Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Pular de galho em galho ou ser chutado?

Meu comentário na Computerworld: "Empresas têm ressalvas sobre quem vive trocando de emprego "

Link para a matéria: http://computerworld.uol.com.br/carreira/2009/07/10/empresas-tem-ressalvas-a-quem-vive-trocando-de-emprego/


Meu comentário: 

(Mais uma) Pesquisa para vender o próprio peixe é comum.

Muitas empresas mentem na contratação e o profissional é tratado como descartável.

Jogam fora conhecimento, perdem Bilhões todo anos, gastam mais em remendos! Menos lucro por causa da vaidade.

Até tem gente que fica rolando por aí, acredito que são minoria. O resto leva a culpa pelo despreparo de CEOs e chefias que acreditam na ilusão de que "cursinho" consegue o mesmo que estudo + anos de experiência. Tentem pilotar um jato comercial assim!

Se a empresa joga todos meses, seu futuro na rua, um dia ficará sem ter a quem recorrer.

A nova senzala virtual e a feudalização das contratações, não é mais acobertada como no passado.

Estamos no século XXI mesmo?

Terceirizações e contratações normais, cadê realmente o respeito e a qualidade de trabalho? Só na vitrine?

Empresa, é organismo social, não é a casa do dono. Tratar profissionais pior que cachorro, é desmotivar e perder qualidade de toda equipe, gastos em conhecimento e manutenção das estruturas.

Se a empresa é "boa", porque tantos saem correndo de lá?

O profissional que a empresa joga fora hoje, poderá ser justamente quem vai estar no outro lado numa rodada de negociações no futuro.

É fácil de uma empresa grande. Difícil é ser MESMO uma grande empresa.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...