English readers and other languages: Many posts are in portuguese, you can use the Translate button at left side.

Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!
Mostrar mensagens com a etiqueta Natureza. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Natureza. Mostrar todas as mensagens

segunda-feira, 18 de março de 2013

Abelhas entrando na sua casa - Bees entering at your home

In A Bee's World


Fotografia: Nadav Dov Boretzki  (Israel)


Dica do dia:

Abelhas são sinais de prosperidade e luz, são guiadas pelo Sol.
Se uma abelha entrar na sua casa ou local de trabalho, agradeça a benção.
Muito provavelmente ela foi atraída pela luz ou flores que tenha no local ou porque a energia é boa.
Quando elas entram na sua casa sem motivo aparente, costuma ser uma indicação ou aviso de algo bom. Receba bem estes visitantes.
Se necessário, ajude-a a sair em liberdade, toda colméia irá agradecer com suas bençãos de prosperidade.
Se a janela ou porta não estiver evidente para ela, tenha calma e use um pote de plástico e uma folha de papel como tampa. Aguarde com calma ela pousar, coloque o pote sobre ela e deslize a folha de papel gentilmente por baixo, fazendo ela subir no pote sem se machucar.
Não as machuque, mesmo sem querer elas vão tentar se defender.
Depois leve para fora, aproveite para conversar com ela e agradecer pela visita, desejando-lhe que siga em paz. E liberte-a. 

É claro que se um enxame entrou na sua casa, é um pouco diferente. É uma invasão!!! Rsss... Mas mesmo assim, procure chamar alguém que lide com abelhas para que as recolha, assim serão levadas para um apiário. E agradeça a visita!

Trate bem toda natureza e ela saberá retribuir.


English version

Tip of the day:

Bees are signs of prosperity and light, they are guided by the Sun.
If a bee comes into your home or workplace, thanks for the blessing.
Most likely she was attracted by the light or flowers she has on the spot or because the energy is good.
When they enter your home for no apparent reason, it is often an indication or warning of something good. Get these visitors well.
If necessary, help her out in freedom, every beehive will thank you with their blessings of prosperity.
If the window or door is not obvious to them, take it gentle and use a plastic pot and a sheet of paper as a cover. Wait quietly for her to land, put the pot over her and slide the sheet of paper gently underneath, making it rise inside the pot without getting hurt.
Do not hurt them, even if they inadvertently try to defend themselves.
Then take it outside, take the opportunity to talk to her and give thanks her for the visit, wishing her to continue in peace. And free her.
Of course, if a swarm came into your house, it's a little different. It's an invasion!!! LOL... But even so, call someone who deals with bees to collect them, so they will be taken to an apiary. And thank the visit!
Treat nature well and nature will know how to reciprocate.



.'.

domingo, 23 de setembro de 2012

O mundo é do tamanho do teu pensamento

Waiahuakua Sea CaveHawaiian Island of Kauai
Foto>Na Pali Riders (Havai)



Não pense que conhece tudo, a natureza sempre te reserva algo novo.

Então isto também vale para sua vida, teu espírito é ilimitado como o universo.

Busque sempre expandir seus horizontes.




.'.





segunda-feira, 23 de abril de 2012

Chuvas de Meteoros

Cena do vídeo: Temporal Distortion
Autor: Randy Halverson



Meteoros são como sementes vindos do espaço.

Apreciar a chegada deles é sempre um belo espetáculo com seus rastro de luz pelo céu.

No site da nasa tem uma área com imagens e câmeras de monitoramento de meteoros, cometas, etc: Watchtheskies




Algumas das principais chuvas de meteoros previstas para 2012



Periodicamente nosso planeta passa por áreas do espaço em que ocorrem chuvas de meteoro que podem ser observadas por várias horas.


Cosmic Fireworks
Foto: Luc Perrot
Os dados abaixo são apenas um resumo.
Veja uma descrição destalhada de cada ocorrência no site:
EarthSky’s meteor shower guide for 2012

A quantidade de objetos é variável, podendo ser de 5-6 a mais de 50 meteoros por hora.
Dependendo de sua localização, mais ao sul ou norte, a observação poderá ser melhor.


22 de Abril - Lyrids

5 e 6 de Maio - Eta Aquarids

28 e 29 de Julho - Delta Aquarids

12 e 13 de Agosto - Perseids

7 de Outubro - Draconids

21 de Outubro - Orionids

4 e 5 de Novembro - South Taurids

11 e 12 de Novembro - North Taurids

16 e 17 de Novembro - Leonids

13 e 14 de Dezembro - Geminids


.'.

Leia outros artigos relacionados clicando nas tags abaixo:
.'.

sábado, 14 de abril de 2012

Comer Carne e Consciência: Entrevista com o Monge Genshô

Sem extremismos a vida é mais fácil.

Encontrei esta entrevista com o Monge Genshô, que aborda de maneira simples a opção de cada um sobre coisas da vida, buscando consciência naquilo que faz.

