English readers and other languages: Many posts are in portuguese, you can use the Translate button at left side.

Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Ataque ao site do Serra: opositores ou negociantes oportunistas?

Gente que gosta de Dinheiro Sujo ou opositores?
Foto: Por Alice Chaos
Derrubaram o site do Serra ou o site caiu por volume de tráfego?

Posso estar completamente errado, mas pergunto: 50 mil tentativas simultâneas ou 50 mil tentativas por dia?

50 mil simultâneas é coisa para conspiração mundial, digna de tentativa de tentar derrubar o Google.

Se for por dia, considerando uma média informada de 7 mil novos acessos diários, estes me parecem valores infelizmente normais de tentativas de invasão que ocorrem num servidor Web, realizados por programas automáticos de invasão.

Para exemplificar, numa empresa que trabalhei, cujo site é de acesso por um público restrito, usei programas para bloquear acessos indevidos que analisavam as tentativas repetidas de acesso e bloqueava automaticamente o endereço IP de origem por até 90 dias.

A média de tentativas diárias (ataques de força bruta) variavam entre 16 mil e 28 mil tentativas antes de colocar o programa de análise.

Com a criação de uma lista negra de IPs, caiu para praticamente zero.

Talvez uma ferramenta assim permita uma análise melhor do problema.

Claro que sites visados como este podem sofrer ataques, incluíndo o famoso "fogo amigo".

Mas não são só os adversários que teriam interesse.

Outros países, conglomerados financeiros, pessoas envolvidas em negócios que poderiam se beneficiar com informações que eventualmente possam estar naqueles servidores terão com toda certeza, o maior interesse numa invasão para roubo de dados ou mesmo, para causar abalos políticos (e econômicos) com os quais, teriam ganhos financeiros favorecendo negócios que nem sempre tem escrúpulos.

Entram aí, todo tipo de empresa e pessoas (gangsters)  que possam querer aumentar seus lucros, mesmo que prejudicando uma nação inteira

Ver matéria na Info: Soninha vê ataque contra site de Serra

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Beber Pode Ser Saudável e Ecológico

Uma Fonte de Água do Whisky (Western Highlands)
Foto: cjh44

Meditação e whisky combinam SIM!

Uma dissertação sobre o caminho do meio.


Whisky também é ecológico. O bom whisky digo.

As melhores destilarias estão situadas nas highlands ou em lugares sabidamente consagrados pela tradição ocultista, aonde existam fontes naturais de águas subterrâneas.

Todos sabem que nascentes assim, são locais energéticos, onde a manifestação das forças elementais e telúricas é elevada.

Desde a antiguidade, os druidas, bem como seus equivalentes por todos os locais do planeta, buscam as nascentes naturais pela sua força mágica e por ser um local adequado para a elevação do espírito, a realização de rituais e pelas qualidades curativas.

Portanto, beber whisky, em quantidade moderada é claro, por exemplo, não mais que uma garrafa ao mesmo tempo (risos...), é ecológico e natural.

Só para lembrar, Gurdjeff era famoso por fazer suas palestras em bares, onde bebia garrafas e mais garrafas de vinho sem ser minimamente afetado pelo álcool, o que era uma demonstração da capacidade de sublimação.


Fonte de água usada no whisky vindo de uma caverna.
Foto: The Yankee Guido


A energia da natureza, do vento, da água, do sol, está presente no que fazemos.

Oportunizar para uma relação mais harmônica, sem negar as boas coisas da civilização, é dar a chance a nós mesmos e aos demais, de uma vida mais plena.

Alegria faz parte da vida.

O ato de beber entre amigos, é um ato instintivo em todas as sociedades.

Propor um brinde, convidar para um café, até mesmo um copo d´água, são geralmente, a primeira manifestação de entendimento.

As pessoas quando estão em acordo, logo dizem: "Vamos beber a isto".

Então, vêm as diversas bebidas.

A primeira de todas é a água.

Depois vêm os chás e sucos de frutas.

Então chegam as bebidas festivas e as cerimoniais.

Houve tempo, em que as bebidas alcoólicas eram de uso exclusivamente espiritual/religioso.

Diversos povos ainda possuem algumas bebidas muito específicas, que se destinam ao trabalho espiritual.

