Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

A Numerologia de 2013 - Escolha ser Feliz

Feel Alive
Artista: Wenqing Yan (
Yuumei)- United States


Um mundo de opções


Vamos lá.

Mais uma vez, este não é um trabalho fazendo profecias. Olhar o futuro e falar algo que tem vai acontecer é um tema interessante e já fiz várias delas, normalmente comentada apenas entre pessoas mais chegadas para que observassem os acontecimentos. Algumas coisas boas, outras nem tanto. Fazer profecias muitas vezes é um aborrecimento. Então vamos esquecer isto, Ok?

Falar sobre a numerologia do ano não é uma profecia de que neste ano vai acontecer esta ou aquela coisa na sua vida. Falamos sobre as energias que estarão influenciando suas vidas. É como comentar sobre as condições das estradas. Falamos sobre o trânsito, as condições do calçamento, as opções de caminhos existentes, alguns pontos em que a paisagem pode ter maiores atrativos ou quem sabe, algum lugar onde encontrar um delicioso pão. Mas é você quem fará as escolhas. Só podemos oferecer uma luz, algumas indicações e sugestões para sua caminhada. Mesmo uma análise pessoal ou uma leitura de tarot tem como objetivo lhe mostrar as energias da sua vida, as possibilidades mais próximas. Entenda bem: mesmo que algo seja apresentado como fato e inevitável, pode ser que você prefira não aceitar isto, por motivos pessoais. Estudar a numerologia pessoal, o Tarot, o I-Ching, o mapa astrológico, as Runas, etc. são maneiras de buscar auto-conhecimento, de procurar entender o mundo em que vivemos. E este universo, é imenso e maravilhoso.

Interessante como buscamos várias coisas e cada uma delas, ao seu momento, pode ter uma importância muito grande para nossa vida, nossas planos e projetos.
Claro que existem diferenças em tudo que existe, tudo que se faz, pensa ou sente. Das mais básicas até as mais complexas. Você precisa de um lugar para morar. Mas também precisa se alimentar. E também precisa se relacionar com as pessoas e com o mundo. Pode ser que esteja fazendo um curso universitário e o tempo e material de estudos são importantes. Algumas matérias precisarão de mais tempo, outras mais dedicação. Você pode ter maior facilidade com alguns assuntos, ou uma habilidade natural para cozinhar ou trabalhar com madeira.
E para todas elas você vai precisar de uma coisa: respirar. Basta uns poucos minutos para que a vida saia de seu corpo se faltar o oxigênio. Assim como precisa beber água e se alimentar. Todas são importantes na verdade. Fazem parte de tudo que você fizer na vida.
Então podemos perceber que respirar é importante. É a primeira coisa que fazemos ao nascer e será através de um último suspiro que um dia sairemos desta vida. Mas antes mesmo de nascer, seu coração já estava batendo, o sangue circulava pelo seu corpo. O alimento e o oxigênio foram fornecidos pelo corpo da mãe. Você não precisava decidir nada, apenas contemplar o crescimento e as sensações que chegavam até você naquele período. Muito do que somos vêm justamente desta fase. Escutamos e sentimos. Muito mais tarde, estas sensações farão parte de nossa personalidade, de aspectos do nosso ser.
Veja como são várias coisas diferentes. Algumas são herdadas, outras escolheremos.
Ao mesmo tempo em que respirar é básico, também podemos aprender a respirar melhor, usar técnicas de meditação, yoga e coisas assim que elevam o nível de consciência corporal, harmonizam mente e espírito. Veja, falamos de algo que parece básico, respiração. Mas dependendo de uma escolha nossa isto pode levar-nos aos níveis mais elevados da consciência humana.

Quantas opções, escolhas, influências. E existe a sociedade, as demais pessoas. Seus familiares, vizinhos, os habitantes de sua cidade, seu país. E quem sabe, as pessoas que moram noutros lugares do planeta. E os seres das demais dimensões, os que habitam dentro da Terra, ou são apenas invisíveis para nós. E os seres de outros planetas e galáxias. A vida está por todo universo.

Boa parte de nosso mundo civilizado é cada vez mais interligado. Usamos produtos feitos nalgum outro país. Trocamos idéias com pessoas de outros continentes.
Mas boa parte das pessoas vive nalgum lugar mais isolado, uma aldeia entre as montanhas, na selva ou deserto. Tem as estrelas por companhia e eventuais contatos com as pessoas de longe. Mas já é comum entre muitos povos nômades, ter uma TV ou um rádio, e assim tem uma ideia das coisas que acontece no que muitos chamam de “mundo exterior”. E de alguma forma são influenciados por isto. Mas será importante para o padeiro de uma aldeia no meio do deserto de Góbi saber sobre a negatividade por causa da oscilação da bolsa de valores da Finlândia? E existe um excesso de informações também. E de opiniões. Em tudo. Muito do que se passa é simplesmente ignorado. E as pessoas se isolam cada uma a sua forma, de tudo que consideram menos importante.

