English readers and other languages: Many posts are in portuguese, you can use the Translate button at left side.

Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Novo Livro: Chegando no Amor





Pessoal, este é meu meu novo livro pela Amazon:

"Chegando no Amor".

Este não é um manual de regras, dicas ou técnicas. É para falar sobre Amor.


"...Algumas pessoas pensam que amor é um jardim, florido, gramado, quem sabe umas árvores bonitas e bem podadas, passarinhos bebendo água numa fonte bem colocada, quem sabe alguns enfeites, uma Branca de Neve e os Anõezinhos sacanas lembrando que este jardim é lugar das fantasias e o ponto de mirada de quem passa curioso.



Pelo contrário, acho que Amor, a relação amorosa, é o quintal.



O quintal é íntimo, pode-se até ver de fora, mas só quem é de casa entra neste espaço..."



Amor é um dos temas que abordo com frequência em todos estes anos. Este livro, foi baseado nos vários artigos e respostas que tenho postado em foruns, revistas e palestras os anos 90. Vários pontos foram reescritos para que o assunto seja apresentado numa sequência, mas deixando para cada um, a intenção de que possam perceber o Amor como a grande energia do universo.
E quem sabe, amar mais, sentir mais, se apaixonar.

Espero que gostem!

Compre diretamente no site da Amazon pelo link: Chegando no Amor (Portuguese Edition)




O livro é em formato Kindle, também disponível para PCs, smartphones, tablets, etc.
Baixar o Aplicativo de Leitura Kindle Gratuito.




.'.

domingo, 25 de agosto de 2013

Como ter sucesso na vida e estar em paz consigo mesmo




Be happy

Foto: Ana (AlliDzi) - Poland




Como ter sucesso na vida e estar em paz consigo mesmo
05/06/1997


A esperança das pessoas muitas vezes reside no simples fato de querermos que outras façam por nós aquilo que não temos coragem (ou disposição) de fazer para nós mesmos.

A alegria do estar suavemente relaxado junto de alguém que se ama, ou estar atento ao canto dos pássaros, pode representar o ideal para alguns. Para outros, o realizável está ainda na casa da busca do conforto físico, da busca pela saúde, no anseio de ter acesso à coisas mínimas e indispensáveis para a sobrevivência.

Como poderia alguém relaxar e contemplar quando sequer pode vislumbrar além do prato a sua frente?
De forma alguma, a questão da alimentação, da moradia, dos estudos, viagens, e todas as coisas do mundo material, podem ser consideradas como preocupações dos mais humildes. É uma crença falsa, explorada secularmente de que apenas os pobres ou menos favorecidos pela existência, assim como as vítimas de tragédias, sejam os atingidos pela aflição da falta de recursos materiais.

A qualidade das coisas está na maneira como as encaramos. Teremos pessoas de bom nível de renda, com tantos ou até mais problemas do que aquelas consideradas miseráveis pela pobreza. A maior miséria de todas, está na incapacidade do ser humano em se relacionar com a riqueza, na separação dos sentidos básicos de prazer, de satisfação pessoal, de autoestima, de valorização de si mesmo como criatura evoluída.

Os humanos evoluíram como uma espécie que teoricamente deveria estar acima das demais, pelo menos neste planeta. Acontece que, se um rato de esgoto já nasce com seu próprio casaco de pele, porque os humanos, mesmo que em frente a vultuoso patrimônio, sofrem e são incapazes de abastecerem a si próprios com o mínimo necessário?

Desfrutar daquilo que se tem é a primeira e principal lei a ser observada por todo aquele que busca realização e independência.
De nada adianta acumular fortuna, se vives de maneira miserável. As pessoas incapazes de gastar adequadamente parte daquilo que ganham, de forma merecida e justa para satisfação e premiação de seu corpo, sentimentos e pensamentos, naturalmente experimentam de outras formas o que significa a retenção monetária.
O dinheiro é uma forma de energia, assim como os alimentos, as palavras, as emoções, as águas que correm livres. Um exemplo típico de retenção está na prisão de ventre. Gente miserável, o famoso pão-duro, isto é, que recusa-se a gastar (ou dar) o que deveria, normalmente tem problemas graves de retenção dos próprios dejetos (prisão de ventre). Um mau sinal, indicando também o tipo de pensamento que está retido, o estado emocional da mesma forma fica bloqueado. Lei de causa e efeito: a maneira como circula o dinheiro, indica como estão as relações emocionais. Economia nem sempre tem a ver com cuidados consigo mesmo.

Gastos abusados também indicarão uma tendência a perdas descontroladas, tanto emocionais, quanto de líquidos do corpo, ou de amizades frívolas e sem sentido.

Tantas coisas diferentes apenas mostram as múltiplas faces da vida humana. Se permitimos que coisas novas entrem em nossas vidas, estamos permitindo a circulação da energia em nossas vidas.
Por que o universo vai te dar algo novo se fica te agarrando as coisas velhas?

Digamos que a energia venha do Sol. Esta maravilhosa estrela de onde teve origem nosso Sistema Solar nos dá luz, calor, prana vital. Esta energia vêm até nosso planeta, que é nossa base material. Recebemos a energia solar e apoiamos nossos pés na terra para podemos crescer. Assim como árvores que fortalecem e aprofundam suas raízes, devemos ter nossos laços com a terra mãe para poder elevarnos cada vez mais alto em direção aos céus, ao espaço. Experimente saltar para cima sem apoiar-se no chão. Será impossível.

Esta força é a mesma que nos fornece a vida, que nos indica a forma de agirmos em relação ao que recebemos e como podemos e devemos repassá-la, de forma a que tenhamos o verdadeiro proveito da experiência da circulação e ampliação da energia, seja ela qual for, tenha o nome ou a apresentação física, emocional, mental ou espiritual que seja correspondente.

Os relacionamentos, serão como estar com nós mesmos. Aquilo que tu dá para ti, é o mesmo que dá para os demais. Têm a mesma qualidade.

Observa a Lei Universal de Causa e Efeito. Lembramos dela por causa do carma. Porém, a negatividade e a opressão de interesses às vezes externos, nos aponta sempre o aspecto destrutivo, a invalidação, a negação. O sistema te recorda continuamente que se fizeres isto ou aquilo, serás castigado, roubado, lesado, punido, agredido. Desperta! A lei de causa e efeito vale para qualquer tipo de manifestação.

Recebes o fruto daquilo que plantas. Isto é o que está escrito. Se tens atitudes, gestos, pensamentos e ações negativas, com certeza receberá algum tipo de retorno também negativo para ti. Porém, quando ages, pensas, sente, compromete-se e cumpre com tuas manifestações positivas, com toda segurança terás resultados positivos.

Aquilo que tu plantas, podem ser ventos, discórdias, inveja, insegurança. Algo em que vais tropeçar mais adiante.

Mas se preferes plantar a semente de teus mais lindos sonhos, se divulgas atos luminosos, palavras positivas, atos construtivos, o resultado beneficiará a ti e, com certeza aos demais.

Recorda: para ajudar aos demais, deves ajudar primeiro a ti mesmo. Pela lei de causa e efeito, como pode ajudar alguém sem fazer primeiro por ti? Como pode amar ao próximo sem amar teu próprio corpo, tuas emoções, teus pensamentos?
E como pode amar o feio, o que houver de ruim em ti? É necessário evoluir.