Deve-se atentar que tais bebidas, são usadas dentro de um determinado contexto e jamais deveriam ser ingeridas sem o devido acompanhamento e orientação direta de um mestre realmente versado nas artes. E são muito poucos.

A bebida festiva, nas diversas nações, tem a finalidade de alegrar o espírito, deleitar o paladar.

E claro, como tudo, se o uso for incorreto, perde-se a oportunidade de um bom momento.

Conhecer como o bom whisky, um bom vinho ou uma bebida celebrativa é feito pode ser parte de uma viagem de características mágicas.


Gilberto Prabuddha.'.
28 de Agosto de 2003


Foto: D.Clow - Maryland
 

.'.

Leia outros artigos relacionados clicando nas tags abaixo:

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Escolher Nomes de Criança - Significados e Numerologia



Escolher Nomes de Criança - Significados e Numerologia

Vem uma nova vida, uma criança vai nascer. Que nome escolher?  Faz alguma diferença o significado do nome?

O que ocorre com os nomes é basicamente o seguinte: Tem o significado da palavra, origem, etc. Por exemplo, no México tem muita "Consuelo", ou seja, "Consolo", no sentido de consolar. Imagina ter um nome destes???

Nomes de artistas famosos (da moda), ou os mais populares nomes para parecer que é rico: "Maique Cristian Luiz Freitas de Oliveira Pereira da Silva..."

Nome, é algo que até pode ser escolhido com antecedência, mas é como a "roupa" que esta pessoa vai usar o resto da vida. Relaciona-se diretamente com a herança cultural, social e espiritual transmitida pelos pais. Portanto, influencia diretamente sobre como esta pessoa será recebida na sociedade. As pessoas vão ver o nome estampado, como um rótulo.

Este nome, também vai influenciar a numerologia natal, e a astrologia, pois ambos andam juntos e são calculados pela data de nascimento. Sempre alerto que numerologia natal e mapa astral tem que dar as mesmas informações senão o cálculo está errado.

O nome, tem sua própria maneira de calcular e poderá afetar positiva ou negativamente a numerologia natal, como uma capa que reveste que mascara as energias e potenciais.

Muitas pessoas crescem com um nome que não gostam ou não conseguem se identificar pois não tem sentido algum para elas. Uma boa parte nunca vai fazer um mapa numerológico para buscar entender e descobrir seus caminhos na vida e como se relacionar com isto.

O ideal mesmo, na minha opinião, é não saber o sexo da criança antes de nascer. Entendo que pode até ter algumas coisas práticas, mas escolher um nome sem nem ter visto a pessoa, significa estampar rótulos desde antes do nascimento, impor papéis, uma herança familiar e até kármica.

Acho que a criança deveria ter seu nome escolhido pelos pais, após nascer, quando então poderão olhar nos olhinhos, ter a inspiração do que aquilo representa naquele momento e só então, escolher ou criar um nome.

E depois calcular a numerologia, para saber os potenciais, desafios, enfim, poder acompanhar e educar seus filhos, com um mapa em mãos que ajudarão os pais na sua tarefa.
Quando a criança tiver idade, chegar na adolescência, passar este mapa para ela saber mais sobre si e como utilizar seus potenciais no mundo.

Estes dois passos são um dos maiores presentes que os pais podem fazer pelos seus filhos.

P+
21/10/2010

25 Anos de Windows ou como fazer fogo!



25 anos de Windows, 25 anos de críticas.

Os fanáticos obsecados pelo Linux (que uso profissionalmente assim como Unix, todos os dias), que me desculpem, mas cada um tem suas vantagens. Defeitos ambos tem.


Vamos imaginar os procedimentos para fazer fogo, algo simples e que todos humanos precisam, mais ou menos algo assim:


Em Windows:

Passo a passo:

O programador já sabe que fogo precisa madeira, ignição, oxigênio, etc.

Cria um programa chamado FOGO.EXE.

Se for o caso, vai ter um INSTALADOR que coloca o programa pronto para rodar na sua máquina. Basta fazer o download (clicar num link nalgum site), ou copiar o arquivo INSTALADOR para a máquina. Depois é só clicar no INSTALADOR que ele deixa tudo pronto para rodar.

Para acender o fogo, basta então, clicar no ícone: FOGO. Pronto.


Em Linux:

Observação: É aquele famoso ambiente movido a muitas linhas de comandos e mais comandos de texto que tem de ser digitados.


