários são mal tratados. A empresa fecha.
  • A pessoa quer dinheiro. A sugestão traz espíritos que lhe apresentam um emprego!

  • Qual o melhor espírito para sexo? 
  • A pessoa quer melhorar seu relacionamento?
  • Quer atrair parceiros e não tem o menor cuidado pessoal?
  • Precisa de ajuda para melhorar sua líbido, desejo ou recuperar vitalidade?
  • Quer fazer sexo diferente? 
  • Precisa apenas encontrar parceiras(os)? 
  • Quer alguém na sua porta? Mesmo que seja o dobro da sua idade ou alguém tão jovem que te colocaria na cadeia no mesmo instante? Ou quem sabe vai vir alguém desagradável ao extremo, mas lhe querendo? 
  • Quer sexo por interesse de fazer dinheiro dessa forma? Pode aparecer uma pessoa muito rica que pode ser violenta, feia demais, aborrecida, grosseira, carrasco, egoísta, etc.



Repito, são algumas coisas clássicas e resultados desagradáveis e repito, muitas vezes observadas em tantas vezes que pedem as coisas sem a menor indicação da real necessidade e pouco tempo depois aparecem reclamando dos resultados que tiveram apesar de avisarmos para nem tentar a coisa.



Magia Precisa de Intenção Clara

Os espíritos não vão adivinhar o que você está pensando ou deseja. Isso precisa ser dito claramente para eles.
Esqueça as bobagens newage de que a parte espiritual sabe o que você precisa. Eles sabem muito bem quem você é, mas as escolhas serão suas.
Inclusive o sofrimento é também uma escolha. Se a pessoa não quer reagir, não quer lutar contra o que for que esteja causando esse sofrimento, então por que algum espírito iria ajudar?
Esse é um simples motivo pelo qual é tão difícil de lidar com viciados. Se a pessoa não quiser mudar, muito pouco se consegue fazer.

É preciso estudar cada caso e é por isso que nenhum praticante sério de magia faz uma operação sem consultar seus oráculos antes mesmo de verificar descrições de espíritos. Isso é absolutamente necessário para entender o que realmente está ocorrendo.

E também, cada praticante vai ter prática e contatos diferentes com os espíritos. O que é fácil para um pode ser difícil para outro.



Antes de pedir dicas por aí, pense bem em quem são as pessoas que respondem. Que tal pedir dicas sobre vida saudável num grupo qualquer sem saber que ali muitos são traficantes?




É mais simples motivo pelo qual não faço magia sem consulta muito menos apresento preço as cegas. E também porque tantas vezes, as situações que me apresentam não precisam de magia, mas apenas de orientação!

P+
21/09/2018


Leia também: 

.'.


Consultas e Trabalhos em Magia - Portuguese text


Readings and Magic Works - English text


.'.


sexta-feira, 13 de abril de 2018

Another Interesting Review about the Ritual Offerings Book





Another Interesting Review about the Ritual Offerings Book


From times to times people comment with me about the areas I wrote at that book. 
Here I will write about a very nice one I received.


But first, just for some background.

From the presentation of the book in Nephilim Press:

"...Ritual Offerings unites 12 practicing occultists who share their knowledge and experience with this fascinating and important subject..."


Few years ago Aaron Leitch started this great project and someway he found my ideas was suitable to be together with the works of some of the most know people at Western Magick.



The contributors include:
Aaron Leitch: Introduction: Magickal Offerings in Western Occultism
Aaron Leitch: Liber Donariorum: The Book of Offerings
Zadkiel: The Elements of Making Offerings: The Offering as Sacrifice
Bryan Garner (Frater Ashen Chassan): Whispers From a Skull: Lessons in Spiritual Offerings From a Conjured Familiar
Brother Moloch: Ancestors & Offering
Frater Rufus Opus: The Back Yard Path Toward the Summum Bonum
Denise M. Alvarado: Ritual Offerings in New Orleans Voudou
Jason Miller: Severed Head Cakes and Clouds of Dancing Girls: Offerings in Tibetan Buddhism
Nick Farrell: Offerings in Roman Deity Magic
Sam Webster, M.Div., Ph.D., founder OSOGD: Offerings in Iamblichan Theurgy
Chic Cicero and Sandra Tabatha Cicero: Ritual for the Declaration of Maa-Kheru
Gilberto Strapazon: Offerings in Ceremonial Magick and African Traditional Religions



Each one of the others are well known at the occult areas and have a long time of practice and study and are truly skilled in their areas at most top levels.

As people like some information, yes, every one of them have a long time at most known occult orders and magick areas, plus a lot of occult groups nobody even think to exist (I won't cite Illuminati for sure... LOL).
All of them are Masters in their own right, with a formal and solid work, with their own path and working groups too.