A lei de causa e efeito funciona porque estamos enviando (dando) uma energia para o universo. Esta energia será revertida de alguma forma para nós. Portanto, tens que fazer por ti primeiro, caso contrário, agirás de forma falsa e mentirosa, mesmo que tua intenção seja outra. Simplesmente, estarás enviando cartas vazias para o universo. Como se fossem envelopes vazios. Tu tens que preencher estes envelopes com tuas mensagens, teus pensamentos positivos, tuas construções e obras.

E que são estas obras? Serão as realizações de tua própria vida. Quando te presenteias toda semana com algo para ti mesmo, algo singelo, como um doce, uma pausa para descanso, ou talvez, sempre que puderes, algo de muito valor, estás criando uma energia que será refletida.

Quando compartilhas com teus amigos a delícia de uma celebração pelo colorido de uma tarde ensolarada. Se buscas teus ideais e sonhos com verdadeira vontade de tornarse vitorioso para que outros possam te seguir.

Se empreende dia a dia tua caminhada pela liberdade e queres que todos venham contigo, luta por ti mesmo, encontra a pegada certa, o apoio sólido, um caminho que te leve ao mais alto cume. Tudo isto será multiplicado pelo universo.


Alguns passos do caminho

Cada pessoa tem sua própria identidade. Busque tua própria verdade. Seja você mesmo.

Como?

Muito antes da busca pelo Nirvana, temos múltiplas opções.

Cada pessoa deve conhecer seu próprio corpo, seu funcionamento, sua alimentação.

Conhecer o mundo onde mora. Para conhecer teu ambiente externo, tens que te relacionar contigo mesmo.

Quando te relacionas contigo mesmo e com teu ambiente externo, podes então conhecer e explorar as relações entre as pessoas.

Quando compreendes as bases da amizade, do companheirismo, iniciam as relações mais profundas. Nascem as relações de família.

Da família, se origina o clã. Do clã familiar surge a vila. Das vilas vêm as cidades. Destas formam-se os estados e países. Um dia, deixaremos de ter divisões políticas (linhas no papel) para termos então verdadeiras relações de irmandade entre os povos. Como imensas famílias.

Neste momento, em que estamos próximos a outra mudança de milênio*, o que podemos fazer de verdadeiro quanto ao nosso mundo? Simplesmente ajudando pelo cumprimento de teu próprio papel, da melhor maneira que puderes. Com ações positivas. Cada pessoa têm sua missão, suas metas, seu fardo de tarefas a cumprir para o bem de todos.

(Nota: *o artigo foi escrito em 1997)


Se tu queres verdadeiramente evoluir, conseguir tudo que aspiras na vida, abandona imediatamente as palavras negativas.
Busca aprender a observar tua mente e transformar os pensamentos negativos de forma a que possas criar coisas novas.
Já se criou destruição demais.
Ajude da melhor forma possível que é a seguinte: simplesmente não crie mais coisas negativas.
Se não tens palavras positivas a dizer, simplesmente não fale. Simplesmente isto.
Uma boca fechada, é melhor que uma boca lançando destruição. Mesmo que te creias com razão, prefere o silêncio.
Nada se constrói a partir do negativo. Usa em teu próprio favor a lei de causa e efeito.

As pessoas não alcançam o que querem, simplesmente por não acreditarem que seja possível, ou por desmerecimento. Porém a luz do Sol está aí para todos não está?

Recorda sempre, que se queres algo com verdadeiro amor, com sinceridade, se o que desejas é justo, planta a semente da criação.

Tu mereces tudo o que existe no mundo. Se tu queres, podes. Se podes, mereces.

.'.

Gilberto Strapazon

domingo, 4 de agosto de 2013

Obtenha o Que Você Quer

The Most Precious Gift of All
Arte: JB Casacop - Philippines

"Use those amazing skills
The best way to get more of what you want, is to use what you've got.
By this, I mean your creativity, cleverness, unique ideas, love, compassion, etc.
If you don't use what you have, why would you be given more? Make is so."

Tradução:

Use Essas Habilidades Incríveis

"A melhor maneira de obter mais do que você quer, é usar o que você tem.
Isto quer dizer, a sua criatividade, inteligência, idéias originais, amor, compaixão, etc.
Se você não usar o que você tem, por que você seria dado mais a você?
Fazer, é assim."


Autor: Amy - ULC.


 .'.


quarta-feira, 31 de julho de 2013

Royal Canin = Covardes.

Cachorros atacam ursos na Ucrânia, para diversão dos assistentes.
O evento foi patrocinado pelo segundo ano pela Royal Canin.
Imagem: www.express.co.uk



Royal Canin = Covardes. 

Matéria chocante publicada aqui pela ANDA, Agência de Notícias de Direitos Animais: 


Após publicação de denúncia na ANDA, Royal Canin pede desculpas por ter patrocinado rinhas de cães contra ursos

Depois da repercussão gerada pela notícia publicada na ANDA, no último dia 27, que denunciava a Royal Canin como patrocinadora de uma rinha brutal e ilegal na Ucrânia, a marca entrou em contato com a redação para se retratar. A matéria trazia a público a denúncia da organização internacional de bem-estar animal FOUR PAWS, que publicou um vídeo comprovando o envolvimento da empresa de rações com o evento sangrento.
As imagens documentam um torneio ocorrido em abril de 2013 nas florestas da região de Vinnytsia, na Ucrânia. Por diversas horas, com intervalos de aproximadamente 10 minutos, dois ou três cães são induzidos a atacar um urso pardo covardemente  acorrentado. O “Segundo Campeonato entre Cães Caçadores, Ursos e Feras Selvagens” tinha, entre os prêmios, troféus estilizados para a disputa que tornavam clara a referência à rinha, com o logotipo da empresa estampado neles. A Royal Canin confirmou à FOUR PAWS o seu envolvimento no evento de abril, mas declinou em aceitar marcar uma reunião e se negou a comentar o assunto. Até então.

Meu Comentário:

Terrível.


Inaceitável.

Estamos mesmo no Século XXI?

Pode ser uma mega corporação, mas se o supervisor lá na ponta da porcaria da filial do último buraco do mundo fez uma barbaridade, o mínimo que a matriz deveria fazer, é demitir todo mundo (ou tentar realmente educá-los) e demonstrar que realmente tomou uma medida de (bom) caráter.

E notem bem, a Ucrânia não é nenhum buraco. graças a internet temos conhecidos por todo o mundo. Mas alguém lá na "estratosfera" dizer não sabe o que acontece dentro das suas unidades, é triste.

Não adianta falar palavrinhas bonitas que provavelmente algum advogado escreveu.

Segundo um dos comentários postados na matéria: “A Royal Canin é de propriedade do grupo americano Mars, que também é dono das famosas marcas Kitekat, Snickers, M&Ms e Whiskas.”
(não tive tempo de confirmar sobre a M&M e a Snickers)

Lembram da propaganda: "blá-blá-blá whiskas..."?  Pois é isso aí. Blá-blá-blá.

Isto é o que se chama de capitalismo selvagem. Dinheiro sujo. Não adianta pagar propaganda bonitinha para esconder as coisas. Todo mundo sabe que eu acho ecochato uns chatos mesmo.
E que também acho que quadro de "Missão da Empresa" (Brand Values) na maioria das vezes não reflete o verdadeiro ambiente organizacional. É algo que comento com frequência quando falo sobre carreira, mas também sobre o papel da empresa e o que ela faz.

