English readers and other languages: Many posts are in portuguese, you can use the Translate button at left side.

Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!
Mostrar mensagens com a etiqueta Goetia. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Goetia. Mostrar todas as mensagens

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Como Funciona A Amarração na Goetia e Noutras Magias?

Where is the love? (Onde está o Amor?)
Photo: Draysen - France
Note for english readers: Article about love binding. The word "amarração" is used meaning "tying" someone.



Aviso inicial: Se você chegou nesse artigo apenas querendo saber preço para "amarração" sem consulta, sugiro que faça uma pausa pessoal, respire e tente pensar que existem tantas coisas que talvez não tenha percebido e até encontrar soluções melhores.
Eu não faço magia as cegas, tenho minha ética pessoal e muito menos sou como alguns por aí que dizem fazer qualquer coisa oferecendo "milagres".
Eu só vou fazer algo conforme considere adequado para a pessoa pois de nada adianta ser omisso e fazer qualquer coisa em troca de dinheiro quando o trabalho não tem possibilidade ou vai até poderia piorar muito a situação da pessoa.

Certamente fique a vontade para procurar qualquer outra opinião que seja conveniente para você.
Não sou nenhuma Lei Universal e não pretendo isso.

Não estarei julgando você por fazer tal pedido, apenas vou analisar o necessário, apresentar orientações e explicar o tanto quanto possível a situação para de forma clara e sem prometer milagres que não existem sugerir que tipo de ação poderei realizar a respeito. Um simples motivo pelo qual prefiro as consultas por e-mail pois o que eu apresentar estará registrado por escrito, coisa que poucos fazem.



Eu pessoalmente prefiro primeiro de tudo a abordagem de "harmonizar relacionamento" e vou repetir isso bem mais abaixo.
Na maior parte das vezes o que é necessário é apenas limpar energias, ter orientações para uma vida melhor.
Só depois vamos para as atividades de lidar com energias maiores que envolvem mexer com a cabeça de outras pessoas.

A pergunta é se funciona. Sim, pode funcionar. Mas você pode pagar por isso? Não falo apenas de muito dinheiro, mas de todas as consequências!



Existe Magia de Amarração baratinha?

Sim, existem.
Papai Noel também existe.
Vou insistir que é muito mais barato trabalhar para "harmonizar um casal", até mesmo realizar aberturas de caminho, etc. do que lidar com energias de força bruta que precisam de muitos recursos e são perigosas de usar. 
No final do artigo cito alguns problemas que certas soluções aparentemente "fáceis" facilmente podem causar e vão ser as mais caras de todas para se limpar depois e conseguir ajeitar a pessoa novamente.
São as que mais causam problemas sempre.


Quem procura a amarração? Por que?

Infelizmente algumas coisas são comuns entre quem procura logo de cara por "amarração".


Noutro artigo sobre Goetia (leitura recomendada) já comento e isso vale para qualquer tipo de procura por serviços de magia:

De uma maneira geral, observamos as pessoas em três aspectos: 

  1. "O quê" buscam.
  2. "Como" buscam.
  3. Como "pretendem" conseguir isto.
(não vou colar o texto do artigo citado logo acima pois é bem extenso).

Não faço magia sem consulta e em hipótese alguma vou citar preço sem saber aonde poderei estar entrando.
É bem simples. Não sei quem é você, qual é a verdadeira situação nem os envolvidos. 
Mesmo que eu tenha minha "visão interior" desenvolvida e já tenha minha percepção no ato sobre sua situação, eu preciso detalhar tanto para mim quanto para esclarecer isso para você.  Orientar e explicar o que está havendo. Tem outros motivos que vou citar mais abaixo que nos obrigam a ter uma prevenção a respeito de quem nos procura.
E nenhum magista sério vai realizar algo em magia sem consulta formal para analisar a situação.

Vou repetir uma citação minha:
Entenda que a consulta é para analisar a situação, portanto:
Quando você analisa a situação, isso já é parte da solução também pois assim terá mais clareza do que precisa ser feito.


Não existe uma formula padrão para este tipo de magia. 

Certamente cada magista/sacerdote tem suas práticas e varia muito a experiência e conhecimento de cada um para utilizar até mesmo áreas diferentes sem estar preso nalgum sistema ou religião.
Assim alguns certamente usarão as únicas práticas que conhecem e se trabalham bem, sem problema quanto a isso. Cada um com suas ferramentas.
Entenda que não existe uma fórmula padrão. Cada caso é diferente. Quem oferece apenas a mesma opção, o mesmo ritual para todo mundo, certamente não será capaz de cobrir todas variações.  Vou repetir isso mais adiante.
Assim, para constar como cito na minha apresentação pessoal, tenho formação de décadas em muitas áreas, Bruxaria, Paganismo, Candomblé, linhas Orientais, Magia Cerimonial (Goetia, Angélica, etc). E mais toda minha vivência pessoal indo a fundo em tantas áreas e situações que poucos conheceram. Certamente não estou limitado a uma única área ou formula.

Enfatizando: eu entendo que para cada caso existem diferentes espíritos, maneiras variadas de agir e quantas etapas serão necessárias em relação à questão e tenho visão e prática em muitas destas.
Não existe um sistema melhor ou pior. O que existem são maneiras que sejam adequadas a cada caso.



Alguns dos problemas típicos que precisamos lidar com as pessoas que nos procuram:

Quem me procura ou a outros colegas avançados normalmente já passou por tantos outros.
Raramente somos a primeira opção.
Primeiro as pessoas vão seguir palpites de conhecidos, pesquisar aleatoriamente.
E claro, é comum primeiro buscarem as opções baratinhas, as ofertas milagrosas.
Mas também tem os que desde o início já tentam conseguir vantagens.
Um simples motivo para o que cito abaixo ser de conhecimento dos mais experientes.


A lista é situações problemáticas causadas pelas próprias pessoas que nos procuram.
Certamente tantos outros agem de boa fé e obviamente não se enquadram nos casos citados.
Mesmo assim, a lista não é completa, são algumas das coisas negativas que notamos com muita frequência nas pessoas.
Entre magistas avançados isso é até comentado de forma bem humorada pois as pessoas pensam que não estamos vendo todos esses aspectos.
Entendemos é claro que a vida humana comum tem essas situações, por isso repito sobre a necessidade de consulta para aconselhamento antes de tudo e assim evitar ser apenas mais um repetindo coisas que enxergamos toda semana.

Entenda que ao procurar um magista, feiticeiro ou sacerdote de nível avançado este vai ter uma visão maior das coisas então tantas vezes sabemos antecipadamente o que realmente acontece mas precisamos explorar algumas coisas mais e também que a própria pessoa se dê por conta de que estamos enxergando bem além do que ela percebe no momento.
Entendam que não estamos emocionalmente envolvidos também. 

