English readers and other languages: Many posts are in portuguese, you can use the Translate button at left side.

Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Sociedades Secretas, Satanás e Bandas de Rock

Foto: Sara Ray

Perguntaram num fórum de debates:

Qual a relação entre as bandas de Heavy Metal e as Sociedades Secretas?
Por que algumas músicas dessas bandas de Heavy Metal induzem subliminarmente os individuos a valorizar algumas Sociedades Secretas?
Existe alguma relação entre Sociedades Secretas, Satanás e Bandas de Rock?

Meu comentário:

A relação entre sociedades secretas e grupos musicais de qualquer estilo, seja Heavy Metal, Pagode, Clássico, romântico italiano, etc., são as mesmas: Todas tem a possibilidade de que seus participantes sejam pessoas participantes ou interessadas no assunto. E tanto quanto estas mesmas pessoas estejam interessadas nalgum outro assunto qualquer.

Sobre indução subliminar, entra muiiiiiita ficção, delírio, imaginação, "invencionice", suposições infundadas, devaneios, chutes descabidos e uma salada confusa de informações supostamente "cientificistas" que se apoiam principalmente na citação de personalidades que ninguém ouviu falar ou notoriamente dogmáticas nalgum ponto de vista discutível.
Claro que existem estudos e trabalhos sérios sobre mensagens subliminares. Mas se fosse algo tão verdadeiro como alguns tentam apregoar, teríamos uma enchente de bandas de hiper-sucesso simplesmente colocando suas frases de efeito numa determinada frequência de vibração harmônica que entre em ressonância com as pessoas.

Sobre a relação com o rock, é uma grande estratégia de a mídia dizer que o diabo é o pai do rock. Isto vende, e muito! É que nem colocar mulher de biquíni na capa naquelas coletâneas de música popular.

Tem um livro sobre musicoterapia, prefiro nem citar o nome do sujeito, um dos poucos nacionais infelizmente. É um terrível pela mistura de opiniões e preconceitos pessoais explícitos. O sujeito fala de música satânica com a autoridade de um fanático, citando exemplos como: Black Sabbath, ABBA e BEATLES. Interessante notar que o autor cita Wagner (adorado por Hitler) como boa música.

O que é satânico para um, pode ser a religião de outro. Só para citar um exemplo, vide muçulmanos extremistas e cristãos extremistas falando uns dos outros.

Lembrem muitas igrejas, cultos, religiões, também colocam mensagens sutis, subliminares ou não, nas suas músicas.
Mensagens do tipo "sem esta crença sua vida será uma desgraça!" são a legitima ameaça ou até uma praga rogada para as pessoas.

Deus é o mesmo para todos.

Quantas vezes viu-se a perseguição de alguém simplesmente pelo fato de ser bom naquilo que faz?
As inquisições existiram em várias nações e ainda acontecem.

Então se ficou bonito e bem feito seria obra do diabo? Então que "deus" (em minúscula) seria este que aquelas pessoas cultuam se o tal "deus" não admite a beleza? Não é o próprio criador de tudo, o Grande Arquiteto de todas as coisas?

Talvez por isto certas linhas religiosas, fazem questão da feiura, com suas mulheres de cabelos mal cuidados, algumas peludas feito macacos, ou escondidas em toneladas de panos toscos e homens que parecem um poste peludo com roupa.

Um pouco de cuidado pessoal creio eu, não faz mal, pelo contrário. Se o criador nos deu este corpo, o mínimo que podemos fazer é cuidar bem dele.

Muitas vezes a perseguição do belo, foi justamente por que a influencia da beleza, da harmonia, da criatividade, poderia estimular pensamentos mais livres. E para os que desejam escravos, nada pior do que uma mente capaz de pensar por si mesma e que descobre do imenso potencial de que dispomos.

E claro, muitas vezes a perseguição da beleza devia-se justamente a não disponibilidade desta para, digamos, os interesses pessoais dos seus perseguidores. É o famoso "se não posso ter para mim, então que seja eliminado". Citando um exemplo, é o caso típico quando os que detinham poder queriam uma bela mulher e esta se negava. Se negasse, era o diabo que estava tentando o sujeito. Se aceitasse, ele se livrava da culpa por ter sido "enganado" pelo diabo.

Claro que vaidade em excesso, luxúria em excesso, qualquer coisa em excesso pode deixar de ser algo bom.

Mas se a natureza do criador te dá o ar que respira de graça, por que não te esforçar para usar este ar criando uma frase bonita, uma canção? Se a natureza te oferece cores, por que não criar pinturas e colorir teu mundo, tuas roupas?

A própria noite possui sua beleza.

O que vai determinar se algo é bom ou ruim, são as intenções.


Foto: Robert Chan (Singapura)



.'.

Leia Também:  

.'.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Caminhar por Si e Ter o Mérito da Colheita

Chegar ao cume, por si mesmo!
Foto: Eric Lon

Nuvens que preenchem o céu nos mostram que a beleza da vida, assim como nossos ideais e pensamentos, tem uma duração passageira, mas que faz parte de uma continuidade.

