Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

25 Anos de Windows ou como fazer fogo!



25 anos de Windows, 25 anos de críticas.

Os fanáticos obsecados pelo Linux (que uso profissionalmente assim como Unix, todos os dias), que me desculpem, mas cada um tem suas vantagens. Defeitos ambos tem.


Vamos imaginar os procedimentos para fazer fogo, algo simples e que todos humanos precisam, mais ou menos algo assim:


Em Windows:

Passo a passo:

O programador já sabe que fogo precisa madeira, ignição, oxigênio, etc.

Cria um programa chamado FOGO.EXE.

Se for o caso, vai ter um INSTALADOR que coloca o programa pronto para rodar na sua máquina. Basta fazer o download (clicar num link nalgum site), ou copiar o arquivo INSTALADOR para a máquina. Depois é só clicar no INSTALADOR que ele deixa tudo pronto para rodar.

Para acender o fogo, basta então, clicar no ícone: FOGO. Pronto.


Em Linux:

Observação: É aquele famoso ambiente movido a muitas linhas de comandos e mais comandos de texto que tem de ser digitados.


Passo a passo:

Abrir a console. É aquela tela que imita os antigos métodos de entrada de dados, também conhecida como "tela preta". Se for uma das muitas versões do Linux que têm uma tela gráfica piora porque você tem que descobrir aonde está escondido o menu para abrir uma janela que vai imitar o velho método de entrada manual.

Digitar alguns comandos, mais ou menos parecidos com estes:

apt-get install gravetos
apt-get install troncos.gz
untar troncos.gz
...attrib +644x machado.sh

Nota: Com muita sorte, mas muita sorte mesmo, é só isto. Em boa parte das vezes você vai descobrir que faltam módulos e que são diferentes de uma versão do Linux para outra. Passe as próximas duas ou três horas pesquisando todo tipo de resposta absurda para resolver seu problema simples.

Finalmente instalado! Agora é só acender o fogo:


sh machado.sh -cp .\troncos .\lenha
mv gravetos .\fogueira
mv lenha .\fogueira
cron 1 0 0 5 5 soprar
fogo.sh -start -soprar
etc...


Repetir os passos de ignição, soprar, monitorar até que o fogo esteja aceso.



Os comandos podem mudar de acordo com a distribuição de Linux usada. Neste caso, consulte um dos milhares de tópicos perguntando a mesma coisa e que sugerem milhares de maneiras diferentes de fazer o que deveria ser a mesma coisa.


Quem vai acampar e quer curtir uma fogueira, sabe como é bom um simples isqueiro. Claro que no espírito aventureiro de Indiana Jones o passeio poderia ser na base de paus e pedras que soltam faíscas... (risos)

.'.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...