Normas ISO? Eu vou dar valor para alguma delas no dia que uma empresa destas for certificada por Shamãs. Com bom senso é claro, sem extremismos por favor. A civilização tem coisas boas,mas precisa de muitos ajustes. Em boa parte das vezes que colocam ISO e outras normas técnicas a qualidade do produto, o ambiente funcional, a coerência na atividade ou a relação com clientes não mudou. Só adicionaram burocracia e tinta colorida.

Não precisa de nenhum extremismo, apenas um pouco de sensatez.

Desculpas? Neste tom de pura balela? Tem coisas que não dá para ser "politicamente correto" apenas. E amanhã continuam fazendo a mesma coisa?

Pelas inscrições nos troféus é o segundo ano que a Royal Canin patrocina o evento.

Felizmente a Internet é pequena. A memória está lá e por muitos anos isto vai constar em todas pesquisas. Então Srs da empresa, mudem. Eu tenhos meus pets e sou seu ex-cliente agora. E vou falar disto.

As mensagem da Royal Canin seria (ao que entendi) do Sr. "Herve Marc, global corporate affairs director for Royal Canin". Tipo, diretor para assuntos internacionais. Puxa, impressionante.
Agora, se o tal pedido de desculpas é sério mesmo, e vão patrocinar uma imensa quantidade de umas ajudazinhas para os ursos, porque no site da empresa não se acha uma palavra a este respeito? Já perderam a chance. A memória da internet está aí. Deviam ter uma área para colocar uma nota ao menos. Mas a famosa "Brand Values" está lá. Pelo jeito, a famosa "Missão da Empresa" (eu falo mal de todos estes quadros pendurados nas recepções), mais uma vez não é seguido.
Tem algum ombudsman?

Senhores diretores desta empresa, mais uma coisa que eu sempre estou citando nos sites de revistas de administração e das áreas em que trabalho: Empresa é um organismo social. É como um ser vivo.

Olha, ninguém muda do dia para noite, muito menos uma estrutura de uma empresa destas a menos que a alta direção realmente tenha coragem de dar a cara a tapa e fazer o que deveria ter feito. Não é apenas punir, mas mudar de verdade para algo melhor. E não é com propaganda bonita, muito menos com a tal "Brand Values".

Royal Canin, isto é pura covardia.

É muito fácil ser uma empresa grande. Difícil é ser uma Grande Empresa.


Gilberto Strapazon
31/Julho/2013


.'.


Outras reportagens a respeito:  



.'.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Software - Simplificação Inteligente é Trabalho do Desenvolvedor

As fotos mostram um belo exemplo de design bem bolado. 
Software bem feito também pode ser assim.
Multiplo by HeyTeam

Software - Simplificação Inteligente é Trabalho do Desenvolvedor
18/03/2010

Em resposta ao artigo "A Dificuldade da Simplificação", de Letícia Polydoro publicado no site Baguete. 

"Menos é mais. Esta sábia frase foi dita em 1919, por Mies van der Rohe, sintetizando a filosofia da renomada escola de design e arquitetura alemã Bauhaus que fez história. Que impacto teria essa frase dita por um arquiteto do século passado nas nossas empresas de tecnologia atuais?"


Meu comentário


Simplificar é agregar inteligência ao sistema. Acho muito oportuno os comentários sobre a tendência dos programadores, quanto a colocarem excesso de recursos de software numa mesma tela, ou num mesmo programa.

Excessos de mecanismos são prejudiciais, tanto quanto a falta de funcionalidade que observamos em muitos sistemas.

Um programa inteligente, ou que utilize conceitos de sistemas especialistas, deve ter previsão no seu funcionamento para executar, sem esperar pela solicitação do usuário, muito mais do que os tradicionais 10% a 20% (quando muito) do que a ampla maioria dos analistas e programadores fazem.

Infelizmente por aqui, o nível de requerimento das empresas para gerar bons resultados desenvolvendo recursos melhores para suas atividades fim (ou seja gerar lucro ao invés de só cuidar de economizar papel higiênico), costuma ser tão baixo quanto seu descaso em formação de equipes e estrutura adequada. Mas continuam gastando fortunas em propaganda para fingir que são modernas, mostrando até Ferraris quando só querem pagar por fusquinha para não gastar nem com água.
Não existe milagre no desenvolvimento de software profissional para gerar verdadeiros e bons resultados. E não adianta ficarem publicando aquela tantos estúpidos artigos sobre "falta de jovens talentos". Tradução: querem novatos sem experiência mas que sejam gênios de nascença (existe um a cada 10 milhões talvez) e com o poder de um deus e com salário de faxineiro. Por favor me desculpem os zeladores que cuidam de manter nossos ambientes limpos por favor.

Desenvolver com inteligência deve ser abrangente tanto em termos do que é o mínimo a fazer (nem isto vemos tantas vezes), seja otimizando a navegação entre campos, telas, etc., seja efetuando pré-processamentos, ou por outro lado, realizando uma grande quantidade de tarefas pela dedução (mecanismos de inferência) das atividades e passos complementares que o usuário vai realizar, o sistema deve fazer mais com menos.

Mas também, lembremos que fazer mais na interação com o usuário, também deve seguir um conceito de “menos é mais”. Eliminar interações desnecessárias, atuar como um expert na atividade que realiza, são atributos de um programa inteligente.

Uma interface bem feita é importantíssima. E fazer com que esta interface tenha um funcionamento de alto nível, é mais ainda.

Existe uma relação inversa entre cada recurso que o programa disponibiliza facilitando a vida do usuário e a quantidade de trabalho de programação necessária para criar seu funcionamento. Ou seja, quanto mais simples (e poderoso) para o usuário, a tendência é de que haverá muito mais trabalho para o programador.

Existe certa resistência entre trabalhar para criar soluções inteligentes de software, amigáveis ao usuário final e, desenvolver objetivando facilitar a vida do programador ou de usar aqueles recursos que este está interessado.

Devemos lembrar, nosso trabalho é para o usuário final, não para nós mesmos. Imagine um restaurante em que o cozinheiro tende a ignorar o gosto dos clientes, e impor seus gostos pessoais, mesmo que o restaurante acabe ficando quase vazio, ou que o pessoal da cozinha nem consiga limpar os pratos depois.

É importante interagir com os usuários para avaliar suas necessidades. Mas também, pela experiência, aprendemos que apenas reuniões não fornecem tudo que precisamos saber. Um certo distanciamento, como apenas estar por perto, observando o que os usuários realmente fazem quando estão por sua própria conta, fornece muitos pontos importantes.

Outra coisa importante de lembrar, é que o processamento faz parte da interface, tanto quanto quaisquer retornos fornecidos ao usuário. Uma mensagem de erro que não seja extremamente clara e precisa sobre o ponto e o que causou um problema, é inútil.
Inclusive, neste aspecto, tratamentos de erro devem ser inteligentes sim! Veja, voltando para o exemplo comparativo do restaurante, boa parte dos programas que vemos por aí, servem arroz queimado para o cliente. Se o cozinheiro viu isto, deve por sua própria conta preparar outro arroz, trocar os pratos e servir o cliente, e também avisá-lo sobre a demora se for o caso. Um programa razoavelmente bem feito tem que ter estas características.

Dá trabalho? Sim, dá muito trabalho. Mas este é o meu trabalho e a minha opinião. Eu não acredito em fazer “programinha” e tenho pavor de trabalhos sem um pingo de acabamento ou interfaces precárias. Acredito que nossa área é trabalhar na interação Homem X Máquina e que isto faz parte do processo de evolução social, econômica, científica, enfim, de tudo em que poderemos realizar e melhorar com a utilização dos computadores.