So thanks to the internet, I knew and had contact with many of them, learning a lot and sharing knowledge for years, even since some two decades posting at online forums and groups in many countries.

Be sure to have my experience to become part of this work was a true gift for me too.




What I did and why I wrote that material: 

I'm worried with the mixings among many magic and spiritual areas.

I see this every day.

Be sure I did it too and learned a lot for sure. Tears and blood included, no kidding. 

I have seen people going after "easy results" or just because not checking sources, to be mixing ATR (African Tradional Religions) with others areas.

First, ATR is a really fantastic area. But is not all. And it's not for all. I fully respect the decent priestes, the nice people who do a very nice work. I just had a lot of time at the darkest and corrupted areas too and that is what many people will find easy due lack of knowledge about the area as few comment how some things works.


And to be clear, what I wrote is very related to "any mixings" among practices, so is not only muxings with ATR.
Repeating: what I wrote apply to any mixing of areas. For example, western pagan fairy magick with Tao or anything else. Be sure something won't work at that. 

Each area has a reason to exist and not all times what appears to be alike means to be the same.
 There are lots of works, blogs, websites, books, artcicles at magazines presenting "spells" and dirtorted information that is result of such mixings. 


Currently I see this happens with every possible magick and spiritual areas, Grimoires, Pagan, Viking, Tao, Buddhism, Reiki, and even in Evangelic churches!

I'm very serious about some churches and there's lot of funny videos from some evangelic churches where what they are doing is 100% ATR, but people think that was because "Jesus". No way! That's ATR work (or other source) and with results common people are not aware about the troubles to happens later. And some of such priestes are using that sources on purpose, I say, some churches and other groups are doing secret works too to manipulate people. This to say a minimun.


An Example Not So Simple To Deal

A simple result of such mixings is the idea many people will find about "baths". What is easy to find anywhere is the stupid comment to "do not wash" your head with salt or even herbs.
That is always 100% because ATR forbid this to people who are formally initiated. SO this does not apply to all the other people! Please, wash your head when you do such spiritual baths and avoid a lot of future troubles for yourself!
For people at Solomonic areas, just remember the grimories are clear about full bath, including head.
Here's an article on purpose:
Do Thick Salt Bath or Herbal Bath Over Your Head?
This is a very simple example. Just a wrong done bath can make a mess at one's life.
Be sure, 100% of times, no exceptions, including some authors from areas as different as "Reiki" who are speaking to not to wash your head, I always found that everyone has or had more intimate contact with ATR and have no other source to cite. Ok, some are so stupid to say "there was formal studies about..." Guess what? I went after that and found 100% their study sources was ATR and most of them was part of some ATR group too before. Yes, I took time to check such sources always. Dot.
I'm commenting only a minor part of the text for that book, but see how something that appears "so simple" as a herbs or salt can result in troubles? (please, read the above linked text for this)


This was my writing work at that book. For curiosity, the biggest chapter at the book. 
The original material for sure was edited and we needed to cut a lot. From some 70 to +30 pages. And still I have material for near 500 pages.  May be a future work?  


Some Good Results


We already has some very nice reviews about that work and is great to see people get the idea about how to improve their magick works.

The grimoires just cite how to make tools and what prayers to do. Same at many other areas.
Most lack to comment "how to work". And here's another idea for this book. How to improve the methods at any magick area and get more results of that.




A Very Interesting Review


It is always good to hear about how our work has helped people.


This came from someone who contacted me and someway our work helped him.


Here's the review at Amazon: (click for source)


"Great book, helped provide life altering insight


A great and useful book with tons of useful info that, applied correctly, will help move the western magical tradition forward... or perhaps, arguably, backwards... but in a GOOD way... by bringing it back to it's pre-revival/reconstruction roots. Anyways, great book, and in a way unconnected, but equally important, to that last statement, one I credit with saving my life in a spiritual and material way.

Sounds dramatic, but I am quite serious. Basically, I was in an ATR (African Traditional Religion) that had gone in a very bad direction, and really had even before I was initiated into it. The situation, as best as I can see it (with clarity now)is that people entering it would be helped with a few issues... and then, almost imperceptibly, over time, their lives would go down hill... drama, trouble, broken relationships, a lack of prosperity etc etc etc etc etc... but this would happen in a way similar to that concept that a frog being dropped into boiling water will jump out automatically, but one placed in water that is slowly heated to boiling won't know his goose is being cooked until it is too late.