Assim como nalgum momento as belas imagens que passam nos desenhos formados pelas nuvens, retornarão para a terra em forma de chuva, nosso pensamento algum dia deverá tornar-se realidade, seja pelas nossas ações, seja pela manifestação de nossos desejos que atraem as ocorrências.

Nestes anos todos, a vivência tem sido variada, e se por vezes o cotidiano nos faz revisar e questionar o que fazemos, por outro lado, esta mesma continuidade da vida nos mostra que, citando o I-Ching, "a perseverança num caminho correto é favorável".

E o que seria este caminho correto que alguns buscam?

Veja, para o preguiçoso, apenas o que é fácil e cômodo lhe parece bom.

Para o oportunista, nada melhor do que aproveitar-se do trabalho dos demais.

Assim como na natureza, as pessoas também manifestam estes comportamentos.

Outros anseiam por algo que lhes parece uma vida pacífica e sem problemas.

Mas a falta de problemas não indica necessariamente uma vida agradável. É necessário algum vento para que as sementes das árvores possam se espalhar e florescer.

Os aventureiros buscarão o estímulo da busca, do desafio. Alguns se arriscarão de forma imprudente. Outros serão buscadores da vitória interior, de conquistar a si mesmos.

É muito fácil para alguns, aprenderem algumas palavras vazias de alguma revista destas populares, e apregoar um aprendizado que não tem.

São os tais pseudo-pesquisadores de livretos de bancas de revista, os que fazem um curso  rápido qualquer, de preferência quase gratuito, ou que simplesmente tomam para si o trabalho de outros e se intitulam meritórios "mestres".

Lábia de vendedor é usada para inventar algo que parece "papo cabeça" e enganar os incautos iludidos com tantas estórias inventadas. Mas esquecem de observar como alguém de repente aparece apregoando milagrosos conhecimentos sem nunca ter estudado, ou sem que ninguém jamais soubesse. Relatos que mudam de palavras e conteúdos a cada dia sem qualquer consistência.

Mérito representa algo que é merecido. O grande mérito é a sucessão de méritos reconhecidos por outros que tenham tanto ou mais méritos. Só então, do acúmulo de grandes e merecidos méritos, chega-se a vislumbrar a glória.

E um dos primeiros passos é aprender a dar graças pelo aprendizado. Agradecer publicamente, dar os créditos a quem tem ensinou. Mesmo se fores fazer uma citação de um texto, deves agradecer dando os créditos senão tudo que obterá será mais e mais Karma. Então se podes ter Dharma, uma benção positiva, por que deixaria de fazê-lo? É acaso algum tipo raríssimo de semideus que herdou tantos poderes que não precisa de ninguém?

E mesmo assim, se agradeceres falsamente, achando que de uma vez apenas tiras o peso do karma de tuas costas, se engana. O falso agradecimento, a pessoa mal agradecida, apenas coleta mais e mais karma e a pouca energia que pensa ter tomado, correrá para longe e será muito mais difícil reconquistar.

Neste muitos anos, décadas, foram incontáveis os milhares de banhos de água fria, jejuns, purificações, caminhadas na mata, metas a buscar, etc., para aprimoramento e aprendizado das energias. Exercícios, estudos.

Reinícios fazem parte da busca.

Certos aprendizados não são apenas intelectuais, não podem ser apenas anotados.

Isto se deve a correspondência e a relação direta entre os diferentes reinos.

Se falo por décadas de tarot, numerologia, práticas de magia, meditação, etc., falo também de atividades que são absolutamente básicas e que dependem umas das outras para o efetivo aprendizado.

É muito fácil eu colocar a mão na sua testa e lhe dar a visão para jogar cartas. Você pode até pegar meus escritos e intitular-se perito em ocultismo, numerologia, magia, o que for. É como uma pessoa comum pegar a roupa de um soldado e ir direto para o front de guerra! Ou vestir-se de policial por conta própria. Mas qual será a raiz, o que realmente estará dentro de você? Respondo: Só aquilo que tu cuidares por ti mesmo.

Pode-se ganhar um brinde espiritual. Trata-se disto. Adquire-se um talismã, uma benção.

Mas mesmo assim, será necessário o trabalho prático com os elementos, as direções, os planos e dimensões.

Se não cuidares do que recebeste, ao cabo de pouco tempo perderás o presente. Lembre, não é teu, é do universo e a ti é dado para que cuides bem e trabalhe para fixar e aprimorar!

É necessária a prática de algum tipo de disciplina adequada a você para que aquilo não sejam apenas palavras que se falam ao vento ou nas rodas de bate-papo. E que serão perdidas e esquecidas.

Mesmo que você escute as palavras verdadeiras de um mestre, lembre que estas são como sementes que devem ser plantadas num solo preparado, cuidado e regado regularmente. E os frutos, deverão seguir também este ciclo até que em você, seja gerada sua própria plantação, sua própria floresta, seu próprio lugar no mundo.

Um dom que não é usado é apenas um grande peso nas suas costas!

Um dom, uma iniciação que não forem preservados, será perdido, mas ainda assim, estará sujeito a responsabilidade! Deixaste o bastão atirado pelo caminho, mas mesmo assim, logo adiante já estarão te esperando os momentos em que precisarás deste bastão que desdenhaste.

