English readers and other languages: Many posts are in portuguese, you can use the Translate button at left side.

Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Sobre Fazer Pactos Ou Não

Making Ghosts
Art by: Alice Duke - United Kingdom


Pacto é um acordo formal, ou contrato, entre duas partes para fazer ou não fazer algo. As partes podiam incluir Deus, humanos, espíritos, anjos, demonios, santos, etc. ou apenas participantes humanos.
Uma "promessa" é uma forma de pacto unilateral em que apenas uma das partes é responsável por cumprir os termos.
No caso de pactos bilaterais, as duas partes terão obrigações a cumprir.

A nível de magia, basicamente pactos é um acordo com um espírito no qual cada uma das partes terá um papel.
Os pactos podem ter duração definida ou serem associados à obtenção de um determinado resultado, sendo nesse caso mais próximo de um contrato.

Sejam promessas, contratos ou pactos formais, é imprescindível que aquele que pede cumpra sua parte. 
Tentar escapar de um pacto sem cumprir sua parte normalmente resulta em problemas gravíssimos para quem não for fiel ao trato.
Da mesma forma rapidamente é comum descobrirem que aquele que pede terá muito a fazer e raramente receberá algo facilmente.
Sempre é necessário cuidado na sua realização pois é comum especialmente no caso de demonios a tentativa de entregar menos e receber mais e dificilmente um humano terá mais astúcia do que eles.


Sobre fazer pactos. É preciso?

Com frequência as pessoas nos escrevem pedindo sobre como fazer pactos com os espíritos.

O texto tem algumas edições para informações adicionais.
  • Primeiro sobre não ser preciso pacto na maioria das vezes. 
  • Mas se decidir fazer um pacto mesmo assim. Quer mesmo? Ok, vejamos o que posso fazer. 
  • Também sobre os que já fizeram pacto e agora não sabem como lidar. 


Primeiro sobre não ser preciso. 

Pessoal, não precisa fazer pacto na maioria das vezes!
Da mesma maneira você não precisa ingressar nalguma religião por causa de alguma necessidade imediata.
99,9999999999% das vezes as pessoas tem suas necessidades e basta fazer os rituais que forem adequados. Seja alguns ou dúzias de rituais, mas não precisa fazer pacto algum que é uma alternativa de longa duração, até para a vida inteira.

Um dos grandes problemas são os curiosos e os magistas iniciantes, que desejam resultados milagrosos e rápidos pretendem ir do nível zero a Mestre fácil e baratinho.
O outro problema são as pessoas que buscam soluções em magia mas nem cogitam ouvir uma resposta contrária ou um “não”. Alguns realmente não tem conhecimento, outros são arrogantes ou apenas mimadas e querem respostas prontas. Por isso tornam-se as merecidas vítimas de que está sempre pronto a dizer que "sim" para tudo que pedem.
Em ambos os casos, depois nos escrevem ou até aparecem nos foruns de debates reclamando porque não tiveram resultado e para piorar, querem que consertemos a bagunça toda que fizeram, o que geralmente piorou muito mais a situação e criou outros tantos problemas que a pessoa não tinha antes. E ainda querem que isso seja "de graça". Lamento. Se você foi ao médico e não teve resultado, ou não gostou do restaurante, vai procurar outro e obviamente terá que pagar também. Ponto.

Para deixar bem claro, tem coisas que precisam ser feitos muitos rituais (repetir, reforçar a intenção) e até lidar com vários espíritos diferentes.
Por que buscar um compromisso muito sério às cegas se tudo que se precisa é uma determinada atividade?
Se a pessoa tem um problema de saúde, vai no médico. Se tiver um problema jurídico, vai no advogado. Quer construir, vai no engenheiro.
É a mesma coisa em magia. Conjure o espírito que possa ajudar em cada aspecto da situação e pronto. Ou peça para alguém fazer isso por você. Mas não precisa de tanto compromisso.

