English readers and other languages: Many posts are in portuguese, you can use the Translate button at left side.

Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!
Mostrar mensagens com a etiqueta Ocultismo. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Ocultismo. Mostrar todas as mensagens

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Fazendo os Selos, Pantáculos, etc - Algumas sugestões simples

Talismã do Arcanjo Michael feito em pergaminho e materiais
consagrados seguindo estritamente o grimório.
Fonte: Aaron Leitch e Carrie Mikell Leitch

Uma pergunta frequente nos grupos de iniciantes é sobre a possibilidade de fazer os selos, pantáculos e outros itens semelhantes de maneira mais simples para quem está recém começando seus estudos.

A resposta curta é: sim, pode fazer mas faça direito!

A Magia Cerimonial é uma área que requer muito investimento. Livros, estudo, anos e anos de experiências práticas, materiais e as ferramentas que podem ser bem caras de se obter.
E tempo é o recurso mais caro se pensarmos no estudo e tempo de prática necessários.
Isso inclui você precisar dos recursos para se manter ao longo de todos esses anos de estudo. Moradia, alimentação, computador, conexão de internet, roupas, cuidar da família, etc. Tudo isso faz parte do custo.

Só depois vêm as ferramentas utilizadas nos rituais que requerem trabalho para serem obtidas.

Com certeza algumas pessoas têm uma vida financeira mais sólida e facilmente podem comprar todo material. Mas ainda vai faltar toda parte do estudo e prática para tornar esses objetos em verdadeiras ferramentas da Arte.
Se você tem recursos financeiros, aproveite bem, será o melhor investimento quando associado ao desejo sincero de crescimento pessoal e do aprendizado.

O estudante sincero sabe que não vai começar pelo topo. Assim, vai aprender a utilizar os seus recursos da melhor maneira, e com eles ir galgando conquistas na medida que também vai poder elaborar ferramentas melhores.

Se o trabalho for corretamente feito, cada nova ferramenta vai ser mais um passo que vai ajudar o praticante a obter melhores itens no futuro.


Os Selos

Então, vamos generalizar o artigo falando sobre os "selos" dos espíritos. Anjos e dæmons tem símbolos que são associados a eles, uma espécie de assinatura mágica que facilita muito contatar com eles.
O que vou citar vale para selos, pantáculos, lamens, talismãs,etc.

Vamos ter uma idéia sobre isso, para que entendam como vamos adicionando energias para a realização dos rituais desde o princípio.
Muitas vezes os grimórios citam que os selos sejam feitos em pergaminho.

Nos tempo antigos, o pergaminho que é feito de pele de animal, era algo muito usado.
Normalmente este material é usado para trabalhos que deverão durar muito tempo, itens mais nobres digamos assim.

E como os grimórios citam o uso do pergaminho? Esse deveria ser preparado pelo próprio magista, sacrificando um animal para obter sua pele. O ritual do sacrifício já tem várias etapas, banhos, orações, preparar aquela vida que vai ser sacrificada para que seja também santificada por participar de algo maior. Agradecer por tudo.
E também será feito usando facas forjadas pelo próprio magista e gravadas com os nomes e símbolos adequados e consagradas para essa arte.
O fogo usado para derreter os metais deverá ser consagrado propriamente e assim por diante, cada etapa, material e ferramenta usada.
É um processo imenso de adicionar energias a cada passo.

Atualmente existem fontes para se obter pergaminho. Então todos os demais passos apesar de necessários, podem de certa forma serem substituídos por uma adequada consagração do material.



Nas Claviculas de Salomão já é citado também o papel. Veja, naquele tempo papel era algo que poucas pessoas tinham acesso. Um recurso raro e muito caro.
E no caso de uso do papel, também era comum que os magistas da época fizessem o seu próprio papel. Que tal? A sugestão de leitura é que aprenda como se faz papel caseiro a partir de madeira ou mesmo o papiro.
Ao longo dos séculos a tecnologia evoluiu e hoje temos papel a custo mais baixo e de fácil acesso.

Então, vamos usar primeiro o que temos hoje e na medida do possível, continue estudando e praticando para criar você mesmo esses materiais. Tudo isso vai adicionar um enorme poder para o seu trabalho na magia.


Você pode começar usando papel não pautado (branco, sem sem linhas).
Deve ser papel virgem, nunca usado.
Melhor é o papel de gramatura mais alta, usado em artes plásticas, como o de peso 180g, tem vários tipos, começando pela cartolina.
Uma alternativa ao pergaminho é o “Papel Manteiga”. Sim, aquele usado em culinária.

Alguns confundem o Papel Manteiga com o chamado “Papel Vegetal” que é semitransparente. Não é a mesma coisa e esse material não tem boa absorção de tinta. E sim, eu também fiz a experiência.

Voltando ás Clavículas de Salomão é citado o pergaminho ou papel.
Insisto em lembrar que naqueles tempos antigos papel era bem raro também. E pergaminho verdadeiro é difícil de encontrar. É preciso observar que muito do que é oferecido como pergaminho é papel com uma tintura para "parecer" pergaminho.
É daí que vem a idéia de se usar couro de bezerro mais bruto, para substituir o pergaminho.
Vou repetir, levando os Grimórios ao pé da letra o ideal é você mesma sacrificar o animal usando uma faca ritual feita por você mesmo, com todas orações, tirar a pele, etc.

Mas estamos noutros tempos. Madeira também pode ser usada, pintada, entalhada ou gravada a fogo.
Sobre as tintas, o ideal é tinta feita pelo próprio magista ou senão, canetas coloridas, lápis de cor, giz de cera, etc. mas que sejam de uso exclusivo para isso e faça a consagração das mesmas.



Um exemplo simples de Consagração de Ferramentas

Antes de serem usados, é desejável que se consagrem todas ferramentas e materiais que serão usados. Papel, tintas, lápis, canetas, etc.
Os grimórios costumam apresentar consagrações específicas, como as que constam nas Clavículas de Salomão e são depois usadas para outros trabalhos como a Goetia.
Com o tempo o praticante também vai desenvolver suas próprias maneiras de trabalhar.
A oração a seguir é baseada num trabalho do Mestre Asterion.

Assim, basicamente, acenda uma vela e incenso, faça uma oração ao Altíssimo, respingue água benta no objeto e depois enquanto passa o objeto pelo menos três vezes no incenso diga:
Oh Senhor criador de todas as coisas, peço que pelo teu Grande Poder purifique e consagre este (...nome do objeto...) e, que pelo poder dos teus mais Santos Nomes e pela tua Grande Misericórdia ele possa me servir na minha Arte. Amem.

Já as consagrações dos selos,pantáculos, etc. terão outros passos, incluindo conjurar os espíritos a eles associados e, portanto, isso faz parte de ler e estudar os grimórios para saber qual o processo adequado.



Tudo isso são etapas que serão conquistadas.

Até que um dia finalmente, chega-se a realizar a feitura dos selos nos metais adequados conforme indicado nos grimórios.

Outra opção muito boa são os selos feitos com pura cera de abelhas.

E uma idéia muito boa sugerida pelo Mestre Asterion, é fazer os talismãs seja em cera, madeira, chumbo, etc. e depois revesti-los com folhas do metal adequado do tipo usadas em artes plásticas. São folhas muito finas e disponíveis de vários metais, ouro, cobre, prata, etc. e terão um bom resultado também. 


Na próxima fase, a confecção dos selos em metal entra a parte de metalurgia e joalheria que nem todos vão aprender ou conseguir desenvolver.
Mesmo quando chegamos finalmente aos selos feito em metais temos muitas maneiras de lidar.
É preciso ter estudado para saber qual a correspondência planetária para o espírito e qual metal é adequado.
Aprender as técnicas de fundição, ou então conseguir placas do metal e entalhar a mão.
Se tiver recursos, encomende para um joalheiro ou compre de um magista habilitado.

Mas no geral, vá fazendo por etapas.

Melhor começar com sinceros selos desenhados a mão e ir melhorando com o tempo até ter condições e aprendizado para fazer em madeira, couro de bezerro ou metal.

Atenção: Não use plástico. É um material totalmente inerte, sem qualquer energia e praticamente todas linhas espirituais consideram como sendo inadequado. Algumas associam o plástico aos espíritos dos mortos.


Fazendo por etapas vai lhe ajudar a perceber a diferença que existe a cada nova ferramenta de melhor qualidade que obtemos.

Eu também comecei com coisas simples, mas sempre fazendo o melhor que podia. Vide ao final do artigo alguns links para artigos onde comento sobre como consegui fazer ferramentas melhores como o círculo e o triângulo, que anteriormente era bastante simples, mas foi esse início simples que me possibilitou ter espaço e condições para ferramentas melhores e assim evoluir mais nos meus estudos e práticas na magia.
Durante todos estes anos, a cada vez que eu conquisto uma nova ferramenta de melhor nível, isso adiciona uma enorme energia aos rituais, algo percebido imediatamente e também aos resultados que obtive, pois, os espíritos nos observam e sabem o que fazemos.