Assim facilmente notamos coisas do tipo:
  • Não leem nem ouvem o que dizemos. Inclusive a mensagem desse artigo. A maioria que está lendo esse artigo está procurando onde está escrito "resultado garantido" e o "preço". É triste mas é a realidade. 
  • Procuram por magia de amarração como se estivessem comprando sabão no supermercado. Acham que é tudo parecido. Limpar roupa suja de terra ou graxa é bem diferente. E sabão não vai consertar roupas rasgadas! Uhm? Percebe a comparação? 
  • Discordam de imediato se a resposta for diferente de "Sim". É o caso desse artigo que discorda de posições pré-formadas pois não oferece milagres fáceis.
  • Não querem realmente resolver seu problema de relacionamento principalmente quando elas não querem mudar a si próprias.
  • Não querem entender que existem dois lados numa relação e pensam ser os donos da verdade. 
  • Já têm uma imagem fixa do resultado que desejam e não cogitam ter a mesma coisa com uma roupagem diferente.  
  • Querem saber imediatamente quanto tempo vai demorar. Se for mais de um ou dois dias já acham demais. Risos.
  • Oportunistas. Não precisaria explicar mas existem aqueles que só querem se dar bem.
  • Muitos mentem descaradamente sobre a situação. Querem mentir para um feiticeiro e acham que não enxergo?
  • Tantos estão em busca de vingança mas pedem por "Amor" e alguns até choram para valer o que é muito cômico se não fosse ridículo e até trágico.
  • Boa parte é só por sexo ou interesse financeiro. Aliás, as duas maiores causas.
  • Não querem fazer consulta por pura mesquinharia, mesmo que fosse para apresentar soluções melhores e mais fáceis para a mesma coisa.No mínimo da minha parte vão ter um amplo aconselhamento e análise de possibilidades reais.
  • Se fazem de vitimas. São todas "coitadinhas".Por mais que tenham elas mesmas causado os problemas.
  • Citam filhos como desculpa. Isso é horrível. Na maioria das vezes estão preocupadas apenas com sua própria luxúria ou ganância e não com as crianças que são apenas vítimas disso. Opinião pessoal aqui, mas considero uma profunda mesquinharia.
  • Passaram por tudo quanto é terreira, bruxo, simpatias, etc. que encontraram. O que piorou muito a situação em 100% das vezes.
  • Querem respostas "convenientes" e se ofendem com a verdade. Ou seja, querem que a gente concorde com elas por mais erradas que estejam. 
  • Em público colocam mensagens como sendo inocentes porém em privado são até muito rudes querendo exigir milagres. Sei bem o festival de grosserias que me dizem.
  • Não respeitam as operações de magia feitas nem prazos e rapidamente vão fazer qualquer outra coisa de magia noutro lugar, arruinando todo trabalho em andamento. Obviamente cancelo meu trabalho no ato nesses casos. Não tenho obrigação nenhuma de arrumar o que a pessoa destruir novamente depois.
  • Alguns pulam em cima do "alvo" poucas horas depois para ver se "já teve resultado" e novamente piorando mais ainda a situação. Isso infelizmente é muito comum.
  • Repetindo, não reconhecem os próprios erros pois acham que apenas o "alvo" é quem está errado. 
  • Prontamente acreditam em qualquer charlatão que diga garantir resultado. Na prática são suas merecidas vítimas. Para cada charlatão existem dúzias e até centenas de pessoas que buscam justamente suas promessas milagrosas. Repito, algumas vão de boa fé, mas para muitos é um bom castigo. 
  • Tentam provocar brigas entre sacerdotes/magistas/bruxos, incluindo fazer fofocas ou falando mal em público achando que vão se livrar de algum problema que elas mesmas criaram. Incluindo terem deixado de pagar por um serviço corretamente realizado mas não gostaram de receber um resultado verdadeiro mas que não era exatamente o que esperavam.
  • Não tem comprometimento com o que estão fazendo. Tendem a ser mais desregrados e deixam de cumprir compromissos ou fazer o mais básico que deveriam fazer por si mesmo e tentam culpar quem ajudou. 
  • Repito: pensam que não precisam mudar a si próprios. Na verdade isso é falta de "pensar".
  • Não valorizam o que recebem. Mesmo que seja apenas uma orientação clara e sincera facilmente poderão se mostrar mal agradecidas.
  • Ansiedade extrema: querem atenção total a qualquer hora do dia ou da noite. Acham que não temos vida pessoal, não precisamos dormir e nem que tenham que pagar por isso.
  • Abusam do atendimento. Novamente, acham que temos todo tempo do mundo e que não precisam pagar por isso. Quem já recebeu ligação a cobrar as 4h da madrugada de alguém na balada porque enxergou o "Ex" sabe do que falo.
  • Pensam que tudo é igual. Comparam magistas de alto nível com picareta de fundo de quintal. Ou que as muitas áreas de magia são tudo "macumba". Questionam consultas sérias comparando com as palavras fáceis de qualquer um. É um motivo pelo qual esse artigo ficou grande e os que estão citados ao final são realmente grandes. Trazem muita informação pois são para esclarecer o assunto nas suas muitas facetas. Novamente recomendo que leiam esses artigos e deixem de ser "merecidas vítimas".
  • Tentam esconder quem é o "alvo" na verdade. Pensem nisso: e se o alvo for um Pai-de-santo ou um feiticeiro? Ou um grande empresário, alguém com recursos para se proteger com magia séria? Acham que não vamos sofrer retaliação se ajudarmos e tentam novamente nos colocar numa briga muito séria. E muitos na verdade já estão sofrendo represálias e tentam nos jogar dentro de uma briga muito séria achando que vão se livrar facilmente dos problemas que causaram. 
  • Estão prontos a gastar fortunas com qualquer um que concorde facilmente com eles mas quando se dão conta que estão no caminho errado querem que solucionemos o problema todo de graça novamente se fazendo de coitadinhos. Para piorar, na maioria das vezes estarão ao mesmo tempo prontos a gastar novamente grandes somas com outro espertalhão e suas palavras fáceis. 
  • Abandonam o que fizemos logo em seguida, buscam outra alternativa pensando ser mais rápida e pioram ainda mais a coisa. E retornam querendo continuar como se não houvesse mudado nada. Na verdade multiplicaram os problemas e não querem pagar por isso. 
  • Alguns pedem amarração por um desejo fútil, algo apenas imediato. Desistem logo em seguida mas esquecem de pedir que a operação seja interrompida e a magia continua ativa. Tempos depois o "alvo" aparece e elas não querem mais a situação e vão ter um novo problema tentando se livrar da pessoa. Dependendo do caso, pode ser bem mais difícil afastar a pessoa atraída dessa forma.
  • Alguns querem pagar apenas "após resultados". Pois então que procurem os que oferecem isso. Na maioria das vezes estes de alguma outra maneira pedem coisas de maneira disfarçada e a pessoa acaba pagando muito mais. Cansei de ver isso acontecendo. E é muito mais mesmo. Até sacrificando sua vida pessoal sem ter retorno. Ou acabam ficando anos e anos atreladas nalgum desses daí, tornam-se escravos. E no caso dos demais magistas que são corretos e aceitam receber após resultados, normalmente não recebem nada depois que o problema termina e são esquecidos ou até são ofendidos.
  • Coloco essa por último apesar de que deveria ser uma das primeiras da lista. Algumas vezes as pessoas precisam de terapia. Seja nas linhas alternativas (autoconhecimento) ou até de um psicólogo ou um psiquiatra para tratar suas neuroses e incapacidade de lidar com perdas.


Como é a tal da Amarração?

Para citar primeiro, temos a magia de atração que tem vários níveis mas basicamente é para abrir caminhos entre as pessoas, tornar-se melhor visto pela outra parte e até já atuar para harmonizar aspectos em comum entre ambos.
Veja, muitas vezes o que um relacionamento precisa é apenas de amizade, compreensão mútua, participar e entender o outro. Isso tantas vezes seria resolvido apenas com aconselhamento. Ou seja, boa parte das vezes as situações seriam resolvidas apenas com uma consulta séria para orientação. Mesmo que seja o caso de sugerir que a pessoa procure o serviço profissional de um psicólogo.



Quanto a amarração, essa é um tipo de magia para dominar outra pessoa.
Amarrar, prender.

Daí o nome: "amarração". É para prender uma pessoa na outra.

E isso vai afetar os dois lados. Na verdade ambos ficam presos e tudo o mais pode parar nas suas vidas porque estão amarrados.

Pense nisso. Quem pede também vai ficar preso e também não vai mais poder se livrar tão fácil quando se arrepender do que fez ou perceber que isso trouxe outros problemas.

Já citado acima, uma situação que as vezes acontece é quem pediu ter seguido noutra direção, ou era apenas uma futilidade e perdeu o interesse. Só que então se vê as voltas com seu antigo "alvo" que retorna e em certas áreas de magia/religião pode ser bem complicado tentar desfazer a coisa toda.


Outra que ocorre é tempos depois quem pediu se arrepende e vai descobrir que não vai conseguir se livrar tão fácil pois também está amarrada!

Seja atração ou amarração, certamente não é uma atividade que vá ser feita com elementos mais sutis, usar apenas coisas mais leves como Cristais cor-de-rosa e pedidos para as "fadinhas do Amor" que são coisas até bem inocentes e muito básicas. Isso poderia funcionar para algo muito básico mas não quando é preciso de maior força. 


A magia de amarração funciona na Goetia da mesma maneira que nas outras áreas de magia e religiões como as de matriz africana populares em nosso país. 

Não existe uma área que seja melhor ou mais poderosa. Mas existem diferenças no como isso vai atuar com toda certeza. 


As vezes a magia é solicitada quando ambos já tem um relacionamento, porém uma das partes sente-se insegura e quer garantir a ligação.
Noutras vezes existe infidelidade. Ou é apenas por ciúmes mesmo sem justificativa.

Vou repetir a frase que postei ao início: eu pessoalmente prefiro primeiro de tudo a abordagem de "harmonizar relacionamento". Fortalecer os bons aspectos, trabalhar para solucionar os aspectos negativos. E muitas vezes isso apenas necessita de orientação e aconselhamento, lidar com aspectos pessoais. Noutros casos realmente espíritos sejam dæmons ou anjos vão ajudar.




Humor: uma das únicas maneiras garantidas. Risos... .
(English:I bring you the loved one under beating...)