Estude, trabalhe, pratique, faça experiências.
A maioria dos problemas ligados a pactos deve-se exclusivamente a falta de informação. Ou a pessoa confiou cegamente numa proposta milagrosa, demonstrando na maioria das vezes ser um oportunista que merecidamente tornou-se vítima, ou não se deu ao trabalho de ler livros e estudar o assunto de maneira séria e muito menos buscaram referências confiáveis. 

Ninguém precisa fazer pacto para a ampla maioria das situações.

E trabalhos em magia podem demorar sim. Meses e meses. Algumas coisas muito grandes demoram até anos.
Quer uma Ferrari e não tem nem uma bicicleta? Eles vão te ajudar a fazer a caminhada toda então pense quanto tempo pode ser. Bicicleta, depois uma motocicleta, um fusquinha, um Celta, um Citroen 2004, etc. até chegar na Ferrari. Vai levar anos. E sim, vão te apresentar empregos e clientes para tu trabalhar e conquistar o que quer. Tem uma casa aonde guardar a Ferrari pelo menos? Tem dinheiro para pagar o IPVA e o seguro sem chorar? Tudo isso faz parte.
Pactos podem ser de curto prazo ou por uma vida inteira. E alguns são até para depois da vida e o que não falta são espíritos de mortos por aí escravizados. Quem trabalha a fundo na espiritualidade sabe do que estou falando.
Um pacto simples é apenas uma espécie de contrato, que deve ser claramente definido e muito bem explícito sobre todas possibilidades de ser encerrado (o que nem sempre é tão fácil assim).

Então, por favor, seja qual for sua necessidade e objetivo, primeiro trabalhe com os espíritos que tiver afinidade. Com o tempo vai criar o que chamamos de "relacionamento" com os espíritos (mas não é amizade, apenas respeito) e descobrimos que apenas uns poucos serão o necessário para a maioria de nossas atividades pois eles têm múltiplas atribuições que não estão escritas nos livros e eles mesmos com o tempo nos mostram isso.
Aprenda a conjurar, se proteger, fazer banimentos (uma das coisas que mais fazemos são limpezas e banimentos), ter disciplina. Descubra as áreas e maneiras dos espíritos operarem.
Não precisa pacto. Isso nunca é um atalho, pelo contrário, pode ser uma porta de entrada para que algum espírito intrusivo passe a se alimentar com sua energia (vida pessoal e até todos ao redor, família, etc). Ou seja, tem muitos espíritos oportunistas.
E principalmente, como é que você vai saber que o espírito que respondeu é quem foi chamado? Uhm? Precisa muito tempo de trabalho dedicado para isso. Em nosso país com tantas misturas, torna-se ainda mais sério e acontece muito mais dos que as pessoas pensam.
Por exemplo, é fácil perceber que muitos por aí que oferecem milagrosos pactos de riqueza com Lucifer na verdade estão lidando com religião africana e usando outros espíritos que fingem ser Lucifer. Nesse caso, a pessoa fica presa numa linha de religião africana e vai ter que lidar com a coisa e principalmente, dar-se conta que o espírito mentiu descaradamente (assim como o sacerdote).
E sim, espírito mentiroso é o que não falta.



Se você quer fazer ou já fez um pacto, essa parte é para você. 

Sim, eu coloquei essa parte por causa dos muitos que pedem isso.
É sempre assunto muito sério.

E não é problema meu.

Não me escreva mensagens apenas para perguntar a respeito, não peça dicas. Eu vou responder apenas enviando o link para pagar a consulta se alguém insistir. 
Se a sua intenção é séria, então é investimento sério e você tem que pagar a consulta formal para isso.
Eu não vou perder tempo com curiosos! 



Se não tem dinheiro nem para a consulta, então você não merece e também não condições financeiras vai ter para pagar o quanto um ritual desses custa. Não insista!

Clique aqui: Consultas sobre pactos (sim, eu vou estudar você a fundo para apresentar o melhor possível a respeito).


Sobre decidir fazer um pacto mesmo assim. Quer mesmo? Ok, podemos fazer.