É assim, que fazendo o trabalho de forma sincera, mesmo começando de forma humilde conquistamos méritos. E para cada mérito mais energia e aprendizado.
Trabalhe de forma sincera em tudo, então com os anos e muita prática, vai conquistar o que chamamos de “autoridade” em magia. Isso é resultado de trabalho dedicado.

Conquistar autoridade é algo merecido, não pode ser imposto. Vai acontecer na medida que a pessoa faz a sua parte, conquista cada passo, obtém cada mérito.

.'.





Livros Sugeridos

“Secrets of the Magickal Grimoires – Aaron Leitch”.  Livro altamente recomendado que apresenta ótimas referências e também abordando todas as fases e preparo de ferramentas dos principais Grimório clássicos.





Outros artigos sugeridos: 




.'.


Consultas e Trabalhos em Magia - Portuguese text


Readings and Magic Works - English text


.'.







segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Pode-se Conjurar Dæmons e Anjos Sem Preparo?

Magia Cerimonial de Evocação é para quem sabe onde está se metendo.


Esse artigo é para as pessoas que pensam sobre encontrar "atalhos" fáceis.


Com frequência nos grupos de iniciantes aparece uma pergunta do tipo:

“Na magia Angélica ou Goetia pode-se evocar esses espíritos sem utilizar nenhuma ferramenta ou  material? Só com a meditação e a força do pensamento? Ou só mentalizando o nome do espírito? “


A resposta é para os iniciantes e é bem direta:

Não!


É uma maneira garantida de atrair problemas!

Magia de Evocação não é o mesmo que rezar para seu Anjo protetor ou um Pai Nosso.

Isso não é o mesmo que as simpatias e feitiços fáceis que aparecem por toda parte aos montes.

Principalmente, devido a cultura do nosso país, Magia de Evocação não tem absolutamente nada a ver com qualquer prática de religiões africanas.


Se você realmente estiver em dificuldades extremas se ajoelhe ao lado da cama e faça sua oração, incluindo um Salmo de forma sincera. Todos dias! Isso é melhor que tentar meter a cara numa área que precisa de muito estudo e recursos.

Se você está num momento de desespero pessoal, peça ajuda para quem sabe. É melhor pagar para um profissional que lhe diga a verdade do que procurar alguém que fale o que quer ouvir. A verdade pode doer, mas vai lhe libertar.

“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará!” (Jo 8,32)


Mas não tente as áreas de Alta Magia sem fazer o necessário trabalho!

Magia Cerimonial com Anjos e Dæmons não tem absolutamente nada a ver com as práticas de religião africana, nem os feitiços e simpatias publicados por aí como sendo fáceis e que geralmente podem trazer outros problemas.  

Nós chamamos “fazer o Trabalho” como todo o estudo, prática, desenvolvimento pessoal, etc. e que é algo para muitos anos. Por isso chama-se “trabalho”, a pessoa tem que trabalhar muito durante longo tempo para aprender e conquistar resultados.

Magia de Evocação é a área de mais alto nível da prática da magia e destina-se a trazer o espírito (Anjo ou Dæmon) que estão noutras esferas (diferentes planos de existência) para que se manifeste em nosso plano junto ao magista. Se o ritual for corretamente preparado e realizado, mesmo que não ocorra manifestação visível o espírito vai estar presente e poderá ser percebido de outras maneiras, como intuição, sensações físicas, sons, espelho, cristal ou vaso de água, etc.


Veja o artigo Sobre Manifestações Visuais em Magia.


Então vamos pensar um pouco.

Sim, é necessário pensar no que se está fazendo.

O assunto é muito sério.


Se os rituais dos Grimórios que tem muitos séculos sendo aprimorados por pessoas realmente experientes preveem maneiras de fazer, realmente uma série de operações, ferramentas, preparativos, etc. então qual motivo para pensar que estão ali como se fossem opcionais?

Os elementos do ritual não são enfeites ou meros acessórios.


Quer pular de um avião sem paraquedas?

Que dirigir um automóvel mas acha que ter carteira de motorista é bobagem? E sem jamais ter dirigido um automóvel? E pior, perguntam se o automóvel precisa de combustível, um banco para sentar, direção, motor, etc. Em magia vemos os iniciantes falando exatamente sobre isso. Querem os resultados de um piloto de F1 mas sequer sabem dirigir um automóvel e nem bicicleta mas querem resultados grandiosos! E, óbvio, nem o automóvel possuem.

Querem resultados grandiosos sem esforço, sem dedicação, sem pagar pelo seu próprio estudo e materiais?

Entenda isso: Magia Cerimonial é a mais cara de todas áreas. Vai custar seu tempo e também muito dinheiro por longos e longos anos. Algumas adaptações são possíveis nos primeiros tempos, porém depois é indispensável fazer as coisas da melhor maneira possível.

Sobre isso leia esse artigo de muitos anos, mas que é bem relacionado ao assunto:
Aprendizado Ocultista, Magia, etc não deveriam ser grátis?


Se as coisas estão apresentadas nos rituais escritos e revisados por muitos séculos é porque faz outros que pesquisaram a fundo verificaram sua necessidade.
São séculos e séculos de estudos e práticas avançadas e nos dias atuais temos ótimos praticantes também trabalhando para manter esse ensinamento atualizado e aperfeiçoado.
E com certeza, nenhum autor sério, mesmo que apresente algumas simplificação, desconsidera a necessidade quanto a cuidados, estudo, preparação, respeito, etc.

Se o Anjo vêm, é para ensinar por bem ou por mal.


Geração Tudo-Fácil


Infelizmente vemos nos tempos modernos, com a cultura de Internet e das novas gerações que pensam que vão conseguir as coisas de modo fácil. Encontram textos por toda parte, muitos corrompidos ou apresentando versões parciais.

E pior, tantos vão direto para grupos na internet ou de conversa como Whatsapp, pedindo dicas sem fazer nenhum estudo adicional. Querem coisas fáceis para resultados espetaculares.

E nesses grupos, o que não faltam são pessoas que dizem estar fazendo as coisas muito mais fácil, sem todo o preparo que facilmente dizem ser “bobagem” e obsoletas. Mas como podem chamar algo de obsoleto se nunca tentaram fazer de verdade?

Pense bem quando ler algum comentário desses. Na ampla maioria das vezes são de novatos, sem experiência alguma que no máximo conseguiram algo por pura coincidência sem qualquer participação dos espíritos. E com muita sorte por não terem criado mais problemas em suas vidas.

Eu não acredito em 99% dos relatos de novatos que dizem fazer tantas coisas sem usar nada. A maioria absoluta estão apenas contando vantagens, mas na verdade suas vidas continuam as mesmas e escondem os problemas.


Magia Angélica também precisa ferramentas sim. E pode ser muito mais perigosa que Goetia.


Então, se alguém pensa em tentar algo sem qualquer elemento da ritualística formal, o melhor seria apenas acender uma vela e fazer uma oração daquelas tradicionais.

Sendo bem direto, em caso de necessidade, é melhor você se ajoelhar ao lado da cama e fazer uma oração, um Salmo de forma sincera.


Mas não recomendo tentar algo com esses espíritos sem experiência e muito menos se não quer fazer a parte da preparação de ferramentas, estudo e dedicação, etc.


A Magia de Evocação, sejam Anjos ou Dæmons usam ferramentas, materiais e conjurações que tem propósitos específicos para serem usados. Repito, não tem enfeite e nada é opcional.


Mas claro, tem coisas que podemos adaptar. Ninguém consegue começar na magia com tudo que é sugerido, incluindo anéis de ouro e outras coisas. Mas podemos realizar usando a maior e mais importante de todas as coisas: o sincero desejo e dedicar-se, usando o melhor de si, se esforçando. Se não tem um bonito círculo desenhado em tecido, desenhe com giz ou carvão mas faça a oração para consagrar estes! Será que é tão difícil assim? Não tem nem giz ou carvão então pegue uma lasca de tijolo que também serve para desenhar no piso! Será que nem uma lasca de tijolo você consegue? Mas faça também a oração! Isso é esforço pessoal.

Faça sua parte!


A magia cerimonial é complexa e requer trabalho sério.
Foto: Arundell Overman
A Magia de Evocação Angélica também envolve riscos sendo uma das áreas mais complexas.

E lidar com Anjos pode ser muito mais perigoso que dæmons dependendo do que se pede.


Observando os comentários que as pessoas fazem, quem está com problemas não deveria acreditar em ninguém que diga que a magia funciona “facilmente” porque não é assim e geralmente esses comentários são apresentados por valentões que, ou não sabem nada ou até são charlatões que falam de propósito com a intenção de atrair a pessoa para suas garras.


Repito sempre: eu não acredito em 99% dos relatos da turma sem prática alguma que diz que só olhou o selo do espírito na tela do celular e fez uma "visualização" em cima.

Na ampla maioria das vezes esses que apregoam milagres sem prática, se é que realmente conseguem algo, é por pura coincidência. E muitos dos relatos de resultados obtidos são literalmente fantasiosos, gostam de contar vantagem e citam casos espetaculares.