A entrevista original está no blog Vegetarianismo e Ética: Entrevista com o Monge Genshô

Abaixo a íntegra do texto:









Entrevista com o Monge Genshô

O senhor come carne? Os monges devem ser vegetarianos?
Sou vegetariano. Nos mosteiros a tradição budista é vegetariana. Mas a abordagem não é tão simples. O foco do budismo é o sofrimento, devemos tentar diminuir o sofrimento que causamos ao viver. Mas quando um monge é convidado a uma casa come o que lhe oferecem sem nada dizer. Quando mendiga e recebe comida também. Manter uma mente discriminativa e orgulhosa, achando-se superior por não comer carne é visto como uma atitude não compassiva. Na verdade eu ainda não consigo comer carne sem pensar, isto é uma falha minha e espero um dia ter atingido o ponto do mestre zen que mendigando recebeu comida de um portador de hanseníase (lepra), o polegar apodrecido do homem caiu em sua tigela, ele comeu sem pestanejar… Este era realmente um grande mestre zen.
De vez em quando, ouço que os monges budistas não comem peixe. O que me diz sobre este assunto?
Bobagem. Os monges não comem carne de nenhuma espécie dentro dos mosteiros. Nos mosteiros, não se matam animais para comer. Os monges não devem aceitar que se mate um animal especialmente para eles. Mas devem aceitar, sem protestar ou manifestar preferência, qualquer coisa que lhes seja oferecida pronta, inclusive qualquer tipo de carne.
Como se sente aquele que é vegetariano e budista em relação a uma criança passando fome?
A pergunta tem sentido, mas precisamos aprofundar.
Podemos perceber que qualquer ampliação do eu em direção ao mais abrangente é um ganho de consciência. A prática é a ampliação, não importa onde começa: importa seu processo de expansão, porque uma vez iniciado abrangerá cada criança faminta e ser sofredor sem distinção.
Se alguém sente compaixão, ela será em todos os casos uma ampliação. Para alguns, a compaixão
vai somente até os limites de seu próprio corpo. Para outros, abrange o seu próximo. Para a maioria, restringe-se àquilo que se vê; se não estiver vendo não se condói. Para outros, até os limites das fronteiras de seu país, de sua raça. É etnocêntrica e cessa com os diferentes; é fácil ver tais limites em ação nas guerras tribais e religiosas.
É muito difícil conhecer alguém que vê toda a humanidade como objeto de seus sentimentos. Para quase todos, a compaixão tem os limites da espécie humana, e não lhe dói um cavalo escravizado e o chicote que zumbe à frente da carroça. Tampouco os matadouros em que as ‘Auchwitz’ de animais funcionam. Para quem o planeta e suas pedras torturadas doem? E a finitude das estrelas entristece?
A dor por alguém de nossa espécie não desqualifica a compaixão por um animal, apenas demonstra até onde vai o limite da consciência. Quantos são incapazes de matar, mas permitem ou pagam para que outrem o faça? São mandantes e não se creem cruéis porque não agiram por suas mãos, apenas outorgaram procuração.
Quantos dizem não gostar de política, e deixam de influir nos destinos de seu povo deixando que outros decidam tudo por eles? Deixam que os outros decidam, até mesmo, os destinos das crianças de quem se apiedam, mas evitam olhar.
Assim, repita-se: qualquer ampliação do eu em direção ao mais abrangente é um ganho de consciência. Por esta razão, o voto do bodisatva fala em todos os seres sencientes como objeto da prática. Falharemos nesta incorporação inevitavelmente.
Mas ao fim, como ocorre com alguns monges que conheço, nenhum país, nem pessoa , nem comunidade, estará fora de seu objetivo. Essas pessoas percorrem o mundo em um permanente esforço de ampliação da compreensão para libertar todos os seres do sofrimento, por todos os meios possíveis, sacrificando, até o limite, seus próprios corpos. Isso porque sua compaixão quer abranger tudo que puder tocar.
Aí não há mais distinções estreitas para a mente iluminada, homem, criança, animal, ou rios e pedras.
Mas ao fim e ao cabo, a compreensão final mostrará a ilusão que mesmo o sofrimento carrega. É ilusão, mas dói naqueles que nela estão mergulhados. Por isso, os bodisatvas permanecem no mundo tentando acordar os seres até que este tempo cósmico se esgote. Eles sabem que o bem e o mal não existem, nem o certo nem o errado, nem a dor. Mas, para quem a sente, ela é angustiante e é uma alegria libertar qualquer ser de seu grilhão.
Já li várias vezes que não é recomendável uma dieta alimentar baseada em carnes, visto que algum ser vivo foi sacrificado para saciar nossa fome. Eu não como carne, mas fico pensando: será que nos alimentarmos com vegetais também não é uma forma discutível, já que as plantas também são formas devida? Se isso se confirma, praticamente não sobra nada. Como isso pode ser? Há como escapar desse ciclo?
Pergunta muito frequente. Resumindo:
1) O budismo não é em si vegetariano;
2) Em geral, a prática recomenda diminuir o sofrimento que causamos, já que é impossível viver sem causar sofrimento;
3) Nos mosteiros zen, a prática é uma comida sem matar animais de nenhum tipo. Em decorrência disso, muitos budistas são vegetarianos. Mas isso é prática pessoal, que cada um pode adotar se estiver inclinado a tanto;
4) Se um monge zen recebe carne para comer, ele nada diz e come. Se alguém diz que vai matar um animal para servi-lo, ele pede que não o faça;
5) Achar-se superior por não comer carne é visto como um erro de orgulho, falar sobre isso é discriminar.
O vegetarianismo de alguns budistas não é radicalismo? Afinal, quando comemos alfaces não as matamos?
É verdadeiro que a vida vive da vida. É impossível viver sem causar sofrimento. Como você deve ter notado no texto que citou do Lama Padma Santem, ele diz “budistas comem de tudo, mas no centro temos uma dieta vegetariana”. Eu o conheço muito bem e já comemos lado a lado muitas vezes. A idéia não é radical, é de que podemos diminuir o sofrimento já que estamos sempre causando o mesmo. Pelo menos no meu caso, não digo o que é certo ou errado. No zen não se pode fazer esta distinção.
Os que comem carne estão certos; os que não comem por compaixão aos seres que têm sistema nervoso(diferentes de alfaces) estão apenas sentindo a dor dos outros seres, tentando diminuir o sofrimento inevitável que viver causa. Estão, à sua maneira, certos também.
É apenas sua condição cármica que os faz sentir assim. Outros nada sentem quando caçam, por exemplo. Trata-se de sua condição mental. Por essa razão, você verá tantas atitudes como as do Lama, ou as dos mestres zen que aceitam comer carne quando lhes oferecem, mas que, em suas casas, praticam um vegetarianismo sem exibições.
Quanto ao fato de se verem os ocidentais como praticantes mais zelosos, os mestres orientais têm observado, pelo menos no zen, que um dia se virá do oriente para aprender no ocidente um budismo revitalizado. Trata-se da degenerescência natural que as escolas sofrem e da qual o próprio Buda falou.
Sim, todas as práticas têm a ver com religião, são os métodos de que ela se utiliza. Espero que você compreenda que não se trata de radicalismo.
Existe diferença entre matar um animal para comer, ou colher uma alface?
Procure mudar o foco para o sofrimento e não apenas para a palavra matar, que tem um significado mais simples. Quando você corta cabelos, ácaros podem se alimentar deles, bactérias idem. Você sofre quando seus cabelos cortados são consumidos? Não, porque não possuem um sistema nervoso como outras partes do corpo. Seria muito diferente se lhe cortassem um dedo para ser consumido. Assim, existe diferença entre uma folha de alface e um ganso de foie gras, torturado para produzir uma iguaria. Assim, considerando a dor que seus atos causam, você pode ver melhor as marcas cármicas que eles produzem.