Nosso trabalho é criar boas soluções, dentro é claro, dos recursos disponíveis, mas que devem ser necessários para o que se pede. Não existe sistema de grátis, assim como nenhum restaurante distribui comida. Pode ser um sanduíche, mas pode ser bem feito e ter um guardanapo para acompanhar.
Se o cliente do restaurante deve pegar uma mesa, buscar as cadeiras, levar o pedido na cozinha, comer qualquer coisa que seja servida, ou então receber a comida numa dúzia de potinhos separados e ainda descobrir que é ele quem tem de lavar a louça porque o pessoal da cozinha não gosta, é algo de se pensar. Vemos isto acontecer em software a toda hora e é preciso melhorar. Temos excelentes exemplos no mercado internacional, e não estou falando das megacorporações de software.

E também é possível fazer tanto trabalho de forma simples. De que adianta tantos frameworks se isto não for usado justamente para otimizar a qualidade e a produtividade? A barbaridade que virou o uso da linguagem Java é um exemplo catastrófico de como conseguiram piorar toda experiência acumulada por décadas com o Cobol. Cada empresa tem uma "coisa" tipo framework de Java que não tem nada a ver com o resto. Todo mundo quer sentir-se importante inventando mais um framework apesar da solução já existir por toda parte. Mas não. O ego, a vaidade tem falado tão alto que é realmente uma temeridade olhar cada nova proposta na área. 
Não está na hora de pararem de reinventar a roda o tempo todo?

Mas mesmo assim, se usarem inteligência aquela coisa que faz parte do cérebro, (sim existe algo dentro da cabeça, acreditem), pode-se criar grandes resultados, com simplicidade. Mas é preciso pensar, estudar, aprender sobre interações humanas e empresariais, observar o mundo ao redor.

Um software simples de usar pode ser não tão trabalhoso de fazer. Mas se tiver que ser que seja, mas também, já como o alicerce para um próximo passo em que podemos utilizar aquilo que aprendemos e realizamos. Ou seja, um trabalho bem feito, mesmo que difícil, vai facilitar o que for feito depois.


.'.

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Sorte não é Acaso

Good Luck
Artista: Susan Hawkins - Germany



Sorte? Arrrrrggggg!!! Que misturada que fazem entre coincidência de energias e ciências antiquissimas.

Quando faço um estudo de numerologia, tarot, aconselhamento ou seja lá o que for, deixo bem claro que não tem milagre nenhum nisto. De nada adianta fazer um trabalho intenso para um empresa se esta continuar a fazer uma porcaria de produto, tratar mal os funcionários, lidar mal com o público.

De nada adianta eu avisar que a pessoa está pulando no abismo e achando que eu tenho de me atirar junto! Mas vou estar lá na borda para atirar a corda quando ela decidir olhar para cima de novo. Enquanto isto muitos olham quem está lá embaixo e jogam uma pá...

O termo Ciências Ocultas quer dizer apenas que são áreas de estudo discretas, não públicas, e que tem todo um porque e uma mecânica funcional. Mas nada de acaso, pelo contrário. Existem condições para que algo não atinja o resultado, mas na maioria das vezes, muito óbvias como os exemplos que citei. 

O primeiro de tudo, é que se você quer mudar sua vida, VOCÊ mesmo tem que mudar algo na sua vida.

Acha que seu marido/esposa não gosta de você? Pelo você menos se arruma direito ou aprendeu a não fazer da vida do outro um inferno? 

Quer resultados mas não tira a bunda da cadeira?

Citando uma frase muito usada mecanicamente por consultores de empresa: Sorte é preparo + oportunidade. Ou seja: entrar em sintonia com o momento e estar preparado (fazer o seu trabalho) para desfrutar da oportunidade. De que adianta aparecer uma vaga maravilhosa se você não tem aptidão nenhuma para a tarefa?

Então prepare-se para a sorte. Convide-a para entrar na sua vida.


.'.

P+
07/06/2013

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Expanda seus Horizontes




Nossa consciência é aquilo que podemos perceber.
As limitações que são dadas desde a infância, assim como os estímulos, moldaram nossa forma de ver, agir e pensar. Isto pode ser mudado, basta você querer!
Buscar a expansão de nossos horizontes internos é caminho para a evolução.
Quando você muda seus horizontes internos, os externos também se abrem!
Olhe mais longe, viaje, conheça  outros povos e culturas.
Conheça as maravilhas da natureza por toda parte.
E a cada novo lugar, tenha sempre momentos para meditar e absorver a energia do local.
Deixe-se contaminar pelo sentimento de que somos e podemos muito mais do que nos ensinaram.
É preciso mudar primeiro a si próprio, tornar-se alguém melhor.
Só assim mudaremos o mundo.



2010
.'.

domingo, 28 de abril de 2013

Minhas Mardições de Pinxações Maligrinas





Minhas Mardições de Pinxações Maligrinas


Editado.  Com o tempo fiz muitas outras, então algumas foram perdidas. Mas vamos adicionando porque são feitas por merecimento, mesmo ilustrativo ou como elogio cômico para alguém.



Estas são minhas próprias Mardições de Pinxações Maligrinas são uma homenagem pessoal ao Grande Chico Anísio,  um dos mais criativos e respeitados humoristas do Brasil, o verdadeiro pai das Pinxações Maligrinas, que são as falas típicas do seu personagem Bento Carneiro, o Vampiro Brasileiro.

Estou sempre avisado que que gosto de usar humor mesmo em assuntos sérios.

Ao escrever essas Pinxações Maligrinas, posso brincar ao mesmo tempo que falamos de coisas a serem pensadas por quem esteja sendo alvo da “Mardição”.

Ao grande artista Chico Anísio minha permanente homenagem.

Atenção: Direitos autorais: Eu sou o autor original destas Pinxações Maligrinas inspiradas pela maneira de falar do personagem. Todas foram publicadas em foruns de debates na última década e estão devidamente arquivadas e registradas para confirmação de anterioridade.
Já quanto aos direitos autorais pelo uso da expressão Pinxação Maligrina estes estão devidamente creditados ao autor Chico Anísio, grande mestre da arte, fabuloso e grande artista, um verdadeiro Mestre de Mestres.

Nota: As pinxações estão apresentadas em ordem decrescente de data.







Mas atenção: “se percisá de mais qui isso cêis vái tomá nas fuça um vento de sepurtura de banhado de fundo de banheiro di rodoviária. I adespois nóis vái trazê o pórpio Bento Carneiro prá esfrega o suvaco nas toalha e nas panela das casa docêis i ele só vái saí despois de fazê todo mundu comê rapadura de unha encravada de caminhoneiro nordestino i reza 333 padri-nosso prantando bananeira só com as orêia!”


Pinxação begnirna di adesculpamentu!
20/04/2017
(é qui nós espiritu dus mortu também reconheci us qui são bão e fazermos das desculpas)

Qui daqui das sete catacumba dus espíritu das coisa qui mexi cus pôvo dus vivu ocê teje segura qui us sete vento tempestuoso não vão pegar mais no suvaco feito bolacha mastigada em boca de véia desdentada i que aquele barbudo que nos busca prás coisas da Luiz ti enlumine e leve nóis junto se quisé prá nóis dormir di veiz e deixar us vivu sossegado!
E qui us espiritu di sete cruz di igreja alumiem nas caminhada!