Certas linhas de trabalho com demons e outros espíritos são baseadas em pactos e não é apenas com Lucifer. 
Basicamente é um trato, um negócio entre as partes e quem pede terá que cumprir com algumas condições e responsabilidades a seguir e do outro lado o espírito irá ajudar naquela área.
Isso não tem nada a ver com "vender a alma", muito menos se desgraçar pela eternidade em troca de algo fútil. É um negócio entre as partes.

Eu falei que o espírito vai "ajudar" e não fazer milagres instantâneos apesar de que o grau de comprometimento é maior para ambos. Ainda assim a pessoa vai ter que aproveitar oportunidades e nem sempre todas parecerão ser tão fáceis. Pelo contrário, certos espíritos podem até arrastar a pessoa num sentido figurativo na direção que foi solicitada, assim poderão surgir obstáculos e desafios contra os quais a pessoa será arremessada para que os supere até na marra.

Já outras serão aberturas de caminho que surgem e novas possibilidades se apresentam. Mas mesmo que pareçam fáceis, é justamente aí que tantos falham por deixar de prestar a mesma atenção e cuidado e tenho casos em que as pessoas desdenharam de ótimas chances porque acharam "simples demais". E quem disse que as coisas precisam ser complicadas ou que sempre terão que vir acompanhadas com uma banda de música e foguetes?
Ou seja, nem sempre serão oportunidades "difíceis ou fáceis" mas elas vão ocorrer e aí cabe a quem pediu lidar com as situações.

Quer que eu faça um pacto para você? Ok, posso fazer. Vai custar bem caro, e isso vai depender para qual espírito será feito o pacto em seu favor e o nível disso.
Sendo enfático: pode-se fazer pactos com diversos espíritos diferente e não tem milagres como riqueza, luxúria ou poder instantâneos.


Sobre Pactos Já Existentes

A outra situação é de quem já fez pacto e agora precisa de informações, não sabe como lidar com a coisa ou está tendo problemas.
A maioria das pessoas que me procuram sobre pactos já feitos estão numa dessas condições:
  • Não estudaram o assunto. 
  • Se contrataram alguém, não receberam orientação adequada ou até foram enganadas. 
  • Buscaram uma opção que pensaram ser fácil ou de pouco valor. 
  • Descobriram que tem que cumprir sua parte e querem mudar a coisa. 
  • Estão com problemas sérios por não saber lidar com a coisa.  
  • Não gostam dos resultados e descobrem que continuam tendo sua obrigação. 
  • São oportunistas e pensam que vão enganar os espíritos. 
  • Se arrependeram ao extremo. 
  • Mentem e tentam jogar para nós assumirmos o problema que eles criaram. 
  • Alguns realmente fizeram uma operação bem feita e estudada, mas descobriram que os espíritos são muito mais ardilosos então mesmo preparados legitimamente precisam de ajuda.


Pedindo Informações


Repito: Não me escreva mensagens apenas para perguntar a respeito. Você tem que pagar a consulta. Se não tem dinheiro nem para isso, então você não vai ter para pagar o quanto esses rituais custam. Não insista!

Antes de tudo você obrigatoriamente tem que pagar o valor de uma consulta formal onde vou avaliar o que você pede e como isso poderá ser feito. Se acha a consulta cara esqueça o assunto pois isso não é nada perto do que custa essa operação e não me escreva questionando pois eu não vou perder tempo com curiosos e nem responder sobre isso pois é óbvio que você não está preparado para tal coisa. Isso custa caro e é para quem pode, assim como são tantos rituais até em áreas mais tradicionais que cito na primeira parte desse artigo.

Não sugiro e muito menos ofereço milagres. 

Se com o resultado do que eu apresentar você estiver de acordo com as condições, vou então ajudar a fazer o contrato que é personalizado e esse será então efetivado com o espírito em rituais específicos. Isso envolve uma sequência de rituais que podem durar até um mês e uma vez efetivado será sua responsabilidade manter e continuar com o trabalho. Eu apenas vou fazer o melhor para unir as partes e lembrando que você terá responsabilidades a cumprir. O pacto e o que fazer com ele é problema seu!