No Dharma

Genshô



.'.
Leia também:
.'.

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Explosão solar deverá castigar a Terra entre terça e quarta-feira

Foto: Leandro Pérez, Argentina
24 de janeiro de 2012.


No ano passado já comentamos a respeito de fortes explosões solares, anunciadas pela Nasa, a partir da observação  dos ciclos solares.


Comentei aqui, já procurando fazer um pouco de humor, afinal, não é todo dia que o mundo acaba né? (risos).

Bem, dentro do prazo anunciado estamos tendo algumas manifestações bem fortes do nosso Astro Rei, que podemn efetivamente causar danos a equipamentos elétricos e eletrônicos, portanto, vindo a causar algum problema em áreas muito diversas.

Uma poderosa explosão solar de classe M9 deverá castigar a Terra entre terça e quarta-feira e produzirá distúrbios ionosféricos de grande magnitude. Essa é a maior explosão do Sol desde 2005 com potencial para danificar satélites e produzir sobretensões em redes de distribuição elétrica.  
A explosão ocorreu no hemisfério norte do Sol às 03:59 UTC (01h59 BRT) de segunda-feira, dia 22, quatro dias depois que uma explosão na estrela produziu uma forte ejeção de massa coronal que atingiu a Terra no dia 22, provocando instabilidades geomagnéticas de média intensidade. Esta explosão fez Índice KP, que mede a instabilidade ionosférica chegar ao nível 5. Com a nova explosão o KP deve chegar ao nível 8 ou 9 nas próximas 48 horas.
De acordo com informações recebidas do Centro de Previsão de Clima Espacial dos EUA, SWPC, as partículas solares deverão atingir a alta atmosfera terrestre já a partir das 12h00 BRT de terça-feira.

Espera-se que outras explosões solares venham a acontecer com certa regularidade. Portanto, se seu aparelho eletrônico endoidar de repente, pode ser por causa da verdadeira chuva de energia que o planeta estará recebendo.


Veja também: 
.'.

domingo, 23 de outubro de 2011

Magia: as Raízes para Florescer - Árvores, Livros e Filhos

Tree of Wisdom
Foto: Ruddy Oaks (Candace MacDonald)


Amor
Siga o Sol e descobrirás que o Amor sempre está sobre ti.

Magia: as Raízes para Florescer
Uma introdução sobre o que é magia para os adolescentes de todas as idades.