O problema é quando apenas um dos lados quer e o outro não. Aí lamento, mas aquela coisa popular de “trazer a pessoa amada na marra” na maioria das vezes não funciona.
Infelizmente tantos abusam do desespero das pessoas para suas práticas sórdidas em busca de dinheiro sujo.

Boa parte senão a ampla maioria das pessoas que vão atrás de "amarração" como um recurso milagroso, estão apenas desesperadas e desejam ter a posse, a propriedade sobre outra pessoa. Uma mistura de conflito emocional e mental.



Quer mesmo? Tu pode com isso?

Ok, quer dominar alguém na marra, possuir a pessoa? Podemos ajudar nisso.
Mas você pode pagar? Vai custar muito caro!
Falo sério.
Lamento para os que vão ser os coitadinhos, mas magia de amarração nunca é baratinha.
As áreas de magia pesada é para quem pode realmente pagar.
Vou ser claro: não é para quem apenas "quer", é para quem "pode".
Temos recursos a serem usados mas que para nós também representam trabalho muito duro então não pense que isso vai custar barato.

E por isso repito sobre a importância da consulta.

Na maneira que trabalho vou procurar apresentar sugestões e tantas coisas que a própria pessoa pode fazer por si mesma. Será uma boa orientação e também uma grande economia.
Algo que repito com frequencia, pois só faço magia se eu achar realmente necessário, é que boa parte dos problemas das pessoas se resolvem com orientação, banhos de ervas e até orações que a própria pessoa pode fazer e estarei indicando isso tudo.
Eu não quero escravos!

Se a própria pessoa pode fazer por si mesma eu fico muito satisfeito!
Prefiro fazer menos rituais para clientes, que certamente me renderiam um certo valor, mas fazer isso apenas quando eu acredito que realmente é necessário. Não gosto de fazer magia por futilidade e muito menos para fazer uns trocados em cima da ansiedade de alguém. Sei quantas vezes isso acontece todos meses.


Magia de alto nível custa muito caro. Lidamos com energias poderosas mas muito perigosas também.
"Os dæmons da Goetia são poderosos mas perigosos. 
São perigosos porque são poderosos." 

E mesmo assim, ninguém pode garantir resultados.
Toda operação de magia envolve uma negociação com os espíritos que terão seus modos de atuar, poderão não aceitar a situação ou vão propor alternativas que precisam ser analisadas e negociadas. Um simples motivo pelo qual em magia como a Goetia dificilmente se obtém exatamente o que foi pedido. É uma grande negociação com espíritos milenares.

Mas para qualquer área, entendam que ninguém pode assegurar resultados em magia. Quem disser tal coisa apenas está atrás do seu dinheiro. Opinião minha e de 100% de todos magistas sérios que conheço, incluindo os maiores autores na área.

Em magia você não está comprando Aspirina, algo que todo mundo sabe que não resolve tudo.
Um médico vai fazer o possível em favor de seu paciente, mas não pode garantir a cura. Um advogado não pode garantir a vitória perante o juiz.
Então, o que vamos fazer é usar o melhor de nossa experiência mas isso vai até a realização dos rituais. A partir daí apenas vamos acompanhar o andamento da operação.

Seja o que for realizado em seu favor, isso terá que ter esclarecimento também. Não se trata de simplesmente "não funcionar". A situação e os resultados que vão ocorrer terão que trazer a informação sobre o que realmente está ocorrendo ou o que foi possível. Por isso obviamente já incluo consultas para acompanhamento.
Será um aprendizado muito sério.
As operações em magia precisam de acompanhamento e também se for o caso de renovação após um certo período nunca maior que um mês.
Entenda que essas operações podem demorar de poucas semanas até meses. Alguns citam prazos de 2 semanas até quase um ano se valer a pena. Mas repito, após cada mês é necessário fazer reforços e consultas para acompanhamento. Tudo isso é trabalho e vai ter custo.

E pessoalmente no caso de busca de atração amorosa ou amarração, acho que após três meses quem pediu também já estará em sofrimento maior, precisando de apoio emocional ou até considerar se vale a pena continuar ou se render, desistir e seguir para uma vida nova, conhecer outra pessoa.
Nem todos vão ter a disciplina e paciência necessárias.
Tudo isso vai ter custo, bastante trabalho e paciência da nossa parte para lidar com alguém que estará ansioso e até tentando fazer outras coisas que vão atrapalhar.

Então entenda que se é você quem quer, é você quem tem de pagar para ver e aprender. Mas não espere valores pequenos em troca de muito trabalho.

Vejo por aí pessoas oferecendo coisas nessa área por valores tão baixos que é óbvio que a coisa não está correta. Cobrar o valor de uma uma pizza para evocar espíritos poderosos e perigosos para trazer um amor de volta? Quem acredita nisso? Infelizmente muitos.
Noutro extremo alguns pedem o valor de um automóvel 0Km. Porém em ambos os casos falam de resultados garantidos. Não acredito em nenhum dos casos e repito que ninguém pode garantir resultados.
A pessoa que pede o valor de um automóvel poderá realmente estar lidando com espíritos muito perigosos, mas ainda assim, o "alvo" poderá resistir contra isso.
Novamente a razão da consulta para avaliar. Eu não posso citar valores sem saber o tamanho real do problema, o quanto precisa ser feito.
E enfatizando: não existe uma fórmula padrão. Cada caso é diferente. Quem oferece apenas a mesma opção certamente não será capaz de cobrir todas variações.




Amarração não tem nada a ver com Amor. Se houver real interesse sexual ou alguma outra afinidades, e certamente espíritos que apontem essa possibilidade aí sim já temos algo com que trabalhar.
Mas sem nada disso, ainda é até possível usando energias muito trevosas. Porém entenda que isso tecnicamente é estupro. E mesmo que a pessoa venha nessa condição, sem reação contra você, ela vai sentir-se sem forças para lutar por ser espiritual, mental e fisicamente estuprada.


Repito, precisa haver alguma ligação entre as duas pessoas e da mesma forma espíritos que indiquem a possibilidade de trabalhar para isso.
E também entenda que certos espíritos vão aceitar a tarefa mas na prática não vão realizá-la completamente ou apenas vão mostrar que não é possível. E existem os muitos espíritos oportunistas, que apenas vão pedir mais e mais "oferendas" vampirizando a pessoa.


Casal harmonizado. Mas lamento geralmente não vai ser assim com amarração.


Vai durar?

Mesmo que exista alguma afinidade isso poderá as vezes resultar apenas em algo temporário. Geralmente apenas havia algum resquício de interesse sexual, financeiro, compaixão, etc. 
Lamento, mas casos de resultados temporários acontecem aos montes. Os espíritos apenas usaram o que havia de possível para trazer um resultado rápido. 

Você jamais vai receber um resultado do tipo "Amor de Almas Gêmeas" através de amarração.  

Por isso falo de novo sobre o quanto melhor é pensar sobre "harmonização de casal" e aí sim, quando existe algo verdadeiro os resultados certamente serão muito bons e também pessoalmente prefiro trabalhar com os espíritos Angélicos para isso, que buscam a evolução da pessoa. 

Vejo muitos por aí publicando "depoimentos de clientes" que curiosamente são todos parecidos, até com os mesmos erros de português de supostos clientes. Não acredito na maioria destes textos de autopromoção.

Também é comum quem pediu não saber usar a oportunidade para realizar algo mais duradouro. 

Amarração não mantém junto e tantas vezes precisa ser constantemente renovada ou pode ter sido feita com entidades que vão pedir mais e mais oferendas e até vão criar problemas para forçar isso.



Outra situação é quando o alvo é casado ou comprometido com outro alguém. Ou então é um Ex que já seguiu adiante para outro relacionamento.
Nesse caso primeiro temos que destruir o relacionamento atual daquela pessoa. É a destruição de casal. Depois limpar toda bagunça resultante e só então trabalhar para tentar criar laços com quem pediu a coisa toda.


Seja como for, a magia de amarração nunca é só uma única operação de magia.



Existem espíritos que são usados para isto, dæmons e também alguns espíritos do mundo dos mortos e o que vão fazer é até destruir a vida da pessoa, literalmente, e talvez ela apareça de volta já a beira da morte em último desespero tentando escapar da morte certa.
A amarração poderá também ser a destruição da vida de ambos que pode tornar-se um verdadeiro inferno.
Vi muitos casos assim que testemunhei pessoalmente e não é nada agradável de se ver que estão juntos mas em conflito constante.