Se esse realmente for seu caso, se você realmente tem condições financeiras de bancar uma operação dessas, clique aqui e solicite Consulta sobre pactos. Sim, eu vou estudar você a fundo para apresentar o melhor possível a respeito e repito, sem milagres


Essa consulta será exclusivamente sobre isso e não vou abordar nenhuma outra área da sua vida pois é só para eu avaliar a questão do pacto e nesse caso envolve outras coisas e muito trabalho inclusive contatando os espíritos a seu respeito. Vou abordar o que se refere exclusivamente a essa possibilidade de realizar a operação do pacto em seu favor. E não vou julgar ou questionar você.

Entenda, o que você vai fazer com o resultado do pacto será problema e responsabilidade sua, não minha.



P+
22/09/2017

.'.

Leia também:


.'.

Consultas e Trabalhos em Magia - Portuguese text


Readings and Magic Works - English text


.'.

2 comentários:

Leandro Severino disse...

Gilberto,

Boa essa questão ai de como é que vou saber que o espírito chamado é realmente o que está respondendo hein !? É um tema para se pensar e refletir muito.

Tu sabes que honestamente eu sempre pensei seriamente que se o cara não percorreu uma longa estrada de sutilização do sentidos, ou seja, se depurou, fisicamente, energitacamente, espiritualmente e mentalmente ele nunca vai ter a certeza de nada e isso meu amigo, embora eu seja um teórico e num um prático, isso eu acredito que leva tempo, por que não dizer...muitos anos !.

Até lá é brincadeira de roleta russa, mas lógico !, isso na minha humilde e teórica opinião.

Então, por fim, te escrevo este comentário mais para agradecer pelas pérolas que tem sido este teu material postado, realmente tem me ajudado a compreender muitas coisas que ainda estavam obscuras em minha caminhada.

E por fim, te deixo uma pergunta:

Inúmeras são as razões que levam futuros magistas adentrarem no reino dos estudos e práticas espirituais, embora, percebe-se que a grande maioria entra com um desses dois grandes objetivos (se não os dois hehehe): - 1) Virar Harry Potter ou 2) Ficar rico (fama, dinheiro, poder e sexo).

Ao tratar contato com esses espiritos, sejam anjos ou demonios, existe uma relação de troca, então te pergunto:

- O que estes espiritos ganham com isso ? ou seja, eles realmente precisam estar aqui atendendo esses chamados ? a esses pedidos ? qual é a vantagem deles nisso tudo ?


Eu, em meu "teórico conhecimento prático" consigo chegar a duas reflexões, mas eu gostaria de tua opinião para aprofundar isso, se for possível é claro:

1) Anjos -> Estes respondem ao chamado e ajudam numa forma de incentiva o mago e se auto-conhecer, a realizar uma busca sincera consigo mesmo, a "escalar a montanha".

2) Demonios -> Estes querem energia. Fazem o que tu pedir, se for permitido fazer, mas querem uma grande energia em troca, pois nada é de graça nesse universo. E é aqui que mora a minha maior dúvida: - Qual é a via de evolução desses caras ? eles nunca vão evoluir ? ou toda a construção mental e conjunto de crenças que tenho sobre evolução está equivocada ( o que é uma grande possibilidade é lógico !).

Grato pela sua atenção.





Gilberto Strapazon (Sw. Prabuddha) disse...

Existem muitos debates interessantes a respeito do porque as entidades espirituais nos ajudam. Anjos são emissários de Deus e nos ajudam em sua obra pois somos feitos a Sua imagem e semelhança. Essa seria uma.
No caso de Daemons, nem sempre querem nossa energia. Alguns não aceitam oferendas e até consideram um insulto. Eles então fazem algo porque podem.
Claro que alguns vão querer algo em troca, é energia afinal de tudo.
Não quer dizer sacrifícios de sangue, isso é cada vez menos usado e existem alternativas até melhores, como ervas e outras coisas. Ou apenas ter seu nome divulgado, o que fortaleceria sua egrégora.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...