Em 1998, três adolescentes, talvez com 15-16 anos, duas meninas muito bonitas e um rapaz que se achava muito valente, me procuraram "querendo" que lhes ensinassem magia, mas (como frisaram), a alta magia daquelas de grande poder, a coisa "real" (diga-se grandes efeitos especiais... risos), não aquela coisas "fraquinhas...".
(Ah sim, e de graça porque ainda disseram literalmente: "não cobres pelo que recebeu de graça..." com certeza eles não sabiam o preço de livros, muitos importados, viagens, materiais, anos e anos de trabalho e ainda pagar pelo próprio sustento, etc).  Três vagabundos? Não, em hipótese alguma. Apenas alguns a mais que foram correndo em busca de resultados imediatos, fáceis e baratos. E na prática, poderia ser sido tão fácil. Mas se a pessoa não quer aprender logo, pode custar muito, mas muito caro mesmo. (eu sei o que aconteceu com eles a seguir na mãos de charlatões. Mas minha opinião não serviu, precisaria ter algum trabalho verdadeiro...).

Bem, voltando, pensei comigo o quanto existe de belo na caminhada. Muitas pessoas querem logo de cara, fazer grandes coisas, geralmente iludidos pelos filmes de ficção ou livros populares escritos sabe-se lá por quem e com quais intenções. Felizmente muitos são apenas livros de boas estórias. Nos Contos de Narnia, o Leão simbolicamente representa Jesus. Ele se sacrifica, mas quando necessário vai a luta e usa suas garras. Muito autores tem tem coisas legais também, mas de forma geral, tudo aquilo é fantasia. E nos filmes, um festival de efeitos especiais. Mas acho legal a leitura dos grandes clássicos dos Contos de Fadas, geralmente seus autores tinham algo para apresentar ou ser questionado (por causa da época em que viviam). Mas na prática, não é tão simples assim. Quantos encontram "milagrosamente" uma situação tão ideal e tão fantástica de repente em suas vidas?
As pessoas buscam resultados instantâneos e nem percebem que os resultados já estão aí, em toda natureza, em nós e ao nosso redor.
Disto, resultou este texto, sobre a magia da vida, plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho. O que isto quer dizer?




Quando na adolescência de nossa alma sentimos atração pela magia, o que buscamos? Talvez, conhecer mais sobre o mundo que está fora do nosso alcance ou então, deixar de ser anônimos em meio à uma sociedade caótica.

A falta de ritos de passagem, os rituais de transição da infância para a vida adulta levam os jovens a busca desordenada. Que dizer a quem pede pelo conhecimento se este ainda desconhece os perigos e desafios que tem pela frente?

O que é magia?

Uma das muitas maneiras de explicar é:
"A magia é um canal pra expressar o Amor através da Vontade dirigida com Sabedoria."
Assim, é preciso Amar o que se quer, desejar do mais íntimo do seu coração (chakra cardíaco). Usar a Vontade (chakra do Plexo Solar) para agir. E com sabedoria, (chakra Coronário), ter a clareza e o entendimento necessários. E sim, os demais chakras são importantes e devem ser compreendidos, mas isto é trabalho para você fazer sua lição de casa e estudar um pouco.
Magia significa trabalho, muito trabalho por muito tempo. E o trabalho mais difícil de todos é decidir assumir sua própria vida e fazer o que tem de ser feito. Ninguém vai fazer por você. E as pílulas prontas por aí, são apenas drogas temporárias.


O primeiro a ser feito, por qualquer ser que deseje progredir evoluindo à um estado mais elevado de consciência, é dirigir-se a Natureza. Aprender sobre os elementos. Conhecer campos, rios e montanhas. Perceber que o amor à Vida é o primeiro passo para descobrir, em si mesmo, todo o universo. O Sol e a Lua, os vales e cachoeiras, as selvas, os desertos e os cumes nevados estão dentro de nós. Conhecendo e amando a Natureza, aprendes sobre ti e os demais.

Este relacionar-se com o todo, leva-te ao contato com os quatro elementos, dentro e fora de ti.

A relação aprofunda-se e descobres que assim como tu, toda existência passa por ciclos de transformação.

Uma semente de pinheiro, tem em si, completa, toda uma árvore. Veja, ela é só uma semente e sonha em ser uma grande árvore, com frutos, pássaros cantando em seus galhos, propiciar uma sombra para quem precisar. Ela vai passar por transformações, algumas estranhas, outras até com alguma dor e sofrimento, mas todas têm a mesma chance de lançar raízes profundas que as mantenham enquanto sobem ao céu com seus ramos viçosos balançando ao vento.

Uma árvore dá sombra, frutos, proteção e abrigo, além de fixar o solo. Sem competição. Apenas buscando ser o melhor de si mesma.

A pessoa que cria seu próprio mundo, faz com que outras se beneficiem disto. Sendo quem é realmente, sem máscaras, nem rancores, nem ilusões.

O seu aprendizado, um dia se tornará um fruto que poderá ser entregue à outras pessoas. As memórias positivas são o maior tesouro a ser preservado. Elas ajudarão aos que se preparam a ter orgulho de sua própria jornada sabendo que, se forem autênticas em arriscar-se na busca pelo novo, colherão os melhores frutos, as sementes da Liberdade. Este conhecimento, quando compartilhado, é o significado de escrever um livro.

Tendo iniciado o aprendizado com a verdadeira natureza, levando este conhecimento aos demais, o ser humano fará com que isto chegue à outra pessoa. Basta apenas uma que receba seu ensinamento. Será como uma filha ou filho saídos diretamente de seu coração. Sua união será para sempre.