E lidar com tais espíritos também é muito perigoso e podem voltar-se contra o magista também. Ou seja, caso eu aceite uma coisa destas, só por valores realmente mais altos, exige muito trabalho, pode demorar muito e as chances mesmo assim, muito pequenas, exceto o sofrimento garantido por mais tempo.

Sei que tem os que aceitam fazer qualquer coisa e sou testemunha pessoal de pessoas levadas a sofrimento extremo por muitos anos. Um simples motivo pelo qual eu não vou fazer qualquer coisa. Tenho escrúpulos também.

Repetindo, outra coisa que pode ocorrer e é bastante comum dependendo da situação, é que ocorra uma união que será muito rápida e logo a seguir estarão separados novamente.


A pessoa desejada sumiu depois dos rituais!

Claro, pode simplesmente não funcionar e até mesmo afastar a outra pessoa. 
Quando o "alvo" da operação possui intuição ou algum tipo de proteção espiritual, é comum que a pessoa "sinta" algo como um desconforto ou até passe a simplesmente evitar quem pediu a magia, até manifestando um imenso desagrado em relação a esta.

Nesse caso já é um resultado inteiramente válido pois a magia vai mostrar que a pessoa não quer mesmo! Recomendo seriamente que aceitem isso!

Outra opção seria para tentar fazer a outra pessoa a sentir sua falta, primeiro procurar estimular algo como "sentir saudade", mas geralmente isso é feito através da destruição da vida da pessoa (trabalho, saúde, vida pessoal, etc) que vai sentir-se muito mal se não estiver junto de quem pediu mesmo muito contrariada. Porém se retornar para estar junto, continua sentindo-se mal pois estará ali forçada. 

E repito, tem muitos casos em que a pessoa vai resistir e não vai vir mesmo. E assim vira um inferno para ambos. 

E tem o que chamamos de "alvos teimosos". Por algum motivo, algumas pessoas mesmo tendo suas vidas destruídas parecem ignorar o que está ocorrendo ou simplesmente não são afetadas. É uma situação curiosa, alvo de estudos profundos e mereceu um tópico específico no forum internacional StudioArcanis, atualmente o mais alto grupo de magia prática. O tópico é de magistas avançados debatendo situações extremas. Leia mais em: Handling stubborn targets/difficult victims. (Manipulação de alvos teimosos / vítimas difíceis). 
Antes de pensar que sua tentativa de amarração é difícil, estude o material apresentado ali pois são situações que mesmo os maiores nomes estudam a fundo, de forma objetiva e sem discursos fáceis de alguém se apresentando como sendo poderoso. Repito, ninguém pode assegurar nada. O tópico citado tem relatos práticos extremos de grandes nomes da magia.


Algumas coisas necessárias para isso:  

Já citado acima, deve haver algum tipo de ligação entre as pessoas. 
Deve haver indicação de algum espírito que considere a situação possível. 

Serão necessárias limpezas. Certamente a energia pessoal das pessoas precisa ter seu equilíbrio restaurado pois a situação atraiu energias negativas e também porque é comum que tenham sido feitas outras operações de magia ou as famosas simpatias que só pioraram a coisa toda. Isso tudo precisa ser desfeito e poderá envolver magias pesadas para remover energias parasitas e abrir caminhos novamente para só então ser possível iniciar os trabalhos de atração ou amarração.

Caso ocorra resultado a pessoa que pediu deverá trabalhar para preservar e fortalecer a relação pelos seus próprios méritos pessoais. 
De acordo com o caso serão necessárias renovações periódicas da operação. 

Sugere-se também trabalhar com outros espíritos para favorecer os aspectos positivos como harmonia, comunicação, amizade, etc. 



E como a pessoa vai ficar? Resultados.

Bem, se for na situação que citei ao início, de trabalhar com "harmonização de casal", certamente o resultado será de resgatar a união e os bons aspectos e o resultado será bem luminoso para ambos porém isso também estará visando a evolução de cada um então algumas coisas provavelmente mudarão mas para melhor. 


Se for apenas uma magia de atração, será o caso da pessoa ser estimulada a ter interesse nalguma aspecto, seja sexo, situação pessoal, curiosidade. Será como algo mais interior, a pessoa apenas sente-se curiosa e predisposta a participar em algo com você.


Mas e na amarração? Se a outra pessoa veio sob dominação dos espíritos o que esperar? 

Uhm? A pessoa vai ser arrastada a força até você e espera que apareça toda linda e sorridente?  

Pouco provável que você tenha um reencontro muito amoroso. Pelo contrário. 


No mínimo ela não vai agir de forma natural. 
Haverá sempre uma falta de espontaneidade, as situações serão até mecânicas e a expressão no rosto será mais fria, nunca veremos um sorriso verdadeiro e faltará aquele brilho nos olhos. 
No fundo a pessoa vai sentir-se desconfortável de alguma maneira, mesmo que não se dê por conta do que está realmente havendo. Sentirá um vazio, estará incomodada.
Outra situação que pode ocorrer é um estado de agitação, stress e até uma irritação permanente. Lembre, a pessoa está ali forçada. Sentimentos de raiva são comuns e até reagirem de forma violenta sendo as brigas bastante comuns. 
Repito, violência doméstica é uma possibilidade bem grande. 
Impotência ou frigidez sexual também poderão ocorrer afetando ambos. 
Também poderá ocorrer do "alvo" perceber que está amarrado, mas não tem forças para reagir ou sequer procurar orientação por causa dos espíritos que estarão atuando para impedir isso. E a pessoa mesmo sem forças, poderá desenvolver sentimentos de repulsa e até ódio. Desenvolver frustração íntima e até entrar em depressão é comum também. 
E os espíritos que foram usados poderão continuar por perto, causando novos problemas e até atraindo outros espíritos oportunistas que vão causar novos problemas. 


Outros problemas possíveis. ALERTA!

Amarração pode ser feita até com feitiços relativamente simples.

Tem amarrações que são bem baratinhas e fáceis de se fazer.
Mas não significa que sejam seguras.
Muitas são publicadas aos montes por aí mas que não esclarecem o tipo de entidade que se lida nem alertam dos problemas que vão certamente causar, mesmo noutras áreas da vida.
E outras também são publicadas de propósito por sacerdotes corruptos que ao lado colocam seu número de telefone "se oferecendo" para ajudar depois as vítimas que obterem dessa maneira.
Solução imediata agora e muitos outros novos problemas bem piores depois parece ser um lema.

Tem alguns feitiços que são bem populares e publicados as dúzias por aí como se fossem inocentes "simpatias de amor".
Mas na prática, tantos podem literalmente explodir na cara de quem pediu e o resultado será ter um espírito obsessor grudado na pessoa e que vai demandar trabalhos mais pesados para afastá-lo.
Mas também muitos outros problemas podem ocorrer depois, semanas ou meses, noutras áreas até completamente diferentes.
Boa parte desses feitiços "supostamente fáceis" lidam com espíritos de mortos que vão se virar contra quem pediu ou estarão presentes na vida de ambos e serão bem difíceis de serem afastados.


Manter ou largar de mão?

Quando espíritos atuam dessa maneira, resultado em troca de sofrimento, acontece o problema de que a pessoa que pediu até perceber o ataque do espírito PORÉM ao mesmo tempo tem medo de perder sua "conquista". A pessoa que pediu tem medo de que se afastar, o espírito vai tirar o que conseguiu, mesmo que isso esteja causando outros tantos problemas.


Outro exemplo clássico é o espírito tentar tomar a situação em seu favor. E no caso de espíritos de mortos, tentará tomar a vida da pessoa, assumindo seu lugar.


Outras situações, já citadas acima mas sempre é bom lembrar:

  • O "alvo" poderá ficar até extremamente violento tentando lutar contra uma situação por sentir-se incomodado, mesmo sem entender o que realmente está acontecendo indo até o nível de brigas e uso de violência.
  • O "alvo" poderá ter sua vida destruída e implorar pela presença de quem pediu. Mas isso poderá ser na UTI do hospital já a beira da morte.
  • E claro, já citado, a pessoa retorna mas muito contrariada e violenta. 
  • Excessos por bebida, drogas e até violência doméstica são comuns.  
  • Frigidez e impotência sexual para ambos. 
  • Presença de espíritos obsessores prejudicando sua vida.

Mas nem tudo é violência. 

O "alvo" pode retornar dócil. Mas vai parecer uma boneca de borracha.
Não reclame da falta de iniciativa da pessoa pois teve sua vontade pessoal destruída.
Não espere um brilho sincero nos olhos nunca.
Frigidez e impotência sexual também são comuns de acontecerem com o alvo portanto a vida sexual não será mais tão prazerosa.



Será que vale a pena?