I was almost that frog/goose... but: the quick version is that something nudged me to get this book (and the one I got was the original printing hardback... so it was expensive, especially for me at that moment in time)... and then something nudged me to read, and re-read, and pay extra special attention to one particular entry :
"Offerings in Ceremonial Magick and African Traditional Religions" by Gilberto Strapazon
This particular essay describes, amongst other thins, everything that can go wrong in the ATRs in terms of corrupt priests, spirits that pose as one thing but are actually another, etc etc etc... and the problems that this can bring into the life of those caught up in such a situation.
reading and re-reading this started to wake me up, a little bit, to some of the ways in which I had been conditioned in and by the mess I had got caught up in... and mess is an understatement, as my life had gone to hell in a hand basket. I ended up getting a reading from Gilberto, something that I was also nudged into by some unseen force looking out for me that was doing it's best to communicate with me through all of the negative noise that had taken over my so-called life. The one-two punch of this essay and the reading I purchased from Gilberto further opened my eyes... though it still took a long time for all the info and truth to sink in (It's sad to admit this, but I had been heavily conditioned and brainwashed, via spiritual social means), but it eventually did. I left that house, and have felt a tremendous weight of sorrow, confusion and trouble lifted off of my shoulders.
As such, I am grateful for this book, and particularly the inclusion of that essay, and the book occupies a place of honor high up on my book shelf.

I recommend that anyone getting involved in, or already involved in spiritual work get and read this book, and particularly that essay, it just might save you a lot of trouble."


Wow!

Thanks for that and wish so many people discover more about how we can use offerings without being caught at traps, but to use the better of the magick art to improve their works. 


P+ 
13/04/2018


PS - As usual, sorry for bad english. The funny is people have been able to understand it.


.'.

sábado, 24 de março de 2018

Alguns Exemplos de Consultas


Exemplo de consulta em PDF e podem ser muito maiores.

Alguns Exemplos de Consultas


Frequentemente as pessoas me perguntam sobre como são minhas consultas de Tarot por e-mail e me dei conta que muitos gostariam de algo um pouco mais visual. Veja, é um trabalho que faço à distância para pessoas do mundo inteiro, tenho clientes em todos continentes. Então eu preciso estar fazendo algo bem feito com certeza pois não tenho a pessoa na minha frente.
Então peguei imagens de algumas dessas leituras, a partir do resultado final em PDF e postei alguns exemplos para que se veja o quão grande esses trabalhos são.

Veja nesse link sobre Alguns exemplos das minhas consultas de Tarot
Será que algo assim vale a pena para quem está realmente buscando aprender sobre um caminho ocultista, espiritual ou na magia?



(English)
People often ask me about my Tarot readings I do by email and I realize that many would like something a bit more visual.
So I took pictures of some of these readings from the final result in PDF and I posted some examples to see how great these works are.
Article in portuguese, use the Translate button.



.'.


sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Anjos e Esferas Planetárias – Algumas notas básicas

Modelo Geocêntrico de Ptolomeu

Nota: A medida que eu puder vou fazer algumas edições neste texto. Outros materiais a respeito eu vou escrever em artigos separados.


Anjos e Esferas Planetárias – Algumas notas básicas

Tenho escrito mais algumas coisas sobre magia cerimonial, incluindo sobre a Goetia pretendendo apresentar algumas idéias e sugestões para aqueles que procuram no aprendizado e na prática da magia ter um aprendizado ou alternativas para solucionar suas necessidades, mas também para terem outros pontos de vista a respeito de como o trabalho em magia funciona.
Magia é algo que deve ser estudado e praticado em degraus de aprendizado. Cada etapa tem seus porquês e serão necessários porque são parte ativa de todo processo e um necessário conhecimento que deverá ser interiorizado pelo estudante tornando-se parte de sua própria energia pessoal e também dessa maneira, fortalecendo sua disciplina e vontade.

No artigo “Goetia é perigoso? Alguns Pontos para Começar no Estudo” eu cito:
 “A Goetia é parte de um trabalho maior, as Chaves e as Clavículas de Salomão, encontrada em várias edições. O que se observa imediatamente e muitos não seguem é: Primeiro vem todo trabalho de preparação, os rituais planetários, angélicos, etc. Só depois disto vem o Lemegeton, a Goetia. Entende isso? Primeiro você precisa formar uma base sólida para estar preparado para lidar com os espíritos da Goetia.
É o trabalho com os espiritos angelicais, arcanjos, etc. que vão dar a necessária estrutura básica para proteger o magista quando evocar os espíritos Goeticos. Uhm? Quem é que vai te proteger e amparar? Pense muito nisto e vá trabalhar naquelas áreas primeiro de tudo!”

Certamente isso não se refere apenas a Goetia, mas a toda área de magia em níveis mais avançados.

Aprenda e pratique desde as partes mas mais básicas.
Uma receita garantida para fracasso é pensar que vai conseguir realizar algo apenas com "dicas" e algum tipo de atalho.
Entenda isso:
"...you have to know the rules before you can break them.
(você tem que saber as regras antes de quebrá-las)
Rufus Opus".