Algumas pessoas têm este mesmo distanciamento morando em plena cidade. Estão fisicamente junto das pessoas, mas ignoram o que se passam. Escolhem afastar-se ou simplesmente são tímidos e tem dificuldades de relacionamento. Podem ser comunicativos pelo telefone ou na internet, mas quietos quando estão com alguém.

Quanta coisa não é? São várias coisas em nossa vida e por toda parte e damos prioridades, algumas são importantes ou não, dependendo do ponto de vista.

“O que está acima é como o que está abaixo”. (Hermes). Temos dentro de nós a mesma complexidade de todo o universo que está fora de nós. É o microcosmo e macrocosmo.

O que tudo isto tem a ver conosco? No momento tem a ver com algo que fazemos todo o tempo: Escolhas.

Fazemos escolhas todo o tempo. E este ano tem a ver com as escolhas que fazemos, do porque e como fazemos. Através das escolhas formamos nossas relações com as pessoas e o mundo.




Planet Aden Circle
Artista: David Fuhrer
- Switzerland


Depois das mudanças, os ajustamentos


Bem, o mundo não acabou em 2012

E nem vieram acontecimentos espetaculares.
Tudo parece igual.


Igual? Pergunto de novo? Será que tudo parece igual para você?

Caso você não tenha lido, sugiro a leitura da numerologia de 2012 pois comento sobre mudanças para os anos posteriores, especialmente sobre estarmos entrando num ciclo que pode se tornar uma verdadeira salada místico-espiritualista.

2012 foi um ano 5, isto significou mudanças. As coisas pareciam sem muito controle, mudando até o que parecia mais certo ou trazendo boas novas inesperados. Então como tudo pode ser igual?


Cada dia nós tomamos decisões, pessoas nascem, empresas lançam produtos, pássaros voam em migração, árvores crescem e dão frutos.

As coisas às vezes até parecem iguais, ou seguir um determinado padrão, mas elas mudam. Quando deixam de mudar é porque ficaram estagnadas, paradas no tempo.

Quem não muda está congelado no tempo. Repete a si mesmo, a mesma vida todos os dias.

Mas então donde vêm as mudanças? Basicamente das escolhas passadas se originam todos os movimentos que levam à novos eventos. E escolher significa ponderar, analisar opções.

2013 é um ano de número 6. E é disto que o número 6 fala. Escolhas ponderadas na busca de uma vida harmoniosa e equilibrada. 

As escolhas que fazemos hoje são a raízes das mudanças futuras. Tudo que acontece em nossa vida, o que recebemos, conseguimos, é resultado de uma escolha nalgum momento de nossas vidas. Pedimos todos os dias e esquecemos. Muitos anos depois aquilo ocorre e nem lembramos que nossas próprias escolhas foram a semente.


E com quem temos por predileção ponderar, pensar entre a nossa realidade interior e exterior? Justamente em família, seu marido, namorada, com amigos íntimos, seu grupo pessoal mais próximo. Pode ser sua família de sangue, seu casamento, seu grupo de meditação, enfim, seu clã. Aqueles que se tornaram sua verdadeira família.

Existe aquela família que herdamos por nascimento e a verdadeira família, que é aquela que escolhemos e formamos ao longo da vida.

Você não escolhe seus irmãos, mas sempre pode escolher seus amigos.


Artista: Ciaee Ching (United States)

A numerologia de 2013


Na numerologia 2013 será um ano 6: (2+0+1+3=6)

Muitos já falaram 2013 é o ano da família. Sim, tem a ver com família, mas é necessário entender isto em planos mais amplos e gerais.

A família é o núcleo de toda sociedade. A maioria das religiões e sociedades sabe isto. É na família que são formados os valores básicos, a personalidade é moldada,. É onde os primeiros ensinamentos e exemplos de vida acontecem.

Família é teu grupo social mais próximo. Este ano também está relacionado a todos os grupos dos quais vocês fazem parte, escola, trabalho, associações, religião, etc.

Quando observamos as relações em grupos vamos ver que esta é formada por várias coisas diferentes, internas e externas ao grupo. Crenças, habilidade, interesses, gostos em comum, necessidade, carinho e Amor. Vamos falar de amor mais adiante. E falo de Amor, não apenas da satisfação, do anseio de uma companhia ou do encontro da “alma gêmea”.