Quem sou eu para dizer o que é certo ou errado?
Claro que tenho minha opção pessoal.


Pode pagar bem caro por isso? OK, vamos trabalhar. O problema é seu, não meu.

Ou pense em outras possibilidades e novamente falo sobre "harmonizar o casal" e ter uma relação sujeita a todas as demais situações do Universo inclusive descobrir que pode ser feliz sem tanta ansiedade.



P+
15/11/2018


Outros artigos sugeridos: 

.'.


domingo, 28 de outubro de 2018

Limpeza e Proteção da Casa com Banhos de Ervas

Levi Cleaning the Place Up
Photo: Sarah - IronicAlchemist - USA


Magia Prática para cuidar da sua casa.


Tem duas coisas básicas que são usadas regularmente para limpeza e proteção contra forças e espíritos negativos. Uma é a defumação e a outra é lavar nossa casa, escritório, empresa com ervas.

Aqui vamos comentar sobre a lavagem e como isso também pode ser melhorado.


Basicamente prepara-se as ervas em fervura, como se fosse para um banho de ervas normal. Uns 2l de água e depois coloque num balde com mais água fria.

Você pode consagrar o preparado para adicionar mais energia é claro:
Coloque suas mãos sobre o balde/recipiente e diga:
"Evoco o Grande Poder de Deus, criador de todas as coisas. 
Que essas águas e ervas sejam abençoadas e consagradas e nos tragam suas boas virtudes de purificação e fortalecimento físico e espiritual. Amém."


Se for para banir (expulsar) energias, comece na parte mais distante da entrada e levando até a saída.
Assim se for para atrair energias, comece na porta de entrada e venha até a parte mais interna.


Sempre é interessante passar na sua casa/escritório/templo as mesmas ervas que estiver usando para si. O motivo é simples que é de atrair para o ambiente o mesmo que deseja para si.

Claro que as vezes vamos precisar fazer coisas diferentes pois principalmente quando o ambiente tem outras pessoas queremos também outras energias, principalmente quem tenha escritório, empresa, mas também quem tem família pode precisar usar ervas que sejam mais adequadas para todos.


A Limpeza Maior



A abordagem tradicional é pegar um balde, esfregão ou pano de chão e passar em tudo, mas sem precisar molhar muito.

De preferência fazer isso após ter limpado o piso de maneira normal que é para tirar a sujeira acumulada. 

Após isso, proceda a lavagem com ervas, mas não precisa encharcar o pano, pelo contrário. O ideal é molhar no preparado de ervas, torcer bem e apenas passar por cima do piso para umedecê-lo.
Lembre-se isso é para lidar com energias e não com sujeira física. 
Lembre-se de também passar nas portas, janelas, maçanetas. E se possível nas paredes.
E se conseguir alcançar, passe também no teto.

Para quem mora em casa, sugiro lavar do lado externo também, todos cantos, portas, janelas e paredes. E até na cerca ao redor de toda moradia.

Para facilitar essa parte externa, eu costumo usar um regador de jardim para passar assim ao redor da casa, muros e até na calçada. Claro que isso é adequado para quem tenha um quintal não muito grande.


E claro, dependendo do local, as vezes é preciso lavar tudo prá valer mesmo, encharcando bem os panos, aplicando em pisos paredes e até o teto. Muito válido para construções mais antigas, locais onde passam muitas pessoas ou se já houve acontecimentos como falecimentos na moradia.



Quando fizer uma limpeza dessas, após tê-la feito você mesmo(a) deve tomar um banho de ervas pois as energias que estavam no ambiente vão afetar você de alguma maneira.


Atenção: 
Nunca tente jogar seu lixo nas costas dos outros. O prejudicado sempre será você!
Se for pedir para outra pessoa fazer isso por você, por exemplo, um funcionário seu que não sabe nada a respeito de suas atividades na espiritualidade ou magia, a pessoa obrigatoriamente deve ser alertada sobre o que estará fazendo. A pessoa pode ser completamente leiga no assunto, ou talvez ela tenha sua própria área na espiritualidade e perceberá sua intenção, podendo agir até contra você. 
Falo muito sério. Nem pense em usar alguém para fazer isso sem que esteja avisada do propósito da operação e concordar com isso.
O motivo é bem simples pois uma pessoa desavisada será alvo fácil para quaisquer tipos de energias negativas que possam estar no ambiente. E em qualquer situação, caso aconteça algo com ela você será responsabilizado e terá que arcar com as possíveis consequências.Se for uma pessoa leiga, já durante a lavagem poderá ter dores no corpo, náuseas ou pior, ter que ficar alguns dias sem trabalhar. Mas se for alguém que você talvez nem sabia ter uma vida espiritual, os espíritos protetores da pessoa vão cobrar de você e jogarão as energias negativas contra você. 
 
Ok?

Então essa é a limpeza maior do ambiente


Mantendo seu ambiente limpo

As lavagens maiores podem ser feitas com intervalos relativamente longos de tempo dependendo de como o local é usado. Numa moradia normal, 1 a 2 vezes por ano é mais que suficiente.

Depois teremos as "limpezas de manutenção" assim se o ambiente já estiver razoavelmente limpo de energias, podemos fazer algo mais simples.

E claro que as vezes temos uma emergência então precisamos de algo muito prático para resultados mais rápidos que obviamente se necessário depois serão complementados por uma lavagem completa e formal.


Essa sugestão ótima é do Brother Molch 9.: 6.: 9.:, sempre uma sensacional fonte de ensinamentos práticos e sólida experiência.


Nem sempre lavar tudo, piso, paredes e até o teto é tão fácil.

Uma coisa simples em caso de necessidade, é pegar o preparado de ervas numa vasilha e usando os dedos respingar por todos cantos e partes da casa, escritório. Vai funcionar mas claro que não é o mesmo que literalmente lavar tudo, mas OK e com certeza é muito melhor que nada.



Então a grande sugestão que melhora muito o processo é usar um borrifador, a foto é só um dos muitos modelos, encontra-se fácil nos supermercados, lojas de agropecuária e jardinagem.
Coloque o preparado de ervas no borrifador e faça como uma limpeza padrão.
Você pode consagrar o preparado do borrifador da mesma maneira sugerida acima. 

 O borrifador vai ser aplicado nas portas, cantos de cada peça, piso, nas paredes em caso de peças grandes, na direção do teto, portas e janelas. E é sem precisar detalhar tanto cada parte.

Você vai observar que uns poucos dedos de líquido no borrifador já servem para uma casa inteira.

Para quem mora em casa, sugiro aplicar no lado externo também, todos cantos, portas, janelas e paredes. E até na cerca ao redor de toda a moradia.  Já comentei acima sobre usar o regador, mas em situações normais, o próprio borrifador já será suficiente para um reforço nas suas limpezas e proteções.


Banho Rápido


Outro uso que observei ser possível com o borrifador é para uma espécie de "banho de ervas instantâneo" sobre si mesmo. Apenas borrife ao redor do seu corpo todo. Simples e prático.

Assim como todos banhos das práticas de magia, eu primeiro consagro as águas e ervas e ao aplicar em mim recito as frases dos Salmos 51:7:
"Purifica-me com hissopo, e ficarei limpo; lava-me, e ficarei mais alvo do que a neve."



Também uso isso para pessoas que conheço pessoalmente e me visitam então primeiro borrifo a ervas sobre elas logo de cara, assim é uma espécie de banho de ervas para elas e sem precisar tirar a roupa.
Repito, claro que banho ou lavagem total é melhor, mas isso ajuda muito pois nem sempre podemos fazer a operação toda e quando temos as coisas em ordem, fazer uma manutenção auxiliar é muito bom.


Eu uso dentro e fora de casa, assim no exterior passo toda parede externa da casa e por todo perímetro da cerca. E também como rende muito, na medida que caminho pelo jardim, até nas árvores e folhagens eu aplico. Até na caixa do correio eu aplico pois é interessante observar que até ali é necessário.

E também passo nos meus pets para protegê-los pois são muito sensíveis as energias.

E para potencializar, repito sobre aplicar principalmente em todas portas e janelas, assim como se tiver uma sala própria para suas práticas, nos quatro pontos cardeais borrifar fazendo o sinal da cruz com o borrifador enquanto aplica e citando a parte do Salmo 51 do Banho Salomônico: "Purifica-me com hissopo, e ficarei limpo; lava-me, e ficarei mais alvo do que a neve".

Lembrando que Hissopo é uma planta do hemisfério norte, mas aqui a Menta e até Hortelã podem ser usadas em substituição pois são da mesma família.
Claro que você vai usar outras ervas conforme necessário.