Passo a passo:

Abrir a console. É aquela tela que imita os antigos métodos de entrada de dados, também conhecida como "tela preta". Se for uma das muitas versões do Linux que têm uma tela gráfica piora porque você tem que descobrir aonde está escondido o menu para abrir uma janela que vai imitar o velho método de entrada manual.

Digitar alguns comandos, mais ou menos parecidos com estes:

apt-get install gravetos
apt-get install troncos.gz
untar troncos.gz
...attrib +644x machado.sh

Nota: Com muita sorte, mas muita sorte mesmo, é só isto. Em boa parte das vezes você vai descobrir que faltam módulos e que são diferentes de uma versão do Linux para outra. Passe as próximas duas ou três horas pesquisando todo tipo de resposta absurda para resolver seu problema simples.

Finalmente instalado! Agora é só acender o fogo:


sh machado.sh -cp .\troncos .\lenha
mv gravetos .\fogueira
mv lenha .\fogueira
cron 1 0 0 5 5 soprar
fogo.sh -start -soprar
etc...


Repetir os passos de ignição, soprar, monitorar até que o fogo esteja aceso.



Os comandos podem mudar de acordo com a distribuição de Linux usada. Neste caso, consulte um dos milhares de tópicos perguntando a mesma coisa e que sugerem milhares de maneiras diferentes de fazer o que deveria ser a mesma coisa.


Quem vai acampar e quer curtir uma fogueira, sabe como é bom um simples isqueiro. Claro que no espírito aventureiro de Indiana Jones o passeio poderia ser na base de paus e pedras que soltam faíscas... (risos)

.'.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Que Sociedade Secreta eu escolho?

Pergunta: Estou interessado em participar de uma Sociedade Secreta, qual a mais adequada?

Resposta:

O que é adequado para um pode não ser para outro.

A quase totalidade das sociedadades maiores buscam seus membros exclusiva e únicamente por convite direto. Isto é, você é observado, conhece alguém que se interessa por você e pode vir a sugerir seu nome.


Este é um processo que normalmente pode demorar muitos e muitos anos.

Oferecer-se é na maioria das vezes, a certeza de que não será aceito.

Algumas ordens tem suas portas abertas nos níveis externos, onde a pessoa terá a oportunidade de um estudo mais aprofundado, conhecer práticas, exercícios, desenvolver capacidades pessoais.

Existem é claro, as seitas, em que alguém arregimenta pessoas para seu séquito pessoal. Infelizmente, isto ocorre em quase todas as áreas.

Qualquer comprometimento de sua parte sem saber exatamente aonde está colocando os pés, seu tempo e dinheiro, é um fator de risco.

Sociedades, religiões, grupos, etc, que tentem lhe empurrar o argumento de "confiar na fé" (mas entrar cegamente), devem ser colocadas sob desconfiança máxima.


Imagem: White Sh@dow
No seu caso, eu sugiro a Ordem Rosacruz, com sede em Curitiba. Os diversos graus externos vão lhe propiciar muito com o que trabalhar e, se for seu caso, ajudará a conhecer pessoas de outras áreas, outras sociedades, que eventualmente, poderão ampliar seu círculo de conhecidos, palestras, estudos, etc.

O site da ordem é: http://www.amorc.org.br



.'.



Leia Também:  

Artigos sobre Sociedades Secretas.
Artigos sobre Meditação

.'.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Fechado Site Que Parodiava Folha de S.Paulo

Olha só: Folha de S.Paulo consegue liminar que tira do ar site que a satirizava


Só posso responder em tom de paródia:


Arrasaram com os caras sob a desculpa de "proteger a marca do Jornal". Se o problema era este, era só pedir para mudar o nome, por que fechar tudo?



Na minha opinião, creio ter sido falha a atitude do magistrado ao acatar tal pedido, pois esta gerando o direito de fecharem todos os programas, jornais, rádios, teatros, etc, enfim, todos que fazem algum tipo de paródia humorística.

Papinho de "apropriar-se de marca"??? Olha meus caros, lamento mas discordo profundamente. Porque não gastam seu linguajar e seus estudos jurídicos para combater a vergonhosa falcatrua dos produtos similares nos supermercados, para acabar com a escandalosa vigarice dos pacotes que reduzem a quantidade e aumentam o preço, e outros tantos. Vão prender bandido!