Surge a relação maior, que é o encontro Mestre e Discípulo. Não é uma relação patriarcal, mas um encontro de irmãos. A distância que os une é tão curta que apenas o pensamento basta para uni-los. O Amor circula e cria-se uma nova geração de buscadores.

Do que foi dito, temos o significado da frase popular de que "toda pessoa tem que plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho". Tomar tal frase como está, seria no mínimo, insultar a própria criação, limitando de maneira torpe e vulgar a capacidade evolutiva do ser humano.

Nascemos como sementes das estrelas, nossas raízes nos darão a energia da Mãe Terra de que necessitamos para conhecer e viver em todo este lindo planeta. Chame a isto de dinheiro, de estabilidade, alimentação saudável, tranquilidade. Mais que isso, que é apenas o mínimo básico, é vital ligar-se com a fonte de tudo: a Natureza, fonte de toda Magia verdadeira.

Através da experiência direta e do crescer junto à irmãs e irmãos que formam nossas famílias espirituais, aprenderemos os próximos passos neste mundo, em que a energia do Amor é o grande segredo a ser aprendido.

Conhecendo as energias elementais, com o tempo passamos a aprender sobre as energias planetárias e os diversos planos de manifestação das energias. A tradição Hermética ensina que "o que está acima é como o que está abaixo".

Aí começamos a perceber como cada semente que plantamos está relacionada a uma intenção maior, de seguir ao cosmos e de lá voltar trazendo novas energias que se manifestarão em nossa vida.
Aprendendo sobre os ciclos da natureza e as estações, vamos aos poucos descobrindo também sobre as horas planetárias, a importância das fases da Lua, a relação entre os diversos planetas e até com os astros.
E neste universo, vem o aprendizado dos planos angelicais, os grandes espíritos, deidades, etc e seus muitos mundos e experiências que cada um deverá descobrir e aprender.
Só então começam os trabalhos maiores e algum dia, a busca da realização da Grande Obra. Do Grande Trabalho quando então, um novo ciclo se iniciará.
A Grande Obra não é uma meta. É apenas mais um passo na caminhada. As árvores cresceram, os filhos vieram e a família se formou, aprendeu-se a escrever e livros levaram novas palavras.
Então as bases estão feitas para começar a construir com estes recursos, seu caminho ao Universo.

.'.

Gilberto Prabuddha

Publicado originalmente no Buddha-Zine Edição 03 - Julho de 1998.

.'.


Nota: O que aconteceu com aqueles três jovens citados no início? Bem, eram de famílias "tradicionais" do bairro, então tive algumas notícias. Apesar de muitos alertas, assim como tantos que tem seus "conhecidos com receitas fáceis", eles foram atraídos por um curso de "Sacerdotes e Sacerdotisas da Lua", (só para adolescentes) onde todos meditavam nus e deveriam deixar a "energia" e a "união íntima com o cosmos" acontecer (só com o instrutor) porque era vontade da "deusa". Seguido de "grandes cerimônias" onde as meninas eleitas participavam de um verdadeiro bacanal onde só o suposto mestre dava a "instrução", de preferência para as que ainda fossem virgens (portanto, eleitas pela tal deusa).
O sujeito foi preso algumas vezes vezes merecidamente. Em tempos recentes, descobri que ele botou roupa de cigano e tem promovido grandes festas "místicas" noutros estados.

Este é o mundo.

.'.

Bem, que semente você vai plantar e em qual solo? 

.'.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

O melhor mapa da Chapada Diamantina

Foto: Andras Jancsik


Voltou (finalmente) o site do melhor mapa e guia já feito sobre a Chapada Diamantina, obra do amigo shamã Roberto Sapucaia:


www.trilhasecaminhos.com.br




A Chapada, além de cidades históricas, é um imenso parque natural, ideal para turismo ecológico, fazer trilhas de bike e trekking, explorar locais remotos.

Morros esculpidos pela natureza, rios limpíssimos, cascatas, cavernas, imensas áreas naturais belas e de muita energia.

Acho também um fantástico local a ser explorado para estudos, treinamento e atividades de desenvolvimento pessoal, empresarial e mágico.

Atividades como vivências shamânicas, trabalhos de consciência para executivos, práticas de magia junto das grandes forças naturais (elementais) que ali estão, etc.

Sempre falo que empresas são organismos sociais. Dependem de criatividade, produtividade, qualidade, chegando ao modo de atuar e produzir. Tudo isto tem a ver com a natureza, que é uma das maiores escolas de administração que existem.

Empresas que precisam estimular e desenvolver a criatividade, a percepção  mais abrangente de negócios, mercado, etc, ter um local adequado para buscar inspiração, planejar, perceber "in loco" o que são algumas das principais as raízes para o que se chama "gestão verde". Ou simplesmente, estar numa atmosfera adequada a ponderar sobre o que fazem, nutrindo a inteligência de seus negócios, sua vida pessoal e trazendo para a corporação, uma maior interação com a sociedade.