E com as redes sociais, como Facebook, Instagram, Twitter, etc, é fácil olhar o perfil público da pessoa e ver como realmente vivem. Ou escreva o nome da pessoa no Google. Será que aquele tipo de vida é verdadeiro? Ou quem sabe mostra que a pessoa é apenas uma escrava de prazeres mundanos ou tem uma vida muito desregrada. Essas são as pessoas que muitos tomam como exemplo sem se dar por conta que estão olhando para gente que vive literalmente na pior. Acreditam em raposas apresentando dicas de como fazer o galinheiro. E até em criminosos que facilmente mudam o discurso num momento falando algo bonitinho e logo a seguir apregoando todo tipo de maldades. É o tipo de pessoas que prestam depoimentos por aí, então se quer algo válido para sua vida, pesquise quem são as pessoas!

E também temos toda semana temos relatos de pessoas quebrando a cara porque fizeram coisas da forma incorreta e pedindo ajuda nos grupos ou em PVT porque começaram a acontecer coisas estranhas e até bem danosas, mas "juram" que só estavam lendo o livro, ou apenas “pensaram” no assunto, mas dificilmente contam a coisa toda e pensam que não enxergamos o que fizeram. Isso é o que não falta.


Sobre isso leia o artigo: Espíritos aparecem sem serem chamados?




Alguém poderia fazer isso?


Sim, é possível trabalhar sem as ferramentas se e somente se a pessoa já tem bastante experiência e um sólido relacionamento estabelecido com os espíritos que pretende trabalhar. Falo de prática de muitos anos. Eu mesmo as vezes preciso numa emergência simplesmente olhar para o céu e chamar por eles. Mas repito, nesse caso eu tenho algumas décadas trabalhando em magia e vou fazer isso apenas com espíritos com os quais já trabalhei muitas vezes.

Isso não deve ser tentado por quem não tem experiência alguma. Repito, vai criar mais problemas do que resolver alguma coisa.

Se a pessoa tem problemas é certo que um ritual de Evocação vai também atrair espíritos intrusivos que vão tentar se aproveitar.

Entenda isso: todo ritual para evocação de Anjos ou Dæmons também vai atrair espíritos oportunistas que vão tentar se aproveitar da pessoa.

Quer tentar evocar espíritos sem preparo?


Recomendo enfaticamente que as pessoas estudem e se precisar mesmo, procurem ajuda de quem sabe o que está fazendo ou depois poderá ser muito pior.


As ferramentas usadas nos rituais servem primeiro para proteger a pessoa contra espíritos intrusos, os oportunistas. Na verdade, a proteção principal dos rituais não é contra Anjos ou Dæmons, mas contra esses espíritos intrusos que aparecem prontamente da mesma maneira que acontece com insetos à noite quando se liga uma luz. E quem tiver quintal sabe muito bem o que é isso. Na parte espiritual é a mesma coisa. Acende-se uma luz na escuridão e ali estão espíritos oportunistas tentando se alimentar.

E tenha certeza que esses espíritos oportunistas vão aparecer mesmo quando a pessoa não tem problema algum. Estão por toda parte.

Só depois dessa proteção, como os círculos mágicos, orações, banhos, etc. é que entra a parte do ritual que serve para criar um ambiente próprio para que o espírito possa vir de um outro plano da existência para se manifestar. São espíritos que jamais tiveram encarnação humano, nossa dimensão é totalmente diferente do seu plano de existência, então busca-se criar algum tipo de situação mais favorável. E também o praticante precisa ter energia pessoal, trabalho feito e ter conquistado mérito próprio para receber sua atenção.



Vamos fazer um exemplo para desenhar de forma mais clara:


Está pensando em tentar evocar um Anjo ou Dæmons sem preparo algum? Nem uma vela?

Fazer um ritual de Evocação para um Anjo ou Dæmon é o mesmo que tentar convidar uma pessoa que você considera importante para sua casa.

Para facilitar o entendimento deste exemplo, vamos usar o exemplo clássico de sexo ou relacionamento a dois. Algo que todas pessoas normais gostam.

Magia para relacionamento. Acha que vai acontecer isso com alguém que nem conhece você?


Assim, digamos que a pessoa está interessada em alguém do tipo X.

Consegue dicas sobre alguém que seja desse tipo e até o número de telefone.

Isso é a mesma coisa que perguntar nos grupos “qual espírito é bom para tal coisa”. E conseguir também o Selo do espírito, aquele desenho engraçado que é a assinatura para ajudar a evocar o espírito. No caso o selo seria conseguir o número do telefone da pessoa.

E o que acontece? Acha que é só telefonar para alguém que nunca ouviu falar de você e chamar para vir jantar na sua casa na hora que você quer? Uhm? Ninguém sabe quem você é e quer chamar o Presidente de uma multinacional para resolver seus problemas? Ou chamar artista de cinema para sexo?

Mas digamos que consiga convencer a pessoa. E é isso que a ritualística toda da evocação pretende fazer, atrair a atenção e convencer o espírito, Anjo ou Dæmon a lhe visitar.

O que pensar para um encontro romântico desses? Jantar à luz de velas, boa comida, bom vinho, mesa à luz de velas, boa música, etc.

E o que acontece? No exemplo, essa pessoa que você anseia satisfazer todas suas vontades chega na sua casa, que está uma bagunça, suja, desarrumada e quem sabe o tal jantar se houver, é o que sobrou de ontem ou um lanchinho comprado na banca da esquina. E nem banho a pessoa fez e nem colocou pelo menos uma roupa decente. É assim que pretende obter um grande encontro?

Uhm? Quer chamar um espírito do nível de um Rei e recebe-lo dessa maneira?

E pior, a pessoa acha que tendo vindo à sua casa, nem precisa apreciar a janta. Já quer ir passando a mão e tentando levar seu convidado para a cama direto para um sexo maravilhoso e fantástico incluindo todas taras possíveis.

Será que fui claro?


É exatamente isso que a maioria das pessoas fazem quando tentam chamar anjos e dæmons cortando caminho.

Sem exagerar na comparação, acontece que seu convidado entre tantas coisas é Faixa Preta em artes marciais, especialista em Tiro ao Alvo e muitas outras coisas. E o resultado certo é que vai lhe ensinar a ter respeito.

É isso que acontece quando tentam chamar estes grandes espíritos sem o devido respeito e trabalho. A pessoa pode receber uma lição bem dura sobre isso.



Por isso falamos tanto sobre ter uma abordagem respeitosa com os espíritos. Não se trata de cultuar e muito menos abaixar as calças para eles e tornar-se escravo deles. É apenas tratar com respeito para também poder cobrar respeito de sua parte.



E com as pessoas também.

De cara observamos pessoas que sequer querem pagar por uma consulta para analisar e orientar sua situação de maneira mais adequada.


E até já tive discussão com pessoas que pretenderam forçar nosso serviço como se fôssemos menos que prostitutas. Acontece que prostitutas também prestam um serviço à comunidade, ajudando quem precisa de ser serviços. Porém elas também vão analisar o que é pedido, se vão aceitar ou não e quanto isso vai custar. Elas não fazem qualquer coisa assim.

Na nossa área, tentam nos impor que deveríamos aceitar qualquer coisa. O que é uma imagem horrível, pois tantas vezes são coisas que nem a prostituta mais liberal aceitaria.

Respeito e admiro as prostitutas. Aprendi muito sobre elas. É graças a elas que deixam de ocorrer tantas violências domésticas e até estupros. Seja como for, é também um trabalho de amor. Não me interessa se você discorda, eu levei muito tapa na cara por causa disso pois décadas atrás eu admito que também não concordava com a profissão mais antigas de todas. Tem algum motivo para ser tão antiga. A maior das discípulas de Jesus foi Maria Madalena, uma prostituta. Curiosamente seus ensinamentos não aparecem no Evangelho. Mas tenho certeza que foi pessoa de imensa sabedoria. E quem sabe talvez realmente casou com Jesus e foram para a India como constam tantos relatos históricos que apontam que depois do Calvário Jesus tenha ido para a Índia onde existe até um túmulo para ele. Mas isso é outra coisa.


Conheço também pessoas que aceitam qualquer trabalho em magia. Mas tenha certeza de que estas também vão fazer uma consulta antes para saber onde estão se metendo.


Então pretende chamar um grande espírito, um Rei, um Presidente, Arcanjo ou que for, criaturas dos mais altos escalões para chegarem na sua casa e verem que falta tudo por que você não preparou o necessário por preguiça na maior parte das vezes?

Vou repetir: preguiça. É a maioria dos casos de quem não quer fazer o trabalho. E para esses, sem perdão.

E novamente cito, que realmente existem casos de necessidade maior. Porém, não adianta tentar aprender algo tão complexo como Cirurgia Neurológica se nem fez o primeiro nível na escola. É melhor procurar quem saiba o que está fazendo.




Mas em caso de necessidade verdadeira?


Sempre é necessário que a própria pessoa reconheça que precisa de ajuda.
Não é vergonha precisar de ajuda. 


Então a situação é quando a pessoa realmente não tem como fazer as coisas.

Se é apenas um novato, deve entender que a magia de Evocação demora anos de aprendizado e prática para começar a trazer resultados consistentes.