O número 6 tem a ver com os grupos espirituais, as escolas de crescimento pessoal, grupos espiritualistas e de estudos. Também entram a escola tradicional, as associações, os grupos e as atividades em que as pessoas se unem por objetivos em comum de evolução.

E em todos, busca-se a harmonia e a paz que são frutos de nossas escolhas.

É um bom ano para o desenvolvimento espiritual de uma forma geral, a elevação da consciência e da integração com as demais pessoas.


Sim, Negócios

Empresas que valorizam aspectos humanos e as escolhas individuais, tanto quanto estimulam o contato sincero entre as pessoas, de todas as formas, também se beneficiam, pois isto estimula o trabalho coletivo para um bem maior.
Em vários artigos falo sobre evolução da consciência empresarial. E as relações entre as pessoas é um de seus aspectos mais importantes. Não se pode ordenar que as pessoas de uma empresa se expressem naturalmente com os colegas, ou que adotem costumes que são característicos de outras sociedades. Vimos nas décadas passadas, muitas “metodologias” serem trazidas para dentro das empresas. Deram ordens aos funcionários para revelar seus sentimentos ou adotarem atitudes que em nada tem a ver com os costumes da sociedade local.
A maioria destas metodologias empresariais apenas resultou num imenso desperdício de papel (e a destruição de muitas florestas), o gasto de milhões em consultorias bem intencionadas, perda de  produtividade e de algo que é muito valioso para que uma empresa seja bem sucedida: a criatividade e espontaneidade das pessoas.
Ninguém vai ser espontâneo mediante ordens. Seja em família, seja numa empresa.

Empresa não é uma família. Mesmo que seja uma empresa familiar. Existem os chefes (alguns são líderes) e os comandados (funcionários).
O objetivo de uma empresa é a produção de um determinado produto ou serviço e ter lucro com isto para crescer e se renovar. O objetivo da família é trazer novos seres para a sociedade e formar novas gerações.
A empresa não é uma família. É no máximo um pequeno exército, com hierarquias, habilidades, estratégias. E o que faz um exército ser realmente bem sucedido, vitorioso, respeitado e de valor? Transparência e confiança nos seus líderes. Comandantes sem carisma, com objetivos duvidosos, cruéis ou ingratos podem conseguir resultados a muito custo. Mas muitos acham que o resultado vale a pena enquanto outros grupos fazem o mesmo, muito melhor e com satisfação para todos, agindo de forma sincera e com a participação de todos. São inúmeros casos de cegueira empresarial, bastante conhecidos, onde todos notam claramente o imenso desperdício usado para justificar resultados pobres. Quantas empresas seguem fazendo produtos ruins, pelo mesmo custo de fazer ótimos produtos?

Isto nos remete de volta a questão das relações entre as pessoas e suas diferenças.


Negocie sem quebrar


A Place of Tea and Discussion
Artista: Callum Lewis - United Kingdom
Em qualquer grupo temos as partes boas, mas também os conflitos gerados pelas diferenças entre as pessoas.

Por isto 2013 também tem a ver com “gestão de conflitos”. É sempre importante procurar negociar, buscar harmonizar situações baseado na verdade e na positividade. Mas lembre bem, especialmente neste ano, que certos conflitos podem requerer participação e ajuda externa. Então negocie, mas se necessário pode-se levar uma questão importante ao seu chefe, ou ir à justiça. Não estamos falando de fazer concessões que vão prejudicar um dos lados.

Quais são suas atitudes? São escolhas que você faz!
Você tem boas atitudes para assumir as responsabilidades? E para o que se relaciona ao amor, o ambiente familiar, a saúde, as leis?
Ou será que você é ausente? São suas escolhas! Será que você foge das responsabilidades? Tem dificuldade para decidir? Ou tem aquele desejo inatingível de perfeição?
Quem sabe suas escolhas, suas decisões te fazem uma pessoa dominante e possessiva? Egoísmo, futilidade, ganância, são formas de possessividade. É escolher apenas para si.
Mas também pode ser que você tenha o mau costume de absorver todas responsabilidades dos demais (é uma forma de egoísmo) e com isso destruir sua saúde!

Escolhas! Quer ser feliz? Escolha ser feliz! Não se trata de escolher “como” isto vai ser. Quando você quer escolher como tudo tem que ser, então estará limitando as opções. Por acaso tu conhece todas as opções possíveis no universo?

Acha que existe mesmo “livre arbítrio”? Leia: Existe livre arbítrio?