Tu me chamou de Cafetão?
18/04/2017
(sobre um relacionamento com alguém e sua turma que a Operação Lava Jato faria uma farra se entrar no 2nd escalão)

Defendendo aquela?
Eu vou te rogar uma pinxação maligrina!
Bem daquelas dus mortu aprodrecidu di cemitério donde pegam us caixão de vorta prá despois vendê de novamente passando aquele perfúmi Tabu das Argentinas que ficam chorando prus macho tudo veadinho que elas pegam usando aquela coisa que parece mais fedô di carniça di suvaco de lagarto de banhado di cemeitériu di filme sinistro!
Vai mijá sentada na patenti bem gelada por seis estação di inverno com a janela aberta cum os frios ventosos soprando bem gelado nas parte prá arrepiar até os cabelu dás oreia e só vai tê paper bem de lixa de serragem prá usar!
E só vai tê café feito da tal fabriquenta Bon Jesuiz cum bastanti serragi e poera de giz ralado di escola de ralento cheios das meleca qui num respeitam perfessora e passam a mão nos forévis curtido sem o banho da semana!
Arresspeita us morto da sete catacúmbica donde as vida morreram sinão vai ter sopro nu suvaco com perfume de gosma de lesma mal amada e arrependida e vai se grudar nas babas melequentas sopradas cum todas caveiras notúrnicas das Lua sombria e maligrinas assoprando nas ventas!


Explicação de ensinamento sobre quem é São Fudêncio da Bunda Preta:
27/10/2015

Vixi! Isso vem da Maligrina-Pédia: São Fudência tem a bunda preta porque não arrespeitava us mortu i fazia das coisa em cima das tumba dus mortu! Precisou muita vela queimada na bunda prá aprendê a respeitá as esqueleta mas não se converteu tanto assim e sempre que pode usa o fogo do capeta prá esquentá aquelas bunda fria qui nem bafu dus mortu assim elas aprendem a ser coisa mior qui catacumba gelada.


Pinxação maligrina prus que não acreditaram que o mecânico era safadozo além da conta.
15/10/2015

Num creu neu??? Intão vô pinxar uma mardição maligrina numcêis! 
Cêis não arrespeita us avizú de sabedoriamentu intão quando chegá na setima badalada da meia-noite notúrnica us ispiritú das almas de todas DKW penadas vão se alevantar das treva sebosas do ferro véio e cêis tudo vão ficá cum bafu de óleo queimado e vai se grudar as freada de borracha queimada nas cueca du cêis tudo com catinguencia de oreia di lobisomi!!!


Pinxação Maligrina prus cabra qui falaram  quase desbochando du Bento Carneiro.
29/04/2013

Cêis num dêsbochão não qui senão vô tocá nocêis uma pinxação maligrina daquelas i ocêis vão ficá cus nariz cheio de meleca de barata sarnenta criada em mitório di buteco di leproso!

E nun debócha cus mortu das sete catacumbica sinão o vento gelado das cripta vai passar bem no meio daquele dente cariado qui ocê vai ter assim que terminá de lê isso aqui e os dentista tudo que não tivé di greve vão tê bafo de seis dia só comendo rabanete podre. 
Cusp! Vampiro brazileiro...


Pinxação Maligrina Para quem usa o nome dos morto prá fazê bagunça
04/03/2013
Arrespeita us espíritu dus mortu sinão vai tê pinxação maligrina nocês! Us defuntu não tem culpa dos abobajamento dus vivo ainda. Si não respeitá ús mortu das dôzi badalada noturnica cèis vão ficá com suvaco di cobra perneta toda veiz qui quizé namorá!


Pinxação Maligrina Para Quem Não Fez Backup e Briga Antes do Carnaval
24/02/2012


Cêis ficam sastisfeitu então né? Tá du bão? Miór qui teje!
Pur que cês num fizerum becape então apreinderam qui sem becape nem a IBE-EME
resórve. I da ôtra veiz compra dois dessas porquera.
I si ficá se cutucando uns nos ôtros dessa veiz vão tê mêmo!!!

É carnavar, fésta do tinhoso cês não sabe que nóis tá ocupadu com otras cosa???
Tê quê largá do demo prá vê ocêis?

É sete lua das badalada notúrnica e toca sem pará di-dia e di-noite.

Então se não chegá de coisa qui nem tem a vê cás coisa o vento daqui donde avévi
us mortu vai soprá qui nem bafo de jumento gago no cangote docês quando tiverem
tentando fazê aquelas coisa com as muié e os Hôme docêis!!!

Vai tê mais qui pinxação maligrina! Vai sê da mardição da perdição!

Vão tê bifet-froat di pinxação maligninenta!

Aperitivo vai sê licô di sêbo di cueca di defunto enterrado sem banho.

A entrada vai sê maiolhonésima di furúnculo di bahiano lambuzento dispois de
sete dia e sete noite de carnavar só bebendo xixica-riol com feijoada di
repolho.

Dispõis vai tê orelha de morcego surdo frita em azeite de lesma velha na TPM.

I ensalada de urtiga com unha di capataz di óbra.

E sobremesa de absorvente usado de patricinha que só faiz c***-doce.

Cêis tenderam?

Deu pau qui deu mas cê passou.

Si num dé entãonces não deu-se.

Mas até lá se finou-se!

Pinxação Maligrina Prá Quem Se Faz de Esquecido
Sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Se esqueceu de eu? Num faz már!!! Eu também vô esquecê de tu.

Só vou dar uma lembradinha nas doze badalada notúrnica quando o capeta vai arrepia us cangote dos esquecido só com o cheiro de vela feita com cera de ouvido de cortador de cana depois de treize dias sem chuva nem banho.

Pinxação Maligrina Prá Quem Fala Mal de Rock Progressivo
Ter, 8 de Jun de 2010 9:54 am


Quem falô mal di róqui progressivo?

VÔ TASCÁ UMA PINXAÇÃO MALIGRINA NOCÊ! Ceu vizinho di 14 ano vai comprá uma
bateria prá aprendê a tôcá depois qui voltá da aula notúrnica e vai formá uma
banda di côver da Família Dó-Ré-Mi!

Ondé que já si viu, falá mal do róqui progressivo.

Ziiiiuuummmm-ziiooooiiimm...
Ziiiiuuummmm-ziiooooiiimm...
Ziiiiuuummmm-ziiooooiiimm...


Pinxação Maligrina Prá Quem Se Faz de Besta e Manda Spam
Qui, 6 de Mai de 2010 4:48 pm


Deu desculpa do auto-completar prá mandar mensagem que não era do assunto (ou spam)

Da próxima veiz que oncê perturbá cum essas côsa vai tomá uma pinxação maligrina
daquela de arrepiá os pelu du zuvido inté ficá coas vontadi di sentá num
furmigueiro de formiga elefante.
I si tivé renpetição do tar di artocompletamentu vai ficá preso nos elevador com
uns cara recém saído di vinte ano di cadeia, tudo a perigo e doidinhos prá fazer
um autucumpletamento nalgum qui seja o primeiro que ficá pela frente.
É só si bobiar qui nas dozi badalada notúrnica o ventu daqui donde vévi us mortu
vai fazer cócega soprandu dentro dus bolso di tras das calça.
Di castigo pódi passa prá cá no PêVêTê as foto e fone daquelas amiga boazuda qui
fica sempre iscondendu di nóis sinão elas vão ti trocá por sete caveira di
jogador do time du cemitério.