Os passos mais básicos são a oração, a contemplação da natureza e assim começar a entender alguns de seus aspectos, as energias elementais (fogo, água terra e ar).
Um motivo simples para a necessidade de aprender sobre os elementais e também a vida terrena é que nossos sentidos também estão associados a eles:
“Aprenda a experimentar o mundo com seus cinco sentidos para depois vencê-los. Talerman.”

Desde esse ponto já se deve começar a aprender sobre limpeza energética pessoal, como os banhos de ervas. Também se começa a entender alguns aspectos mais simples para limpeza e proteção de sua moradia.
Começar a estudar o significado de símbolos, ter algumas idéias sobre suas associações com as energias com que se estará trabalhando.
A partir daí começam algumas atividades mais simples, como a magia com velas, que basicamente é uma oração para alguma das energias elementais, anjos ou deidades.
Nesse nível já se pode trabalhar com boa parte dos espíritos menores e anjos, criando uma necessária base pessoal. Pessoalmente, sugiro que até aí se mantenha o trabalho com anjos principalmente. São eles quem vão antes de tudo proteger o magista e ajudar na sua evolução pessoal.
E também com o trabalho angélico, vamos ter o trabalho com as esferas planetárias sob sua regência.
Neste nível já se pode realizar boa parte das operações desejadas para vida pessoal e seu estudo pode se revelar muito amplo.


Indo para trabalhos maiores

Quando se pretende levar o trabalho a níveis mais altos, evocação, ritualística formal, etc. tantos Anjos quanto os demais espíritos dos grimórios podem requerer muito trabalho e preparação de quem os conjura.
É muito diferente fazer uma oração para um determinado arcanjo com uma vela e um altar simples do que fazer uma evocação formal pretendendo resultados mais impactantes. Outras portas serão abertas e o impacto na vida e energia pessoal do estudante poderá ser rapidamente sentido.
Nesse nível as proteções e limpezas são muito mais importantes e necessárias. Tanto pelo nível da operação quanto pela possibilidade muito maior de espíritos intrusos.
Anjos podem ser perigosos também, pois eles também poderão nos trazer situações de risco para nos empurrar na direção de uma determinada direção ou resultado. Digamos que as vezes ele tentam nos ensinar pelo bem, através de sinais e situações, mas se preciso, poderão ser bem mais incisivos.
Mas ainda assim, anjos estão mais preocupados conosco do que daemons.
E aí um necessário alerta para tantos que pretendem iniciar em magia com os espíritos mais pesados:
“Os daemons (demônios) não são pequenos cachorros para nós para brincarmos. Eles são maiores e mais cruéis do que você pensa, e seu bem-estar não é a sua menor preocupação.
Rufus Opus

Por outro lado, também vamos aprender que os Anjos também podem ser as vezes não tão amigáveis, mas estarão trabalhando para nossa evolução. Somos feitos a imagem de Deus, portanto são nossos parceiros. Mas ainda assim eles tem suas diferentes missões e maneiras de agir.

"...cada ser humano tem três Anjos, pois Deus ordenou que cada ser humano tenha seu bom anjo como um protetor, que também fortalece o espírito e nos impele e nos exorta para o que é bom e louvável, para que possamos fugir do que é maligno 
E assim cada homem tem também um espírito maligno, que controla os desejos da carne e desperta as concupiscências do coração; 
entre esses dois anjos existe uma luta constante pela supremacia, e, qualquer que seja o homem lhe dê a preferência, ele receberá a vitória; 
e se o anjo maligno triunfar, então o homem se tornará seu servo;  
Se o anjo do bem prová-loc omo sendo forte, então ele limpará a sua alma e salvará o homem da destruição. 
O anjo e seus impulsos vêm das estrelas.  
Em terceiro lugar estão os Genii (gênios) do homem que governam o nascimento e estão unidos a cada perfeição no homem. Estes são reconhecidos a partir da estrela que é o Senhor dos nascimentos...

Schemhamphoras do Rei Salomão - 6º e 7º Livros de Moisés"



Entenda que as grandes operações em magia são realizadas a partir de muitos passos menores.

Quando você prepara ferramentas e utensílios cerimôniais, faça o melhor que puder dentro de suas condições. Claro que utensílios em ouro ficam muito bonitos, mas nem todos pdoerão realizar isso. Atualmente podemos usar papel virgem ao invés de pergaminho por exemplo. Fazer selos em madeira ou papel, etc.
Mas seja como for, cada uma destas ferramentas, utensílios, etc. são um trabalho que o magista vai pesquisar e estudar como fazê-los, porém uma vez feitos, serão usados muitas vezes.


