Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Mais um opensource de peso pode cair.

Foto: Sputniko.com

"OpenSource é mais marketing de faculdade para não comprarem licenças.  -  Junior."

Comentário da matéria Não conte com a Oracle para manter vivo o OpenOffice do IdgNow!:

Utilizo opensource profissionalmente, mas achei muito oportuno e correto o comentário do colega Junior: "OpenSource é mais marketing de faculdade para não comprarem licenças." (Assim economizam a mesada do papi... risos...)

Aqui no Brasil, alguns dos maiores defensores e desenvolvedores do opensource e "gratisware" são funcionários de estatais, ou seja, não vivem disto e podem se dedicar ao desenvolvimento acadêmico.

Sobre os comentários a respeito do Java, que pode eventualmente deixar de ser pago, e neste caso dizem "é só mudar para outra linguagem", acho que é o típico comentário de quem só fez "programinhas" e não tem a menor idéia do que é refazer um sistema corporativo, projetos, trabalho de equipes grandes. Além dos custos, tempo e a chance de uma bagunça nos processos da empresa, e mais os prejuízos recorrentes, devem ser contados.

Java já se tornou um herdeiro do Cobol em termos de herança. Milhões de programas ficarão para a posteridade. Engraçado, dizem que Cobol está morto a trinta anos e agora também dizem que Java está morto.

Enquanto isto, meu investimento comprando licenças do Ms-Access faz uma década, para fazer o front-end de um sofisticado ERP para indústria do vestuário, parece ter sido acertado. É só conectar num servidor SQL de peso, SQL Server, Oracle, Sybase, etc e tenho estabilidade, suporte técnico, front-end de rápido desenvolvimento, a qualidade que pude criar com o imenso detalhamento de recursos que tenho com o VB e as APIs do Windows, etc. Coisa de quase 20 mil linhas de código específico para a atividade fim, sem ter que lidar (tanto) com coisas absolutamente básicas e banais. Além do ganho em produtividade, sei aonde estão os fornecedores da ferramenta 24hs por dia, sem ficar dependendo da boa vontade as vezes heróica, do trabalho voluntário de alguém.

Opensource é uma coisa boa sim, mas é necessário lembrar, que nada é grátis, nem na natureza.
.'.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...