O importante ao fazer escolhas futuras, ao pedir ao universo, a Deus, o que gostaria na sua vida, faça isto pelo “como” gostaria de se sentir. Ao invés de escolher a maneira que isto poderá acontecer, busque as qualidades desejadas.
Vamos ver um exemplo de como “pedir” em pensamentos, orações ou mesmo magia: A busca de uma nova casa. Se você pedir uma casa de alvenaria, pintada de amarelo, cerca de metal, com dois andares, que seja na rua “tal” e em frente da padaria, estará limitando muito suas chances. Mas, se ao invés disto sua lista for por uma casa ampla e confortável, num lugar agradável e bem atendido pelo transporte público, com acesso próximo as necessidades de suprimentos, suas chances serão muito maiores. E simplesmente porque a maioria das pessoas não conhece direito nem seu próprio bairro, muito menos o que está logo adiante noutra parte da cidade, talvez até melhor do que você conhece. E é possível que logo ali, num local nem tão longe, mas muito agradável, estejam todas estas características e mais ainda. Se pedir por uma casa para morar, sempre peça um lugar seguro onde ser feliz e realizado.

Ao fazer um desejo, pense mais no "como" deseja sentir-se e menos no "como" isto pode acontecer.

E isto também se aplica ao Amor. Peça sempre pelo “como” quer sentir-se: feliz, realizado, que tenha cumplicidade, compatibilidade sexual e espiritual. Não se limite procurando alguém "igual" a você. Mas alguém que vai ser feliz com você e com quem você também será feliz.

Mulheres pedem o príncipe encantado (que na verdade são poucos) com todo tipo de qualidades. E desperdiçam todos os sapos que aparecem no caminho! Sim, beije um sapo de vez em quando!  Com os homens, os critérios são outros, mas também não é diferente.


Decisões, escolhas


Inner Strength
Artista: Pierre-Alain D. - France

2012 foi um ano 5 onde não tínhamos muito controle. Muitas vezes vimos mudanças que foram bruscas e inesperadas para melhor ou pior. Coisas que pareciam certas deixaram de acontecer e também houve acontecimentos inesperados para muitas pessoas.

Mesmo o esperado fim do mundo (para alguns) não veio mesmo não é? (risos).

Já o ano 2013, um ano de número 6 é onde devemos ter controle, domínio para suas decisões. E tem a ver com alianças e acordos, muitos visando a segurança. Laços de maior duração como casamentos são mais propícios sob esta energia. O número 6 tem a ver com assentamento, criar raízes. Daí a importância das escolhas.

E ser responsável pelas suas escolhas. Não se trata de bancar o durão ou ser teimoso. Para ser responsável assume-se um compromisso e este só pode ser verdadeiro quando você tem clareza no que faz. Como escolher entre opções sem entender as possibilidades?

Responsabilidade: você é confiável? É digno de confiança? Assume o que faz e responde pelos seus atos ou age de acordo com a conveniência?


O número 6 tem a ver com ser metódico e conciliador. E pelo impulso que dá para as escolhas, traz uma energia de encanto e refinamento, o sentido estético pode estar mais aprimorado. Quando equilibramos as coisas e estas são o melhor para todos, isto é belo. Daí que o número 6 tem a ver com a beleza que encontramos em grupos harmoniosos, em boas famílias, em relacionamentos ou em certas empresas onde as pessoas são valorizadas e tem um ambiente verdadeiramente harmonioso.

Não existe harmonia e felicidade num grupo em que alguns se sacrificam ou são escravizados com a desculpa de seguirem uma determinada regra, lei ou dogma religioso.

Se não houver harmonia, perceberemos a dúvida, as indecisões, a falta de palavra e também, o excesso de perfeccionismo.

E em tempo: fidelidade. O número 6 fala em ser fiel a si e aos demais. Seja no relacionamento ou nas suas parcerias de trabalho, amizade. E com isto, ocorre ao natural a independência que surge na confiança recíproca.

Como isto começa na família, é aí que se deve colocar atenção. A família deve ter prioridade. Pratique ouvir mais, dar mais atenção. Deixar as coisas do trabalho lá fora quando chegar. Preste sincera atenção aos seus entes queridos, familiares, amigos.

Alguns aspectos interessantes do número 6 são as boas atitudes em assumir as responsabilidades e para tudo que se relacione ao amor, a cura (medicina), as leis e regras naquilo que faz. Uma das coisas que nos dá confiança em nós mesmos são nossas capacidades de organização, intelectuais e de ser metódicos. Ser ponderado e buscar um caminho reto, consciente é ótimo pois ninguém é mais forte do que aquele que é verdadeiro consigo mesmo e com os demais.