Os mapas que o Roberto fez, foram baseados em mapas de satélite, longas caminhadas exploratórias e são detalhadíssimos. Começaram com informações que antes só existiam na cabeça de alguns poucos guias, alguns poucos papéis rabiscados da gaveta de alguém. Depois os caminhos foram trilhados e mapeadas extensivamente por ele.




www.trilhasecaminhos.com.br 

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Espiritualidade sem Drogas

Shaman´s Dream
Foto: rjg329 (Bob G)

Falo que se não pudermos rir da espiritualidade, algo está errado. Por isto que muitas coisas falo brincando, ou do meu jeito levemente irônico, mas muito objetivo (alguém aí falou ácido?)... rssss

Tenho amigos no Daime. E gente que é de grande conhecimento na espiritualidade e magia. Se para eles está bem, fazer o quê?

Pessoalmente, sou absolutamente contra qualquer prática que envolva o uso de substâncias que modifiquem a psique, excepto é claro, se e sómente se forem realmente utilizadas junto a um Mestre que realmente saiba trabalhar noutras dimensões. O que certamente não é o caso de 99,999999% dos que apregoam que podem ou que fazem o que bem entendem. Excursões místicas para tomar algum cházinho num shamã qualquer especializado em atender turistas também estão incluídas nisto.


Se quer saber se a pessoa tem tal capacidade, pergunte a um vidente autêntico, ou um Exu verdadeiro, um tarólogo muito competente, enfim, alguém sério que vai lhe dizer se a pessoa possui mesmo tais capacidades.

Este é o caso de Don Juan, que era mestre de Castaneda e mesmo assim, foram pouquíssimas as ocasiões em que se usou algo para gerar uma determinada modificação.


A experiência com determinadas plantas sagradas é baseada em práticas muito antigas, que ajudam a romper o teu esquema de visão do mundo, mostrar outra realidade.

Mas veja bem, uma vez que você tenha esta descoberta, deve ser capaz de seguir em frente sem o uso destas substâncias.


Se você não consegue continuar sem o uso destas, então você apenas torna-se dependente de uma muleta.
É como aprender a andar de bicicleta com aquelas rodinhas auxiliares. Quando você aprender, liberta-se das rodinhas.

Alguns shamãs/curandeiros/sacerdotes fantasiados fazem isto também e não estou falando só de muitos que tem por aí, na sua cidade, seja nos Andes e noutros locais ao redor do planeta vendendo suco de (-não vou dizer o nome da planta-) para os turistas místicos se chaparem ao som do tambor.

Uma boa bebida, pode ser vinho, com os amigos em frente a fogueira, como os antigos Vikings, pode ser um momento de comunhão espiritual muito mais intenso do que sair se chapando e depois não ser capaz de ter controle sobre o que está acontecendo, nem dos efeitos colaterais.

Vide: Beber pode ser saudável e ecológico. Com moderação é claro!

Um trago de (bom) whisky ainda se resolve no outro dia com suco de frutas ao passo que boa parte das drogas ficarão no organismo e afetando a psique (e seu corpo) por anos.

.'.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Caminhar por Si e Ter o Mérito da Colheita

Chegar ao cume, por si mesmo!
Foto: Eric Lon

Nuvens que preenchem o céu nos mostram que a beleza da vida, assim como nossos ideais e pensamentos, tem uma duração passageira, mas que faz parte de uma continuidade.

Assim como nalgum momento as belas imagens que passam nos desenhos formados pelas nuvens, retornarão para a terra em forma de chuva, nosso pensamento algum dia deverá tornar-se realidade, seja pelas nossas ações, seja pela manifestação de nossos desejos que atraem as ocorrências.

Nestes anos todos, a vivência tem sido variada, e se por vezes o cotidiano nos faz revisar e questionar o que fazemos, por outro lado, esta mesma continuidade da vida nos mostra que, citando o I-Ching, "a perseverança num caminho correto é favorável".

E o que seria este caminho correto que alguns buscam?

Veja, para o preguiçoso, apenas o que é fácil e cômodo lhe parece bom.

Para o oportunista, nada melhor do que aproveitar-se do trabalho dos demais.

Assim como na natureza, as pessoas também manifestam estes comportamentos.

Outros anseiam por algo que lhes parece uma vida pacífica e sem problemas.

Mas a falta de problemas não indica necessariamente uma vida agradável. É necessário algum vento para que as sementes das árvores possam se espalhar e florescer.

Os aventureiros buscarão o estímulo da busca, do desafio. Alguns se arriscarão de forma imprudente. Outros serão buscadores da vitória interior, de conquistar a si mesmos.

É muito fácil para alguns, aprenderem algumas palavras vazias de alguma revista destas populares, e apregoar um aprendizado que não tem.

São os tais pseudo-pesquisadores de livretos de bancas de revista, os que fazem um curso  rápido qualquer, de preferência quase gratuito, ou que simplesmente tomam para si o trabalho de outros e se intitulam meritórios "mestres".

Lábia de vendedor é usada para inventar algo que parece "papo cabeça" e enganar os incautos iludidos com tantas estórias inventadas. Mas esquecem de observar como alguém de repente aparece apregoando milagrosos conhecimentos sem nunca ter estudado, ou sem que ninguém jamais soubesse. Relatos que mudam de palavras e conteúdos a cada dia sem qualquer consistência.

Mérito representa algo que é merecido. O grande mérito é a sucessão de méritos reconhecidos por outros que tenham tanto ou mais méritos. Só então, do acúmulo de grandes e merecidos méritos, chega-se a vislumbrar a glória.