Repito, não acredito em 99% dos relatos de gente sem experiência falando que conseguiram grandes coisas. Normalmente foi apenas coincidência.

Se a pessoa realmente precisa de algo, mas não tem experiência, é melhor que procure ajuda de quem sabe o que fazer. Peça informações, não fique na primeira opinião. Não vá atrás de propagandas de resultados milagrosos pois certamente já são um alerta de charlatanismo.

E em tempo de dificuldades sérias, ajoelhe-se ao lado da cama e faça sua oração sincera. É o melhor de tudo.

Ou procure áreas como as Terreiras de Umbanda, Centro Espírita e tantas Igrejas que fazem um serviço voluntário, mas certamente requerem muito tempo, ninguém vai comprar uma briga sua, tudo será feito em etapas graduais.


Não tenho vergonha alguma em dizer que já estive tantas vezes buscando ajuda destes grupos que muito me ajudaram. Mas nunca pedi nada de graça, nunca tentei que me dessem algo além do que poderiam fazer.


Repito, não tenha vergonha de procurar grupos de tantas áreas que fazem um serviço para os demais.


Assim, procure Centro Espírita, Terreira de Umbanda e até as Benzedeiras da sua região. Esses certamente não vão atender pedidos do tipo “trazer um Ex” de volta ou solucionar uma crise financeira na sua empresa mas vão ajudar para que você consiga pelo menos ter os pés no chão novamente.

Estes vão ajudar para que a pessoa tenha a força e equilíbrio necessários, limpar energias negativas e ajudar para que a pessoa por si mesma encontre seu caminho de crescimento de novo.


Faça o que puder fazer no seu nível de aprendizado. Mas não tente pular etapas pois certamente vai trazer mais problemas.


P+

15/12/2018


Outros artigos sugeridos: 

.'.


Consultas e Trabalhos em Magia - Portuguese text


Readings and Magic Works - English text


.'.


quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Dæmons aparecem sem serem chamados?




Dæmons aparecem sem serem chamados?

Algo que aparece com frequência nos grupos e fóruns de debates são pessoas que alegam estar recebendo manifestações de dæmons sem serem chamados.

O comentário clássico é algo tipo:
“Sonhei com o espírito X que até me disse seu nome e também tem umas coisas estranhas acontecendo aqui, como vultos e até alguns problemas pessoais ou no trabalho mas eu apenas estava lendo o livro....”

100% das vezes eu acredito que a pessoa na verdade fez alguma coisa para resultar nisso.
Acontece que dæmons da Goetia não dão as caras sem ter recebido atenção anterior.
Repito: dæmons não vão se apresentar sem serem chamados.
Com certeza a pessoa nas suas leituras e práticas já viu o nome e características do espírito nalgum lugar e começou a repeti-lo por algum tempo com alguma intenção.

Os espíritos da Goetia NÃO são como os espíritos das linhas africanas, Exus, Orishás, Lwas, etc. que tiveram encarnação humana e por isso podem estar por aí e se grudar em alguém facilmente por iniciativa própria, sem serem chamados.
Já alerto sobre as misturas de práticas no livro Ritual Offerings e o problema de confundirem estas áreas.

Dæmon da Goetia estão noutra dimensão totalmente diferente e não tem nada a ver com Exu nem outras coisas!

Com toda certeza a arte da magia evocatória é um nível bem alto e não é o mesmo que aquelas simpatias que as pessoas leem por aí e fica por isso mesmo.

Na totalidade das vezes, eu faço a afirmação de que começar a sonhar ou ter manifestações com dæmons foi resultado de algum texto lido e até mentalizado no mínimo.

Em nosso país, se fosse algo ligado as tradições afro, até seria mais comum devido a maneira que as pessoas lidam e até nos jornais veem nomes e acham que não tem problema algum fazer aqueles "rituais fáceis", quando na verdade tantas vezes estão criando mais problemas para si lidando com algo para o qual não tem o necessário preparo.
Qualquer atividade com espíritos das linhagens africanas só deveria ser feita por um sacerdote devidamente iniciado para isso. Isso é muito sério. Até acender a famosa vela para Yemanjá na praia só deveria ser feito por alguém devidamente iniciado na religião. Até algo assim inocente vai atrair os espíritos das linhas africanas para a pessoa e mais adiante vão tentar conseguir mais desta, inclusive causando problemas para receberem oferendas para os problemas que elas mesmas criaram.

Esqueçam o que publicam por aí de linha africana como se qualquer um possa fazer. Não é assim e a muito do que aparece é uma armadilha para fisgar clientes.

Para lidar com estes espíritos a pessoa precisa ter os "assentamentos", aquelas coisas todas que as pessoas vêem em fotos e filmagens das terreiras que são a ancoragem necessária para poder lidar com essas energias.
Nessa área das práticas de matriz africana geralmente tem dois grupos: os que republicam material e apenas são curiosos da área, incluindo os que são apenas místicos que na verdade não sabem o que estão fazendo. E os outros que, infelizmente publicam material para “atrair” clientes pois sabem que essas publicações vão causar logo a frente novos problemas como resultado de mexer inocentemente com energias que não conhecem e por não saber como lidar e oportunamente. Quem publica isso já coloca seu telefone para contato se “oferecendo” para ajudar e vender novos “serviços” para resolver um problema que a pessoa não tinha antes. Ou seja, isso é feito para fisgar clientes. Charlatões.

Por que eu falo isso? Eu mesmo já fiz muita coisa errada desde os anos 70, achar que algo não teria problema apenas mentalizando indo ao extremo de quebrar a cara e também por acreditar em charlatões incluindo os que ajudei muito, mas que cospem no prato que comeram.


E claro, tem os que tentam esconder algo mais

Eu participo de grupos ocultistas na internet desde o século passado, quando a coisa mal estava começando. E muito antes disso eu já tinha uma vida pessoal ligada a essas áreas quando as coisas eram sempre ao vivo, nós precisavamos ir nalgum lugar para encontrar as pessoas e trocar informações e receber aprendizado.
E com o tempo, conhecemos tantos que tentam fazer algo por conta própria, entram numa tremenda confusão e depois agem como crianças tentando negar que tenham feito alguma coisa.

É preciso repetir e ser bem claro que muitas dessas pessoas que alegam estar recebendo manifestações não solicitadas, na verdade fizeram muito mais do que apenas ler um livro.
São as pessoas que sem qualquer estudo ou preparo, decidiram por conta própria chamar espíritos, sejam dæmons ou anjos para algo maior sem o mínimo de preparo que geralmente consideram muito trabalhoso, demora muito ou custa dinheiro.
E tantas vezes sem o mínimo de respeito, especialmente quando tentam chamar os grandes espíritos, os mais poderosos. Sejam Anjos ou Dæmons.
Querem de cara grandes resultados, conjurar Lucifer, Astaroth, Asmodeus ou os grandes Anjos que também não são bonzinhos quando o chamado é algo irresponsável. 

E isso é muito sério.
Tantas pessoas na verdade esperam um show de circo, acham que vão assistir efeitos visuais como nos filmes de fantasia.
Porém, no momento que tiverem uma única manifestação verdadeira, vão descobrir no ato que lidar com esses espíritos não é o mesmo que assistir um filme na TV. Será algo muito real e nem falo de aparições, bastam apenas algumas pequenas pancadas bem dadas na vida da pessoa para não ter dúvida de que cometeu algo bem arriscado. 

Os tratados clássicos, os grimórios medievais e também os bons autores modernos, seguem procedimentos de segurança que já tem muitos e muitos séculos, alguns já tem origens de milhares de anos.

E o que acontece? Alguém está com preguiça, ou quer resultados rápidos e decide que basta olhar na tela do telefone celular o nome do espírito e chamá-lo. Alguns pegam uma folha de papel "usado", e tem quem ache que não precisam sequer acender uma vela.
E outros tantos absurdos. Já vi reaproveitar papel de caixa de bombom, pegar até vela que sobrou de bolo de aniversário entra tantas coisas. Isso é mesquinharia e uma imensa falta de respeito que certamente não será perdoada.
Quer conjurar um grande Príncipe, um Rei, um Poderoso Anjo e fazem isso como se fossem algum qualquer que não merece respeito?
Querem chamar espíritos que facilmente podem arrasar com a vida de uma pessoa dessa maneira?

Claro que em casos extremos, tempos de reais dificuldades pessoais a pessoa realmente pode não dispor de recursos porém nesse caso vai fazer o melhor que puder, usar o que tiver de melhor. Mesmo que seja apenas se ajoelhar ao lado da cama e rezar. É melhor fazer isso do que se meter onde não tem condições. Os espíritos sabem muito bem a diferença entre "não poder fazer" e "não querer fazer" e principalmente, sobre "se a pessoa realmente precisa" e principalmente, "se tem mérito".

Vela o artigo: Pode-se Conjurar Dæmons e Anjos Sem Preparo?

Assim temos muitos relatos nos grupos, praticamente semanais, de manifestações em que na verdade a pessoa está mentindo descaradamente, se fazendo de vítima e sendo oportunistas na intenção de que alguém resolva o problema que criaram mas querem que isso seja feito de graça.