E não importa se já tens títulos e mais títulos nalguma outra área. Poderá ser teu maior castigo ou então, isto poderá lhe ajudar, se tiver humildade, para o aproveitamento e aprendizado das lições que lhes forem passadas.

Sem humildade, de nada adianta, por exemplo, se você for mestre em Karatê e buscar o aprendizado em panificação! Terá que começar de zero, lavando panelas como qualquer aprendiz de cozinha.

Ninguém chega algum dia a ser mestre sem a capacidade de ajoelhar-se para iniciar um novo aprendizado com respeito e perseverança.

E o que um valoroso faixa preto em Karatê teria a ver com saber preparar deliciosos pães, doces, bolos? Simplesmente por primeiro, ser perito em tratar os outros na pancada tem sua serventia quando se usa este conhecimento para controlar e disciplinar a si mesmo, ao invés de impor-se na marra. E porque mesmo o mais valente lutador (poder físico) terá que saber alimentar os demais (poder espiritual).

Tens mais amigos se fores um bom padeiro e cativares pela gentileza, pelo coração (sabedoria), do que se tornar um tirano (vaidade) e fazer as coisas serem a sua maneira na marra, como uma criança teimosa e mimada, quebrando tudo quando contrariado.

Muitos são os que querem o conhecimento, o poder, alguma meta. Mas sem alicerces verdadeiros, tudo que conseguirão será uma efêmera e falsa passagem por algum degrau um pouco mais alto, mas jamais conhecerão o cume da montanha.

Os mestres, de todas as escolas esotéricas e linhas de espiritualidade se conhecem entre si e só os tolos vestem trajes que não lhes cabem.

Pode-se roubar um diploma, um livro, mas nunca o verdadeiro mérito de saber e criar realmente seu conteúdo e assim, poder tranquilamente recriá-lo a qualquer momento.

Quando tens tua própria caminhada, então começará, a saber, como flui o rio da vida e beber de suas águas.

 
.'.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Professor Coloca uma Câmera na Cabeça



Wafaa Bilal professor de fotografia no NYU's Tisch School of the Arts pretende implantar cirurgicamente uma câmera na parte de trás da cabeça.

O experimento, que tem um cunho artistico, sobre memória e experiência de presença,  apesar de questionado por que seus alunos serão expostos a um controle incessante, fará parte de exposições e inclusive, haverá um stream de imagens online para o museu.

O trabalho foi entitulado "The 3rd I", um trocadilho com "The third Eye", ou "O Terceiro Eu" e "O Terceiro Olho".

Veja no Slashdot: Professor Has Camera Surgically Implanted In the Back of His Head

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

A Pedra USB das Dimensões Impensadas

A pedra na mesa de seu feliz dono.
Mais que um objeto, a USB Pet Rock representa a oportunidade de conscientização do espaço-tempo que ocupamos.

E melhor de tudo, oportuniza a reflexão sobre o que fazemos e guardamos.

Ela pode ser tanto aquele backup que nunca foi feito, quanto a expressão simbólica dos conteúdos que mantemos no computador, extraviados ou que simplesmente nunca mais serão necessários.

O que guardamos de nossa vidas senão as lembranças. Por isto, uma pedra arredondada, nos lembra para não ficarmos parados, criando limo.

A cada novo lar, uma mudança de paradigma.

A cada paradigma, o contato com os mistérios da vida.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Se Cuidar Para Quê? 15 Hábitos Para Ferrar Com Sua Vida

Como se ferrar no computador. Ou melhor, se despreocupe, é só um trem vindo para cima de você.

Atenção: Isto é uma paródia! Leia por sua conta e risco! Não sugiro em hipótese alguma que realize o que se diz abaixo.

A vida toda, as pessoas dizem para você fazer isto e aquilo, proteger o computador, não falar com estranhos, não transar no primeiro encontro, não comer melancia com leite,  etc, etc... E dizem que é tudo para o SEU bem! Se querem tanto o meu bem porque não recebo presentes, dinheiro, ouro, incenso e mirra todo tempo? (risos)

Então, aproveitando uma idéia ao ler matéria do Christopher Null, da PC World EUA, vou  falar o contrário, que é um pouco daquilo do que um bom relaxado e preguiçoso gostaria mesmo de ouvir.

Sim, porque se pensarmos um pouco, a informática é uma das áreas com a maior quantidade de complexos de culpa que existe. Parece a apologia da gordura: "Tudo engorda!" Mas sabe-se que a culpa de comer acaba engordando mais ainda, muitas e muitas vezes.

Então, para seu deleite e pensando no seu bem, aqui estão 15 hábitos para ferrar com sua vida no mundo da tecnologia.




1. Não use software de segurança

Não use nada de antivirus, antispyware, antimalware, anti-isto e anti-aquilo.Você não entende mesmo aquela tralha toda.

Não contrate nem pague nenhum serviço de proteção de vírus para seu provedor de internet.

Se tiver, desative o Firewal.

Seu computador vai rodar muito mais rápido sem esta tralha toda.

Você não vai esperar mais tanto tempo para ligar a máquina.