É um ano também de incrementos no trabalho. E às vezes uma promoção que signifique mais serviço! Então, equilibre isto! De nada adianta você conseguir um milhão se matando num negócio qualquer se isto custar a harmonia familiar, seu relacionamento amoroso ou ainda a sanidade mental ou saúde dos seus filhos! Isto não é sacrifício seu, é tolice.


Se você tem questões ligadas a contratos, justiça, este ano pode trazer problemas nestas áreas. Lembre: é um ano de decisões sobre escolhas. Procure negociar amigavelmente, ajustar o máximo que puder. Mas não faça concessões que possam lhe prejudicar ou favorecer que não merece. Faça o possível para evitar, mas se necessário vá à justiça.

Como fazemos escolhas e acertos, então o ano de número seis é favorável ao acerto de antigas contas, sejam financeiras, sejam pessoais. O ano favorece o reencontro de amigos, saldar antigas dívidas em todas as áreas. Tudo isto faz parte da busca pela harmonia.

Uma coisa muito importante a observar é que justamente por incentivar a harmonia, pode existir um excesso de zelo ou até de dominação nas decisões. Deve-se cuidar para não ser parcial ou superprotetor.

Ao buscar solução para alguma divergência, muito cuidado para não ser parcial, protegendo ou apoiando quem não merece, prejudicando quem está com a verdade. Se você for tentado a defender alguém apenas por ser seu amigo ou parente, mas souber que esta pessoa está errada, então sua decisão certamente também vai lhe afetar no futuro. Lembre que ser amigo não significa passar a mão por cima de tudo, mas justamente ter a coragem e a franqueza de falar a verdade e estimular um caminho verdadeiro.

Como estamos em família, grupos sociais que nos são queridos, o ano favorece que nossas atividades sociais, assim como a presença nestes grupos de pessoas que sejam influentes nos ajudem a alcançar objetivos, simplesmente porque “em família” (seu grupo) as pessoas são impelidas a interagir de forma mais interessada umas pelas outras.


Birdie Love
Artista: Susan Hawkins - Germany

E claro, Amor


No Tarot, o arcano VI é chamado “Os Enamorados”, “Os Amantes”.

Citando Mário Quintana, “Amar é mudar a alma de casa”.

Falamos tanto em escolhas, nas coisas da vida, na multiplicidade de opções.

E o que é o Amor senão a união dos opostos? O amor é um dos grandes caminhos iniciáticos para a evolução da consciência. Lembra que no início exemplifiquei com a respiração? Pois faça a seguinte experiência: sente confortavelmente frente a frente com seu companheiro/a, tocando as mãos de leve e apenas respirem pausadamente por alguns minutos. Apenas imaginem que o ar que entra tem uma tonalidade azul e o ar que sai tem uma tonalidade rosa. É um exercício simples de harmonização que pode ser feito por vários dias.

A fonte do Amor é o próprio universo. Não escolhemos a pessoa amada. Ninguém sabe como isto acontece. É o segredo mais bem guardado do universo.
Através do Amor buscamos restabelecer a unidade primordial, quando tudo era apenas um, antes da dualidade. Perde-se nos tempos.
Espelhamos-nos no outro e no Amor teremos as experiências mais impactantes, vivência direta.
O Amor nos expõe de forma total e experimentamos todas as características da dualidade que fazem parte do nosso crescimento. Harmonia, desarmonia, amor e ciúme, união e separação (Gerd Ziegler).
Tudo isto nos leva a ser indivíduos plenos. Todas as experiências objetivam a sermos indivíduos totais, integrados. O amor nos leva a compreensão, mas não somos apenas este amor (Gerd Ziegler).

2013 tem a ver com a possibilidade das relações amorosas intensas, com a estabilidade nos novos relacionamentos e também com o aprofundamento das relações existentes. Vamos em busca do florescimento total como seres humanos.

O amor é uma das grandes chaves da alquimia, o fogo mais intenso de todos. Tudo cria e tudo permeia. Através dele podemos experimentar as mais sublimes experiências pessoais e espirituais.

Não escolhemos quem vamos Amar, mas podemos escolher o como vamos vivenciar isto: nos limitando ou permitindo vivenciar uma das maiores experiências da vida sem máscaras.

Através do Amor podemos escolher ser felizes e participar da vida do outro consciente de que as transformações proporcionadas acontecem para ambos.

Então, neste ano, escolha ser feliz. Escolha ser o melhor de si mesmo. Escolha aprender a receber e dar de coração. Suas escolhas são as sementes do futuro, então que sejam boas sementes.





.'.
Leia também:

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...