Pinxação Maligrina Prá Quem Acha que É e os Outros Não
Sex, 22 de Jan de 2010 6:10 pm


Casos discordantes, resta a minha saudável e infalível pinxação maligrina feita com legítima terra di séti catacumba de loira virgi i que intorta os dedu dos papudo prá não podê contá us dinheiru i só saí zuiiiimmm do tal Termerin. I ocês si preparô porqui si tivéesta estrovenga no ajuntamento qui vai tê agora no riu, iu vô ficá assobiando as mesmas nóta cadaverica dentro das cárie dus dente de ôceis tudo! É só não si comportá qui a vela vai queima até os pelo do suvaco.
Então si arrespeite qui na prócsima eu junto tudo pro moderado e taco sarrafo de
sabugo nocês.

Pinxação Maligrina Prá Quem Insiste Em Falar o Que Não Deve
Qui, 28 de Fev de 2008 4:30 pm

Eu estou com pouquíssimo tempo, mas isto não impedirá de que eu
tasque uma legítima pinxação maligrina naqueles fios duns zóio vêsgo
que se insistirem-se de se fazer das porcariada na lista. Si não si
comportá, vai ficá com bafo ingual qui nem de braço de tocador de
cavaquinho suvaquento e ser perseguido por uma bando de tocadores de
bumbo. Só vai si discurpá despois que for treze veiz no cemitério rezá
ajoelhado embaixo da tumba do Creozépio Cheiroso, vulgo fantasma das
dozi badala noturnica.
I teja dito, façam o favor di se comportá dus direito qui nóis tá tudo
di oho nocêis.


Pinxação Maligrina Prá Mau Palavreado
Qua, 12 de Dez de 2007 7:54 pm


(para um pessoal falando palavrão demais numa comunidade)

Será que eu vou ter que recomeçar a mandar pinxação maligrina para osespécimios duns fios di sabi-lá-di-quê pur que se subesse tavam tudofincado com o vento dus môrto nas orêia e com um órguinho Saema sempedal prá si virar.

Entônces ocêis tudo si comporta direitim sinão a cobra vai fuma semcinzeiro em cima do tecrado docêis, despois nem o Véio Braga limpa!

I si alguém mais quisé segui no assunto, vão lá prá aquele outro grupo de bobajada.


Pinxaçâo Maligrina Prá Lojista Que Só Incomoda Querendo Se Mete Nas Conversa Prá Vender
Sex, 31 de Ago de 2007 5:28 pm

Re: Não é por aí... era: Mais uma vez o fulano...

Meus 1,5 cents finais. Os 0,5 que faltam eu vou usá prá tascá ôtra pinxação maligrina, daquelas di só pegá muié de bigóde com bafo di corrimão di escada de pensão! Mwahahahahahahaha


Mais Uma Pinxação Maligrina para Quem Faz Spam
Sex, 31 de Ago de 2007 1:12 am

E aqui vai uma pinxação maligrina di lua cheia, purquê us papudo si gósta di se achá dus dotô prá fazê troça dus ôtro, mas toma nas fuçasete pitada di pó di sepurtura com bastante óleo de fígado di bacalhau nu risôto di carne di galinha véia com bastante sal e sem um pingod´água prá bebê despois. Só vai tê querosene com açucar di sobremesa.I us midi só vai fazê midi in no out dele inté fica com o midi thru intupido!
Cêis entenderam seus papudo! São as dozica badalada notúrnica daqui adonde véve us mortu i oji é lua cheia! Mwahahahahahahahahahahahah!

Pinxação Maligrina Não Tem Preço
Sex, 27 de Abr de 2007 4:58 pm

[Mode Pinxação Maligrina = ON]

Zóia seus papudo, perdê menos de duzeintos pilá num é nada. Perdê sózin, sózin as fama i credibilidade é mais. Mwahahahahahahah!

[Mode Pinxação Maligrina = OFF]


Pinxação Arrasa Contra-Mardição
Qui, 21 de Dez de 2006 1:53 am

Nono: Será que isto foi causado por uma contra-pinxação-maligrina do Fulano?
Se for, ele vai tê di tocá Garota de Ipanema no Theremin no próximo encontro de tecladistas, dentro de um banheiro azulejado até o teto, com bastante reverberção, e a porta trancada do lado de fora!

Pinxação Maligrina para Trazer na Marra Alguém Sumido
Qua, 26 de Jan de 2005 11:02 pm

Se não aparecer aqui prá nós duma veiz vai levá uma pinxação daquelas bem maligrina, bem das danada feitinha na horinha aqui mesmo dadondi vévi os mortu!
Intão se apruma, bota as carça, se ajeita e dá as cara por aqui.


Parabéns Fulano!!! Di Presente Ocê Lasca a Pinxação!
Sáb, 16 de Dez de 2006 1:28 am


Pinxação Maligrina de Ano Novo Para Completar


---"Fulano" escreveu
>
> Acho que o premio vai ser o mesmo que ganhou o cara da mensagem
> número 25.000, que até foi melhor que o cara da de número 40.000.
> Fico no aguardo da grande equipe de moderados, perdão, moderadores
> da emérita instituição.
>


Pus então tá seo moço!
Entãonces cê vai ganhá um prêmio extra: Vai lascá a pinxação maligrina prô outro Fulano qui tá se arripiando os pêlo do braço prá módi não cumê a custela assada com nóis tudo.
Ocê compreta a mardição que já si começa assim, i vai pegá bem nos dentinho de trás lá do céu da boca do vivente, purque si vai fugi, no domingo vai cumê churrasquinho de pele de lagartixa de porão di igreja, daquelas qui comia os osso das cripta dus defuntu di padre, e si expricando pru sogro bem de mansinho tendo di bebe uns vinhu de três pila o garrafão servido em copo de conserva, inquanto arruma correndo a teVElizão varvulada do véio prá ele assisti o porgama das viola qui toca na TV Curtural i cum todos subrinho da muié dele qui vai tá di TPM se enrolando nus arredor purque num vai tê otra coisa prá fazer. E istu vai sê só a primeira hora du domingo despois de tê de levar a sogra na missa i fazê penitência.
Aí vai dá tempu depois prá ele pegá us tecrado dele e vai .... (coloca aqui a tua mardição seu Saba)...

... até qui os pêlo que tava arripiado fiquem lisinho di novo.
I si não crêram neu ceis si danaram viu seus papudo?

I nu dumingo eu vô tá de forga, vô no churrasquinho purquê vampiro também gosta de costela sangrando com cervejinha gelada! Vô ficá pousado juntos dos tecrado aí seis tocá umas melodia cavernósa i ressonante qui nem cripta de catedral, quié divertido i us espíritu vão tudu tá cuidando di quem for.
I quem for nu churrasco já sabe qui vai tê um ano novo de 2007 tudu dos facêro e com muita alegria, sinão nóis daqui adonde véve us mórtu vai tê trabáio catando us furão!



Pinxação Maligrina Para Que Alguém Se Comporte na Festa
Qui, 14 de Dez de 2006 12:01 pm

Pôs não há de ser nada vivente, vô tascá uma pinxação maligrina, purque u homi vai tá dos ocupado e não pode passa us cascudo junto, mas u fulano vai tê di tocá nus tecrado, e cantá uma moda sertanoja
esculhida na rádio AM do primêru fusquinha qui passá na frente dôceis, enquantu solda us contato dos videogueime das filharada docêis tudu pendurada nu pescocinho dele querendo mexer nas coisa e sem derramá nenhuma gota da cerveja enquanto segura o soldador com os dente. I vai tê de ser em Ré Bemol, qui sinão si vai peidá moiado!