Isso vale para todos banhos EXCETO o banho de sal, que nesse caso apenas afasta todo tipo de energia (positivas e negativas) então NUNCA lave sua casa com sal pois é pedir para travar tudo.
Infelizmente já vi artigos por aí sugerindo passar sal na casa. Não faça isso! Na maioria das vezes o artigo é uma armadilha para prejudicar a pessoal e convenientemente quem escreveu já coloca seu telefone ao lado se oferecendo para ajudar nalgum "outro problema" que nesse caso certamente vai acontecer depois. 
Sal afasta tudo, então cuidado com ele. É necessário, mas deve ser usado sómente quando pode ser retirado, como num banho pessoal que deverá seguir-se de um banho para atrair energias.


Como sempre pedem, então algumas poucas sugestões de ervas bem básicas:
  • Arruda. Limpeza. Banir energias negativas.
  • Pétalas de Rosa. Força espiritual e no amor.
  • Louro. Limpeza espiritual, proteção, espiritualidade. É bom para dinheiro também.
  • Canela. Prosperidade, dinheiro.
  • Lavanda. Paz e calma.
  • Hissopo. Pode substituir por Hortelã ou Menta. Limpeza física e espiritual, remova a energia negativa e também é bom para proteção. 

P+
08/10/2018

.'.

Leia também:





sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Qual É O Melhor Espírito Para Uma Situação?

Qual deles vai resolver?
Autor da ilustração desconhecido.

Essa é uma pergunta que toda semana aparece nos grupos de magia, principalmente feitas por novatos sem experiência.

E sempre é a mesma coisa: “Qual melhor espírito para amor? Qual o melhor espírito para dinheiro? Qual o melhor espírito para emprego? Qual o melhor espírito para sexo? Qual o melhor espírito para proteção? E assim por diante. A pessoa nunca fez sequer uma pesquisa antes de perguntar e acha que a coisa é como escolher marca de sabão.


Magia é pessoal!

Entenda isso:
Se você pretende fazer magia,
a única maneira de encontrar o melhor espírito para cada caso
é ler e estudar as descrições dos mesmos.

Magia é resultado de prática pessoal.

E a sua situação também é pessoal. É a sua vida e, portanto, diferente dos outros.


O que é que realmente está havendo?

Quando você analisa a situação, isso já é parte da solução também pois assim terá mais clareza do que precisa ser feito.

Também é preciso saber quais aspectos da situação cada espírito pode atender.

As listas por especialidade são sempre incompletas pois todos espíritos tem várias habilidades.

Não adianta pedir “dicas” às cegas, sem apresentar claramente a situação. O que certamente em grupos públicos requer discrição dependendo do caso.

E quando você recebe "dicas" de alguém que não sabe o está realmente ocorrendo, certamente essa poderá ser inadequada.

O que foi bom para um, pode ser o oposto daquilo que você precisa ou até piorar a situação.


Alguns Exemplos

Eu faço questão de observar que vou sugerir exemplos até estranhos. Mas é o que verificamos na maior parte das vezes quando pedem "dicas" as cegas e as respostas que aparecem levam para isso.
E esses exemplos são baseados em décadas de observações pessoais, portanto, situações reais.
Vou repetir: é o que acontece quando pedem "dicas" e as pessoas não sabem do que se trata, assim, cada um vai dar um palpite ao acaso de acordo com o tipo de vida que tem.
E isso serve também para quem for apresentar sugestões. Quem é que está pedindo? Será que essa pessoa depois vai te acusar pela sua falta de resultado?


Alguns exemplos para se pensar antes de pedir e ou de responder com responsabilidade:
  • Qual espírito é melhor para a dor?
  • A pessoa chama o telefone da farmácia e pede um analgésico para dor. Não fala mais nada ao atendente. Pega um envelope de Ibuprofeno que é bem baratinho e pronto. No dia seguinte está hospitalizada com apendicite aguda ou uma úlcera já no último grau. Ou morre logo mais porque tinha levado uma facada na barriga. A farmácia é processada por ter vendido um remédio por telefone.
  • A pessoa tem uma vida de sofrimento porque acha que dinheiro é pecado, que é errado dizer não para qualquer coisa. Aliás, a pessoa pensa que tudo é pecado ou que não tem merecimento. Alguém sugere um espírito do tipo "guerreiro". A pessoa é estimulada a bater de cara com todo tipo de situação que não sabe lidar e vai parar no psiquiatra.

  • Qual o melhor espírito para o Amor?
  • A pessoa está sózinha e querendo um novo amor na sua vida. Mas não fala nada. Alguém indica um espírito genérico que acaba trazendo de volta um Ex lá do passado com todas suas mágoas e que vai estragar a vida da pessoa de novo. 
  • A pessoa está com problema conjugal por problema financeiro, mais nada. Alguém indica um espírito de "luxo" que estimula a pessoa a fazer mais empréstimos no banco, aproveitarem em festas e viagens e terem uns dias maravilhosos. Dias depois são despejados de casa e não tem nem onde morar e separam-se. 
  • A pessoa está bem e pensa em proteger e ajudar a crescer seu amor. Alguém sugere um espírito que mexe com a mente das pessoas e em pouco tempo estão mentindo um para o outro sem motivo e a confiança entre ambos é destruída. 
  • A pessoa é romântica, quer recomeçar sua vida de forma melhor. Alguém indica um espírito de luxúria e ela se vê envolvida com pessoas que só querem sexo e ela fica muito frustrada sentindo-se apenas usada. 
  • A pessoa está com problema de amor em família ou amigos. Alguém sugere um espírito manipulador e começam a ocorrer brigas que atrapalham mais ainda harmonia entre as pessoas.
  • A pessoa até diz que quer reconquistar um amor. Na verdade quer vingança e destruição da pessoa mas os espíritos indicados são para a aquela pessoa perceber seu "amor" (que não existe) então obviamente a pessoa percebe que é mais um ataque se afasta mais ainda.
  • A pessoa quer reconciliação e pega a sugestão de um espírito que é melhor para sexo. Acabam ficando juntos por alguns dias pelo aspecto sexual, mas logo separam-se de novo pois o que precisavam era aprender sobre convívio e companheirismo. 


  • Qual o melhor espírito para dinheiro? 
  • A pessoa não tem nada e alguém indica um espírito de Jupiter de prosperidade que multiplica o que a pessoa tem. Como não tem nada, multiplica a miséria.
  • A pessoa na verdade quer aumentar sua renda como funcionário de empresas. Sugerem um espírito que apresenta vagas com salários altíssimos e a pessoa larga o que tem e vai as cegas, afinal, é a famosa Empresa X. Resultado: é demitido rapidamente porque não tem aptidão para o cargo e fica um tempão desempregado. 
  • A pessoa apenas pergunta por dinheiro mas ninguém sabe que é um empresário de certo porte. Recebe uma sugestões que não tem nada a ver com administração empresarial.
  • O empresário apenas quer atrair mais clientes sem estrutura para isso. Alguém indica um espírito para atrair clientes de tudo quanto é lado e dias depois estão atolados em reclamações e perdem todo mercado.
  • Um investidor quer usar melhor seu dinheiro em ações. Mas sugerem um espírito que não tem nada a ver com esse mercado de ações. E ele empata todo capital da familia num investimento que vai ficar bloqueado por vinte anos.
  • Um empresário quer vender mais e alguém sugere um espírito que vai trazer clientes de boa qualidade porém exigentes. Só que o produto é uma porcaria, feito para o nível mais baixo ou seus funcionários são mal tratados. A empresa fecha.
  • A pessoa quer dinheiro. A sugestão traz espíritos que lhe apresentam um emprego!


  • Qual o melhor espírito para sexo? 
  • A pessoa quer melhorar seu relacionamento?
  • Precisa de ajuda para melhorar sua líbido, desejo ou recuperar vitalidade?
  • Quer fazer sexo diferente? 
  • Precisa apenas encontrar parceiras(os)? 
  • Quer alguém na sua porta? Mesmo que seja o dobro da sua idade ou alguém tão jovem que te colocaria na cadeia no mesmo instante? Ou quem sabe vai vir alguém desagradável ao extremo, mas lhe querendo? 
  • Quer sexo por dinheiro? Pode aparecer uma pessoa muito rica que pode ser violenta, feia demais, aborrecida, grosseira, carrasco,egoísta, etc.



Repito, são algumas coisas clássicas e resultados desagradáveis e repito, muitas vezes observadas em tantas vezes que pedem as coisas sem a menor indicação da real necessidade e pouco tempo depois aparecem reclamando dos resultados que tiveram apesar de avisarmos para nem tentar a coisa.