Vai economizar dinheiro que você pagaria por isto tudo.

Se você tem carro, também não precisa trocar o óleo do carro. Nunca.

2. Não faça backup de seu computador

Fazer backup (cópia de segurança) é uma total inutilidade.

Você perde tempo.

Você nunca sabe aonde está aquela versão antiga.

Todo mundo sabe que quando se precisa nunca tem backup.

Economize tempo, dinheiro e muito espaço no seu disco sem juntar este monte de porcaria.



3. Não tenha backups noutro lugar.

Se você não faz backup, não precisa ter cópia noutro lugar né?

Economize mais tempo, mais espaço.

Evite de se chatear com aquele seu amigo que também não vai saber aonde está o tal de backup.

4. Aproveite as propagandas (SPAM)

Se a propaganda chegou até você de graça, é porque algum gênio supremo da humanidade sabe que alguém tão genial como ele (no caso, você) estará interessado no produto.

Então aproveite que chegou de graça até suas mãos as melhores dicas de aonde conseguir produtos de seu interesse ou para conhecer outras coisas novas.

Se você não quiser mais a mensagem, sempre tem um link para clicar e remover. Viu como é fácil?

5. Não desligue seu notebook

Desligar prá quê? Os caras fazem um computador portátil e dizem que você não pode usar ele desta forma?

Olha, computador de mesa é uma coisa diferente, tem aquele gabinete enorme.

Notebook é portátil, então leve para todo lugar e use a vontade. Caminhando, correndo, no carro, ônibus, motocicleta, pendurado num braço só ou enquanto pratica arborismo.

Se o notebook der problema só por causa de uma balançadinha, você vai saber que aquela marca é uma porcaria e que você pode falar mal a vontade do fabricante.

Aproveite seu notebook com alegria. Ele está a seu serviço e não o contrário. Não tem nada mais divertido do que Twittar ao vivo no seu notebook enquanto passeia de buggie nas dunas lá do nordeste ou sacudindo bastante nas esburacadas estradas e ruas que tem por aí...

6.  Imprima tudo

Use sua impressora sim!

Se computador fosse seguro para se guardar alguma coisa, não iriam te dizer para usar programas de segurança, programas de backup, etc.

Até evitar de deixar a maldita máquina ligada eles te dizem!

O papel é sua segurança e garantia das suas coisas bem a vista.

E se a porcaria do computador pifar, você sabe que todos seus dados estão ali.

7. Notebook na cama é bom sim.

Aquele calor que sai debaixo do notebook é ótimo para manter suas cobertas quentinhas.

Se esquentar demais é porque é uma porcaria. E pode fazer mal aos seus genitais. É provado que os testículos não funcionam direito por causa disto. Mas deve ser bom para as mulheres que seguidamente tem que fazer escalda-pés por causa da friagem.

E se a porcaria do notebook queimar, é porque é uma porcaria mesmo e foi mal projetado.

Como é que o fabricante te vende um computador portátil que só pode ser usado em cima de uma mesa em condições especiais? Então que inventem um notebook que tenha uma sala de ar-condicionado portátil.

8. Deixe o notebook no carro e aonde quiser

O notebook é seu, quem disse que não pode deixar no carro?

Se os ladrões virem o notebook no banco e quebrarem o vidro, é por que o carro é uma porcaria!

Todo mundo sabe que pessoas andam de carro e colocam suas coisas de valor dentro da porcaria do carro!

Então se o fabricante te vende um carro que tem vidros que qualquer trombadinha quebra, é porque o carro só pode ser uma porcaria!

E se levarem aquela porcaria de notebook que esquenta demais e não funciona se ficar ligado quando você precisaria dele andando, estão te fazendo um favor! E de quebra, aproveite para trocar a porcaria do carro que tem aquela porcaria de janela tão fácil de arrombar.

9. Use um endereço de e-mail fixo

Use só um endereço de e-mail.

Prá que ter vários endereços alternativos ou descartáveis, se você vai ter que perder tempo da mesma maneira checando todos eles?

Olha, vai ter SPAM em todos eles de qualquer jeito.

E se aquela paquera da balada finalmente encontrar o endereço de e-mail que tu deixou e resolver te escrever com todo carinho, paixão e saudade justamente quando você também está bem carente? Num maldito e-mail descartável você perderia esta!

E-mail único vai simplificar sua vida!

10. Guarde todos os seus e-mails. Sim!

Seus e-mails são a base para sua autobiografia, dia a dia, naturalmente organizado.

Guarde tudo e não desperdice seu tempo tentando usar alguma classificação. Estas classificações mudam a todo tempo.

11. Não perca tempo com os atalhos de teclado

Atalho de teclado são aquelas malditas combinações de teclas que os nerds adoram.

Mas se tem os ícones (aqueles desenhinhos) com as opções para fazer a mesma coisa, só apontando com o mouse, prá que tanto atalho?

Vou contar a verdade: todo programa tem dúzias e dúzias de atalhos, a maioria inúteis. Aliás, atalhos de teclado são como a maioria daqueles estúpidos botões em controle remoto de televisor. Prá que tanto botão? Isto só serve para garantir o emprego do amiguinho nerd de alguém na fábrica, ou para te empurrarem mais coisas, como um curso para aprender a usar a porcaria dos atalhos.

