Clique nas imagens dos artigos! Elas levam você para o site do artista que a criou e muitas
vezes tem assuntos relacionados ou outras imagens para expandir seus horizontes!

terça-feira, 23 de junho de 2009

Notícias falsas na Web sobre desastre da Air France

Meu comentário publicado na revista INFO: "TV cai em pegadinha e exibe falso Air France"
"...SÃO PAULO – Uma armadilha da web fez a emissora boliviana PAT exibir imagens do seriado Lost como se fossem fotos capturadas do desastre aéreo da Air France...."


Esta era de se esperar.

A falta de validação de fontes de informação é algo notório mesmo antes da internet.
Mas graças a Internet, o que vemos atualmente, é que boa parte do jornalismo tem-se revelado também um grupo bastante adepto da simplicidade de Recortar + Colar de qualquer coisa.
Isto não tem absolutamente nada a ver com o diploma do curso de jornalismo, que é algo muito bom para quem quiser se aprimorar na profissão.
Isto tem a ver, com a busca de resultados imediatos, a comodidade ou (até mesmo) preguiça, sem falar, que continua palco comum, a cena que alguns fazem copiando material de outros e assinando como sendo seus.
Grandes agências de notícias pelo mundo todo, já se viram flagradas por apresentarem matérias destas que alguém inventa e coloca na internet.
É muito fácil inventar uma credibilidade, basta que a "matéria" cite algumas fontes, de preferência noutro idioma, que sua verificação rapidamente será superficial.
Toda semana vejo este tipo de artigo, nos mais diversos e tradicionais meios de comunicação, incluindo alguns dos telejornais de maior audiência nacional. Basta estar um pouquinho atento e nas mais diversas matérias, "para engordar", aparecem citações que, para a pessoa um pouquinho mais informada, são verdadeiros disparates. E não é só nos quadros de variedades.
Outra coisa a ser lembrada, é a divergência de linha editorial. Basta exemplificar com a tal "crise" atual. Uma grande emissora, só apregoa tragédia, empresas fechando, empregados se jogando da ponte. Mas no canal ao lado, também de grande audiência, toda semana apresentam números positivos, dados de crescimento, ou de sucessos para quem não vive apenas de apregoar imagens sangrentas.
Neste últimos meses, assisti várias vezes, entrevistas no mesmo local, mudando apenas alguns personagens. Sobre os mesmos dados iniciais, uns choravam a tragédia desavisada. Outros, relataram detalhadamente que por meses já estavam sabendo do assunto e se preparavam.
Sempre é bom lembrar, procure ouvir mais de uma fonte. Não acredite nem na maior emissora, nem no jornal que parece ser o mais técnico. Todos tem pontos fortes e fracos e, numa coincidencia infeliz, isto pode levar a decisões erradas ou fazer com que percamos a decisão de sermos, um país forte, uma nação que é capaz de pensar, uma sociedade que tem imensas riquezas e que podemos sim, ter uma vida melhor, mais justa e perfeita.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...