Pinxação Maligrina Para Quem Ameaça Com Mardição Sem Poder
Seg, 30 de Out de 2006 5:28 pm

Si vê qui uncê num é vampiro brasileiru mêsmu. As pinxação maligrina são aqui das estirpe dus mortu-vivo e si eu pega ocê di novo bolindo com coisa sérica vai toma uma ventania de chulé de defunto na oréia dum jeito qui a patroa vai mandar lavá cum creolina prá saí o xeiro.

I mardição num é prá quem perdê o xurrasco sinti-berre seu moço, quem perdê já tá si lascando de arrependimento i vão tê di tomar cerveja xixicariol no verão inteiro. Xoca.

Tenderam seus papudo?


Pinxação Maligrina para Acabar com Bate Boca
Seg, 23 de Out de 2006 5:26 pm

E se não resolver, vão levar uma pinxação maligrina na costas, daquelas bem daondi vévi us môrtu. O Dia das Bruxa tá vindo e os esqueleto percisa di comê. Entenderam seus papudo?


Pinxação Maligrina para Quem Reclama
Qui, 10 de Ago de 2006 9:08 am


Ôtra désta i vai levá uma pinxação maligrina nas fussa prá móde di arrepará no qui si tá dizendo invêis di si catá nas bobagi.I só di geito di prevenir antis que a Lua cheia pegue, ocê vai tê que ficá muito tempão só na pescaria, daquelas qui os casado tem di respeitá, i sem pegá pêxe, prá vê como é bão tá do ladinho du rio vendo as coisa boa i sem comê nada. Vai tê di lavar muita panela inté qui aqueli ôtro praneta se baixe de brilhá tanto nu céu i as côisa si acarme pru teu lado traveiz.
I si não respeitá vai ficá coas mão cheia di pêlo qui nem o cumpádi lobisomi!


Pinxação Maligrina Para Preconceituosos Com Estilo dos Outros Músicos
Seg, 20 de Mar de 2006 6:07 pm

E quem achar que não, vai levar uma pinxação maligrina, bem nas dozi badalada notúrnicas e vai fica com o botão de Patch Change grudado no nariz cheio de meleca e cada vez que tiver quo trocá de pétchi vai tê meleca nos dedu... achô poquinho papudo? Percisa vê adondi vô mandá oceis tôca... vai sê lá depois adondi que vévi us mortu!I vamos respeitá dama sinão o teu bafu vai fica qui nem xulé de milico no final do acampamento... I xhama us murcego qui é hora....
Mwhahahahahahahahahahahah


Pinxação Maligrina Prá quem Reclama Antes do Natal, com Bençãomento Despois.
Ter, 22 de Nov de 2005 6:51 pm

Vai levar uma pinxação de mardição maligrina...
Vai ser esculhidu prá sê u Papai Noér du bairru todu, bem duranti a quermesse du padri qui vai te enxê di óstia e santinho prá entregá prôs pai daquele monti di criança suada, ranhenta e fidida di miju. I vai fazê tudo rindo i feliz da vida sinão os pivete vão ficá tirando meleca du nariz e limpando na tua barba.
Mas fique tristi não, depois, prá compensá da trabalhêra, cê vai ganhá presente du Papai Noér, mas vai tê qui sentá no colo do Papai Noér, e o coitado, ocêis sabi, de tanto trabaiá já vai tá de sacu duro...
I num iscapa até as dôzi badalada notúrnica...
Depois disso pódi casá, ficá rico, i sê feliz prô resto dus dias.


Pinxação Maligrina para Proteger um Objeto Pessoal
Sex, 11 de Fev de 2005 3:18 pm

Realmente é difícil conseguir um. Preventivamente coloquei uma mardição maligrina no meu qui si arguém fizé di máu prá ele i tentá di tirá ele di eu vai si finaro com tudo quanto é tufo de fumo brabo nas orêia prá di mode a tentá espantá os piôlho e us burrachudo qui vão ficá grudadu mordendo no cangote inté o fim dos dia! Num vai tê remédio qui amelhore purque esta é daquelas pinxação maligrina qui fizêmo aqui adonde vévi os mortu i purque us nômi já tão iscrito com sangue duma galinha prêta em sete vela de sebo di defunto.


.'.






segunda-feira, 22 de abril de 2013

Um pouco sobre superar obstáculos

Foto: Interesting and Amazing World (Facebook)




Superar obstáculos nem sempre é tão difícil quanto parece.
É só olhar onde pisa e se segurar!

21/04/2013

.'.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

O escândalo vergonhoso de ser um pouco feliz pode custar seu emprego.


Para muitos é insuportável a simples idéia de que nalgum lugar, de alguma maneira,
alguém possa estar sendo feliz.
Imagem: Harlem Shake – CIn UFPE


"Harlem Shake em cartório no RS rende 6 demissões
Vídeo divulgado na internet mostra os funcionários dançando em cima de pilhas de processos. Tribunal de Justiça do RS considerou o episódio lamentável..."
Fonte: Revista Exame


"Dentro do fórum, no meio do expediente, a brincadeira não agradou. A juíza, pelo menos, não achou graça alguma. “É uma situação vergonhosa para o Poder Judiciário e temos que agora tomar todas as providências de forma a amenizar uma pouco toda a repercussão negativa que teve“, disse a juíza diretora do Fórum."
Fonte: Tribuna Hoje



Meu comentário:


O nobre desembargador com certeza parece estar desatento a questão da qualidade de vida no ambiente de trabalho. 

Cartórios são famosos pelo seu ambiente triste e pesado. E pela demora. Eu mesmo tenho um monte de coisa parada por estes cartórios e que vão e voltam dúzias de vezes do juiz. E o pessoal do cartório que leva a culpa. Mas eu sei que um mau ambiente de trabalho é o maior veneno para produtividade e qualidade. Esta é que é a verdadeira situação vergonhosa nos cartórios, o mau ambiente de trabalho de uma forma geral. Você conhece algum cartório com um ambiente um pouco mais leve? São poucos.

Então numa rara oportunidade em que se revelou que pessoas humanas (que tem emoções e sentimentos como quaisquer outras), teriam um pouco de vitalidade para interagir entre si e mostrar algo alegre, foram severamente reprimidos de forma autoritária. 

É certa a preocupação com o material de trabalho e acredito que a maioria das pessoas são responsáveis e capazes de uma brincadeira inocente de forma adulta e madura. 

Por outro lado, entre centenas, milhares de exemplos, incluindo até exercitos de muitos países, a NASA apresentou sua própria versão humorada do mesmo. 
Enquanto alguns carrancudos ficam escandalizados por ver alguém um pouco mais feliz, um dos mais altos centros tecnológicos do planeta mostra que todo mundo precisa rir um pouco. 

Não é com atitudes como esta que o judiciário vai resolver seus imensos problemas. Não adianta depois gastar uma fortuna do bolso dos contribuintes, em reuniões e campanhas tentando melhorar a imagem do judiciário. 


O judiciário precisa melhorar, mas não é no chicote que vai fazer isto. 

Pergunto: Não desconfiam que a punição foi um pouco demais para uma simples brincadeira? Em quem doeu tanto assim assistir um pouco de alegria natural? Não seria melhor então, se for o caso de preservar o ambiente de trabalho, de chamar as pessoas e aplicar a tradicional e costumeira advertência  ao invés de sair distribuindo porrada e chicotada?