Asssistam um pouco por exemplo, o Casseta e Planeta e Pânico na TV, que tem vários quadros em que os nomes dos personagens são versões humorísticas de personalidades.

Roubo de marca? Prendam o Jô Soares, mandem o Marcelo Tas para a cadeia, acorrentem com seu abuso de poderio econômico, o senso de humor que é uma das poucas coisas que podem ser massacradas covardemente sob porretes, fuzis e perseguições de todo tipo, mas nunca chegam a ser totalmente caladas.

Nem vi, mas acaso o tal blog praticava alguma afrontosa degradação vil da imagem do jornal, ou é apenas mais uma comédia como tantas? Prendam o Amaury Junior e o Silvio Santos por fazerem versões as vezes sem a mesma graça de seus chargistas.

Chamem de uma vez os carrascos e torturadores para calarem esse bando de vagabundos como gostam tanto de chamar. Aproveitem para eliminar a Lei Áurea e coloquem novamente os escravos aonde tantos e tantos acham que deveriam estar.


Não esqueçam de Crucificar o Tiririca. Pelo menos, este cara é um palhaço que é Homem para dizer que ele é palhaço sim.


Editado em 06 de Outubro de 2010: 

Várias pessoas não ficaram caladas perante o ocorrido, e colocaram no ar cópias das imagens do site que fazia as sátiras no ar.

Fui lá, olhei e pessoalmente não achei nada de tão grave. Olhe e veja por si mesmo se tamanha celeuma se justifica: http://falhadespaulo.tumblr.com

Pessoalmente, achei um pouco parecido com o antigo Jornal Pasquim, uma das poucas vozes que conseguia se erguer de alguma forma contra a ditadura militar falando de assuntos que os ultradireitistas não podiam sequer conceber, como por exemplo: sexo! (Uiii... Que coisa nojenta de gente pervertida!)

(Risos....)

Tomei a liberdade de pegar esta imagem abaixo lá do site tá? Por favor não me processem.





Mais informações.


Folha de S. Paulo deixou Ombudsman falar do Falha (www.conjur.com.br)


Folha de S. Paulo e blog não entram em acordo (www.conur.com.br)
"Terminou sem acordo a audiência entre a Folha de S.Paulo e os blogueiros do Falha de S.Paulo, na última quinta-feira (26/5/2011)."

Foto: Teacher Dude (Grécia)

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Como Consertar um Teclado DX7 (e quaisquer outros)

DX7 ouvert / Opened DX7 / DX7 aberto.
Foto: Paul Allais - França


Como Consertar um Teclado DX7 (e quaisquer outros)

Disclaimer: A leitura do seguinte texto pode causar danos e lesões, portanto, não me responsabilizo sobre quaisquer bobagens que o leitor venha a praticar, entendeu?




O Yamaha DX7 é um dos teclados mais famosos da história. Por causa do som, pelo design e pelo nome. Parece que DX7 veio de algum estudo numerológico ou de Feng Chuei que deu certo e as pessoas acham bonito e sexy.

Como todo equipamento pode ser que seu teclado um dia apresente problemas. Este artigo aborda o conserto doméstico, e vale para qualquer coisa quebrada na sua casa, incluindo televisor, motoserra ou aquela dor de cabeça da sua mulher que não tem jeito de passar, mesmo sem estar na TPM.

Mas voltemos ao nosso DX7. De repente o aparelho resolve parar de funcionar. Então temos certos pontos a verificar para ver se dá certo:

1) Ligar e desligar (botão Power On/Off) várias vezes muito rapidamente. O efeito pisca-pisca pode fazer com que o teclado "desengasgue";

2) Se não resolver, bata com força na parte de trás. Isto sempre resolve quando trata-se de "teclado engasgado";

3) Se ainda não deu certo, pode ser um problema simples de "mau jeito", vulgarmente chamado de "torcicolo de base". Neste caso, experimento bater alternadamente duas ou três vezes no lado direito e no lado esquerdo. Entre cada batida aperte várias vezes o botão de Liga/Desliga;

4) Ainda não funcionou? Parece um problema de teimosia aguda. Com as duas mãos bem abertas e espalmadas, bata nas teclas, tentando acertar o maior número possível de teclas de uma só vez. As vezes é necessário complementar com um leve tapinha atrás do teclado caso alguma tecla "engasgue" e fique abaixada (não voltar ao lugar correto);

5) Experimente ligar o cabo de força na tomada.