Pensem por alguns segundos. Eu e outros tantos, temos uma capacidade de vidência e também se for o caso de oráculos como o Tarot desenvolvida por décadas de trabalho na área. Isto significa que eu sei no ato se a pessoa está mentndo. E pior ainda se insistir nisso, o que é uma total falta de respeito. Pois que vão mentir noutro lugar.

Infelizmente isso acontece muito e tenho até mensagens de voz registradas aqui de pessoas chorando feito criança pequena por causa dos problemas que estão acontecendo. Porém se fazendo de falsas vítimas insistindo em querer tudo de graça enquanto estão mantendo um bom padrão de vida. Mesmo quando os problemas sérios começam, ainda assim tentam obter vantagens sem terem qualquer mérito. Tenho outros tantos registros de pessoas assim, sendo até rudes quando os problemas já são muito evidentes.
Geralmente essas pessoas devido a sua postura oportunista, acabam caindo nas mãos dos espertalhões que oferecem uma ajuda fácil e barata, porém são verdadeiras armadilhas e as pessoas perdem muito mais dinheiro e tempo além do prejuízo muito maior que vai com toda certeza acontecer pela sua falta de respeito, tanto com os espíritos quanto com as pessoas que tentaram enganar para conseguir ajuda de graça pois mostram que não merecem ajuda e nesse caso, é até uma característica dos Anjos, terão que passar até por sofrimento para aprender a valorizar e respeitar sejam espíritos, sejam as pessoas.


E por último ainda nesse assunto, é claro que muitos vão alegar "que não sabiam". Novamente, a ampla maioria teve preguiça de ler os livros e se preparar. Falta de informação não é desculpa pois o que não falta é material alertando sobre os riscos e sobre o que é necessário fazer.



Mas e sobre a Goetia?

Qualquer manifestação com espíritos da Goetia sempre têm uma origem no que a própria pessoa fez.
Repito: minha opinião a respeito é que a própria pessoa fez algo para isso acontecer.
Tratando-se de Goetia, as pessoas devem usar a memória sobre o que leu, experimentou e tentou.
Mesmo que os títulos sejam diferentes, existem misturas de práticas com textos de tantas áreas, Wicca, Luciferianismo, Goetia, Anjos, Mestres Ascensos, etc. que estão misturados com coisas das linhas de matriz africana. Quem é leigo facilmente entra na coisa sem saber recitando textos e nomes sem saber o que são realmente.
Repito, certamente lembrando que existem muitas misturas de práticas, e nomes de espíritos e dæmons aparecem facilmente até em textos sobre algo que não teria nada a ver.
Sendo muito explícito: existe mistura de Goetia com religião de matriz africa, Wicca, etc., mas nem sempre são os mesmos espíritos, porém de outros que “fingem” ser aqueles ou no máximo no plano astral tiveram algum contato, mas ainda assim não são os mesmos. Apenas usam o mesmo nome.

Continuando, o que se observa como sendo a coisa mais comum é a pessoa ler um livro sobre o assunto e já estar mentalizando algo tipo:
-Puxa vida, esse dæmon aqui seria legal, por isso e aquilo...”
E começam a repetir mentalmente o nome do dæmon. Isso já é um contato. Mas sem qualquer proteção ou método adequado.
Então não se trata da pessoa falar "que não sabia" para agora citar coisas que acontecem e achar que outros que tenham vidência não enxergam o que realmente houve.
Mas eu enxergo! São algumas décadas de trabalho, então isso é algo que posso dizer.
Eu pessoalmente afirmo que 100% das vezes de tais aparições e sonhos tem origem no que as pessoas por si mesmas meteram a cara por si mesmas.
Tenho minha visão e poderia citar o "quê" e o porquê a pessoa fez isso, mas no caso de um grupo de debates não vou expor as intimidades da pessoa em público obviamente.

Vou repetir sendo bem explícito:
Espíritos das linhas africana e espíritos de mortos estão em qualquer esquina e esses sim podem dar as caras sem qualquer convite pois querem "comer", querem oferendas e vão dar as caras para a pessoa mais leiga do universo.
Ainda mais em nosso país que as linhas africanas são muito disseminadas então eles também vão atuar "regionalmente".
Se na sua cidade ou região tiver alguém da linha, vai ter espíritos por perto numa área relativamente grande e que vão sim se grudar em qualquer um que passar por uma encruzilhada, ou seja, qualquer esquina que já é um território natural deles.
Mesmo andando na rua já é possível pegar um “encosto” que poderia estar transitando perto de alguém.


Mas os dæmons poderiam vir assim sozinhos? 

Vou dizer de novo: os dæmons da Goetia, precisam ser chamados, conjurados.  Dæmons da Goetia não vão vir sem alguma espécie de chamado.
Se existem por séculos procedimentos formais de ritualística na magia para chama-los, é porque eles não fazem a menor questão de dar as caras, por isso os rituais, do mais simples como a mentalização ao mais decente ritual evocatório com as necessárias ferramentas, conjurações, orações, materiais, etc.
Repetindo: Se algum dæmon deu as caras nalgum momento o nome dele com toda certeza foi mentalizado, repetido ou chamado. Não tem como eles aparecerem por si só porque repito, eles não fazem a menor questão disso pois não precisam de nada.

E como citado acima, muitas pessoas na verdade fizeram tentativas de rituais sem o menor preparo e depois mentem, pensando que nós não enxergamos o que realmente fizeram. 

É preciso enfatizar em nosso país por causa da mistura com religiões  de matriz africana.
Espíritos das linhas de matriz africana podem aparecer na vida de qualquer um porque buscam oferendas, querem comer. São espíritos que já tiveram vida humana e precisam de energia desse plano.
Uma coisa que boa parte das pessoas sabem é que ao avistar alguma oferenda de religião africana nalgum local, uma esquina, perto de uma cascata, rio, estrada ou cemitério o ideal é nem passar perto. Nesses casos além da energia das entidades que estão recebendo a oferenda, sempre tem muitos espíritos de mortos por ali, que também se alimentam dos restos e vão causar muitos problemas também.
E se precisar passar perto, minha sugestão é pedir "com licença e que fiquem em paz". Casos de pessoas com problemas por não respeitarem oferendas é o que não falta. E não acreditem naqueles vídeos de pastores valentões de certas igrejas desmanchando trabalhos nas ruas, estradas e cemitérios.
Na maioria são falsas oferendas que eles mesmos colocaram para fazer o vídeo. Se for oferenda de verdade, tenha certeza de que depois do vídeo eles tiveram problemas e conheço muitos desses que mexem onde não devem, e tem suas famílias totalmente desestruturadas e muitos problemas pela sua falta de respeito.

Portanto, respeite as demais linhas da espiritualidade. Se você não gosta, apenas se afaste, mas não tente uma briga para a qual você não terá condições de segurar sózinho. 


Já os espíritos da Goetia nunca tiveram uma vida encarnada como humanos, e não precisam de nada.
Então espíritos da linha da goetia só vão aparecer se realmente houve nalgum momento um contato.
Ou um chamado. Se existe todo um processo de ritual para convencê-los a vir até nós já é um sério indício de que não fazem a menor questão de vir até nós.

Essa é uma enorme diferença entre espíritos de mortos e Exus que já tiveram encarnação humana e continuam precisando se “alimentar” das nossas energias e oferendas.
Por outro lado, dæmons jamais tiveram encarnação humana, então eles não precisam de “oferendas” para continuar a existir. Para alguns dæmons é uma ofensa enorme a pessoa oferecer qualquer coisa.
Entidades de linhas afro tiveram encarnações humanas e são muito recentes. Por outro lado, dæmons foram deuses das antigas civilizações e alguns são anjos e todos têm milhares e até dezenas de milhares de anos até muito antes de todas civilizações conhecidas.

Ilustração de "The Citadel Of Fear ,1942"
Arte: Virgil Finlay (1914-1971)



Mas o que fazer se acontecer?

Primeiro de tudo a pessoa tem que assumir e ser sincero.
É preciso revisar que tipos de materiais esteve estudando.
Se estava lendo sobre a Goetia, revisar, pois, nalgum momento mesmo sem intenção começou a mentalizar algo ou até falar em voz alta o nome daquele espírito e dessa maneira atraindo sua atenção.
Se estava lendo material que achou na internet ou algum livro de outra área esse material poderá estar contaminado com a mistura de informações ou até corrompido mesmo.
Assim, basicamente fazer banimentos, orações para os anjos guardiões, fazer o LBRP (aqui conhecido como RMP) e até banhos de ervas vão ajudar a limpar a área de novo.
RMP é o Ritual Menor do Pentagrama, em inglês LBRP - Lesser banishing ritual of the pentagram
E claro, se assumir que chamou o espírito, apenas uma simples oração agradecendo pela presença e ordenando que se retire.
Em casos mais graves, a pessoa vai precisar de ajuda de quem sabe o que fazer para banir os espíritos. E nesse caso, vai sim ter que pagar uma consulta formal e também por rituais para banir as energias, proteger-se e poder voltar a caminhar com as próprias pernas.