E um dos primeiros passos é aprender a dar graças pelo aprendizado. Agradecer publicamente, dar os créditos a quem tem ensinou. Mesmo se fores fazer uma citação de um texto, deves agradecer dando os créditos senão tudo que obterá será mais e mais Karma. Então se podes ter Dharma, uma benção positiva, por que deixaria de fazê-lo? É acaso algum tipo raríssimo de semideus que herdou tantos poderes que não precisa de ninguém?

E mesmo assim, se agradeceres falsamente, achando que de uma vez apenas tiras o peso do karma de tuas costas, se engana. O falso agradecimento, a pessoa mal agradecida, apenas coleta mais e mais karma e a pouca energia que pensa ter tomado, correrá para longe e será muito mais difícil reconquistar.

Neste muitos anos, décadas, foram incontáveis os milhares de banhos de água fria, jejuns, purificações, caminhadas na mata, metas a buscar, etc., para aprimoramento e aprendizado das energias. Exercícios, estudos.

Reinícios fazem parte da busca.

Certos aprendizados não são apenas intelectuais, não podem ser apenas anotados.

Isto se deve a correspondência e a relação direta entre os diferentes reinos.

Se falo por décadas de tarot, numerologia, práticas de magia, meditação, etc., falo também de atividades que são absolutamente básicas e que dependem umas das outras para o efetivo aprendizado.

É muito fácil eu colocar a mão na sua testa e lhe dar a visão para jogar cartas. Você pode até pegar meus escritos e intitular-se perito em ocultismo, numerologia, magia, o que for. É como uma pessoa comum pegar a roupa de um soldado e ir direto para o front de guerra! Ou vestir-se de policial por conta própria. Mas qual será a raiz, o que realmente estará dentro de você? Respondo: Só aquilo que tu cuidares por ti mesmo.

Pode-se ganhar um brinde espiritual. Trata-se disto. Adquire-se um talismã, uma benção.

Mas mesmo assim, será necessário o trabalho prático com os elementos, as direções, os planos e dimensões.

Se não cuidares do que recebeste, ao cabo de pouco tempo perderás o presente. Lembre, não é teu, é do universo e a ti é dado para que cuides bem e trabalhe para fixar e aprimorar!

É necessária a prática de algum tipo de disciplina adequada a você para que aquilo não sejam apenas palavras que se falam ao vento ou nas rodas de bate-papo. E que serão perdidas e esquecidas.

Mesmo que você escute as palavras verdadeiras de um mestre, lembre que estas são como sementes que devem ser plantadas num solo preparado, cuidado e regado regularmente. E os frutos, deverão seguir também este ciclo até que em você, seja gerada sua própria plantação, sua própria floresta, seu próprio lugar no mundo.

Um dom que não é usado é apenas um grande peso nas suas costas!

Um dom, uma iniciação que não forem preservados, será perdido, mas ainda assim, estará sujeito a responsabilidade! Deixaste o bastão atirado pelo caminho, mas mesmo assim, logo adiante já estarão te esperando os momentos em que precisarás deste bastão que desdenhaste.

E não importa se já tens títulos e mais títulos nalguma outra área. Poderá ser teu maior castigo ou então, isto poderá lhe ajudar, se tiver humildade, para o aproveitamento e aprendizado das lições que lhes forem passadas.

Sem humildade, de nada adianta, por exemplo, se você for mestre em Karatê e buscar o aprendizado em panificação! Terá que começar de zero, lavando panelas como qualquer aprendiz de cozinha.

Ninguém chega algum dia a ser mestre sem a capacidade de ajoelhar-se para iniciar um novo aprendizado com respeito e perseverança.

E o que um valoroso faixa preto em Karatê teria a ver com saber preparar deliciosos pães, doces, bolos? Simplesmente por primeiro, ser perito em tratar os outros na pancada tem sua serventia quando se usa este conhecimento para controlar e disciplinar a si mesmo, ao invés de impor-se na marra. E porque mesmo o mais valente lutador (poder físico) terá que saber alimentar os demais (poder espiritual).

Tens mais amigos se fores um bom padeiro e cativares pela gentileza, pelo coração (sabedoria), do que se tornar um tirano (vaidade) e fazer as coisas serem a sua maneira na marra, como uma criança teimosa e mimada, quebrando tudo quando contrariado.

Muitos são os que querem o conhecimento, o poder, alguma meta. Mas sem alicerces verdadeiros, tudo que conseguirão será uma efêmera e falsa passagem por algum degrau um pouco mais alto, mas jamais conhecerão o cume da montanha.

Os mestres, de todas as escolas esotéricas e linhas de espiritualidade se conhecem entre si e só os tolos vestem trajes que não lhes cabem.

Pode-se roubar um diploma, um livro, mas nunca o verdadeiro mérito de saber e criar realmente seu conteúdo e assim, poder tranquilamente recriá-lo a qualquer momento.

Quando tens tua própria caminhada, então começará, a saber, como flui o rio da vida e beber de suas águas.

 
.'.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Imagem de Deus

Foto: Geirangerfjord - Wikipedia

O que está acima é como o que está abaixo. Macrocosmo, microcosmo. Onisciência, Onipresença.

Existe deus, existe aquele a quem chamam de Deus, existem deuses, existe o Todo e o Nada.

