Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Manifesto - O Caminho ao Sol



O plano do "Caminho ao Sol" começa na terra. É na terra que plantamos nossas raízes, crescemos, nos alimentamos, florescemos e damos frutos, para então, poder lançar novas sementes nesta mesma terra que trarão nova vida.
Raízes significam capacidade de sustento, abundância material, riquezas, dinheiro, sustento pessoal, boa moradia, alimentação adequada, necessidade pessoais básicas atendidas, como bom vestuário, diversão, livros, revistas, acesso aos meios de comunicação, viagens, meios de transporte. São nossos laços com este planeta. É impossível pensar em meditação ou qualquer coisa mais elevada com a conta da luz atrasada, a despensa vazia. O corpo não deixa.

O crescimento no "Caminho ao Sol", é o nosso corpo, cuidado, nossas atividades diárias, o trabalhar de forma consistente em metas, em ter o ideal estabelecido de encontrar um caminho pessoal, de descobrir a felicidade e a realização. São nossas atividades profissionais, é o nosso trabalho criativo, é a nossa participação na vida de outras pessoas. São os sentimentos estabelecidos. É o afeto.


O tronco da nossa árvore é a família. Nossa família começa por nós mesmos, o que sentes por ti mesmo é o que sentes pelos demais. Amar-se é fundamental. Depois vêm nossos laços próximos, a irmandade, a fraternidade. Nossos amigos, companheiros, amantes, colegas, os seres amados.
Os galhos são nossas criações. Nossas ramificações no mundo.


As flores, nossas obras primas. Nosso convite para que outros seres venham polinizar, venham compartilhar de seu trabalho para gerarmos uma nova vida. Abelhas, colibris, todos insetos e animais que polinizam as plantas são exemplo da comunhão entre vários reinos. Da mesma forma vamos intercambiar nossos esforços.


Os frutos, são a benção gerada. É algo novo, que será entregue livre para o mundo, para ser apreciado. Boas plantas são úteis ao universo. Dão bons frutos.


Esta é minha proposta, de transformar nosso mundo, a partir de nós mesmos, num pomar maravilhoso.


Gilberto Prabuddha, 1996

.'.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...