Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Querem proibir embalagens de cigarro na Austrália. Mas embriagar-se pode.

Meu comentário referente a matéria do site Conjur: Philip Morris aciona Austrália por causa de lei contra logomarcas em maços

Que legal, querem colocar embalagem genérica nos cigarros na Austrália. País lindo e cheio de diversidades que vale a pena conhecer.

Mas com a desculpa de proteger a saúde de quem sabe que fumar faz mal, querem padronizar as embalagens nalguma coisa tipo papel verde, com letras iguais para tudo.


Escrevi um longo comentário, mas esqueci de salvar o mesmo antes de submeter, e o mesmo acabou perdido, talvez bloqueado por ter um link para este blog com meus artigos a respeito do assunto, então refiz apenas uma parte:


Minha opinião: (as pessoas ainda tem direito a opinião nalgum lugar)



Quem fuma sabe que faz mal. Até respirar faz mal se você não se cuidar. Comida industrializada faz MUITO mal. Cadê as bandeirinhas reclamando contra o envenenamento que crianças e adultos sofrem consumindo substãncias tóxicas?



Porque não fazem antes disto, com que todas as bebidas alcoólicas também tenham uma mesma embalagem genérica, única? Whisky, vinho, cerveja, etc. Todos com a mesma embalagem e cor de qualquer coisa feia. E acabam as propagandas mostrando mulheres bonitas. Fabricantes de bebidas terão que colocar no rótulo do whisky 12 anos, fotos de pessoas despedaçadas por motoristas embriagados, crianças mutiladas por bêbados. Fotos explícitas de mulheres espancadas, violentadas e mortas barbaramente por pessoas completamente bêbadas farão a alegria de muitos pervertidos.
Imagine os rótulos cheios de sangue nas mesas dos bares. E que tal as celebrações das pessoas assistindo uma partida de futebol com as garrafas todas iguais e rótulos de imagens podres? Alguém ainda iria servir "champagne" nas celebrações se a garrafa for igual a da cachaça e com um rótulo mostrando uma mulher violentada ou alguém atropelado?


Fumar parece ser para alguns, a causa de todos males do universo, até da dor de barriga do vira-latas da vizinha.

Parece aquela velha história de gente que está de mal com a vida então joga a a culpa e os seus recalques em cima dos outros.
O mesmo se aplica aos eco-chatos. Fui vegetariano, deixei de fumar e beber. Pratico yoga e várias outras coisas faz décadas. Atualmente, bebo normalmente, fumo, como carne (para desespero de muitos), mas conheço os dois lados da questão, tenho tempo equivalente em ambos os lados para poder falar.

Então, considerações existem várias. Já escrevi sobre esta pestilência que tem se tornado a agressividade desnecessária e até doentia manifestada por aqueles que mais parecem interessados em dominar e se intrometer na vida dos outros. Sugiro que leiam alguns outros artigos a respeito de cigarro/tabaco que fiz por causa das manifestações agressivas demais que tenho observado. Parece mais coisa de eco-chato, ou fanático religioso querendo impor uma determinada conduta.

Estou citando o exemplo das bebidas alcoólicas porque causam muito mais problemas. E muitas destas pessoas que falam muito mal de fumantes, BEBEM.

Então, antes de falar tanto dos fumantes, como fica a quantidade assombrosa de NÃO-fumantes embriagados que assassinam no transito?


Quantos NÃO-fumantes embriagados espancam, torturam, violentam mulheres e crianças?

Quantos NÃO-fumantes embriagados infernizam a vida dos outros, etc.

Quantos NÃO-fumantes são inventores, cientistas, donos de indústrias que fabricam e vendem de propósito comida que faz mal, produtos que poluem ou mantém atividades que prejudicam os demais?

Quantos NÃO-fumantes vendem produtos hospitalares vencidos, falsificados, superfaturados?

Quantos NÃO-fumantes são comprovadamente corruptos, ou agiotas, ou verdadeiros mau caráter sem escrúpulos sendo capazes de roubar a própria mãe?