Talvez ainda os exemplos, os momentos, os sentimentos as melhores formas de imagem, ou simplesmente, de compreensão do incognoscível.

Olhe para a natureza, o Sol, a Lua, as estrêlas, os campos e florestas, as montanhas, o movimento das águas, os ciclos da vida, a alegria e a tristeza, os sentimentos, emoções, sensações, a percepção do tempo e a ausência desta, as manifestações materiais ou não.

A respiração, o carinho num afago de mão, a voz do seu chefe, os animais em todas suas manifestações, toda diversidade humana, a vida em todas suas formas nestes e noutros mundos.

Volte-se para si mesmo, a maravilha da existência em cada célula e todos seus muitos componentes até a mecânica quântica em nossos átomos componentes. As ondas de luz e de rádio conhecidas e todas as formas de energias para as quais a ciência comum não tem (ainda) meios de detectar, mas que o mais humilde dos sensitivos conhece profundamente e a fé atesta em tantas formas.

O cansaço, o prazer e a renovação pelo sexo, pela alimentação, pelo trabalho. A inspiração intuitiva. A inteligência maior na visão dos iniciados e na inocência infantil dos que se mantém sempre jovens.

O próximo passo, o estar aqui e agora, lembrar-se de si mesmo.
A imaginação e o entendimento do futuro.
A percepção e a visão sensitiva e abrangente.

Alguns chamam estas coisas de manifestações, outros de acontecimentos, outros simplesmente a chamam de vida.

Tudo isto É.

.'.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

O Deus do Fogo


Imagem: Fottus.com



A erupção do vulcão que fica sob a geleira Eyjafjallajokull, na Islândia em Abril de 2010, mais do que nos lembrar das forças da natureza, também pode oportunizar cenas como esta logo abaixo.

As pessoas vão assistir ao espetáculo da erupção, numa distância considerada segura, conforme a situação é claro, mas neste caso, não posso deixar de observar o quanto isto tem a ver com a Saudação ao Grande Deus do Fogo, Senhor da Terra e da Fertilidade.

Os vulcões trazem para a superfície, o resultado do calor interno do planeta, para o qual são remetidas todas matérias que um dia, estiveram na superfície, e como poderia constar, todos seres e energias, almas, espíritos, etc, que retornam ao ventre da mãe Terra, para reiniciar o ciclo de evolução, purificados pelo fogo interior.

Qualquer semelhança com as narrativas de almas enviadas para serem queimadas no inferno talvez não seja mera coincidência.

Antigos conhecimentos, de povos ao redor de todo planeta,  tendem a apresentar interessantes conhecimentos em relação aos vulcões.

Além de ser um tipo de força "não domesticável" pelo ser humano, a interação com suas energias ensina maneiras de viver em harmonia com o ambiente e aproveitar os recursos que este nos oferece.

Só para lembrar, ou para quem não sabe, solos de origem vulcânica, bem como as cinzas expelidas pelos vulcões, são riquissimas em nutrientes para as plantas, resultando em solos muito férteis.

Aproveitar melhor os recursos naturais então, é uma questão de observação e um pouco mais de humildade e respeito para com as forças da natureza.


E quando falamos em forças da natureza, lembre que uma simples plantinha pode ser mais forte que todo nosso maquinário. As pessoas matam todas árvores numa cidade, cobrem tudo com cimento e sabe-se lá mais o que, para logo em seguida, pequenas plantas começarem a surgir nas menores rachaduras, telhados, em toda parte. Isto se chama força e persistência.


.'.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

2012 -Ciência anuncia grandes tempestades solares

Foto: Edmund Lowe




Meu comentário na matéria da revista Info: Tempestades solares afetarão o mundo em 2012.

"Tempestades magnéticas no sol podem danificar sistemas de comunicação e causar blecautes no mundo em 2012"



Calma, é só uma nuvem, digo, tempestade solar de dimensões gigantescas.


Quem sabe algo talvez como o que afetou todos telégrafos do mundo em de 1859, que não são nem de longe tão delicados quanto os sistemas eletrônicos atuais. Além de prejudicar transmissões de TV, toda internet poderá ser afetada, bem como todo e qualquer equipamento computadorizado, aviôes inclusive.


Quem sabe algumas coisas engraçadas possam ocorrer.


(modo humor = ligado)




Por exemplo, a estação espacial poderá enlouquecer e bloquear o acesso aos banheiros durante uma semana.


Aviões militares de última geração, dotados de sistemas de inteligência artificial, abandonarão seus alvos para voar apaixonados atrás de qualquer urubú que apareça.


Nalgumas redes de fastfood, aparecerá nas telas que o público enxerga, a verdadeira receita da gororoba que eles pensam ser outra coisa.


O sistema bancário nacional não será afetado pois desligará tudo preventivamente por uma semana.


Para compensar, as agências abrirão 15 minutos mais cedo na segunda-feira. E com o mesmo número de atendentes.


Os canais de TV que conseguirem funcionar aparecerão em partes, misturados nas residencias, alternando documentários, novelas, desenhos, filmes, etc.


Por algum motivo desconhecido da ciência, programas (digamos) "adultos" aparecerão mais nos canais religiosos... (Brincadeira... brincadeira...)

Veja também: 
.'.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...