Como ler com segurança

Certamente precisamos lerpara nosso aprendizado e evolução.
No caso de livros de magia isso precisa então do estudante uma postura respeitosa.
Quando você toma um livro em suas mãos, terá mais do que palavras.
Alguém dedicou tempo e trabalho para trazer essas informações até você.
Daí sempre ser necessário valorizar o que tem em mãos.
Um dos simples motivos pelos quais as cópias piratas não são adequadas, ainda mais em se tratando de espiritualidade.

A prática da magia requer que a pessoa obtenha mérito pessoal até que algum dia isso possa realmente tornar-se como autoridade espiritual.
Mérito significa conquistar os merecidos prêmios pela realização de algo.
Acontece que magia só acontece se a própria pessoa fizer a sua parte, colocar seu esforço verdadeiro, dedicar-se.

E lidando com espíritos, desde o início, eles estão observando a pessoa. E sabem se o que obteve foi merecido ou não. Assim, certamente alguém que não valoriza nem respeita quem lhe trouxe um ensinamento, o que inclui roubar material que na verdade é o que a pirataria significa, certamente não é bem vista.
Existem muitas fontes de informação sobre praticamente tudo, disponibilizada pelos próprios autores e também as que realmente estão em domínio público. Mas se depender do esforço de outros, esses devem ser valorizados também. Veja o caso de quem não conhece a língua inglesa que é fundamental para qualquer um que pretenda encontrar material e autores de qualidade. A alternativa é usar os tradutores online como os da internet, que já dão um razoável resultado. Ou estude pelo menos um ano ou dois para ter uma base do idioma e continuar aprendendo. Veja, um ou dois anos não são nada pelo tempo que se necessita para aprender sequer o básico da magia.

Isso faz parte da pessoa ter mérito e portanto, estará desenvolvendo energia pessoal que fará parte do seu próprio círculo de poder pessoal, algo necessário para se proteger contra energias negativas.
E autoridade espiritual é algo que só vai se conquistar pela soma de muitos méritos e anos e anos de trabalho sério, dedicado e constante.

Quando se abre um livro de magia, procure sempre ter a mente reverente às energias maiores, para Deus ou quem você cultue, elevando seu pensamento e procurando entrar num estado adequado pois aquele estudo também é sagrado.

Muitos grimórios inclusive falam explicitamente na sua introdução sobre como o livro deve ser estudado, geralmente primeiro evocando ao Altíssimo e até mesmo sobre ler o livro dentro de um círculo mágico.

Ao ler as palavras do livro, tenha ciência de  que isso estará vindo fazer parte do seu aprendizado e por si só já é uma forma de conexão com aquelas energias.

Então faça seu tempo de estudo algo sagrado também.

E ao terminar cada seção de estudos, agradeça e peça que quaisquer energias que tenham vindo se retirem em paz para sue local de origem.




Mas tem os maus casos

Outro caso que infelizmente observamos muito, são os das pessoas que propositadamente chamaram pelos espíritos, mesmo que apenas recitando seus nomes e descaradamente mentem para nós.
Vou ser enfático: muitas vezes as pessoas mentem para nós, se apresentam nos grupos se fazendo de vítimas, como se fossem uns coitadinhos inocentes.
São os oportunistas.
E pior, continuam mentindo descaradamente e até nos enviando mensagens em privado choramingando para tentar conseguir consultas de graça, para que alguém resolva o problema que eles criaram.
Realmente, algumas pessoas mentem para valer mesmo com problemas graves continuam sendo oportunistas.
Eu posso em meu próprio direito olhar a pessoa e fazer a afirmação de que ela realmente fez algo, tenho minha visão bem desenvolvida e não preciso do Tarot para confirmar isso.
E não sou o único que enxerga um oportunista tentando se fazer de vítima.
Esses são os piores de se lidar pois continuam querendo resultados fáceis, sem esforço.

A Goetia tem procedimentos a serem seguidos. Não é algo a ser lidado levianamente.
"Os espíritos da Goetia são poderosos, mas perigosos. 
São perigosos porque são poderosos." 

Mas nós também estamos alertas sobre isso.
Os que realmente de forma inocente contataram com esses espíritos, apenas precisam aprender a usar o poder da oração, RMP e até banhos de ervas se necessário.
Mas outros, os oportunistas que se fazem de coitadinhos, sempre vão se revelar já colocando outros problemas ou algo que querem obter para suas vidas, confirmando sua má intenção.
E obviamente, os oportunistas sempre são os primeiros a dizer em público que nós somos malvados por não ajudar de graça a resolver seus problemas que eles mesmos criaram.
Nesse caso, além de oportunistas mostram ser preguiçosos que não merecem ajuda.
Um exemplo de um destes “coitadinhos” querendo consulta e até trabalho em alta magia de graça, foi aquela pessoa que relata que começou a ter sonhos e etc., mas logo colocou que isso atrapalhava sua “nova empresa”, ou queria atrair alguém por luxúria, etc. e então querendo mais coisas para ajudar a impulsionar seus negócios, suas luxúrias e sendo explícito (mentindo) sobre não ter recursos para pagar por nada, nem por uma vela.
Veja, a coisa começou com uma falsa vítima citando “sonhos” e manifestações que não sabia porque estavam ocorrendo. Na verdade, a pessoa fez um monte de coisas em magia tentando se dar bem.
E o que era a tal nova empresa? Num exemplo real, “apenas” uma revenda de automóveis, com terreno e prédio próprio construído em área nobre para isso e já com um belo site na internet mostrando as instalações luxuosas incluindo as fotos da belíssima sala da diretoria (e boas garrafas de whisky a mostra) no melhor nível e com mais de 50 carros no pátio, todos 0Km ou seminovos. Apenas alguns muitos milhões de investimento e chorando para ganhar consulta e magia de graça?
Claro que é um exemplo um pouco maior de pessoa mesquinha sendo oportunista.
Mas noutras vezes pode ter sido apenas alguém tentando conseguir sexo, ou alguma outra coisa de interesse pessoal para sua vida que até pode ser válida se, e somente se isso for feito sem tentar se dar bem nas costas dos outros.
Assim, aspectos a serem pensados.

Assim, para finalizar vou repetir: dæmons da Goetia não aparecem sem um convite muito explícito.

P+ 
04/12/2018



Outros artigos sugeridos: 


.'.


Consultas e Trabalhos em Magia - Portuguese text


Readings and Magic Works - English text


.'.


domingo, 28 de outubro de 2018

Limpeza e Proteção da Casa com Banhos de Ervas

Levi Cleaning the Place Up
Photo: Sarah - IronicAlchemist - USA


Magia Prática para cuidar da sua casa.


Tem duas coisas básicas que são usadas regularmente para limpeza e proteção contra forças e espíritos negativos. Uma é a defumação e a outra é lavar nossa casa, escritório, empresa com ervas.

Aqui vamos comentar sobre a lavagem e como isso também pode ser melhorado.


Basicamente prepara-se as ervas em fervura, como se fosse para um banho de ervas normal. Uns 2l de água e depois coloque num balde com mais água fria.

Você pode consagrar o preparado para adicionar mais energia é claro:
Coloque suas mãos sobre o balde/recipiente e diga:
"Evoco o Grande Poder de Deus, criador de todas as coisas. 
Que essas águas e ervas sejam abençoadas e consagradas e nos tragam suas boas virtudes de purificação e fortalecimento físico e espiritual. Amém."


Se for para banir (expulsar) energias, comece na parte mais distante da entrada e levando até a saída.
Assim se for para atrair energias, comece na porta de entrada e venha até a parte mais interna.


Sempre é interessante passar na sua casa/escritório/templo as mesmas ervas que estiver usando para si. O motivo é simples que é de atrair para o ambiente o mesmo que deseja para si.

Claro que as vezes vamos precisar fazer coisas diferentes pois principalmente quando o ambiente tem outras pessoas queremos também outras energias, principalmente quem tenha escritório, empresa, mas também quem tem família pode precisar usar ervas que sejam mais adequadas para todos.


A Limpeza Maior



A abordagem tradicional é pegar um balde, esfregão ou pano de chão e passar em tudo, mas sem precisar molhar muito.

De preferência fazer isso após ter limpado o piso de maneira normal que é para tirar a sujeira acumulada. 

Após isso, proceda a lavagem com ervas, mas não precisa encharcar o pano, pelo contrário. O ideal é molhar no preparado de ervas, torcer bem e apenas passar por cima do piso para umedecê-lo.
Lembre-se isso é para lidar com energias e não com sujeira física. 
Lembre-se de também passar nas portas, janelas, maçanetas. E se possível nas paredes.
E se conseguir alcançar, passe também no teto.

Para quem mora em casa, sugiro lavar do lado externo também, todos cantos, portas, janelas e paredes. E até na cerca ao redor de toda moradia.

Para facilitar essa parte externa, eu costumo usar um regador de jardim para passar assim ao redor da casa, muros e até na calçada. Claro que isso é adequado para quem tenha um quintal não muito grande.


