Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

terça-feira, 19 de julho de 2011

Redes Sociais e a Memória da Internet

Foto: Jonty Hurwitz

"...a internet não é uma rede de computadores, é uma rede de pessoas. Analisando detalhadamente tal afirmação, podemos perceber que o relacionamento na web tem se tornado cada vez mais "real"..."

Fonte: Redes sociais: o novo marketing pessoal e empresarial do século XXI - por Conrado Adolpho



Meu comentário sobre o artigo:

Concordo e destaco as observações sobre a "memória da internet", em que as informações, uma vez postadas, estarão disponíveis por muito tempo. Constato isto com frequencia, ao encontrar textos que publiquei a muito tempo, ou mesmo músicas minhas (sou também compositor), nos mais inesperados sites do mundo.

Santo Google Batman! As empresas precisam estar atentas, pois tudo que é dito, feito, escrito, vai ficar disponível para qualquer pessoa. Atitudes e iniciativas, não podem mais ser apenas no ilusório mundo da propaganda. As pessoas conversam entre si e pela web e, quaisquer divergências entre o que a empresa "quer mostrar" e o que realmente está acontecendo, é rapidamente descoberta.
Operações plásticas para esconder problemas, deixam de ser sigilosas. As listas de "Maiores e Melhores", quando comparadas de um ano para outro, revelam se ouve coerência ou até mesmo, alguma tentativa de manipulação.

Fazendo um comparativo, sempre gostei muito de usar, em viagens, o famoso "Guia 4 Rodas", uma excelente publicação para apoiar todo tipo de viagem, a lazer ou a trabalho. Rapidamente percebi que comparando a edição de anos diferentes, certos locais subiam ou desciam da classificação. Por exemplo, um determinado restaurante que visitei em Joinville, havia ganho estrêlas de premiação. Mas logo no ano seguinte, não conseguiram outra estrêla e o resultado na má qualidade do serviço revelava o declínio. Além do cheiro de mofo no ambiente (ecaaaa!).

As pessoas cada vez mais, antes de fazer qualquer negócio, ou sobre qualquer assunto, procuram na internet informações a respeito. Seja sobre o produto, seja sobre as empresas, de tudo.

As grandes corporações deixam de ser anônimas. Os administradores, proprietários ou acionistas, deixam de ser ilustres desconhecidos. Passam a ser visualizados, procurados e cobrados por quem quiser saber mais. Omissão torna-se um pecado maior ainda. Ao deixarem de ser invisíveis, são mais cobrados quanto a coerência de suas atividades. E isto afeta a percepção que temos destas pessoas e das empresas.

As empresas podem duvidar e não acreditar que não existam trens. Mas então, é melhor sairem de cima dos trilhos.

.'.

Publicado originalmente em Outubro/2009 

.'.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...