Esferas Planetárias

O trabalho com os anjos e espíritos relacionados às esferas planetárias pode ser visualizado como uma sequência de manifestação de energias desde o nível celestial passando por cada uma das esferas que vão adicionar sua força e características até sua manifestação no plano terreno.
 “O modelo geocêntrico de universo de Ptolomeu estabeleceu a cosmologia básica que nós usamos em Magia Hermética. É como o nosso moderno mapa do sistema solar e as órbitas dos planetas, mas é um modelo espiritual, elaborado a partir do ponto de vista vivencial dos seres humanos que vivem na Terra. Ele é desenhado como uma série de círculos concêntricos, mas cada círculo representa um corte transversal de uma esfera.
...
Os círculos representam esferas e camadas de materialização.
...
No centro estão os Reinos Elementais, o reino material em que vivemos.
Citado do livro Seven Spheres por Ruphus Opus.”


Certamente podemos trabalhar cada uma destas áreas de forma individual e fazemos muito isso, para reforçar algum aspecto que precisamos ou lidar com os espíritos daquele nível.


A sugestão é primeiro termos uma idéia de algumas características muito básicas de cada uma das esferas planetárias e o Arcanjo correspondente.
Como disse acima, já podemos trabalhar com eles desde magia com velas, aprendendo e adicionando elementos que com o tempo nos levarão a uma ritualística mais completa que vai adicionar energia e uma maior profundidade tanto nas manifestações quanto ao nosso nível de evolução pessoal que é o resultado maior que todo magista deve buscar em minha opinião.


Então vamos para algumas características muito básicas e também que tipos de aprendizados teremos em cada esfera. Certamente existe amplo material para pesquisa a respeito.

Aqui eu vou citar apenas por alto os anjos regentes de cada esfera planetária, mas não vou citar os demais espíritos e inteligências.

Selos dos Anjos


Saturno. Sábado. Arcanjo Zaphkiel. Cor preta. O início e fim das coisas. A morte, os ciclos de existência de todas coisas.  Julgamento, experiência.

Júpiter. Quinta-feira. Arcanjo Zadkiel. Cor azul. Riqueza, prosperidade, conhecimento, aprendizado, estudos.

Marte. Terça-feira. Arcanjo Samael. Cor vermelha. Disciplina, trabalho, guerra, proteção, sexo.

Sol. Domingo. Arcanjo Raphael. Cor amarelo/dourado. Poder, divindade, raciocínio lógico, força de vontade, resistência, prosperidade, ser bem visto.

Vênus. Sexta-feira. Arcanjo Haniel. Cor verde. Amor, romance, relacionamentos (de todos tipos), sexo, luxo, criação de novas coisas (incluindo ser mais criativo).

Mercúrio. Quarta-feira. Arcanjo Michael. Cores mistas ou laranja. Intelecto, comunicação, viagens. Oratória, aprendizado, negócios.

Lua. Segunda-feira. Arcanjo Gabriel. Cor prata ou branco. Mundo espiritual, sonhos, Intuição, adivinhação, maternidade.

Você vai encontrar mais sobre os atributos dos planetas em Agrippa, lívro 3, Capítulo XXXVIII: What Divine gifts man receiveth from above, from the severall Orders of the Intelligences and the heavens.




Note que a sequência dos dias da semana não é a mesma ordem dos planetas nas esferas planetárias.
Observe a formação do heptagrama para entender. Seguindo ao redor do círculo, temos a sequência de manifestação das esferas. Seguindo as linhas internas, temos a sequência dos dias da semana.


Os dias também tem suas horas regidas por cada um dos planetas na mesma sequência. A primeira hora (que é ao nascer do Sol) é regida pelo planeta regente do dia e assim sucessivamente.
As horas planetárias são baseadas nas divisões do dia do nascer ou do pôr-do-sol, então a hora do relógio não importa. Basicamente toma-se a hora do nascer e do pôr do sol, calcule quantos minutos e este intervalo é dividido em 12 horas diurnas e 12 noturnas. Como a duração do dia e da noite varia, percebemos que a hora planetária pode ter mais ou menos que 60 minutos. É um cálculo interessante para se fazer a mão, no mínimo para entender melhor o processo e certamente isso também coloca mais energia no seu trabalho de magia.
Existem calculadores online. Você precisa informar sua localização e o site calcula as horas para você. Cito duas:
www.astrology.com.tr/planetary-hours.asp
www.lunarium.co.uk/planets/hours.jsp



Assim temos que cada dia da semana, mas também cada hora planetária é regida por um dos planetas e portanto, são os melhores horários a serem usados por causa da energia específica ser a mais adequada.

Existem outras correspondências como incensos, óleos, plantas, metais, pedras, Salmos, etc.

São apenas algumas coisas muito básicas.

