Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Carreira: É hora de aprender a fazer menos por menos.

A InforWorld lançou um manifesto: "Os tempos mudaram, é hora de fazer menos com menos."

Minha opinião:

A iniciativa é extremamente válida e importante. A cultura do "muito mais" com "muito menos", faz muito passou do ponto de prudencia e austeridade saudável, passando para ganância opressiva e austeridade severas, quase sinônimos até de mesquinharia e falta de visão para os demais.
Muito mais por muito menos apenas nos levou ao desequilíbrio pessoal, profissional, social.
A distribuição de cargas de tarefas cada vez mais, são representativas do conceito "ganha-ganha", de obtenção de máximo lucro e rendimento, de forma predatória.
A sistemática de "campo arrasado" apenas vai levar as empresas e os profissionais, ao ponto de difícil solução, de colapso e esgotamento dos recursos disponíveis. Tanto quanto ocorre pela destruição sem reposição adequada (e justa) de matas, recursos hidricos e minerais, estão os profissionais, que deixarão de ser repostos.
Logo mais, quem vai querer entrar numa área em que a exploração vil e a falta de respeito, profissional e pessoal, e a pouca chance de renumeração justas e adequadas, tem se tornado cada vez mais comum?
Qualidade e produtividade não significam opressão e atividades constantemente intensivas. Pelo contrário, como todo e qualquer recurso natural, a mão de obra precisa alternar períodos de trabalho, repouso, lazer, estudos e ser devidamente recompensada e valorizada. Elogios sinceros fazem falta tanto quanto renumeração e carga de trabalho decentes.
As empresas que insistirem na ótica de exaurirem profissionais e depois simplesmente descartá-los, bem como as que ignoram os alertas para qualidade no cuidado e tratamento de suas informações,
apenas estão colocando sobre si mesmas, o rótulo de futuros fracassados.
A empresa perde quando algo é mal feito por solicitação (e pressão). E perde mais ainda, quando além de ter que refazer, sofre o baque de perder competitividade, clientes, reputação.
Conquistar um único novo cliente, custa mais do que manter muitos satisfeitos. A pior coisa, é sua empresa ter apenas um ótimo profissional. São necessários muitos. E nestes dois casos, basta um insatisfeito para levar os demais consigo.

Por isso, fazer menos, mas bem feito, para fazer melhor para todos.

O manifesto e o fórum do movimento estão no link:
www.infoworld.com/slowit
www.slowit.net

A ComputerWorld publicou também matéria sobre o assunto:
http://computerworld.uol.com.br/gestao/2009/07/27/10-mandamentos-para-fazer-menos-com-menos/IDGComment_view

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...