E a segunda pergunta: puniram só os terceirizados, afinal, eles estavam no seu local de trabalho como a maioria dos terceirizados. E onde estavam os concursados?  (risos...)... brincadeira, conheço muito concursado que trabalha mesmo. Mas que ficou engraçado ficou. ôps, estou fazendo brincadeira...

.'.

terça-feira, 19 de março de 2013

Sua Empresa Tem Valor ou Não Vale Nada?

Fonte: Grupo Taller 2012

Nota: No México "Não mames" significa: "deixe de sacanear".

19/03/2013


Faz algum tempo que não coloco algo mais gerencial.

Mas se vocês que acompanham meu trabalho, já devem ter notado que muitas das "tags" de gestão, administração, dinheiro, riqueza, etc, etc. estão em artigos sobre consciência.
Se faltar consciência humana e empresarial, sua "empresa" será apenas uma "coisa" mecânica, funcionando solta aos ventos. Mas lembre que foi quando a humanidade aprendeu a usar o vento, surgiu a vela nos barcos, os moinhos, a energia eólica e outras tantas coisas.

As coisas tem preço. Lamento dizer isto para os que só pensam em "cortar custos". Se você só pensam nos custos, sua empresa é um fracasso. Não interessa quanto tempo vai demorar, vai ficar para trás na concorrência, pode quebrar escandalosamente ou quem sabe conseguir se arrastar por muito tempo, dando um retorno que pode parecer confortável mas muito aquém do que poderia render.

O mesmo acontece quando a empresa é focada demais em metodologias de administração, metodologias demais, regras para tudo. Empresa bonitinha demais para aparecer, tudo arrumadinho demais e as pessoas obviamente amarradas e trabalhando mecanicamente feito robozinhos. Esta é a maneira mais certa de afugentar para bem longe o pessoal criativo e os bons talentos.
Se você tentar controlar tudo, até se a pessoa levanta para caminhar um pouco, tenha certeza de que ali está alguém infeliz e insatisfeito com o que faz. e seu lucro, certamente lá embaixo. E a culpa é sua, você que é o dono da empresa.

Valorize as pessoas, o trabalho e principalmente, a qualidade do que você faz.

Lembre, sorrisos forçados nunca são verdadeiros. Da mesma maneira, não adianta nos contratar para ir na sua empresa fazer palestras de motivação ou mecanicamente colocar a equipe para fazer aqueles workshops sensacionais se você, a liderança da empresa, não fizer isto primeiro em você mesmo.

Agências de publicidade e marketing podem usar até Photoshop e gráficos bonitos para mascarar, disfarçar seu produto. Mas não vão melhorar a qualidade dele e seus clientes obviamente vão perceber isto.
Não adianta a empresa queimar a parte boa da marca fazendo promoção de outro produto que continua sendo ruim.

Minha sugestão: ao invés de pensar apenas em custos, em inventar mais regras de administração, pense em FAZER dinheiro, ter criatividade e produtividade, ter lucro justo. Sem investimento e trabalho sincero com a equipe não tem lucro. Sem risco (que é seu) não tem a chance do ganho maior.

Porque aquela famosa marca de eletrodomésticos que era uma referência em qualidade caiu quase ao  mesmo patamar das piores marcas? Porque deixaram de valorizar o que fazem, entraram na guerra dos custos e da administração. Esqueceram que as pessoas pagavam mais para ter um bom produto. Aquela qualidade não existe mais. Economizaram em componentes e na equipe e perderam quantos clientes?
E não, a culpa não é dos chineses nem do governo. A culpa é sua. Se você não valoriza o que faz, porque os outros vão se importar ou gastar dinheiro com algo ruim?

É muito fácil passar alguma atividade para o amigo do sobrinho do vizinho do outro cara que jura que deu certo (será?) por um preço ridículo e depois de anos jogando tempo e dinheiro no lixo, botar a culpa na equipe que teve que ficar com a "bomba"!

Se você é o "empresário", é melhor passar a ver a si próprio como o capitão do seu navio. Lembre, o navio afunda e o capitão vai junto. A menos que seja um covarde que foge e deixa os outros.

Se você coloca algo importante de sua empresa que vale milhões na mão de alguém só porque vai custar quase NADA, veja bem: é você mesmo está dizendo isto: que sua empresa não vale nada.
Mas não se preocupe, se a sua empresa é uma porcaria mesmo, sempre vai ter uma agência de publicidade ou um colunista social para inventar falsos elogios e fazer um Photoshop na sua imagem.

Mérito deve ser conquistado.
Ninguém compra o verdadeiro mérito.
Valorize seu tempo, sua equipe e quem mais for contratado.

Empresa é um organismo social, um ser vivo. Então autoestima e boa relação com os demais faz parte disto.

É muito fácil ser uma empresa grande. Difícil é ser uma Grande Empresa. (Precisa pensar nas pessoas).



.'.





segunda-feira, 18 de março de 2013

Abelhas entrando na sua casa - Bees entering at your home

In A Bee's World


Fotografia: Nadav Dov Boretzki  (Israel)


Dica do dia:

Abelhas são sinais de prosperidade e luz, são guiadas pelo Sol.
Se uma abelha entrar na sua casa ou local de trabalho, agradeça a benção.
Muito provavelmente ela foi atraída pela luz ou flores que tenha no local ou porque a energia é boa.
Quando elas entram na sua casa sem motivo aparente, costuma ser uma indicação ou aviso de algo bom. Receba bem estes visitantes.
Se necessário, ajude-a a sair em liberdade, toda colméia irá agradecer com suas bençãos de prosperidade.
Se a janela ou porta não estiver evidente para ela, tenha calma e use um pote de plástico e uma folha de papel como tampa. Aguarde com calma ela pousar, coloque o pote sobre ela e deslize a folha de papel gentilmente por baixo, fazendo ela subir no pote sem se machucar.
Não as machuque, mesmo sem querer elas vão tentar se defender.
Depois leve para fora, aproveite para conversar com ela e agradecer pela visita, desejando-lhe que siga em paz. E liberte-a. 

É claro que se um enxame entrou na sua casa, é um pouco diferente. É uma invasão!!! Rsss... Mas mesmo assim, procure chamar alguém que lide com abelhas para que as recolha, assim serão levadas para um apiário. E agradeça a visita!

Trate bem toda natureza e ela saberá retribuir.


English version

Tip of the day:

Bees are signs of prosperity and light, they are guided by the Sun.
If a bee comes into your home or workplace, thanks for the blessing.
Most likely she was attracted by the light or flowers she has on the spot or because the energy is good.
When they enter your home for no apparent reason, it is often an indication or warning of something good. Get these visitors well.
If necessary, help her out in freedom, every beehive will thank you with their blessings of prosperity.
If the window or door is not obvious to them, take it gentle and use a plastic pot and a sheet of paper as a cover. Wait quietly for her to land, put the pot over her and slide the sheet of paper gently underneath, making it rise inside the pot without getting hurt.
Do not hurt them, even if they inadvertently try to defend themselves.
Then take it outside, take the opportunity to talk to her and give thanks her for the visit, wishing her to continue in peace. And free her.
Of course, if a swarm came into your house, it's a little different. It's an invasion!!! LOL... But even so, call someone who deals with bees to collect them, so they will be taken to an apiary. And thank the visit!
Treat nature well and nature will know how to reciprocate.



.'.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...