E claro, dependendo do local, as vezes é preciso lavar tudo prá valer mesmo, encharcando bem os panos, aplicando em pisos paredes e até o teto. Muito válido para construções mais antigas, locais onde passam muitas pessoas ou se já houve acontecimentos como falecimentos na moradia.



Quando fizer uma limpeza dessas, após tê-la feito você mesmo(a) deve tomar um banho de ervas pois as energias que estavam no ambiente vão afetar você de alguma maneira.


Atenção: 
Nunca tente jogar seu lixo nas costas dos outros. O prejudicado sempre será você!
Se for pedir para outra pessoa fazer isso por você, por exemplo, um funcionário seu que não sabe nada a respeito de suas atividades na espiritualidade ou magia, a pessoa obrigatoriamente deve ser alertada sobre o que estará fazendo. A pessoa pode ser completamente leiga no assunto, ou talvez ela tenha sua própria área na espiritualidade e perceberá sua intenção, podendo agir até contra você. 
Falo muito sério. Nem pense em usar alguém para fazer isso sem que esteja avisada do propósito da operação e concordar com isso.
O motivo é bem simples pois uma pessoa desavisada será alvo fácil para quaisquer tipos de energias negativas que possam estar no ambiente. E em qualquer situação, caso aconteça algo com ela você será responsabilizado e terá que arcar com as possíveis consequências.Se for uma pessoa leiga, já durante a lavagem poderá ter dores no corpo, náuseas ou pior, ter que ficar alguns dias sem trabalhar. Mas se for alguém que você talvez nem sabia ter uma vida espiritual, os espíritos protetores da pessoa vão cobrar de você e jogarão as energias negativas contra você. 
 
Ok?

Então essa é a limpeza maior do ambiente


Mantendo seu ambiente limpo

As lavagens maiores podem ser feitas com intervalos relativamente longos de tempo dependendo de como o local é usado. Numa moradia normal, 1 a 2 vezes por ano é mais que suficiente.

Depois teremos as "limpezas de manutenção" assim se o ambiente já estiver razoavelmente limpo de energias, podemos fazer algo mais simples.

E claro que as vezes temos uma emergência então precisamos de algo muito prático para resultados mais rápidos que obviamente se necessário depois serão complementados por uma lavagem completa e formal.


Essa sugestão ótima é do Brother Molch 9.: 6.: 9.:, sempre uma sensacional fonte de ensinamentos práticos e sólida experiência.


Nem sempre lavar tudo, piso, paredes e até o teto é tão fácil.

Uma coisa simples em caso de necessidade, é pegar o preparado de ervas numa vasilha e usando os dedos respingar por todos cantos e partes da casa, escritório. Vai funcionar mas claro que não é o mesmo que literalmente lavar tudo, mas OK e com certeza é muito melhor que nada.



Então a grande sugestão que melhora muito o processo é usar um borrifador, a foto é só um dos muitos modelos, encontra-se fácil nos supermercados, lojas de agropecuária e jardinagem.
Coloque o preparado de ervas no borrifador e faça como uma limpeza padrão.
Você pode consagrar o preparado do borrifador da mesma maneira sugerida acima. 

 O borrifador vai ser aplicado nas portas, cantos de cada peça, piso, nas paredes em caso de peças grandes, na direção do teto, portas e janelas. E é sem precisar detalhar tanto cada parte.

Você vai observar que uns poucos dedos de líquido no borrifador já servem para uma casa inteira.

Para quem mora em casa, sugiro aplicar no lado externo também, todos cantos, portas, janelas e paredes. E até na cerca ao redor de toda a moradia.  Já comentei acima sobre usar o regador, mas em situações normais, o próprio borrifador já será suficiente para um reforço nas suas limpezas e proteções.


Banho Rápido


Outro uso que observei ser possível com o borrifador é para uma espécie de "banho de ervas instantâneo" sobre si mesmo. Apenas borrife ao redor do seu corpo todo. Simples e prático.

Assim como todos banhos das práticas de magia, eu primeiro consagro as águas e ervas e ao aplicar em mim recito as frases dos Salmos 51:7:
"Purifica-me com hissopo, e ficarei limpo; lava-me, e ficarei mais alvo do que a neve."



Também uso isso para pessoas que conheço pessoalmente e me visitam então primeiro borrifo a ervas sobre elas logo de cara, assim é uma espécie de banho de ervas para elas e sem precisar tirar a roupa.
Repito, claro que banho ou lavagem total é melhor, mas isso ajuda muito pois nem sempre podemos fazer a operação toda e quando temos as coisas em ordem, fazer uma manutenção auxiliar é muito bom.


Eu uso dentro e fora de casa, assim no exterior passo toda parede externa da casa e por todo perímetro da cerca. E também como rende muito, na medida que caminho pelo jardim, até nas árvores e folhagens eu aplico. Até na caixa do correio eu aplico pois é interessante observar que até ali é necessário.

E também passo nos meus pets para protegê-los pois são muito sensíveis as energias.

E para potencializar, repito sobre aplicar principalmente em todas portas e janelas, assim como se tiver uma sala própria para suas práticas, nos quatro pontos cardeais borrifar fazendo o sinal da cruz com o borrifador enquanto aplica e citando a parte do Salmo 51 do Banho Salomônico: "Purifica-me com hissopo, e ficarei limpo; lava-me, e ficarei mais alvo do que a neve".

Lembrando que Hissopo é uma planta do hemisfério norte, mas aqui a Menta e até Hortelã podem ser usadas em substituição pois são da mesma família.
Claro que você vai usar outras ervas conforme necessário.

Isso vale para todos banhos EXCETO o banho de sal, que nesse caso apenas afasta todo tipo de energia (positivas e negativas) então NUNCA lave sua casa com sal pois é pedir para travar tudo.
Infelizmente já vi artigos por aí sugerindo passar sal na casa. Não faça isso! Na maioria das vezes o artigo é uma armadilha para prejudicar a pessoal e convenientemente quem escreveu já coloca seu telefone ao lado se oferecendo para ajudar nalgum "outro problema" que nesse caso certamente vai acontecer depois. 
Sal afasta tudo, então cuidado com ele. É necessário, mas deve ser usado sómente quando pode ser retirado, como num banho pessoal que deverá seguir-se de um banho para atrair energias.


Como sempre pedem, então algumas poucas sugestões de ervas bem básicas:
  • Arruda. Limpeza. Banir energias negativas.
  • Pétalas de Rosa. Força espiritual e no amor.
  • Louro. Limpeza espiritual, proteção, espiritualidade. É bom para dinheiro também.
  • Canela. Prosperidade, dinheiro.
  • Lavanda. Paz e calma.
  • Hissopo. Pode substituir por Hortelã ou Menta. Limpeza física e espiritual, remova a energia negativa e também é bom para proteção. 
  • Você também pode usar "Anil", aquele branqueador de roupas. Ajuda a afastar espíritos de mortos e larvas astrais.

P+
08/10/2018

.'.

Leia também:


.'.


Consultas e Trabalhos em Magia - Portuguese text


Readings and Magic Works - English text


.'.




sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Qual É O Melhor Espírito Para Uma Situação?


Qual deles vai resolver?
Autor da ilustração desconhecido.

Essa é uma pergunta que toda semana aparece nos grupos de magia, principalmente feitas por novatos sem experiência.

E sempre é a mesma coisa: “Qual melhor espírito para amor? Qual o melhor espírito para dinheiro? Qual o melhor espírito para emprego? Qual o melhor espírito para sexo? Qual o melhor espírito para proteção? E assim por diante. A pessoa nunca fez sequer uma pesquisa antes de perguntar e acha que a coisa é como escolher marca de sabão.


Magia é pessoal!

Entenda isso:
Se você pretende fazer magia,
a única maneira de encontrar o melhor espírito para cada caso
é ler e estudar as descrições dos mesmos.

Existem muitas maneiras de se fazer algo, e os espíritos, sejam Dæmons ou Anjos possuem múltiplas atribuições e boa parte destas sequer está documentada, mas vai ser apresentada pelo espírito na medida que a pessoa desenvolver um relacionamento com ele, o que demora muito tempo de prática.
Mas no geral, quase todos espíritos são capazes de ajudar também em quase todas áreas. Apenas alguns são melhores nisso ou naquilo. E mesmo assim, tantas vezes é apenas uma simples questão de interpretação de texto. Por exemplo, espíritos que ajudam em amor, obviamente estão relacionados a amizades, família e preste atenção: "negócios". Compare seu negócio com sexo apenas trocando as palavras e vai perceber o quanto são áreas semelhantes. Apenas um exemplo.



Magia é resultado de prática pessoal.

Nós aprendemos pela prática. O estudo é necessário, mas a prática é fundamental.

Assim, se você não tem nem o estudo e nem a prática, considere em solicitar o trabalho de quem tenha experiência, inclusive eu mesmo é claro. 


Outro importante motivo para evitar a generalização é que a sua situação também é pessoal. É a sua vida e, portanto, diferente dos outros.
Quando você observar exemplos de sucesso citados por outras pessoas, sempre é importante prestar muita atenção a quem está falando, que tipo de vida possui, o que buscava.