Sabe quanto dinheiro as fábricas de TV faturam vendendo milhões e milhões de "botões" inúteis nos seus controles remotos? Tudo que vem ali é você quem paga, mesmo que nunca vá usar. E o amigo que tem a fábrica que fornece os botõezinhos fatura as suas custas, entre outras coisas. Já ouviu falar da Teoria da Conspiração?

Com computador é a mesma coisa. Vem um MONTE de porcaria e um MONTE de umas porcarias de atalhos de teclado que ninguém nem sabe que existe.  Mas que você tem que pagar por eles, mesmo que só use os ícones que estão na tela.

Esqueça os atalhos e use só os ícones e menus. Você vai ficar mais relaxado.

E pressa também prá quê? Quem tem de ser rápido é o computador, não você. E se o computador não é rápido você já sabe que está na hora de trocar por algo decente.

12. Instale tudo que quiser

Se você instalou é porque precisa. PONTO.

Se a porcaria do computador ficou lento é porque o computador é uma porcaria ou você precisa de um computador maior. PONTO.

Você já tem o maior computador e ainda assim está lento? Então agora você sabe que tem a maior porcaria!

De que adianta você ter um computador se não pode botar tudo que quer lá dentro? É que nem ter namorada/namorado cheio de frescuras que não te deixa satisfazer suas vontades naturais.

Convenhamos, computador fresco já é demais!



13. Salve arquivos no computador

Você gastou um monte de dinheiro num computador para ele organizar sua vida e te dizem que é você quem tem de fazer a organização? E isto porque a porcaria do computador vai esculhambar tudo e você não achar seus arquivos? Tão gozando com sua cara!

Salve sim tudo no computador e o computador que se vire!!!

Todos fabricantes anuncia a cada nova versão sobre as grandes facilidades para indexação automática, localização de conteúdo, etc, etc, etc Não é???? Como é que então depois vem dizer que VOCÊ (seu otário) é quem tem de organizar?

É que nem contratar uma doméstica, carteira assinada, tudo certinho e descobre que ela só aceita a louça se já estiver limpa, a casa sempre em ordem... então você contratou uma funcionária prá quê?

Prá que você vai jogar dinheiro no lixo numa porcaria de computador se a porcaria do computador NÃO SABE nem onde colocar seus documentos?

Vá simplificar sua vida!

Tá vendo porque é melhor imprimir tudo? Já que você mesmo vai ter que organizar as suas coisas, então é melhor estar no papel porque quando você precisa de algo, não vai precisar ligar a porcaria do computador!

Você além de tudo, vai economizar tempo, dinheiro e energia elétrica.

14. Use senha única

É um saco lembrar todas aquelas senhas, por isto que quase todo mundo tem um papel anotado colado na tela do computador né?

E todo mundo sabe que estes sites todos que você se cadastra, sites de relacionamento, sites de vendas, sites disto e daquilo, todos eles volta e meia aparecem nos jornais porque vazaram informações das pessoas na rede!

E isto acontece muitas vezes de propósito, porque a tal de "política de privacidade" é mudada a toda hora. Ou simplesmente (o que é bem comum), os caras vendem o teu cadastro na maior cara de pau e depois ficam fazendo discursinho hipócrita. É só olhar a quantidade de empresas de propaganda oficiais que vendem serviços de propaganda dirigida sob os auspícios destes sites todos. E depois dizem que é VOCÊ (seu otário) que tem de ter dúzias de e-mails alternativos, dúzias de senhas, dúzias disto e daquilo, porque é VOCÊ quem paga por tudo. Não eles.

Use uma única senha. Quem tem de cuidar da sua segurança deveriam ser eles, os que estão por trás de tudo. Lembra que falei da Teoria da Conspiração? Está começando a perceber o que as forças ocultas querem fazer?

Se eles se preocupassem realmente com você, eles mesmo jamais deixariam virus de computador circulando, nem espiões, nem esta bosta toda que vai entupindo a porcaria do teu computador até você ter que comprar outro computador maior que não consegue nem se proteger sózinho.

Sabe, é tipo você comprar um grande cão de guarda para descobrir que tem que contratar junto uma empresa de vigilância 24 horas, com monitoração por satélite e serviço de recuperação em caso de roubo... eiii, isto não é o serviço da polícia?

Use senha única e simplifique sua vida. Quem tem de cuidar de você são todos os fabricantes e fornecedores, afinal, VOCÊ (seu otário) é quem paga todos eles.

15. Não bote senha no celular, smartphone, etc


Você paga um fortuna por uma porcaria destas e o fabricante não coloca NEM uma identificação do proprietário? Esta porcaria tem câmera prá que se não reconhece nem a cara do dono???

Se a porcaria do aparelho não te reconhece, nem merece que você tenha MAIS UMA PORCARIA DE SENHA para se lembrar.

É só. Terminou.

Agora que você sabe como se ferrar e por acaso acha que é melhor se proteger e ter mais tranquilidade, então leia o artigo da ComputerWorld: Os 15 hábitos tecnológicos que você deve evitar

E que o Grande Irmão.'. nos proteja!