De acordo com o trabalho a ser efetuado, normalmente usa-se para o altar a cor predominante, o selo do anjo, velas na mesma cor, incensos apropriados. A partir daí serão usados outros elementos, como ervas, óleos, salmos, etc e orações para preparar e conjurar o espírito.
Parece bem simples uhm? Mas se pode começar com algo realmente simples como uma vela de preferência na cor adequada (ou branco) e uma oração para o anjo correspondente e pedindo que atue pela sua esfera planetária.
Com o tempo vamos adicionando elementos, salmos, etc. E observando como estas operações se manifestam em nossas vidas.
Mas repetindo o que citei acima: é necessário ter ponderação sobre seus pedidos. Tentar operações complexas sem experiência, no mínimo não vai ter qualquer resultado. Noutros casos, pode-se receber algo como uma “advertência” do espírito evocado. E se for no caso de espíritos mais pesados, como daemons, a resposta pode ser as vezes até bem desagradável e a pessoa vai precisar até de ajuda profissional só para limpar a bagunça e voltar ao ponto inicial.
Portanto, mais uma vez: pense no aprendizado em etapas. Leia os livros, estude o básico. Planeje suas operações a partir da busca de aprendizado e obtenção de resultados que podem ser simples, mas que indicarão seu progresso.

.'.

Algumas Sugestões de leitura

Summoning Spirits: The Art of Magical Evocation por Konstantino. É um livro básico e traz rituais completos para conjuração angélica e também dos reis elementais. Boa referência para os princípios de ritualística cerimonial. 
Mastering Witchcraft. A Practical Guide. Paul Huson. Excelente base para aprendizado de métodos de conjuração e trabalho com espíritos.
Seven Spheres. Rufus Opus. Evocação angélica planetária. Extensa apresentação das qualidades de cada uma das sete esferas planetárias seguindo o modelo do Hermeticismo. Os rituais são baseados no sistema de Trithemius e são simples de seguir.
Three Books of Occult Philosophy - Henry Cornelius Agrippa. Estes são absolutamente básicos para entender quaisquer grimórios e são uma fonte de referência e citações permanente.
Secrets of the Magickal Grimoires: The Classical Texts of Magick Deciphered. Aaron Leitch. Recomendadíssimo livro pois Aaron Leitch é um autor atual e faz um apanhado dos grimórios mais conhecidos, sugere uma base inicial de origem e depois comenta ao longo dos capítulos atividades que são de alguma maneira equivalentes em magia cerimonial. Tornou-se obrigatório em qualquer biblioteca.
Ritual Offerings. Aaron Leitch. Vai adicionar informações ao material do “Secrets of the Magickal Grimoires”
The Clavis or Key to the Magic of Solomon. Joseph H. Peterson.
 


.'.

P+
29/09/2017


Veja também:


.'.


Consultas e Trabalhos em Magia - Portuguese text


Readings and Magic Works - English text


.'.


sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Sobre Fazer Pactos Ou Não

Making Ghosts
Art by: Alice Duke - United Kingdom


Sobre fazer pactos. É preciso?

Com frequência as pessoas nos escrevem pedindo sobre como fazer pactos com os espíritos.

O texto tem algumas edições para informações adicionais.

  • Primeiro sobre não ser preciso pacto na maioria das vezes. 
  • Mas se decidir fazer um pacto mesmo assim. Quer mesmo? Ok, vejamos o que posso fazer. 
  • Também sobre os que já fizeram pacto e agora não sabem como lidar. 


Primeiro sobre não ser preciso. 

Pessoal, não precisa fazer pacto na maioria das vezes!
Da mesma maneira você não precisa ingressar nalguma religião por causa de alguma necessidade imediata.
99,9999999999% das vezes as pessoas tem suas necessidades e basta fazer os rituais que forem adequados. Seja alguns ou dúzias de rituais, mas não precisa fazer pacto algum que é uma alternativa de longa duração, até para a vida inteira.

Um dos grandes problemas são os curiosos e os magistas iniciantes, que desejam resultados milagrosos e rápidos pretendem ir do nível zero a Mestre fácil e baratinho.
O outro problema são as pessoas que buscam soluções em magia mas nem cogitam ouvir uma resposta contrária ou um “não”. Alguns realmente não tem conhecimento, outros são arrogantes ou apenas mimadas e querem respostas prontas. Por isso tornam-se as merecidas vítimas de que está sempre pronto a dizer que "sim" para tudo que pedem.
Em ambos os casos, depois nos escrevem ou até aparecem nos foruns de debates reclamando porque não tiveram resultado e para piorar, querem que consertemos a bagunça toda que fizeram, o que geralmente piorou muito mais a situação e criou outros tantos problemas que a pessoa não tinha antes. E ainda querem que isso seja "de graça". Lamento. Se você foi ao médico e não teve resultado, ou não gostou do restaurante, vai procurar outro e obviamente terá que pagar também. Ponto.

