Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Alguém foi ao espaço? Ou alguém se fechou no quarto?




Meu comentário na matéria da Revista Info: O homem que duvida da NASA.


A grande aventura humana. 

Interessantes opiniões, apesar de que algumas saem do contexto da matéria dirigindo-se à crítica apaixonada, seja de direita ou esquerda, aliás, oposição parece ter o significado de "não somos nós quem mandamos desta vez"...(rsss).

Bem, quanto ao trabalho do site em questão, existem sites semelhantes noutras línguas, com embasamento e questões apresentadas que, digamos, são no mínimo interessantes, pois oportunizam ao leitor, de pensar no que lhe é proposto.

Entre as muitas vertentes que o assunto jorra, está também a de que os astronautas tem sido acompanhados de perto, com muita atenção, por seres extraterrestres.
Existem desde relatos de grupos de radioamadores que acompanharam as missões Apolo (naquele tempo frequencias de rádio eram mais acessíveis), e testemunharam diálogos sobre estranhos acontecimentos que ocorriam.

Existem fotos, que fazem do acervo oficial da Nasa, que mostram "algo" próximos aos locais de alunissagem, assim como a estação espacial internacional é constantemente visitada de perto por älguém" (digamos assim).
Uma foto famosa mostra em close, o capacete de um dos astronautas na Lua, não recordo seu nome, e na superfície espelhada percebe-se algo atrás da câmera, distante algumas centenas de metros.

Descontando os grupos muito mistificados, assim como os demasiado céticos, existem vários trabalhos que procuram aliar acontecimentos, como por exemplo os círculos de plantações (muitos forjados, mas muitos inexplicados),

Certo ou errado, primeiro de tudo está em questionar o que vemos e principalmente, COMO vemos.

Aceitar pura e simplesmente alguns acontecimentos é puro dogmatismo, passível portanto, de manipulação. Mas simplesmente negar qualquer coisa, também por dogmatismo, é cegueira e submissão voluntária.

Não são os políticos e governantes os errados. Cabe a cada um primeiro tornar-se ciente de si mesmo e buscar seu auto-aprimoramento. O que encontrar adiante na sua caminhada, é que lhe mostrará o valor de seu aprendizado.

É nosso grau de consciência que determina a oportunidade de encontros com seres mais evoluídos, ou pelo menos, de viajar para um pouco além das pequenas distâncias de seu mundo conhecido e conhecer outras culturas, nações e costumes.

Para terminar, citei ao início, esta foi uma das últimas grandes aventuras da raça humana. Quantos eventos, atualmente, mobilizariam tanto o interesse das pessoas em torno de algo assim?

Lembro de quando pequeno, ter assistido extasiado pela TV, todas transmissões cheias de chuviscos, os lançamentos, os problemas. Olhavamos aqueles painéis cheios de botões, os "modernos" monitores do centro de controle. Isto era novidade, era a tecnologia finalmente alçando-se mais elevado. Sonhos e ideais em movimento, que não ficaram só no bate papo da mesa de bar. E hoje?

O que acontece é que todo dia mais um qualquer acha que fez uma grande coisa em lançar a centesima-milionésima versão do mesmissimo programa.

Então, ao falar das missões Apolo, com ou sem interesses dos governantes (riam ingênuos se não o tivessem), eu questiono quais as direções conhecidas e quais as que podemos explorar, buscar o novo e crescer, como um todo.

P+
09/06/2011

.'.

Veja também:

UFOs divulgados pelo FBI
Videos. Ufos e viagem à Lua 

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...