Quantas mulheres metidas a socialites NÃO-fumantes transformam em chiqueiro qualquer banheiro de empresas e lugares públicos?

Quantos NÃO-fumantes desrespeitam até coisas mínimas da convivência social, como uma fila qualquer num local público, ou estacionam em local reservado para deficientes, tudo isto de propósito, provando que são deficientes mentais (ou até psicopatas).


Uma pessoa vai publicamente chamar alguém de doente porque não aceita que alguém não tenha tido os mesmo "mimos de papai e mamãe e quatro criados cuidando", portanto com opções de vida diferente, é comprovadamente uma pessoa com sérios distúrbios psicológicos.


Sabem quanto tempo os bombeiros passam atendendo problemas causados por bêbados?

Uma fedorenta patricinha metida a besta vai a dizer que fumante é isto e aquilo? Mas todos tem que suportar o sufocamento do caríssimo e forte perfume que ela usa? Ou achar normal ela e a turma/família dela explorar de forma vil  alguém em condições indignas de trabalho e renumeração miserável?


Falam dos gastos que o governo tem com saúde por causa dos fumantes? E quanto gastam por causa de coisas feitas por não-fumantes-corruptos, não-fumantes-bêbados, não-fumantes-agiotas, não-fumantes-fabricantes-de-produtos-vagabuntos, não-fumantes-donos de indústrias-poluentes, etc?

Gastam muito mais cuidando da saúde de pessoas que são mal pagas, de pessoas que ficam doentes por causa de indústrias milionárias que poluem, ficam doentes porque algum não-fumante (que provavelmente gosta de beber) prefere pagar R$ 20 mil pelo vestido de festa da filha, do que ser mais justo com seus funcionários e comunidade? Gastam muito mais com pessoas que ficam doentes porque se alimentam mal, porque não sabem se alimentar melhor, porque não tem acesso decente a informação, estudo, cultura, esportes, etc causados por pessoas que não fumam, mas geralmente bebem, e são incompetentes ou corruptos e desviam o dinheiro para outras coisas.


Acho que os excessos em relação aos fumantes são racistas, vexatórios e abusivos, e nada deixam a dever a muitas das mentiras usadas pelos tiranos facistas e outros que históricamente oprimem a população.


Oficializem o fundamentalismo fanático então.

Aproveitem isto para desviar a atenção dos outros verdadeiros e mais graves problemas.

Mas gastem mais tempo combatendo não-fumantes que bebem álcool que são donos de fabricas de comida cheia de quimicas altamente prejudiciais, falsificam ou fazem imitações vagabundas de produtos, ou que simplesmente não tem educação para manter o banheiro limpo, começando pelas mulheres.

Então combatam os males que a música causa! Sua filhinhas que tem cara de santinha, meus caros, adoram pagode, por exemplo. E muitas, nos embalos desta música satânica (estou sendo irônico), que poderia ser tango, gospel ou qualquer outro estilo, vão se embebedar, entrar em delírio e dar o rabo prá qualquer um. Elas não vão fumar mas vão dar o rabo enlouquecidas prá qualquer um, enquanto entoam cânticos e baladas. E coitados dos filhos que virão e dos demais que terão que aturar a chatice.

Combatam os males que a internet causa! Qualquer um copia um texto, altera e inventa coisas a vontade e coloca num site qualquer e muita gente acha que é verdade, por mais absurdo que seja! Tem acontecido com frequência. Textos absurdos aparecem assinados como se fossem do Mário Quintana, do Jabor, até do Dalai Lama!!!

Quantos filhos indesejados, quantos relacionamentos sexuais indevidos, quantos adultérios foram causados pelo álcool? Agora responda com sinceridade, quantos ocorreram por causa do cigarro?


Deve ter ocorrido nalgum lugar, mas nunca vi cigarro provocar acidentes de transito, nem tantas tragédias como por exemplo, o álcool.

Fundamentalismo religioso também mata e muito.

Fundamentalismo sócio-político mata mais ainda.



