Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Selecionar Profissionais nas Redes Sociais


Arte: Scott Hampson - Brisbane, Australia

Selecionar Profissionais nas Redes Sociais
 

Comentário publicado na Baguete: Empresas usam cada vez mais redes sociais para contratar.

13/04/2010

Acho importante observar que as rede sociais, dão uma visão, pelo menos aparente, dos potenciais e interesses de cada pessoa. Isto deve ser levado em consideração, mas também deve ser monitorado para coibir atos discriminatórios de algum tipo ou até mesmo, abusos de confiança por parte de quem delega as tarefas de procura de informações.
Veja, procurar simplesmente um profissional dentro de um grupo que se relaciona especificamente com aquela atividade, é simplesmente fazer o que se tem feito até então. Fazer o mesmo é só isto, não agrega nada de novo e perde-se a oportunidade de expandir horizontes.

Mas ao deparar-se com perfis públicos, blogs pessoais, participações em fóruns de debates, hobbies de todo tipo, tem-se a oportunidade de conhecer outras facetas da pessoa, que nem sempre vão estar evidentes nos minúsculos curriculuns resumidos.

Podem se descobrir características como liderança, disciplina, tendências para esta ou aquela área de interesse, estudos, comunicação em grupo, etc. Esta diversificação é interessantíssima, mas saber dela também pode ser desfavorável quando nos deparamos com os "Pré-Conceitos" de quem estiver realizando a procura.

A pessoa corre o risco de ser discriminada e removida da lista de candidatos simplesmente porque o recrutador não gosta ou não concorda com determinada atividade.
Se a pessoa gosta de motocicleta (bagunceiros), ou se é montanhista (tendencias suicidas), ou gosta de pagode (não é música clássica, que horror!!!), etc. E as vezes até baseando-se na tal "psicologia" para justificar seus atos porque na média dos fatores sociais fulano é assim ou assado e por isto... muitas e muitas vezes procuram estereótipos sociais para funções que nem sabem o que é.

Quem não tiver uma boa História vivida nas entrevistas com psicólogos, ou conheceu pessoas que não gostam de algo que você faz (não é da turma dos certinhos) que atire a primeira pedra.

E lembre, pode ser que aquele candidato sensacional que o recrutador deixou de lado, venha a ser o melhor do mercado, e vá trabalhar no seu concorrente.

Mas como sempre, bom senso. As pessoas são diferentes e o direito de um começa quando reconhece que os demais também tem.

.'.

Leia também outros artigos clicando nas tags abaixo:

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...