Para deixar bem claro, tem coisas que precisam ser feitos muitos rituais (repetir, reforçar a intenção) e até lidar com vários espíritos diferentes.
Por que buscar um compromisso muito sério às cegas se tudo que se precisa é uma determinada atividade?
Se a pessoa tem um problema de saúde, vai no médico. Se tiver um problema jurídico, vai no advogado. Quer construir, vai no engenheiro.
É a mesma coisa em magia. Conjure o espírito que possa ajudar em cada aspecto da situação e pronto. Ou peça para alguém fazer isso por você. Mas não precisa de tanto compromisso.

Estude, trabalhe, pratique, faça experiências.
A maioria dos problemas ligados a pactos deve-se exclusivamente a falta de informação. Ou a pessoa confiou cegamente numa proposta milagrosa, demonstrando na maioria das vezes ser um oportunista que merecidamente tornou-se vítima, ou não se deu ao trabalho de ler livros e estudar o assunto de maneira séria e muito menos buscaram referências confiáveis. 

Ninguém precisa fazer pacto para a ampla maioria das situações.

E trabalhos em magia podem demorar sim. Meses e meses. Algumas coisas muito grandes demoram até anos.
Quer uma Ferrari e não tem nem uma bicicleta? Eles vão te ajudar a fazer a caminhada toda então pense quanto tempo pode ser. Bicicleta, depois uma motocicleta, um fusquinha, um Celta, um Citroen 2004, etc. até chegar na Ferrari. Vai levar anos. E sim, vão te apresentar empregos e clientes para tu trabalhar e conquistar o que quer. Tem uma casa aonde guardar a Ferrari pelo menos? Tem dinheiro para pagar o IPVA e o seguro sem chorar? Tudo isso faz parte.
Pactos podem ser de curto prazo ou por uma vida inteira. E alguns são até para depois da vida e o que não falta são espíritos de mortos por aí escravizados. Quem trabalha a fundo na espiritualidade sabe do que estou falando.
Um pacto simples é apenas uma espécie de contrato, que deve ser claramente definido e muito bem explícito sobre todas possibilidades de ser encerrado (o que nem sempre é tão fácil assim).

Então, por favor, seja qual for sua necessidade e objetivo, primeiro trabalhe com os espíritos que tiver afinidade. Com o tempo vai criar o que chamamos de "relacionamento" com os espíritos (mas não é amizade, apenas respeito) e descobrimos que apenas uns poucos serão o necessário para a maioria de nossas atividades pois eles têm múltiplas atribuições que não estão escritas nos livros e eles mesmos com o tempo nos mostram isso.
Aprenda a conjurar, se proteger, fazer banimentos (uma das coisas que mais fazemos são limpezas e banimentos), ter disciplina. Descubra as áreas e maneiras dos espíritos operarem.
Não precisa pacto. Isso nunca é um atalho, pelo contrário, pode ser uma porta de entrada para que algum espírito intrusivo passe a se alimentar com sua energia (vida pessoal e até todos ao redor, família, etc). Ou seja, tem muitos espíritos oportunistas.
E principalmente, como é que você vai saber que o espírito que respondeu é quem foi chamado? Uhm? Precisa muito tempo de trabalho dedicado para isso. Em nosso país com tantas misturas, torna-se ainda mais sério e acontece muito mais dos que as pessoas pensam.
Por exemplo, é fácil perceber que muitos por aí que oferecem milagrosos pactos de riqueza com Lucifer na verdade estão lidando com religião africana e usando outros espíritos que fingem ser Lucifer. Nesse caso, a pessoa fica presa numa linha de religião africana e vai ter que lidar com a coisa e principalmente, dar-se conta que o espírito mentiu descaradamente (assim como o sacerdote).
E sim, espírito mentiroso é o que não falta.



Se você quer fazer ou já fez um pacto, essa parte é para você. 

Sim, eu coloquei essa parte por causa dos muitos que pedem isso.
É sempre assunto muito sério.

E não é problema meu.

Não me escreva mensagens apenas para perguntar a respeito, não peça dicas. Eu vou responder apenas enviando o link para pagar a consulta se alguém insistir. 
Se a sua intenção é séria, então é investimento sério e você tem que pagar a consulta formal para isso.
Eu não vou perder tempo com curiosos! 



Se não tem dinheiro nem para a consulta, então você não merece e também não condições financeiras vai ter para pagar o quanto um ritual desses custa. Não insista!

Clique aqui: Consultas sobre pactos (sim, eu vou estudar você a fundo para apresentar o melhor possível a respeito).


Sobre decidir fazer um pacto mesmo assim. Quer mesmo? Ok, podemos fazer.