Já teve empresa multinacional dizendo por aí que prefere contratar um bandido condenado do que um fumante!!! Você deixaria sua filha/esposa/mãe trabalhar numa empresa que declara que prefere um fascínora pervertido do que um fumante? Se a resposta for sim, lamento muito porque eu prefiro não saber o que alguém como você pensa sobre estupro/estelionato ou falsificação de alimentos.

Interessante notar que uma destas empresas recentemente declarou que deixou de ser inovadora... claro! Quem é que vai querer trabalhar num lugar assim? Só quem não tem iniciativa. Quem tem iniciativa, fumante ou não, não vai aceitar tanto cerceamento. Produtividade implica numa relativa liberdade de atuação. As pessoas tem que ter responsabilidade, e guiar-se pelos resultados.


As pessoas que fumam sabem que faz mal. E uma das piores coisas que existem, é gente se intrometendo na vida dos outros, querendo obrigar que as coisas sejam assim ou assado. Tempos medievais, feudalismo, facismo, racismo, preconceitos emergindo vergonhosamente. Fofoqueiros se intrometendo na vida dos outros. Se a professora apanha do aluno marginal numa suposta escola de gabarito, ela é quem se ferra. E se ela fumar, vai ser perseguida. Mas o vagabundo do aluno não sofre nada, é chamado de coitadinho... Se o pai dele for "bêbado chique" (e anti-fumante) pior ainda, vai ir no colégio bater na professora de novo!

FOFOCA MATA MUITO MAIS QUE O CIGARRO!!! Gente fofoqueira, intrometida na vida dos outros fazem muito mais mal que todas fábricas de cigarro do planeta.

Parece que não se  pode mais fumar cigarro publicamente em São Paulo. E nem em Londrina (coitados dos turistas). Estão estimulando as pessoas a trocarem o cigarro pelo álcool (isto póóóde) ou então fumar CRACK!!! Do jeito que está, e as pessoas assistem na TV, quem fuma crack vai se incomodar menos do que os usuários do tabaco. Quer dizer que alguma dondoquinha acha melhor a polícia deixar de exercer a sua principal vocação para perseguir quem fuma um cigarro?

Imaginem os noticiários:
  • "Mais uma casa de luxo assaltada e os ladrões escaparam tranquilamente enquanto a polícia perseguia uma pessoa fumando cigarro na rua."!
  • "Presos mais dois fumantes. E em letras pequenas: bêbados atropelaram e mutilaram mais quinze crianças de uma vez só fazendo racha na frente do colégio... os bêbados são filhos de classe média alta e não fumam!"

Olha gente, quem se mete demais na vida das pessoas além de intrometido e inconveniente, está deixando claro que logo mais vai querer dar todo tipo de ordem. Daqui a pouco as pessoas serão novamente perseguidas por causa da cor, da comida, da religião, por causa da música, porque não dizem amém quando são espancadas ou sei lá o quê.

Cigarro faz mal. Eu sei. Vou republicar algumas coisas que escrevi durante os muitos anos que fiquei sem fumar. Sâo ótimos para quem não fuma. Mas no momento, eu escolhi isto.

Se um dia tabaco for crime, tudo bem, aí a questão seria diferente. Mas não é.

Agora, daqui a pouco vão dizer que sexo é só para procriar se e sómente se o prefeito ou o padre deixarem! E faltará muito pouco para criarem a absurda "Prima nocta"

Cadê o bom senso das pessoas?

Quem sabe, só para citar um bom exemplo, estas pessoas ao invés de darem a entender que querem se meter DENTRO da casa das pessoas e controlar tudo, então que gastassem este tempo e empenho, para lutar por algo muito mais digno e importante, como melhorar a vergonha que são os salários dos policiais, que enfrentam bandido de todo tipo, desde maníacos assassinos perigosos até os piores que são os de colarinho branco? 



E sobre consumir bebidas alcoólicas: 

Eu bebo sim. Uma boa bebida, bem apreciada é uma ótima coisa!O Juiz bebe, o Padre bebe, o médico bebe, etc, etc...

.'.

Leia também:  



.'.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...