.'.

Carla Perez - Trash ou Cult

No blog do Heu, um dos melhores sobre filmes, tem uma crítica muito engraçada sobre um filme da Carla Perez. Será um filme trash ou uma atrocidade?
Amem ou odeiem! Quer dizer, nem tanto. Tem seus defeitos propositais ou não.
E as questões que não calam.

Veja a análise do filme no site Blog do Heu - Cinderela Baiana (e volte aqui).

E agora segue meu comentário a respeito de Cinderela Baiana comentada pelo Helvécio Parente.
 
Bem, por que essa discriminação com a Carla Perez?
Vejamos por partes, como diria Jack o Estripador.
Dançarina melhor? Olha Helvécio, o filme é sobre uma dançarina de AXÉ, um ritmo muito popular naquelas bandas. Então nada mais natural que a música seja Axé.
E fique feliz porque não colocaram forró, daquele de verdade que toca lá em cima.
Fazendo um parenteses: Morei lá na época que a boquinha da garrafa estourou em todo país. E apesar da brincadeira, muitos se escandalizaram por esse Brasil afora… muitos? NÃOOOO… lá em Salvador sentar na boquinha da garrafa era uma das coisas mais inocentes que se ouvia nos rádios. Coisas que deixariam o funk de morro carioca vermelho de vontade de entrar na farra.
E tinha o forró, aí a coisa pegava mesmo, tipo "rala o teu treco aqui atolando a garrafa para entrar mais a cadeira que entrou antes..." era coisa pouca.
Tem outros músicos por lá? Tem sim. Adivinha o que boa parte deles ouvia nas horas de folga? Axé e forró.
Parece que até o Robertinho do Recife não encara umas boas farras.
Gilberto Gil? O cara tá lá no palanque oficial quando tem aqueles muitos carnavais. Esse cara merece respeito.

Voltando para a estória.
Tem demagogias? Tem. Eu vi essas crianças de braços estendido na beira da estrada emquanto carros e ônibus passam e jogam moedas, pacotes de biscoito, qualquer coisa. É um semi-árido, não tem nada além da poeira. Gente, miséria mesmo, em todos níveis.
Aí vem patricinha criada no bom e do melhor dizer que criança não tem que fazer isto e aquilo? Vão a merda suas putinhas de sabonete francês, só muda o preço. A maioria de vocês não tem coragem de ir lá ver como é e ficar muitas horas convivendo com eles, não é só passar ligeirinho numa van de turismo. Primeiro vão viver numa casa sem muitos de empregados, nem papaizinho pagando todas contas e o colégio fora da realidade. Qualquer um que more em zona rural, ou que tenha uma família um pouquinho estruturada sabe que café da manhã não é buffet, e que ajudar em casa, ajudar a cuidar de si e dos outros mesmo que seja lavar a louça, varrer a casa ou alimentar as galinhas faz parte do ritual familiar. Exploração é outra coisa bem diferente. Claro que existe, mas saiam de seu aquário, o mundo é muito maior. Vão lavar sua própria roupa incluindo suas calcinhas e aprendam a cozinhar algo decente (nada de Miojo e muito menos tele-entrega) para a família toda que está trabalhando.

Voltando ao filme.
Cinderela, bem, aí o privilegiado roteirista deve ter tentado fazer uma sátira anti-Disney desmistificando a coisa. Ao representar uma pessoa mais humilde que tenta a sorte e consegue crescer muito rápido (a questão da idade é uma representação simbólica entendeu?), ainda fica a constatação de que o exterior nem sempre acompanha o crescimento interior e os conflitos e aprendizados que foram atropelados numa adolescência que foi incomum.

E como é que pode dizer que os caras são péssimos? Meu, olha aqui. Um bando de caras profissionais vão fazer um monte de cagada assim? Lembre que a Carla, que é realmente uma pessoa simpática, simples e muito carismática, não é uma atriz shakesperiana porra! Provavelmente eles procuraram fazer algo mais informal, típico de várias linhas do cinema cult francês.

E voltando a questão da “dançarina”, queria quem? Alguma elitizada bailarina russa? Mas báh que barbaridade! Dançarina de Axé não tem que saber só rebolar! Tem que ter aquele carisma e contato com o público. Estes grupos fazem sucesso primeiro de tudo e só se mantém se tiverem contato muito próximo do público. Olho no olho. Assistir na TV é uma coisa. Estar perto, e ter a interatividade é outra.
Tanto é que em Salvador, estes grupos fazem do ensaio um evento público, com 3.000, 4.000, as vezes 10.000 pessoas e claro que cobram ingresso. É uma farra, todo mundo ensaia junto e interage com os artistas.

O filme infelizmente vai perder muito deste processo. Talvez aí que tenha ocorrido a sensacional “sacação” do diretor, ao colocar alguns pontos de som fora de sincronia, propositadamente! É sim, isto é uma figura representativa de uma analogia simbólica que nos remete a lembrança de que nem sempre o que somos, falamos e fazemos, é entendido da mesma maneira pelos demais!