6) Se o cabo já está ligado na tomada, pode ser um problema de contatos meio frouxos.. Para verificar, puxe a tomada um pouco para fora, mas sem desconectá-la da parede, e aperte com os dedos os dois pinos metálicos que entram na parede. Com a outra mão vá enfiando suavemente a tomada no buraco da parede. Se você não sentir um formigamento e um puxão meio forte significa que não tem energia elétrica.

7) Se o caso foi falta de energia elétrica na tomada, faça o mesmo teste nas outras tomadas. A que funciona melhor é a do banheiro, mas neste caso, é melhor você encher a pia com água e deixar uma das mãos debaixo da torneira bem aberta, para usar da força da pressão da água, ajudando a "puxar" a eletricidade e desta maneira, desentupindo o fio.

8) Se você verificou que não tem eletricidade em nenhuma tomada da casa, experimente acender as luzes da casa. Se nenhuma acende, então a falta de energia é em toda casa. Verifique se você pagou a conta da luz, pois a sua eletricidade pode ter sido cortada por falta de pagamento.

DX7 em mau estado.
Foto: www.polynominal.com (ótimo site)
9) Verificados então exaustivamente estes pontos básicos, sem ninguém perceber, coloque seu irmãozinho mais novo, ou algum nenê da vizinhança, brincando sózinho perto do teclado e saia para dar uma looonga volta. Quando voltar, faça um escândalo porque a criança mexeu e estragou seu teclado!!! Cobre o conserto do vizinho irresponsável que botou esta criança dentro da sua casa...

10) Se nenhum dos passos anteriores deu certo, experimente ler o manual.

11) Se ainda assim não funcionou, repita as etapas 01 até 04, várias vezes, com intervalos para tomar mais uma cerveja.

12) Chegou a hora da decisão. Você esgotou todos passos lógicos, o negócio é catar algum vizinho daqueles que arrumam cortador de grama, rádio paraguaio, ar condicionado de automóvel, caixa de câmbio de colheitadeira, relógio de sol, etc. Elogie intensamente as capacidades dele, assim ele vai olhar o teclado de graça para você.

13) Se ainda não funcionar, pegue tudo o que sobrou do teclado, talvez misturado com peças do liquidificador que o cara tava consertando, e leve tudo para uma assistência técnica. Diga-lhes que o teclado parou de funcionar de repente e que você nem mexeu mais para evitar qualquer problema e que você acha que deve ser só o fusível queimado, mas em todo caso, faça um escândalo quando tentarem cobrar uma dúzia de molas quebradas, um visor partido, placas e componentes grudados com uma estranha meleca com cheiro de óleo de colheitadeira e outras coisas. Finque firme o pé no chão e assegure em voz alta (para os demais clientes ouvirem) que você levou o teclado até ali na asssistência autorizada porque recebe boas recomendações e só precisava trocar um fusível...

14) Se você acordar no meio da calçada com restos do que foi seu teclado espalhado na calçada e alguns pedaços entalados na sua boca e sentindo dores por todo corpo, pode ser que o pessoal da oficina não concordou com sua abordagem.

15) Se der certo, agora seu teclado está funcionando e você percebeu que estava apertando o botão Memory Protect ao invés do Power On/Off.

16) Se não der certo, sugiro que compre um bom estoque de esparadrapo, gaze e mercúrio... Ouvi dizer que tem um nenê, o pai do nenê, o tio do nenê que é alterofilista, o vizinho da tal oficina, e os caras da assistência autorizada te procurando aos gritos, por alguma coisa que não entendi bem... parece que tem a ver alavanca de câmbio com ajuste automático do sistema disgestivo e recalibração da posição da arcada dentária...

Em resumo: Não faça nada disto, pois se trata de uma paródia. Pega o teclado e leva na assistência técnica.

 22/Agosto/2004


Gilberto Strapazon é escritor, tecladista, compositor, analista de sistemas. Nunca teve um DX7 mas já abriu seu Roland JD-800 e JX10 só para ver o que tinha dentro.



Fonte: O site original da revista comentando, criado pelo Alex Saba, tem ainda uma versão arquivada no link: www.oocities.com/comentando
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...