Magia Precisa de Intenção Clara

Os espíritos não vão adivinhar o que você está pensando ou deseja. Isso precisa ser dito claramente para eles.
Esqueça as bobagens newage de que a parte espiritual sabe o que você precisa. Eles sabem muito bem quem você é, mas as escolhas serão suas.
Inclusive o sofrimento é também uma escolha. Se a pessoa não quer reagir, não quer lutar contra o que for que esteja causando esse sofrimento, então por que algum espírito iria ajudar?
Esse é um simples motivo pelo qual é tão difícil de lidar com viciados. Se a pessoa não quiser mudar, muito pouco se consegue fazer.

É preciso estudar cada caso e é por isso que nenhum praticante sério de magia faz uma operação sem consultar seus oráculos antes mesmo de verificar descrições de espíritos. Isso é absolutamente necessário para entender o que realmente está ocorrendo.

E também, cada praticante vai ter prática e contatos diferentes com os espíritos. O que é fácil para um pode ser difícil para outro.



E em tempo, antes de pedir dicas, pense bem em quem são as pessoas que respondem. Que tal pedir dicas sobre vida saudável num grupo qualquer sem saber que ali muitos são traficantes?




É mais simples motivo pelo qual não faço magia sem consulta muito menos apresento preço as cegas. E também porque tantas vezes, as situações que me apresentam não precisam de magia, mas apenas de orientação!

P+
21/09/2018

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Sobre Tratamento Respeitoso Com os Espíritos

Fought The Good Fight
Art by:  Stevegoad

Sobre Tratamento Respeitoso Com os Espíritos

Eu sempre tive para mim mesmo a idéia de uma abordagem com as esferas espirituais e foi assim que desde o início eu tive oportunidade de explorar vários reinos, mesmo sem ter treinamento formal que só muito depois foi adicionado.
Mas basicamente ser respeitoso com todas esferas e observando a importância de que isso deve ser mútuo.
Cito aqui um trecho da descrição do grupo “Solomonic - Secrets of the Magickal Grimoires” de Aaron Leitch:
"We work with the spirits from a standpoint of mutual respect. We do not manipulate, deceive, threaten, torture, imprison, or otherwise treat the spirits like slaves. We establish relationships with our patrons and familiars that both we and they find mutually beneficial over a lifetime."
"(Tradução): Nós trabalhamos com os espíritos do ponto de vista de respeito mútuo. Nós não manipulamos, mentimos, ameaçamos, torturamos, aprisionamos ou tratamos os espíritos como escravos. Estabelecemos relações com nossos patronos e familiares que tanto nós como eles encontramos mutuamente benéficos ao longo da vida."

Num de seus primeiros livros, Carlos Castaneda cita um dos ensinamentos de seu Mestre, Don Juan, que falou sobre o orgulho e a humildade de um Guerreiro espiritual. Não se trata da humildade de um mendigo que lambe até a sola do sapato de qualquer um para conseguir algo. Nem a arrogância de um comandante que se impõe pela força.
Essa é uma visão dualista quando a pessoa apenas entende a força bruta ou seu lado oposto. No fundo ambos se confundem pois o mendigo caso receba algum “poder”, vai tornar-se arrogante também com quem estiver abaixo dele. Não é por nada que a sabedoria popular tem um famoso ditado: “Se quer conhecer o verdadeiro caráter de uma pessoa, dê-lhe algum poder”.
O verdadeiro guerreiro espiritual reconhece que tem um lugar numa hierarquia maior que ele próprio e respeita os que estão abaixo dele tanto quanto respeita os que estão acima. Mas ele é íntegro nas suas atitudes para com todos e não vai se curvar nem tentar obrigar outros a isso.

Assim vamos perceber que tanto certos anjos quanto dæmons podem ser até bem difíceis de lidar. Têm imenso poder e nem sempre são muito amistosos. E alguns terão até maior facilidade de trato com pessoas diferentes.
Mas vejamos isso como o encontro de dois guerreiros. O magista, que na operação traz em si a imagem e semelhança de Deus, e evoca para si próprio o Poder Divino e atua dentro do seu próprio universo particular, seu círculo ou seu centro de poder que desenvolvemos ao nosso redor com o tempo.
Claro que existem outras abordagens ritualísticas, como a Luciferiana e da Demonolatria que tem outras dinâmicas nessa parte.

Quando nos deparamos com um espírito, então seria natural que uma abordagem respeitosa seja trata-lo com o reconhecimento pelo seu poder, sem se humilhar perante ele e nem sem tentar sobrepor-se em força.
São em geral espíritos obreiros, têm suas missões também a cumprir.
As vezes alguém pergunta sobre isso, sobre o por que os espíritos nos ajudam. Bem, simplesmente porque é o que eles fazem.
Então tratar de forma até mendicante um espírito é uma forma de falta de respeito, porque ele espera ter um tratamento equivalente ao seu nível.
Se for por exemplo um Rei, ele espera também estar se encontrando com alguém de seu nível.
Os vários elementos da ritualística tem muitos motivos e as ferramentas não são meros adereços ou para ajudar a focar a mente.

Apesar de parecer mais importante para o trabalho com dæmons, também muitos anjos fazem sim questão da abordagem mais formal. Isso não é apenas por respeito e como forma de participação com energia, mas também porque eles “gostam” daquela coisa e também certos elementos se destinam a ajuda-los a se aproximarem, pois eles vêm de outra dimensão próxima a nossa, e um dos motivos do uso de velas, incensos e símbolos é de criar um ambiente energético que facilite a sua presença.
E a maneira de abordagem é sim importantíssima tanto quanto os demais elementos do ritual.
Precisamos entender isso e até realmente desenvolver em nós mesmos tantas qualidades.
Ser firme não é o mesmo que ser rude tanto quanto ser respeitoso não é o mesmo que tornar-se servil.
E isso certamente vai influir na maneira como a pessoa trabalha com os espíritos e o tipo de resultados que esses apresentarão.

Eu pessoalmente acredito que uma abordagem pela força, ou pela submissão, dificilmente vai resultar no estabelecimento de algum tipo de relacionamento maior com o espírito. A abordagem sempre pela força implica em falta de confiança mútua. E a abordagem servil demais, ou como alguém pretendeu insinuar, “sempre tentando comprar” favores vai resultar até em vampirismo.
Certamente eles não serão nossos “amigos” nunca, mas sim como companheiros. Para eles, somos apenas uma fração no seu tempo de vida.

Mas nem sempre é tão fácil convencê-los a fazer algo.
Alguns são realmente reticentes até para se aproximar.
Outros pelas suas próprias características vão tentar se impor ou obter vantagens sem realmente atender ao que foi pedido. É o caso de certos espíritos mais quentes que por qualquer coisa podem enganar ou prejudicar o magista. E geralmente é por falha na ritualística ou deixar de observar suas descrições e assim deixando margem para que eles explorem nossas falhas.

Sabemos que os antigos grimórios foram escritos principalmente por membros do clero ou por nobres, pois a população em geral era analfabeta. E certamente esses nobres também tinham seu temor devido aos aspectos sociais onde facilmente alguém poderia ser perseguido ou sofrer represálias e punições. Num ambiente desses é claro que dæmons foram tantas vezes descritos como criaturas malévolas, apesar de vermos que tantos da Goetia, por exemplo, trazem ensinamentos em tantas áreas. Mesmo que ainda assim tenham aspectos mais mundanos pois são em maioria espíritos sublunares, chtonicos. Mas também tem os que são dæmons e também anjos e aí lembrando que Deus colocou seus espíritos angelicais para apresentar os dois lados e deixar que os humanos escolhessem.
Como resultado temos as imprecações maiores para obrigar o espírito caso necessário.
E as vezes é necessário mesmo quando esse deixa de ser respeitoso ou tenta se impor. Certamente para dar seguimento numa operação sob esse aspecto, o magista tem que obrigatoriamente estar embasado, ter mérito, força pessoal e tantas vezes, coragem para manter-se em pé e impor-se caso necessário.
E mesmo assim isso não será desrespeitoso pois nesse caso tantas vezes trata-se de “medir forças”. Ou seja, o espírito está tentando ser mais forte que o magista e não vai respeitá-lo se for um fraco suplicante. Uhm?
Então onde ficam os que acham que “se compra” trabalho dos espíritos? Se o espírito não quiser fazer, ele simplesmente vai pegar o que foi oferecido, enganar o magista e ponto final.
E certamente não é uma abordagem assim de uso amplo, por isso que no próprio Cap. XXII das Claviculas fala-se que “eventualmente se fazem sacrifícios”. E mesmo assim, os sacrifícios ali citados são referentes a uma época que não existe mais. Trocou-se o sangue por frutas, mel, grãos, água, vinho, etc. E são eventualmente usados para potencializar uma operação e temos observado isso por tempo.
E uma das maiores oferendas continua sendo um sincero “obrigado” após receber o resultado de uma operação bem-sucedida.