Sei que o Helvécio fez uma sugestão filosófica ao falar do Raul Seixas, pois se numa festa de Axé alguém gritar “Toca Raul”, iria ser algo muito interessante, no mínimo. Sim, pois seria bem capaz da banda sair tocando mesmo, aliás, já ocorreu isto algum tempo atrás, em ritmo de Axé!!! E poderiam atualizar a letra! Metamorfose Ambulante poderia virar um acessório para fisting gigante no aconchego do leãozinho do Caê que trocaria e invocaria a lua do “seu Jorge” para o Caimmy abençoar a Carla e sua troupe.

Bem, o tempo curto me impede de uma melhor disgressão, mas enfim, reclame o que quiser, este filme é uma obra que até pode ser considerada trash, mas só se for como “Hors Concours”!!! (rssss)

Ah sim, esqueci de completar sobre a questão da criança com a gaiola de passarinhos:
Lembremos que sendo uma pessoa simples, mesmo que alcance nacional, a Carla ainda assim vai ser colocada para representar campanhas que nem sempre ela tenha o mesmo alcance e entendimento.
Mas por ter contato desde cedo cedo com populações mais carentes (no interiorzão da Bahia tem coisas de chorar por compaixão, os cariocas que não reclamem), acho que ela também representa parte deste sonho de muitos de ter realmente uma vida melhor.
A maioria não vai ter o que fazer, não podem soltar os passarinhos e detestam ficar pedindo esmolas. Mas não é culpa do governo. A culpa, é de cada um que deixa de fazer o seu pouquinho de todo dia para melhorar o mundo.

Só podemos mudar a nós mesmos, um de cada vez. E desde cedo, a Carla ajuda muitas famílias. Pode não ser uma daquelas lindas instituições de entediados riquinhos desocupados que funcionam em prédios lindíssimos e gastam fortunas em propaganda. Mas um prato de sopa sincero pode ser melhor que muita propaganda bonitinha de alguma fundação ou ONG que na verdade só está ajudando os amigos publicitários a faturarem uma grana preta. Ou no mínimo, ter árvores frutíferas, inclusive na beira da calçada ou plantando em toda parte para quem quiser pegar, começando pelos pássaros.

.'.

Direitos Trabalhistas no Facebook

Foto: Chris Devers


Empresas não podem punir trabalhadores por discutir condições de trabalho nos USA.


O "US National Labor Relations Board" (NLRB) citou formalmente empresas por demitir funcionários que teriam falado mal de seus superiores no Facebook.

Os trabalhadores tem direito de se reunir e falar sobre suas condições de trabalho, mas claro que falar aberta e publicamente de seus superiores, colegas de trabalho e a própria empresa, podem ser antiético ou simplesmente muito arriscado.

Mesmo que seja a verdade, bom senso sempre é fundamental. Se seu chefe é um canalha que protege a amante incompetente (e ainda por cima feia!...risos...), ou a empresa apregoa uma falsa qualidade de trabalho ou dos produtos, os turnos são escravizantes, o salário ruim, enfim, seja o que for, sempre é possível se conversar sem atirar a podridão no ventilador de forma escancarada.

A NLRB sabiamente notificou as companhias que punem seus funcionários por se manifestarem publicamente em redes sociais, por estarem cerceando e violando os direitos dos trabalhadores.

Quem sabe o Ministério do Trabalho, os sindicatos, líderes empresariais e nossas cabeças pensantes observem isto também.

Falei em líderes? Bem, é fácil ser uma empresa grande. Difícil é ser uma Grande Empresa.

Veja a matéria no US Agency Challenges Corporate Facebook Sacking.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Saúde e Educação Não São Culpa Só do Governo. É de Todos.

Boa parte do problema de saúde é falta de educação, nos dois sentidos.

E não tem nada a ver com o nível sócio ecnômico das pessoas. Ricos, pobres, não tem muita diferença quando se fala em cuidar do que é coletivo.

Por exemplo, conheço gente que tem o pátio eternamente cheio de lixo, com água parada em todo tipo de objeto, por tudo quanto é lado.
Tem piscinas de água tão suja que até os mosquitos preferem outro lugar!

Não é falta de instrução, é puro relaxamento mesmo.

Em comunidades mais pobres, a coisa é mais aparente porque os mais ricos, costumam pagar para que outro resolva o problema. Atiram lixo pela janela tanto quanto os demais. Só que pagam alguém para andar atrás deles limpando suas sujeiras.

Quem pode, paga alguém para levar a culpa.

Alimentar-se mal, não saber noções de higiene, cuidados básicos com a casa e o lugar onde vive.

Até lavar as mãos de vez em quando é um costume pouco comum. De vez em quando? Sujou lavou!

Educação se aprende em casa, mas infelizmente, cada vez mais as pessoas pensam que é problema da escola. Deixam de ser pais e jogam a culpa nos professores. E mais tarde, quando algum traficante assume o papel dos pais, reclamam do governo, da escola, de todo mundo, menos de si mesmos.

