Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Imagem de Deus

Foto: Geirangerfjord - Wikipedia

O que está acima é como o que está abaixo. Macrocosmo, microcosmo. Onisciência, Onipresença.

Existe deus, existe aquele a quem chamam de Deus, existem deuses, existe o Todo e o Nada.

Talvez ainda os exemplos, os momentos, os sentimentos as melhores formas de imagem, ou simplesmente, de compreensão do incognoscível.

Olhe para a natureza, o Sol, a Lua, as estrêlas, os campos e florestas, as montanhas, o movimento das águas, os ciclos da vida, a alegria e a tristeza, os sentimentos, emoções, sensações, a percepção do tempo e a ausência desta, as manifestações materiais ou não.

A respiração, o carinho num afago de mão, a voz do seu chefe, os animais em todas suas manifestações, toda diversidade humana, a vida em todas suas formas nestes e noutros mundos.

Volte-se para si mesmo, a maravilha da existência em cada célula e todos seus muitos componentes até a mecânica quântica em nossos átomos componentes. As ondas de luz e de rádio conhecidas e todas as formas de energias para as quais a ciência comum não tem (ainda) meios de detectar, mas que o mais humilde dos sensitivos conhece profundamente e a fé atesta em tantas formas.

O cansaço, o prazer e a renovação pelo sexo, pela alimentação, pelo trabalho. A inspiração intuitiva. A inteligência maior na visão dos iniciados e na inocência infantil dos que se mantém sempre jovens.

O próximo passo, o estar aqui e agora, lembrar-se de si mesmo.
A imaginação e o entendimento do futuro.
A percepção e a visão sensitiva e abrangente.

Alguns chamam estas coisas de manifestações, outros de acontecimentos, outros simplesmente a chamam de vida.

Tudo isto É.

.'.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...