Uma outra coisa que temos observado, é em relação ao citado acima sobre eles aceitar fazer algo e as vezes precisarem até serem convencidos para isso.
Aqui, a primeira abordagem é apresentar o caso e perguntar se o espírito “pode” fazer isso. Depois perguntar se ele “aceita” fazer. Nessa parte vai entrar a argumentação e se necessário negociar a operação e isso raramente envolve “oferendas”. Os relato de John R. King no Imperialarts são pródigos em exemplos desse nível e têm casos muito interessantes de se estudar.
Um acréscimo meu é perguntar se eles têm sugestões alternativas para o assunto. E as vezes vão ter mesmo, até sugerindo outro espírito como já ocorreu, ou mostrando algum aspecto da situação, nesse caso estarão ajudando com uma espécie de oráculo sobre a situação e até trazendo esclarecimentos.

E uma coisa que é opinião minha e de muitos colegas, é de que se o espírito realmente não quer vir ou não quer fazer a operação, geralmente é muito melhor chamar outro. Gasta-se menos tempo, menos energia e na maioria das vezes aquele originalmente escolhido não seria realmente adequado.

Outra coisa que traz confusão sobre a abordagem com os espíritos refere-se a sua manifestação. Nem todos terão manifestação visual ou algo assim e tenho um artigo sobre isso. Mas serão muitas formas que confirmarão que o espírito está presente e essas são bem mais comuns.
Eu tive uma boa quantidade de manifestações e visões nessas décadas para não estar preocupado em que cada ritual seja até um show de circo só para satisfazer o ego de alguém. É claro que é muito interessante manifestações maiores, mas me interessa muito mais os resultados do que ficar horas repetindo ameaças só para obrigar o espírito a aparecer visivelmente sem nenhum outro motivo realmente válido para isso.
Tudo isso, vai fazer parte do processo de até estabelecer um relacionamento com alguns espíritos, que serão os que lidaremos mais vezes e também descobriremos possuírem tantas outras aptidões tornando-se normal que se trabalhe com alguns que vão atender a maior parte das situações.

P+
10/05/2018


.’.







sexta-feira, 2 de março de 2018

Goetia Circle - Hebrew Names - A new Mathers and Crowley version

Photo by Redbubble presenting my work. Unknown model name.

Goetia Circle with Hebrew Names 

A new Mathers and Crowley version


We are at 2018 year and this is my new version for the Mathers and Crowley circle.




For long time people has asked for a version of the Goetia circle presented by S.L. “MacGregor” Mathers and Aleister Crowley.


This is another work of mine entirely done in high resolution vector art and it is not that scanning and enlarging of old images as we see anywhere.


At advanced magician's groups we already knew about some errors even at the original sources, so this took a time for research to check as much as possible to fix the problems.


The only change I made by myself, was adding a serpent drawn at the background, not just the classic simple one people see anywhere, and trying to observe the scale of colors related to the area between the two main circles.


This is the original Mathers version:



Just to remember, S.L. Mathers himself observed:
“…The coiled serpent is only shown in one private codex…”

So he did not suggested any color to the serpent. At A. Crowley edition the same comment is kept.

So what we see around about serpent colors are personal opinions and here I choose mine too.



About the names in the circle.


The names in the circle comes from Agrippa’s Scale of Ten.



Here, from Joseph H. Peterson published at Esotericarchives and his great book, "The Lesser Key of Solomon":

...In the Mathers/Crowley edition the letters around the perimeter of the circle are transcribed into Hebrew letters. 

"In English letters they run thus...

+ Ehyeh Kether Metatron Chaioth Ha-Qadesh Rashith Ha-Galgalim S.P.M (for 'Sphere of the Primum Mobile')

+ Iah Chokmah Ratziel Auphanim Masloth S.S.F. (for 'Sphere of the Fixed Stars,' or S.Z. for 'Sphere of the Zodiac')

+ Iehovah Elohim Binah Tzaphquiel Aralim Shabbathai S. (for 'Sphere') of Saturn

+ El Chesed Tzadquiel Chaschmalim Tzedeq S. Jupiter

+ Elohim Gibor Geburah Kamael Seraphim Madim S. of Mars

+ Iehovah Eloah Va-Daath Tiphereth Raphael Malakim Shemesh S. of the Sun

+ Iehovah Tzabaoth Netzach Haniel Elohim Nogah S. of Venus.

+ Elohim Tzabaoth Hod Michaël Beni Elohim Kokav S. of Mercury

+ Shaddaï El Chai Iesod Gabriel Cherubim Levanah S. of the Moon +"

NOTES:
  • Observe Mathers and Crowley used Ratziel instead of Jophiel at S.S.F. This is the only major change they did.
  • Another change they did was Raphael for the Sphere of the Sun and Michael for Mercury. This is not an error, just both arcangels have both atributions like we found at the Heptameron.



Here a more recent version found anywhere at internet. This have some errors at names and green and red was used for the serpent. For sure some idea related to a personal work.






About the corrections/changes I made at hebrew names. 

Most of the errrors I found was because the available images are low-resolution, even at the books due bad print quality.
With time and internet poor quality scans, such errors increased from copy to copy, including some people "creating" very strange explanations due their laziness for a decent research.



So let's point the differences I have found. The first hebrew word at left is the version I found to be right. Next I point what I found and we can observe the difference and why. I used color red to point the wrong part in my opinion. Some I just point the proper word as the originals are not clear.



At the SPM:

חקדש - Ha-Qadesh. I found some versions using  .חקדוש


At Sphere of Zodiac:

רזיאל - Mathers and Crowley version use Raziel, At the original text they wroteציאל ר  so we see there's a mistake.  יופיאל  - Jophiel was used at the classic version with greek names and I found some hebrew versions using this schema.
  אופנים   - Auphanim. 


At Sphere of Sun:
יהוה  - IHVH, Jehovah. Some versions just miss it. A simple basic error due lack of atention while copying.
 ודעת אלוה - Eloah Va-Daath.


At Sphere of Venus:
הניאל - Haniel.
 נוגה  - Venus. I found versions using נוה  but this is very Ok, not an error.


Observe netzach is writen at different order too.


At Sphere of Mercury:
אלהים  בני     - Beni Elohim.


At Sphere of Moon:
חי  שדי אל  - Shadai-El-Chai. At some versions is wrongly written as שדיאלחאי

כרובים   - Cherubim. At the most recent versions with a color printed circle, we see this as כחבים and is clear that was because the original bad drawing quality without checking the proper name.



The result

Remember, hebrew is writen right to left:




About the Colors Schema

Here S.L. Mathers and Aleister Crowley keep the same text:
"...Colours. - The space between the outer and inner circles, where the serpent is
coiled, with the Hebrew names written along his body, is bright deep yellow. The
square in the centre of the circle, where the word “Master” is written, is filled in with
red. All names and letters are in black. In the Hexagrams the outer triangles where
the letters A, D, O, N, A, I, appear are filled in with bright yellow, the centres, where
the T-shaped crosses are, blue or green. In the Pentagrams outside the circle, the
outer triangles where “Te, tra, gram, ma, ton,” is written, are filled in bright yellow,
and the centres with the T crosses written therein are red.”...

So no green serpent anywhere. To be clear, I never found a decent text explaining why someone made a green serpent. The only I found was copies of previous texts and only God knows what was the source for that. If someone have a decent source to point, please, send me a message with it.


.'.

The result of this work is a new high resolution vectorial art draw I made and is available at:





For sure, you must add your own effort. Magick results come from your homework, not just miracles without effort.

This is a professional work so I expect for serious users.
So, please, do not ask me for spells, rituals or how to use this work.



Main sources I used to make this version:

Ms Sloane 2731 – Clavicula Solomonis – British Library Manuscript collection
Ms Sloane 3648 – Clavicle of Solomon – British Library Manuscript collection
The Lesser Key of Solomon (Lemegeton) – Joseph Peterson at Esotericarchives.com
The Lesser Key of Solomon (Goetia) – S.L. “MacGregor” Mathers and Aleister Crowley.
Three Books Of Occult Philosophy - Henry Cornelius Agrippa.
Whatever of images of the circle with Hebrew names (with serpent or not) found at internet as possible.



.'.
P+
February, 2018
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...