Certas linhas de trabalho com demons e outros espíritos são baseadas em pactos e não é apenas com Lucifer. 
Basicamente é um trato, um negócio entre as partes e quem pede terá que cumprir com algumas condições e responsabilidades a seguir e do outro lado o espírito irá ajudar naquela área.
Isso não tem nada a ver com "vender a alma", muito menos se desgraçar pela eternidade em troca de algo fútil. É um negócio entre as partes.

Eu falei que o espírito vai "ajudar" e não fazer milagres instantâneos apesar de que o grau de comprometimento é maior para ambos. Ainda assim a pessoa vai ter que aproveitar oportunidades e nem sempre todas parecerão ser tão fáceis. Pelo contrário, certos espíritos podem até arrastar a pessoa num sentido figurativo na direção que foi solicitada, assim poderão surgir obstáculos e desafios contra os quais a pessoa será arremessada para que os supere até na marra.

Já outras serão aberturas de caminho que surgem e novas possibilidades se apresentam. Mas mesmo que pareçam fáceis, é justamente aí que tantos falham por deixar de prestar a mesma atenção e cuidado e tenho casos em que as pessoas desdenharam de ótimas chances porque acharam "simples demais". E quem disse que as coisas precisam ser complicadas ou que sempre terão que vir acompanhadas com uma banda de música e foguetes?
Ou seja, nem sempre serão oportunidades "difíceis ou fáceis" mas elas vão ocorrer e aí cabe a quem pediu lidar com as situações.

Quer que eu faça um pacto para você? Ok, posso fazer. Vai custar bem caro, e isso vai depender para qual espírito será feito o pacto em seu favor e o nível disso.
Sendo enfático: pode-se fazer pactos com diversos espíritos diferente e não tem milagres como riqueza, luxúria ou poder instantâneos. 


Pactos existentes

A outra situação é de quem já fez pacto e agora precisa de informações, não sabe como lidar com a coisa ou está tendo problemas.
A maioria das pessoas que me procuram sobre pactos já feitos estão numa dessas condições: 
  • Não estudaram o assunto. 
  • Se contrataram alguém, não receberam orientação adequada ou até foram enganadas. 
  • Buscaram uma opção que pensaram ser fácil ou de pouco valor. 
  • Descobriram que tem que cumprir sua parte e querem mudar a coisa. 
  • Estão com problemas sérios por não saber lidar com a coisa.  
  • Não gostam dos resultados e descobrem que continuam tendo sua obrigação. 
  • São oportunistas e pensam que vão enganar os espíritos. 
  • Se arrependeram ao extremo. 
  • Mentem e tentam jogar para nós assumirmos o problema que eles criaram. 
  • Alguns realmente fizeram uma operação bem feita e estudada, mas descobriram que os espíritos são muito mais ardilosos então mesmo preparados legitimamente precisam de ajuda.


Repito: Não me escreva mensagens apenas para perguntar a respeito. Você tem que pagar a consulta. Se não tem dinheiro nem para isso, então você não vai ter para pagar o quanto esses rituais custam. Não insista!

Antes de tudo você obrigatoriamente tem que pagar o valor de uma consulta formal onde vou avaliar o que você pede e como isso poderá ser feito. Se acha a consulta cara esqueça o assunto pois isso não é nada perto do que custa essa operação e não me escreva questionando pois eu não vou perder tempo com curiosos e nem responder sobre isso pois é óbvio que você não está preparado para tal coisa. Isso custa caro e é para quem pode, assim como são tantos rituais até em áreas mais tradicionais que cito na primeira parte desse artigo.

Não sugiro milagres. 

Se com o resultado do que eu apresentar você estiver de acordo com as condições, vou então ajudar a fazer o contrato que é personalizado e esse será então efetivado com o espírito em rituais específicos. Isso envolve uma sequência de rituais que podem durar até um mês e uma vez efetivado será sua responsabilidade manter e continuar com o trabalho. Eu apenas vou fazer o melhor para unir as partes e lembrando que você terá responsabilidades a cumprir. O pacto e o que fazer com ele é problema seu!

Se esse realmente for seu caso, se você realmente tem condições financeiras de bancar uma operação dessas, clique aqui e solicite Consulta sobre pactos. Sim, eu vou estudar você a fundo para apresentar o melhor possível a respeito e repito, sem milagres


Essa consulta será exclusivamente sobre isso e não vou abordar nenhuma outra área da sua vida pois é só para eu avaliar a questão do pacto e nesse caso envolve outras coisas e muito trabalho inclusive contatando os espíritos a seu respeito. Vou abordar o que se refere exclusivamente a essa possibilidade de realizar a operação do pacto em seu favor. E não vou julgar ou questionar você.

Entenda, o que você vai fazer com o resultado do pacto será problema e responsabilidade sua, não minha.



P+
22/09/2017

.'.

Leia também:


.'.


Consultas e Trabalhos em Magia - Portuguese text


Readings and Magic Works - English text


.'.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...