O que é que realmente está havendo?

Quando você analisa a situação, isso já é parte da solução também pois assim terá mais clareza do que precisa ser feito.

Também é preciso saber quais aspectos da situação cada espírito pode atender.

As listas por especialidade são sempre incompletas pois todos espíritos tem várias habilidades.

Não adianta pedir “dicas” às cegas, sem apresentar claramente a situação. O que certamente em grupos públicos requer discrição dependendo do caso.

E quando você recebe "dicas" de alguém que não sabe o está realmente ocorrendo, certamente essa poderá ser inadequada.

O que foi bom para um, pode ser o oposto daquilo que você precisa ou até piorar a situação.



Alguns Exemplos

Observe que vou apresentar exemplos até estranhos.
Mas é o que verificamos na maior parte das vezes quando as pessoas pedem "dicas" as cegas e as respostas que aparecem levam para isso.

Esses exemplos são baseados em décadas de observações pessoais, portanto, estou citando situações reais.

Vou repetir: é o que acontece quando pedem "dicas" e as pessoas não sabem do que se trata, assim, cada um vai dar um palpite ao acaso de acordo com o tipo de vida que tem.

E como alerta para os estudantes da magia, isso serve também para quem apresentar sugestões. Quem é que está pedindo? Essa pessoa contou a verdade? Será que essa pessoa depois vai te acusar pela sua falta de resultado?


Alguns exemplos para se pensar antes de pedir e ou de responder com responsabilidade:
  • Qual espírito é melhor para a dor?
  • A pessoa chama o telefone da farmácia e pede um analgésico para dor. Não fala mais nada ao atendente. Pega um envelope de Ibuprofeno que é bem baratinho e pronto. No dia seguinte está hospitalizada com apendicite aguda ou uma úlcera já no último grau. Ou morre logo mais porque tinha levado uma facada na barriga. A farmácia é processada por ter vendido um remédio por telefone.
  • A pessoa tem uma vida de sofrimento porque acha que dinheiro é pecado, que é errado dizer não para qualquer coisa. Aliás, a pessoa pensa que tudo é pecado ou que não tem merecimento. Alguém sugere um espírito do tipo "guerreiro". A pessoa é estimulada a bater de cara com todo tipo de situação que não sabe lidar e vai parar no psiquiatra.
  • Alguém está sendo assediado por demônios. Sofre constantemente. Indicam todo tipo de coisa. Na verdade tratava-se de um viciado em cocaína necessitando urgente de tratamento psiquiátrico formal. 
 
  • Qual o melhor espírito para o Amor?
  • A pessoa está sózinha e querendo um novo amor na sua vida. Mas não fala nada. Alguém indica um espírito genérico que acaba trazendo de volta um Ex lá do passado com todas suas mágoas e que vai estragar a vida da pessoa de novo. 
  • A pessoa está com problema conjugal por problema financeiro, mais nada. Alguém indica um espírito de "luxo" que estimula a pessoa a fazer mais empréstimos no banco, aproveitarem em festas e viagens e terem uns dias maravilhosos. Dias depois são despejados de casa e não tem nem onde morar e separam-se. 
  • A pessoa está bem e pensa em proteger e ajudar a crescer seu amor. Alguém sugere um espírito que mexe com a mente das pessoas e em pouco tempo estão mentindo um para o outro sem motivo e a confiança entre ambos é destruída. 
  • A pessoa é romântica, quer recomeçar sua vida de forma melhor. Alguém indica um espírito de luxúria e ela se vê envolvida com pessoas que só querem sexo e ela fica muito frustrada sentindo-se apenas usada. 
  • A pessoa está com problema de amor em família ou amigos. Alguém sugere um espírito manipulador e começam a ocorrer brigas que atrapalham mais ainda harmonia entre as pessoas.
  • A pessoa até diz que quer reconquistar um amor. Na verdade quer vingança e destruição da pessoa mas os espíritos indicados são para a aquela pessoa perceber seu "amor" (que não existe) então obviamente a pessoa percebe que é mais um ataque se afasta mais ainda.
  • A pessoa quer reconciliação e pega a sugestão de um espírito que é melhor para sexo. Acabam ficando juntos por alguns dias pelo aspecto sexual, mas logo separam-se de novo pois o que precisavam era aprender sobre convívio e companheirismo. 


  • Qual o melhor espírito para dinheiro? 
  • A pessoa não tem nada e alguém indica um espírito de Jupiter de prosperidade que multiplica o que a pessoa tem. Como não tem nada, multiplica a miséria.
  • A pessoa na verdade quer aumentar sua renda como funcionário de empresas. Sugerem um espírito que apresenta vagas com salários altíssimos e a pessoa larga o que tem e vai as cegas, afinal, é a famosa Empresa X. Resultado: é demitido rapidamente porque não tem aptidão para o cargo e fica um tempão desempregado. 
  • A pessoa apenas pergunta por dinheiro mas ninguém sabe que é um empresário de certo porte. Recebe uma sugestões que não tem nada a ver com administração empresarial e perde um tempão tentando adaptar dicas do tipo sobre como economizar papel higiênico ou como promover uma banca de cachorro-quente.
  • O empresário apenas quer atrair mais clientes sem estrutura para isso. Alguém indica um espírito para atrair clientes de tudo quanto é lado e dias depois estão atolados em reclamações por mal atendimento e perdem todo mercado.
  • Um empreendedor criou um novo serviço, realmente muito bom para um mercado de alto valor.  Os espíritos indicados realmente fizeram que estivesse na sala do principal interessado na área, e seria a melhor propaganda de todas. Porém o sujeito não tinha preparado nenhuma apresentação visual do serviço, apenas explicava a idéia verbalmente. Ou seja, só tinha "conversa". Não se deu ao trabalho sequer de fazer slides até com Powerpoint (imagens gráficas) para ilustrar suas idéias. Foi totalmente queimado no mercado que pretendia entrar. Espírito certo, pessoa despreparada.
  • Um investidor quer usar melhor seu dinheiro em ações. Mas sugerem um espírito que não tem nada a ver com esse mercado de ações. E ele empata todo capital da familia num investimento que vai ficar bloqueado por anos. Quebrou a família.
  • Um empresário quer vender mais e alguém sugere um espírito que vai trazer clientes de boa qualidade porém exigentes. Só que o produto é uma porcaria, feito para o nível mais baixo ou seus funcionários são mal tratados. A empresa fecha.
  • A pessoa quer dinheiro. A sugestão traz espíritos que lhe apresentam um emprego!

  • Qual o melhor espírito para sexo? 
  • A pessoa quer melhorar seu relacionamento?
  • Quer atrair parceiros e não tem o menor cuidado pessoal?
  • Precisa de ajuda para melhorar sua líbido, desejo ou recuperar vitalidade?
  • Quer fazer sexo diferente? 
  • Precisa apenas encontrar parceiras(os)? 
  • Quer alguém na sua porta? Mesmo que seja o dobro da sua idade ou alguém tão jovem que te colocaria na cadeia no mesmo instante? Ou quem sabe vai vir alguém desagradável ao extremo, mas lhe querendo? 
  • Quer sexo por interesse de fazer dinheiro dessa forma? Pode aparecer uma pessoa muito rica que pode ser violenta, feia demais, aborrecida, grosseira, carrasco, egoísta, etc.



Repito, são algumas coisas clássicas e resultados desagradáveis e repito, muitas vezes observadas em tantas vezes que pedem as coisas sem a menor indicação da real necessidade e pouco tempo depois aparecem reclamando dos resultados que tiveram apesar de avisarmos para nem tentar a coisa.



Magia Precisa de Intenção Clara

Os espíritos não vão adivinhar o que você está pensando ou deseja. Isso precisa ser dito claramente para eles.
Esqueça as bobagens newage de que a parte espiritual sabe o que você precisa. Eles sabem muito bem quem você é, mas as escolhas serão suas.
Inclusive o sofrimento é também uma escolha. Se a pessoa não quer reagir, não quer lutar contra o que for que esteja causando esse sofrimento, então por que algum espírito iria ajudar?
Esse é um simples motivo pelo qual é tão difícil de lidar com viciados. Se a pessoa não quiser mudar, muito pouco se consegue fazer.

É preciso estudar cada caso e é por isso que nenhum praticante sério de magia faz uma operação sem consultar seus oráculos antes mesmo de verificar descrições de espíritos. Isso é absolutamente necessário para entender o que realmente está ocorrendo.

E também, cada praticante vai ter prática e contatos diferentes com os espíritos. O que é fácil para um pode ser difícil para outro.



Antes de pedir dicas por aí, pense bem em quem são as pessoas que respondem. Que tal pedir dicas sobre vida saudável num grupo qualquer sem saber que ali muitos são traficantes?




É mais simples motivo pelo qual não faço magia sem consulta muito menos apresento preço as cegas. E também porque tantas vezes, as situações que me apresentam não precisam de magia, mas apenas de orientação!

P+
21/09/2018


Leia também: 

.'.


Consultas e Trabalhos em Magia - Portuguese text


Readings and Magic Works - English text


.'.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...