Boa parte das filas que tem nos postos de saúde e hospitais, devem-se a carências pessoais, a pessoa está frustrada e vai no posto para reclamar da vida com todo mundo que encontrar pela frente. E acham ruim quando se constata que é uma simples gripe ou alguma dorzinha que teria bastado uma aspirina ou uma pomada para contusões.

Pessoas que chegam com crianças literalmente sujas. Não porque tenham sofrido um acidente e precisaram sair correndo. Falta de banho mesmo.

E os coitados dos professores, tentam ensinar alguma coisa e levam agressões de crianças mal educadas por todo lado. Está proibido repreender os alunos sem correr o risco de um processo por parte justamente destes pais (de todas classes sociais) que jogam a culpa deles mesmos contra a escola. E se um destes marginais em treinamento agridem um professor, quem tem medo é o professor. O marginalzinho sob as bençãos de um bando de retardados de algum serviço público, fica impune. Ah sim, claro, não é culpa dos que inventaram os regulamentos. Lembram o que escrevi acima sobre jogar a culpa nos outros?

Não cogito voltar a lecionar numa condição destas, se bem que sempre fiz de tudo para dar aulas apenas para adultos.

Verba para a saúde precisa sim, mas de que adianta instalações e equipamentos modernos, se os próprios profissionais que vão trabalhar lá muitas vezes são estes mesmos maus alunos, maus filhos, maus cidadãos?

Conheço uma enfermeira que a casa dela parece quase um chiqueiro. Tá certo que os filhos aborrecentes ajudam, mas poderiam ter um pouco mais de disciplina, se a quantidade de problemas familiares não ajudasse a acobertar o resto.

E falando em instalações, a gente sabe que as compras públicas tendem a ser questionáveis, afinal, escolher produtos usando o critério de menor preço sem considerar a qualidade, é ultrajante. E como o equipamento e instalações não são cuidados minimamente, é comum vermos postos, hospitais e escolas, literalmente em estado deplorável.

Olha, colocam na TV imagem de prédios e instalações em condições lamentáveis. Mas de cara o que mais vejo, são coisas que parecem ter passado por uma guerra, literalmente depredados. Pelo jeito, portas são abertas aos pontapés ou com um pé de cabra nas dobradiças.. Vidros internos quebrados como se tivessem praticado tiro ao alvo usando as cadeiras do escritório. Gavetas cheias de porcarias que mais parecem uma latrina.

Puro relaxamento com o que é seu, reflete-se em total desleixo com o que é coletivo. Sejam suas coisas, sejam seus próprios filhos.

Fazer um monte de porcaria é fácil

Díficil é ser responsável por si mesmo sem ficar jogando a suas próprias culpas nos outros.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Abrindo uma Ordem Secreta

Um grupo de valentes jogens decidiu empreender uma jornada e criar uma Ordem iniciática.

É um passo fácil de se anunciar, mas difícil de se manter.

Mas o que dizer a quem olhando a frente e encarando os perigos e dificuldades da difícil senda esotérica decide mesmo assim continuar?

Bem,sendo o caso, acho oportuno.

Congratulo a nova Ordem pela coragem de empreender tal caminhada.

As ordens iniciáticas, muitas vezes originam-se de fraternidades que buscam um objetivo em comum, tendo estabelecido um acordo ritual ou pacto entre seus membros.

Mesmo que as ordens tracidionais geralmente sejam estabelecidas a partir de grupos de Mestres ou equivalente nível de preparo, e que se reunem em comunhão de alguma causa em comum, creio ser possível, com coragem, lealdade, determinação e um sincero amor pela sabedoria e pelos demais membros, iniciar um grupo de trabalho para empreender a jornada a que se propôem.

Eu poderia citar como exemplo, o livro O Senhor dos Anéis, em que forma-se uma ordem (A Sociedade do Anel), em que seus membros não são mestres, mas discípulos e até neófitos numa busca que é muito mais espiritual que qualquer outra coisa. O grupo contava com o acompanhamento e monitoração de grandes mestres, e fica claro ao longo do livro, que estes por sua vez, formavam um outra ordem, encarregada de proteger os grupos menores.

Evitemos confundir com grupos formados a partir de um Mestre ou Sacerdote, que trabalham na caminhada espiritual, incluindo religiões e seitas.

É necessário ter claro que os passos sejam claros e definidos, as regras internas aplicadas incondicionalmente sem favorecimentos deste ou daquele, a auto-regulação e vigílias constantes para proteger seus conhecimentos, principalmente, contra os erros internos.

Por isso, contar com mentores e protetores para guiar e orientar seus passos, seja com aconselhamento, seja pelos ensinamentos é sempre oportuno. E claro, contanto que estejam em vibração harmônica com os ideais buscados. De nada adianta fazer uma "salada de ensinamentos" apenas por que são bonitos. Um parágrafo daqui e dali é como fazer um castelo com restos de todo tipo. No máximo, o resultado será algo exótico.

Meus votos de que possam seguir com coragem e principalmente: compromisso.

Comprometinto com o que se faz é fundamental. Significa que você está disposto a fazer o que for necessário e correto para se manter  no caminho escolhido.

.'.

Leia Também:  

Artigos sobre Sociedades Secretas.
Artigos sobre Meditação


.'.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...